sábado, 28 de fevereiro de 2009

FRATERNIDADE NA IGREJA


“... E tinham tudo em comum.”
Atos 2 42 - 47

O número de evangélicos só tem crescido nos últimos anos, isso em parte, é fruto da psicologia que muitos têm usado para, de alguma forma, conduzir pessoas seriamente frustradas em suas vidas. Mas uma coisa é interessante pensarmos, milhares de almas já se submeteram ao senhorio de Cristo, e isso, é o que importa.

A quantidade de templos tem crescido numericamente. Há reuniões às vezes três vezes por dia, dada à quantidade de fiéis que afluem.

Nessa mensagem, gostaria de chamar atenção não apenas para o crescimento das igrejas evangélicas ou para o número de irmãos que se entregaram a Jesus, mas te convidar a repensar a respeito da frieza por que passa muitas igrejas. Refiro ao fato de às vezes, os irmãos se encontrarem apenas nas igrejas, e a quantidade de cultos semanais terem se reduzido, especialmente nas grandes cidades.

Quando estava lendo Atos o capítulo dois e versículos 37 ao 47, pude perceber a harmonia que existia entre eles, e que, nos últimos dias não vemos nas igrejas. Aqueles irmãos eram abnegados, estavam dispostos a desconsiderar suas propriedades e ajudar o próximo em qual quer circunstancia que este estivesse. A solidariedade é algo que devemos trazer à igreja, a sensibilidade ante aos problemas do meu irmão deve ser o carro chefe nas nossas vidas.

Infelizmente, a correria dos dias atuais, mais a pré-disposição para nos apegarmos às coisas passageiras dessa vida, nos consomem. A Bíblia diz que, os irmãos da primeira igreja, “tinham tudo em comum, vendiam suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguém tinha necessidade”.

Que nesses dias, possamos rogar ao Pai que nos envolva de um espírito de sensibilidade e fraternidade, para termos os nossos irmãos como essenciais na igreja de Deus.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

JESUS É O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA



Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

João 14.6


Este texto foi um dos últimos criado por minha querida esposa, em razão da gincana das Senhoras no ano passado.

Todos nós andávamos desgarrados por causa dos nossos pecados, mas Jesus veio para nos dar a vida. Ele é a fonte da vida!

Todos nós estávamos perdidos, cada um seguia os seus próprios passos, mas Jesus veio para nos conduzir por um bom caminho. Ele é o único caminho!

Todos nós estávamos sem esperança, presos, confiados em nossos próprios pensamentos, mas Jesus veio para nos libertar através da verdade. Ele é a verdade que liberta!

Se você está seguindo seus próprios passos, saiba que eles te levarão a um caminhos sem esperança. Só Jesus é a nossa esperança. Ele guarda os nossos pés e dirige os nossos passos por um caminho de descanso.

Se você está confiante em seus próprios pensamentos, saiba que será confundido e não acharás a verdade. Só Jesus é o nosso refúgio, nele está a verdade e a certeza de não sermos confundidos.

Em Jesus estamos seguros. Ele nos conduz a um caminho de esperança

Em Jesus somos livres. Ele tem a verdade que liberta.

Em Jesus temos vida. Ele é a fonte da vida eterna.

Jesus é o caminho, a verdade e a vida.

Luzivana Marinho Freitas

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

NEM TUDO SÃO CRAVOS



“Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios.”
.
Salmos 103.2


Você já deve ter ouvido a frase: “nem tudo são flores”, não é? Mas nesta vida, realmente nem tudo são flores, e logo entendemos que fala-se dos problemas e dificuldades que passamos ao longo de nossa curta trajetória neste mundo.

Mas quero falar com você hoje, que nesta vida nem tudo são “cravos” também. Já que todos se referem às coisas boas e fáceis desta vida como flores, ou rosas. Vejamos então os problemas e dificuldades como cravos.

Tente lembrar da fase mais difícil que você já passou nesta vida, e agora olhe para dentro de você mesmo(a) e se você notou o verbo, esse sofrimento já passou, e se ele já passou mesmo, você está olhando para um livramento, que antes não conseguia ver. Veja, o Senhor já concedeu que você hoje, apenas lembre, talvez tenha ficado alguma cicatriz, mas o pior já passou.

Talvez você esteja passando por algo que julgue a maior provação, ou aflição de sua vida. Mas tenha a certeza de que existe Alguém que pode te ajudar, tirar os efeitos mais marcantes da dor, isto é, fazer com que as cicatrizes que ficarem sejam lições para que um dia você possa respirar fundo e dizer: já passou, hoje é diferente! E quando ver alguém sofrendo da mesma forma ou parecido, possa ser o instrumento que estará na hora certa, para dizer as palavras certas, na necessidade oportuna de alguém que precisará da sua experiência.

Deus quer usar você, para ajudar outros a verem como Ele é bom, como é capaz de resolver qualquer problema que possamos ter. Mesmo que não possas ver, agora, Ele está providenciando o livramento do tamanho da sua necessidade, no tempo certo e com as condições precisas, para que seja resolvido por completo, e depois possas dizer: “até aqui nos ajudou o Senhor!”

Que Deus te abençoe e te conceda PAZ !

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

O DOM DA MISERICÓRDIA


1 Reis 2:26 – “E a Abiatar, o sacerdote, disse o rei: Vai para Anatote, para teus campos, porque és homem digno de morte; porém não te matarei hoje,...”


Percebemos aqui nesta passagem que Deus misericordiosamente permitiu que Abiatar escapasse de certo tipo de morte duas vezes em sua vida. A primeira ele escapou sem nada, exceto vestido com sua túnica especial que o identificava como sacerdote. Um rei vingativo, Saul, havia mandado assassinar todos os outros sacerdotes e suas famílias na cidade de Nobe por terem ajudado Davi, mas Davi recebeu Abiatar sob sua proteção.

Davi confiou em Abiatar por muitos anos. Mas ao invés de uma vida inteira de gratidão a Deus e lealdade a Davi, Abiatar veio a conspirar contra Davi e Salomão, o escolhido de Deus para ser o próximo rei. Mas ele foi alvo mais uma vez a tremenda misericórdia e somente perdeu a posição sacerdotal como punição para sua deslealdade.

Muitas vezes em nossas vidas temos segundas chances e experimentamos grande misericórdia. Talvez, você tenha recebido outra chance num relacionamento rompido ou numa oportunidade que você pensou ter perdido. Algumas pessoas chamariam isso de boa sorte. Nós sabemos que esta é uma dádiva da misericordiosa mão de Deus. Como Abiatar, podemos ser tentados a negligenciar nossa gratidão a Deus e aos outros por seu amor. Esteja determinado a lembrar-se durante toda sua vida das muitas “segundas chances” que você recebeu, e expresse sua gratidão.

Agradeça a Deus pelas diversas formas das quais você tem experimentado sua misericórdia.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

DEUS É POR NÓS


Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?

Romanos 8.31

Quando a gente enfrenta momentos difíceis na vida ou quando acontece algo terrível, como catástrofes naturais, atentados terroristas, acidentes ou assassinatos cruéis, muitas pessoas costumam se perguntar: Onde estava Deus?

É difícil entender que, às vezes, o mal é necessário para nos ensinar verdades que não veríamos claramente. Quando a doença chega, a dificuldade financeira, a morte na família, as calamidades e tudo o mais que você possa está enfrentando, fica complicado acreditar que tudo isso pode se transformar num bem para a sua vida ou de alguém que você ama.

Mas uma coisa que prendi com todas as minhas dores é que Deus é por nós. É verdade, Deus é por nós. Seus amigos podem ter esquecido de você, seus familiares podem até culpá-lo e ignorá-lo, seus irmãos podem se envergonhar de você e seus conhecidos lhe desprezarem, mas Deus, não, Ele está torcendo por você. É como um técnico maluco no banco, gritando, passando instruções ou um torcedor na arquibancada aplaudindo, incentivando e comemorando cada vitória sua.

Você pode até se sentir só, mas não está. Deus te acompanha no caminho;

Você pode até chorar de dor e tristeza, mas Deus te estende a mão a cada dia;

Você pode até desanimar e pensar em parar, mas Deus te segura para não cair;

Você pode até achar tudo impossível e pouco improvável, mas para Deus não há impossíveis;

Você pode até ser abandonado por todos, mas Deus sempre estará perto de você.

Gostaria que você repetisse bem alto para que seus ouvidos ouçam a sua voz:
DEUS É POR NÓS!

DEUS É POR NÓS!

DEUS É POR NÓS!

DEUS É POR NÓS!

Portanto, não olhe para as suas dificuldades ou problemas, olhe para aquele que tem estado contigo desde quando tu eras um pequeno feto, que te ama e luta as tuas guerras. Esse ser te ama e é por ti.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

E SE FOSSE HOJE?


Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e destruiu a todos.

Lucas 17:27

Nestes dias que estamos vivendo, todos, com poucas exceções, estão com seus olhos, corações e forças dedicados a uma grande festa – carnaval. Tudo para: o trabalho, os campeonatos, os bancos. A ordem é se divertir e aproveitar. E todas as atenções são dedicadas ao carnaval - as pessoas bebem, dançam, se drogam e tudo mais que essa festa oferece.

Cresce o número de mortes nas estradas, de gravidez indesejável, o de assaltos, de brigas, de acidentes. Mas existe um lema que não pode ser combatido – tudo é diversão e permitido.

Poucas são as pessoas que se lembram de Deus. Isso me fez lembrar as palavras de Jesus quando Ele explicava a seus discípulos como estará o espírito do homem nos últimos dias. É assim que nos encontramos hoje – comendo, bebendo e não prestando atenção aos sinais que o tempo nos dá.

É triste ver que a maioria dos seres humanos que diz acreditar em Deus não consegue ver que o tempo está se esgotando e que a vinda de Jesus está mais próxima do que nunca. E se ele voltasse nestes dias, seria exatamente como nos dias de Noé, a maioria nem perceberia o que lhes atingiu.

Que Deus nos guarde e proteja da influência diabólica que cega e envolve a humanidade, afastando-a de Deus. O vídeo a seguir é só para nos mostrar que o dia se aproxima. Que Deus lhe proteja e ajude a vencer estes dias maus.


sábado, 21 de fevereiro de 2009

ALEGRIA? LIBERDADE?


Romanos 8:8 – “Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus”

Mais uma celebração está acontecendo, e nosso país é conhecido como o país do carnaval, uma festa pagã que acontece em todas as cidades e principalmente nas capitais. Fantasias das mais variadas cores, sensualidade, as câmeras de TVs tentando focar os corpos desnudos das mulheres. Durante quatro dias, toda esta movimentação é regada de bebidas alcoólicas e sexo, sem nenhum temor a Deus, mas, na ignorância de que na quarta-feira, através da figura das cinzas, serão os seus pecados perdoados por Deus, mas, a palavras de Deus nos fala que somente através do arrependimento e na confissão de que Jesus Cristo morreu pelos seus pecados é que acontece o perdão.

Talvez você não concorde comigo, mas infelizmente o maior inimigo do ser humano é a sua ignorância, e esta é percebida em milhares de pessoas e esquecem de que a vontade carnal não reage na vida daquele que confessa verdadeiramente o Senhor Jesus como o seu Salvador pessoal, porque esta confissão é a sua lavagem pelo sangue do cordeiro. A adoração a demônios no carnaval é explícita e também perigosa, é onde o diabo está convocando seus escravos, para que eles possam viver presos cada vez mais no pecado, destruindo a si próprio; mas a palavra de Deus nos mostra em
Gl 5:1 “para a liberdade foi que Cristo nos libertou...”.

O carnaval e dito como “paixão, amor do Brasil”, mas para nós, nosso maior amor é Jesus Cristo. O carnaval também é conhecido como a “festa da alegria”, mas uma alegria passageira; quanto a nós, somos agraciados por uma alegria eterna, vinda do Pai Celestial. Aqueles que fazem a vontade da carne têm uma falsa liberdade, alegria, e aumentam o peso de sua destruição, enchendo-se de fantasias no corpo e na alma. Mas os que estão em cristo, não precisam se transfigurar, com roupas ou máscaras para regozijarmos a alegria do Senhor.

Deus chamou a mim e a outras pessoas, e também te convida a vencer esta concupiscência, esse desejo de prazeres da carne. Ele quer que você mude, cancele os seus planos de “se envolver neste carnaval”. Tome a melhor decisão de sua vida. Escolha Jesus Cristo.
Rm 8:13 “Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis.”

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

NA COMPANHIA DE DEUS


Sê forte e corajoso não temas nem te espantes, porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.
Josué 1.9

Tantas vezes em meio as dificuldades ou, em razão da dor que nos afliges, ou da solidão que nos afeta o coração, temos a impressão que estamos sós. O Apóstolo Paulo, em II Timóteo, também teve essa impressão: “Todos me abandonaram”.

Por essa razão, a Palavra de Deus nos diz: “Maldito o homem que confia no homem”. É normal nos decepcionarmos com os amigos, parentes, colegas, pessoas em quem confiávamos por diferentes razões, algumas delas por coisas pequenas e corriqueiras.

Quando Jesus foi preso, diz a Bíblia que os discípulos o abandonaram, fugiram para salvar suas vidas. O mestre foi açoitado e condenado à morte. Quando estava na cruz, Deus, o Pai, também lhe abandonou por causa dos nossos pecados, e Jesus clamou: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”

Com certeza esta foi a sua maior dor: o abandono de Deus. No entanto isso se fez necessário, porque através do sacrifício na cruz, Deus pôde e pode aproximar dele todo o homem que clamar arrependido.

E aquele que crê, tem essa promessa: “O senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares”. E a companhia de Deus é a melhor coisa que pode acontecer a um homem, tudo é diferente, a vida tem um outro sabor, um outro sentido, um outro colorido, porque já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim.

E na companhia de Deus, não existe obstáculo grande demais, não há inimigo poderoso para nos derrotar, não surgirá problema que eu não possa vencer nem tentação, que através do sangue de Jesus, não possa suportar.

Só a companhia de Deus é permanente!

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

TUDO O QUE DEUS FAZ É BOM



No princípio criou Deus os céus e a terra.
Gêneses 1. 1


Quase todas as coisas se explicam. Muitos homens tem gasto sua vidas, e posto em perigo a de muitos, para convencer os demais da existência ou o aparecimento das coisas. Quando olhamos uma paisagem, notamos vários elementos que a compõem; rios, lagos, relevo, os solos, e tudo que enche nossos olhos.

Para quem já viu o mar, deve ser uma experiência inesquecível. Suas ondas, seu tamanho, sua importância e para os desavisados, seus perigos. Ao olharmos as belezas naturais, seja pela TV, revistas ou pessoalmente, notamos que existe uma harmonia, e como uma sinfonia; todos os elementos estão totalmente integrados para formar um todo. Nada está fora do compasso.

Por trás das maravilhas que existe, há uma mão poderosa que é responsável pelo equilíbrio natural em tudo que vemos. Seria deprimente chegarmos à conclusão que um pequeno verme, poderia evoluir ao ponto de transforma-se num beija-flor, por exemplo, admitirmos a idéia de que somos todos descendentes de um ancestral comum, seria menosprezar os nossos atuais parentes e amigos, se pensarmos assim, os dinossauros seriam quem sabe nossos tios ou quem sabe nossos irmãos mais velhos.

O nosso adversário tem nos últimos anos, tentado envenenar milhares de mentes com mais uma de suas mentiras, a de desconsiderar a obra perfeita realizada por Deus. Certamente esse pensamento, o de desconsiderar a criação como obra perfeita de Deus, é uma das muitas formas que o inimigo tem de iludir milhões e, levá-los a crer num delírio humano.

Sem sombra de dúvida, o homem, é a criação mais espetacular dentre todos os seres vivos, mas este tem se distanciado do criador, tornando ele mesmo, o seu senhor, terrível escolha! A Bíblia diz que nenhuma folha cai sem sua permissão, em outras passagens, o escritor afirma que por meio de dele, Deus, nos movemos.

Não há razão para o distanciamento do homem em relação a Deus, pois realmente todos nós, inclusive você, depende inteiramente dele.

Deus te ilumine a crer nas verdades Bíblicas.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

QUEM É JESUS PRA VOCÊ ?


"Mas vós, continuou ele, quem dizeis que eu sou?" Mateus 16.15


A pessoa mais reconhecida através dos tempos certamente é Jesus Cristo, o mais comentado entre os povos, entre os que acreditam em sua divindade e os que não aceitam sua natureza divina.

Não importa o credo, a maioria dos habitantes do planeta já ouviram ou comentam sobre Ele. Mas o que quero chamar sua atenção hoje, é: e pra você, quem é Jesus? Muitos o tem como um grande profeta, outros como um grande líder, um pregador de boas mensagens de encorajamento. Mas ficam só nisso, infelizmente.

Mas quero te dizer que Jesus é muito mais do que se possa pensar ou imaginar. Talvez você já tenha ouvido alguém dizer: "ele é tudo pra mim", seja de quem for, mas ainda assim Ele é mais que isso! Quando deixou seu lar na glória celestial para vir a este mundo nascer, viver e morrer. Como um homem "comum", Jesus nos ofereceu a vida real, verdadeira, sem dúvidas, sem medos.

E quando ressuscitou, após uma horrível morte na cruz, nos concedeu a justificação diante de Deus, de que não somos mais, ou podemos não ser mais culpados de sua morte. Os nossos pecados que o levaram a cruz, não existem mais para Deus, se Ele olhar e ver em nós a imagem refletida de Cristo em nossas vidas. Não é maravilhoso saber que isso é real e possível? Talvez você pergunte como? Mas olhe ao seu redor, veja as pessoas, como são capazes de amar ao ponto de suportar as piores coisas por amor, e outras capazes de realizar coisas terríveis com outras que até nos perguntamos: como isso pode acontecer?

Pois é, essa enorme capacidade de realizar atos de amor e de ódio, nos faz ver a essência de nossa natureza, um lado voltado ao pecado e ao mal, mas um outro receptivo ao bem e divino. Quando reconhecemos Jesus em nossas vidas, nos dispomos a dar vida ao lado receptivo ao bem que deveria habitar em nós, mas por causa do pecado, só praticamos o mal na maioria das vezes. Jesus pode ser pra você somente uma grande figura histórica em meio as muitas existentes. Mas pode também significar todo o sentido da vida, em sua totalidade. Dando assim uma esperança inabalável nas promessas que Ele fez, de um dia voltar a este mundo trazendo consigo a recompensa de tudo o que fazemos.

Mas antes disso, Ele quer fazer parte da sua história, mudar a sua vida radicalmente para o que é bom, divino e puro aos olhos de Deus, assim como Ele fez quando estava aqui neste mundo. Quando em tudo glorificou a seu Pai e em nada pecou. Responda para você mesmo:
Quem é Jesus para mim?

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

A SOBERANA MÃO DE DEUS

Gênesis 50:20 – “Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida.”

Quando José finalmente se revelou a seus irmãos, eles ficaram apavorados, e deviam depois do que fizeram anos atrás. Eles quase o tinham assassinado antes de decidirem vendê-lo como escravo. De algum modo, porém, José tornou-se o segundo homem mais poderoso do Egito. Os irmãos reconheceram que suas vidas estavam nas mãos de José. Eles temeram diante dele, tremeram e esperaram pela sentença.

Ao contrário do que esperavam, eles ouviram seu irmão que estava a tanto tempo perdido, falar palavras de consolação. José disse-lhe para não ficarem irados consigo mesmos, pois Deus o havia enviado ao Egito para assim pudesse preservar a família da fome que cobriria a terra. José encorajou os irmãos a fazerem uma reunião completa trazendo o pai, Jacó, ao Egito.

Ao invés de ser vingativo, José estava emocionado. Isso não é incrível?, Era como se ele falasse que Deus orquestrou todo esse episódio. Tomando distância e olhando o quadro inteiro, José viu a mão soberana de Deus. Ele descobriu que Deus pode governar sobre situações terríveis para beneficiar seus filhos.

Que maravilha, que verdade confortadora! Deus está no controle de nossas vidas. Confiar nesse fato pode fazer a diferencia entre a alegria e o desespero hoje.

Poucas verdades podem mudar nossas vidas, como o conhecimento de que Deus está no controle.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

EU PRECISO DE VOCÊ




Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!

Salmo 133. 1


A Bíblia está repleta de passagens que estimulam a proximidade entre irmãos. Estes versículos estão lá, e querem nos lembrar sempre, que o meu próximo, não deve ser apenas uma pessoa que está ao meu lado, mas que eu devo ter por ele, a máxima consideração.

Olhemos para o exemplo de Jesus: Certa vez um homem o questionou sobre o perdão, e Ele homem com certeza impressionou-se com a resposta de Cristo, pois Ele dissera que deveríamos perdoar setenta vezes sete a cada dia uma pessoa, detalhe, num único dia. Um dos requisitos básicos para mantermos comunhão, é a liberação do perdão.

Não vamos esquecer do perdão máximo que obtivemos há mais de dois mil anos atrás. Foi num monte, vários curiosos, dezenas de acusadores, dor, humilhação, desprezo e apenas uma frase: “Pai, perdoa-lhes pois não sabem o que fazem”. O filho de Deus que não merecia está no Gólgota, realizou a obra de seu Pai e para nós, uma lição, não importa quem é o meu próximo, ele merece perdão.

O Salmista está exclamando para mostrar a importância do assunto e a necessidade de se estar em paz com meu irmão. É uma questão prioritária na vida de qualquer crente, deve ser além de real, intrínseca ao evangélico. A comunhão com meu irmão, deve preceder a qualquer atividade que eu venha fazer para Deus, sem união Deus não pode nos perdoar e a Bíblia diz: “Quanto depender de vós, tende paz com todos”.

Em I João 4. 20 diz: “Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso, pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê”. No versículo 21 continua: “Ora, temos da parte dele este mandamento: que aquele que ama a Deus ame também a seu irmão”.


domingo, 15 de fevereiro de 2009

IMPORTANTE



Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens.
Atos 5.29

A vida é construída a base de coisas que consideramos importantes e essenciais. Quanto maior foi o homem, mais ele se dedicou a uma causa nobre. Foi assim, com Cristovão Colombo, Platão, Aristóteles, Newton, Einstein e outros.

No entanto, quando nos reverimos ao outro lado da vida, não as obras científicas ou intelectuais da humanidade, mas a espiritual e aos anseios da alma, Jesus disse uma frase precisa e única que é capaz de destruir todos os fundamentos humanos: que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

Aos olhos do mestre Jesus, a coisa mais importante que existe é a alma do ser humano, não seus bens, suas crenças políticas e até religiosas e tradições. Por isso, O mais importante na vida...

Não é que Deus faça a nossa vontade, mas sim que fazemos a dEle;

Não é viver muito tempo, mas viver em submissão a Deus;

Não é o que fazemos, mas sim, como e por que fazemos;

Não é o que os demais pensam e dizem de nós, mas o que somos aos olhos de Deus;

Não é ter grandes conhecimentos bíblicos, mas sim colocar em prática a vontade de Deus;

Não é que nós mesmos sejamos felizes, mas fazer feliz aos que nos rodeiam;

Não é que não tenhamos sofrimento, mas que os sofrimentos alcancem em nós o propósito de Deus;

Não é termos sucesso e fama, mas glorificarmos a Deus com o nosso viver;

O importante não é saber quando morremos, mas saber se estamos preparados para encontrar com Deus;

Que possamos dizer como o apóstolo Paulo: “Uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam, e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus”

sábado, 14 de fevereiro de 2009

A SEARA, NA VERDADE, É GRANDE!


Justificar



"Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para sua seara." Mateus 9.38





Numa plantação existem várias etapas a serem seguidas até que se chegue ao resultado esperado, que é a hora da colheita.

A Bíblia nos diz que a nossa vida é semelhante a uma grande plantação, que no seu devido tempo precisamos dar bons frutos, e sermos proveitosos ao Reino de Deus. Estarmos sempre dispostos a colaborar com seus propósitos e servir aos nossos semelhantes.


Mas é preciso que estejamos com nossos corações dispostos a ouvir e obedecer a Palavra de Deus. E quando ouvimos o Senhor falar, precisamos estar prontos a segui-lo de coração sincero, com a certeza plena em quem estamos servindo.


Essa é a visão extraordinária de homens de Deus, que dedicam suas vidas em favor de outras muitas, que estão perdidas pelo mundo, sem Deus, sem esperança. Destinados ao inferno por causa dos pecados que nos afastam de Deus. Mas o Senhor sendo rico em misricórdia, tem chamado homens e mulheres ao campo missionário. Para então dedicarem suas vidas, deixando para trás suas famílias, seus amigos, seus lares e obedecendo como fez nosso pai Abraão, que deixou toda sua parentela para ir a uma terra desconhecida, seguindo e obedecendo a Deus de todo o coração.


E nossa Igreja, aqui em Tarauacá-Acre, mais uma vez está tendo o privilégio de enviar mais um servo do Senhor ao campo evangelístico em busca do conhecimento mais profundo da Palavra e da vontade de Deus para o ser humano, com a missão de se preparar para ser um instrumento nas mão de Deus na busca do pecador perdido, e fazê-lo entender as maravilhas do amor de Deus por toda a humanidade.


Para isso é preciso uma vida voltada para tal propósito, e isso vemos na pessoa do nosso irmão Fagner, um rapaz que desde pequeno vem demonstrando convicção no propósito de servir a Deus da maneira mais difícil e ao mesmo tempo mais relevante no aspecto do envolvimento com a causa evangélica - sair de sua casa para estar disposto, a talvez, não ter mais, por amor às almas perdidas! Rogamos a Deus, e pedimos a você que lê ou abriu hoje este blog, que interceda com suas orações por mais este servo de Deus na sua busca pelo ministério da Palavra Divina.


Que o Senhor te abençõe e te guarde, e te faça ver com os olhos da fé, a sua maravilhosa graça em conceder perdão ao pecador arrependido e te conceda PAZ!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

UM PECADO LEVA A OUTRO


2Sm 11:13 – “Davi o convidou, e comeu e bebeu diante dele, e o embebedou;...”

Ao cometer adultério com Bete-Seba, Davi pôs-se sobre grande pressão para tomar outras decisões, além daquela de ter relações sexuais com a mulher de outra pessoa. Davi não precisava mandar Urias, o marido dela, ir para casa dormir com Bete-Seba a fim de encobrir o que havia feito. Ele não precisava enganar Urias, seus oficiais e os comandantes do seu exército sobre o que estava realmente acontecendo. Ele não precisava liquidar Urias, um de seus melhores soldados. Mesmo assim, o primeiro erro mortal de Davi colocou sobre ele uma enorme pressão para cometer outros, e foi exatamente isso que ele fez. Se tivesse se arrependido do seu pecado imediatamente, ele e os outros teriam sido poupados da dor dos erros seguintes.

É crucial parar e confessar nosso pecado ao invés de tentar encobri-lo. A descida de Davi pelo caminho do adultério levou-o a pagar caro. Errou em pensar quem sabe: “Eu já fiz isso, então posso fazer aquilo”. Ele pensou que não tinha escolha, mas estava errado.

Quando você pecar, não pense: “Eu posso seguir adiante e tornar as coisas piores”. Deus prefere que você volte antes que as coisas saiam realmente de controle, e Deus vai capacitá-lo a fazer isso, se você estiver disposto.

Admitir o seu pecado cedo e confessá-lo é melhor do que tornar as coisas piores com outros pecados e agir como Davi.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

O ÚLTIMO RECURSO




“... Se, todavia, alguém pecar, temos advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo.”

I João 2. 1



Não há advogado mais brilhante do que nós mesmos, na hora de nos defender. Quando nos acusam, a nossa reacção é imediata e, portanto, expomos várias desculpas e explicações para nos livrar da acusação.

Podemos nos cercar de provas e refutar qualquer denúncia que, por ventura nos agrida. Somos capazes de rapidamente, usarmos os melhores expedientes para escaparmos de uma encrenca. De quase tudo podemos estar livres, mas há de uma coisa que ninguém escapará: referi-mo ao julgamento final, mencionado em Apocalipse para os que viraram as costas para aquele que pode, hoje, se você quiser isentar de toda a acusação e cancelar a sentença de morte eterna imposta à raça humana.

A humanidade caminha numa trilha sem saber quando finda o percurso, sabe-se apenas que todos morrerão, contudo muitos não se preparam para o fim da jornada. Vivem como se o começo e o termino da sua existência, se resumisse a esta vida fugaz. Não! Quando morrermos, iniciaremos a mais longa de todas as jornadas, para os que se decidiram, viverão para sempre, pelas eras intermináveis num lugar de descanso e refrigério para almas que arduamente empenharam-se em prol da construção do Reino de Deus. Você estará lá?

Em quanto estivermos habitando neste tabernáculo, isto é, nesse corpo, não estaremos livres de erros, e, talvez, o número de acertos será mínimo em relação aos dos erros, mas isso não será desculpa perante Deus – A carne é fraca, mas o Espírito é forte. Naquele dia que será lindo para os crentes, onde encontraremos irmãos inesquecíveis, além de revê-los, nos será dado o privilégio de ver o único que pode ser o intercessor entre os homens e Deus, Jesus Cristo. Que dia!

Lá, no céu de todas as maravilhas, recompensas incorruptíveis serão dadas àqueles que em terra foram construtores do Reino de Deus em vida. Talvez para você, isso não passe um conto como os de fada, no entanto a Bíblia não te aconselha a pensar assim, mas tomar uma postura oposta a que tu tens. Que tal morar num lar incomparavelmente superior ao que temos em terra? Convido-te a possuir uma morada celestial, possibilitada pela morte de Jesus na Cruz. Deus te abençoe.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

ELE ESTAVA LÁ...

Ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século. Mateus 28: 20

Eis que vem a hora e já é chegada, em que sereis dispersos, cada um para sua casa, e me deixareis só; contudo, não estou só, porque o Pai está comigo. João 16: 32

Vivemos em sociedade, cercados de gente por todos os lados e a todos os momentos, nem sempre de quem queremos ou quando queremos. Se tem algo que me deixa chateado é o fato de que, nos momentos em que mais precisamos aquelas pessoas com quem mais contamos nos abandonam ou não podem estar juntos a nós. Desde que me casei, minha esposa era com quem contava em todos os momentos e ela também sabia que podia contar comigo. Mas quando o Senhor a levou, eu fiquei só.

Não desejo a ninguém o que passei: longe de casa, dos irmãos e amigos, distante dos filhos. A dor percorria meu corpo. Foi a noite mais fria, que tenho lembrança, apesar de estar em casa e agasalhado. O medo tentava invadir minha alma e o desespero rondava-me. As pessoas simplesmente não existiam e toda minha dureza transformada em lagrimas me fazia parecer uma criança perdida longe de casa.

Não sei como explicar o que vou dizer agora, pois apesar de tudo que sentia, uma coisa, somente uma coisa eu tinha certeza, é que Ele estava lá. Quando eu abraçava um travesseiro era como se o abraçasse e em seu ombro chorasse minha dor e Ele me ouvia e me fortalecia, fazendo-me lembrar de suas palavras: Mateus 28: 20 E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século. João 16:33b “No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo” e também o que disse o Apóstolo Paulo na carta aos Filipenses 4:13 “tudo posso naquele que me fortalece” e é do Senhor Jesus que o escritor aos Hebreus 13:5b, diz: "... porque Ele tem dito: De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei." Sim durante toda aquela noite, eu senti sua presença viva e verdadeira ao meu lado e quando amanheceu, pude comprovar mais ainda que Ele estava lá me cercando de cuidados e pondo pessoas para me fazer ver sua vontade.

Quando desembarquei em Feijó, em cada abraço em cada aperto de mão, meu Papai estava lá. Sua presença não ficou no passado, naquela noite sombria ou nos dois dias que se seguiram, ela continua até hoje me fortalecendo e cuidando de mim, pois sou seu filho e Ele é meu Pai, confio no que está escrito em João 1: 12 "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome;" Aleluia!

Sim! Todos quantos, receberem o Senhor Jesus como seu único e suficiente Salvador e Senhor, serão feitos filhos de Deus, e poderão ter a certeza de que Ele estará lá bem do seu lado em TODOS os momentos. Que Deus os abençoe.

Ederildo Ferreira Campos / um servo

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

UMA NOVA CHANCE


"Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, que consiste nas fiéis misericórdias prometidas a Davi." Isaias 55.3





Todos nós em algum momento da vida, queremos uma segunda chance, seja para recomeçar algo ou para ter a oportunidade de fazer diferente, não é mesmo?

Pois é, em nossa vida estamos buscando e, vez ou outra, tendo uma nova chance em quase tudo. Quer seja na vida pessoal, na amorosa, profissional, etc. Mas quero chamar sua atenção para uma situação ímpar, porém comum a todos os seres humanos: sempre queremos começar de novo algo que erramos ou deixamos de fazer. E para isso uma nova oportunidade seria o ideal!

Bem, mas nem sempre a temos, e isso nos coloca em situações difíceis, algumas vezes. Mas quando não podemos, e às vezes não podemos mesmo, sentimos que o mundo parece desabar em cima de nós, nos sentimos culpados de tudo, e a vida perde o brilho! Quantas vezes nos perguntamos: Será que poderia ser diferente? E se eu tivesse feito, dito ou pensado de uma outra maneira? Será que teria acontecido assim?

É assim que nos sentimos, não é? Mas em quase todas os momentos que gostaríamos que fossem diferentes, eles não podem ser refeitos como queríamos, e isso pode ser frustrante quando pensamos e até comprovamos que poderia ser realmente diferente. Porém há uma situação a que todos nós nos encontramos e isso parecia não ter jeito, pois foi desenhado lá no jardim do Éden, quando os primeiros seres humanos decidiram desobedecer a ordem de Deus, e com isso nos proporcionaram uma condenação que não era nossa, mas passamos a herda-la e quando tudo parecia estar perdido, Deus enviou seu Filho Amado.

Com isso, nos oferece uma nova chance, a maior de todas, a que nos garante voltarmos a Ele e nos oferece o poder sermos chamados de seus filhos, seu herdeiros, veja: herdeiros do céu. Isso sim, é uma nova chance. E se você quiser, não importa o tamanho do seu problema, do seu motivo para querer uma nova oportunidade, Jesus está te oferecendo agora, uma nova vida, um novo nascimento, e esse espiritual.

Que Deus te abençoe, e te ilumine a mente para ver a sua mão estendida em tua direção e te dê paz!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

EXEMPLO A SEGUIR?



Atos 2:44 – “Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum.”

Sabemos que a palavra de Deus é cheia de exemplos que temos que seguir. E analisando Atos 2: 42 a 47, percebemos como viviam os cristãos naquela época. São exemplos que nos enche de orgulho em fazer parte desta mesma família que é a família cristã.

Aqueles cristão viviam de uma maneira que jamais iremos presenciar ao que denominamos de comunhão. E no versículo 42 nos diz: “E perseveraram na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações.” A comunhão existente ali, era verdadeira, diferente da que presenciamos hoje nas igrejas e até mesmo em nossos corações, até mesmo em nossas vidas temos mais comunhão com os de fora, do que com os da família cristã. Mês esses irmãos também tinham algo especial entre eles, a união. Versículo 44 “Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum.” Veja só, tinham tudo em comum, tal frase nos faz pensar em que áreas eles eram comuns? A própria palavra de Deus responde: em tudo, seja espiritual (VV. 43 – e cada alma havia temor), seja financeira (VV. 45 – vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguém tinha necessidade). Atualmente, parece que é cada um por si, cada um com suas propriedades, com seus bens; mas uma pergunta pode vir a nossa mente: alguém tem alguma necessidade?. A palavra nos diz que eles eram unidos em tudo, igual em tudo. Mas nesta mesma passagem, existia ali algo que todo pastor, diácono, membro preza, que é a edificação em Cristo. VV. 47 “...Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos.”, mas porque o que o Senhor acrescentava? A igreja ia se Edificando no Senhor por que existia ali, comunhão, união e pureza de coração. Eles eram felizes porque existia neles temor e estavam juntos em um só propósito, e perseveravam unânimes.

Em nossas vidas isso pode também acontecer, basta que estejamos atentos as necessidades, unidos e sempre em comunhão, pois, isso não se restringe somente dentro do templo, mas também fora dele. Por que assim, muitos se converterão ao Senhor.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

A VITÓRIA DO REJEITADO


O qual se entregou a si mesmo pelos nossos pecados, para nos desarraigar deste mundo perverso, segundo a vontade de nosso Deus e Pai,
Galátas 1. 4

Hoje é domingo, e é uma excelênte oportunidade para celebrarmos a vitória do rejeitado. Às vezes, pego-me sozinho pensando no motivo que fez Cristo sofrer tanto por mim. Fico sem entender quando estendo esse sofrimento à toda a humanidade, todos foram objecto desse sofrimento insuportável a um mortal.

O motivo da existência da raça humana não se deve à sua adaptação ao habitat que o cerca, mas de um esforço desumano que envolveu Jesus quando da sua morte no Calvário. A Bíblia nos afirma que Ele, Cristo, sem reclamar suportou todos os escárnios, dores e humilhações que deveriam ser lançadas sobre nós.

Uma coisa devemos observar nesse sacrifício - Ele não reclamou ou murmurou no ato de seu sofrimento, antes pelo contrário, como uma ovelha muda perante seus tosquiadores, ele não abriu sua boca. Aqui está o que devemos pensar, o filho de Deus que deixou o céu, e baixou até aqui, humilhou-se de tal forma que até abandono sofreu de Deus quando nossos pecados caíram sobre Ele e isso, foi fundamental para a nossa sobrevivência hoje.

Neste dia, tão comum para muitos, é para nós, os crentes, um dia para celebrarmos a vitória daquele que por nós humilhou-se até a morte e morte de Cruz, a morte mais desonrosa para sua época, mas que venceu os grilhões da morte e vivo está à destra de Deus e hoje, intercede por nós, glória a Deus por isso.

sábado, 7 de fevereiro de 2009

O LIVRO DA VIDA


Não obstante, alegrai-vos, não porque os espíritos se vos submetem, e sim porque o vosso nome está arrolado nos céus.

Lucas 10:20

Quando estava próximo de me casar, muitas pessoas se auto convidavam para a cerimônia e recepção, mas a gente já tinha aprontado nossa lista de convidados (rol) e muitos deles, infelizmente, não seriam convidados.

No contexto do versículo acima, Jesus falava a seus discípulos sobre a importância de seus nomes estarem inscritos nos céus. Muita coisa neste mundo pode nos fazer feliz: um emprego, dinheiro, um amor, casamento, férias, um grande evento. Mas nada é comparado a ter o nome inscrito nos céus.

Ter o nome arrolado nos céus significa que Deus escreveu seu nome num livro e nada neste mundo poderá apagar seu nome dali. Em apocalipses 3:5, disse o Senhor: O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.

Ter o nome arrolado nos céus é a certeza de que Deus nunca vai se esquecer de você nem jamais cometerá injustiça. A Bíblia fala que haverá um grande julgamento. Todos os homens estarão diante de Deus e só haverá uma coisa que poderá livrá-los de uma condenação - e, se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo. (Ap. 20.15)

Como alguém poderá ter seu nome inscrito no livro da vida? Só precisa crer e aceitar Jesus como seu Salvador. Em João 3.18, disse: Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.

Você tem uma oportunidade única, independente do que você já fez nesta vida, a de pedir para Jesus habitar no seu coração e assim ter a certeza de que seu nome será inscrito num livro no céu. E isso traz conforme o próprio Jesus falou, felicidade, porque o homem sabe que passou a ser um Filho de Deus e tem como herança o céu - já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. (Rm 1.8)

Ter o nome inscrito no livro da vida é a melhor coisa que você pode fazer hoje!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

UMA CASA PARA DEUS


"Este edificará uma casa ao meu nome, e eu estabelecerei para sempre o trono do seu reino." 2Samuel 7.13



Lendo sobre o propósito do grande rei Davi, em construir um templo grandioso para celebrar a glória de Deus, e sua convicção de que morava em lindos palácios e a Arca da Aliança não estava tendo um lugar especial como merecia.

Essa preocupação, levou-o a planejar e estabelecer prioridades para iniciar a tão sonhada edificação, mas somente seu filho Salomão o pode realizar. Talvez você já se perguntou o porque de tantas igrejas, não é mesmo? Tantos templos? Mas quero dizer que quando homens de Deus, compromissados com o Evangelho da Salvação, planejam construir uma casa voltada para cultuar a Deus, estão fazendo não somente mais um templo, porém é mais um lugar de refúgio, de oportunidades onde podemos chegar como estamos, isto é, com problemas e aflições, que teremos ali uma chance de entregar nossos anseios nas mão do Deus que nunca falhou, que não torna sua palavra atrás, que jamais mentiu.

Nossa Igreja, reinaugurou nesta segunda-feira dia 02 de Fevereiro uma Casa de Oração, isto é, uma Congregação no bairro Senador Pompeu, aqui em nossa cidade de Tarauacá, oferecendo em especial aos moradores daquele bairro, a oportunidade de ter mais um lugar onde procurar ajuda, onde buscar alivio para suas almas, e receberem pela graça de Deus o refrigério e a motivação para continuar nesta vida rumo a um destino feliz - o céu.


Tivemos vários irmãos atuando de forma decisiva para que esta obra fosse realizada, homens e mulheres compromissados com uma causa que vai além das visíveis, a causa primordial de nossas vidas - levar o Evangelho simples, mas poderoso que pode mudar a vida de qualquer pessoa, não importa a situação em que se encontre. E sabemos que Deus irá recompensa-los, pois Ele é Fiel e Justo.


Porém Deus, em Cristo, quer fazer morada definitiva em nossos corações, como Ele diz em Apocalipse 3.20:"Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo". Abra seu coração para Deus hoje, deixe ele construir em você a casa que Ele mesmo deseja fazer, transformando-o em "nova criatura".

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

COMPROMISSO DE BOCA



Mateus 26:49 – “E logo, aproximando-se de Jesus, lhe disse: Salve, Mestre! E o beijou.”

Lendo esse versículo, vem logo em nossa mente a figura de Judas, também conhecido como o traidor. Mas podemos nos perguntar porque Jesus o levantou como discípulo? Porque ele traiu Jesus? O que devemos pensar sobre a tristeza que sentiu depois de se comprometer com o ato de traição?
A maioria dessas perguntas estão além de nossa habilidade de respondê-las. Mas estes fatos estão fora de discussão: porque Judas era um dos doze discípulos; ele viveu e viajou com Jesus por cerca de três anos; ele ouviu Jesus ensinar; ele testemunhou as obras de Cristo.

Para os que olham o exterior, Judas parecia ser um comprometido seguidor de Cristo. Ele era o tesoureiro do grupo. Judas devia ser um verdadeiro crente, certo? Errado! Jesus avisou que um de seus discípulos era “um diabo” Jo 6:70, insinuou que seu maligno seguidor era imperdoável, e mais tarde declarou que ele era “filho da perdição” Jo 17:12.

A triste história de Judas deveria nos lembrar de uma verdade; é possível ser profundamente envolvido em atividade cristãs, aprender a linguagem da igreja, parecer e agir como um seguidor de Cristo e ainda estar perdido em seus pecados.

E você? Além de sua atividade na igreja, já foi a Jesus de modo particular e ajoelhou-se diante dEle como Salvador e Senhor? Essa decisão é o que separa aqueles que sabem de Cristo daqueles que verdadeiramente o conheçam.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

FALSOS MESTRES


Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores.


Mateus 7: 15


Nos últimos dias temos visto uma verdadeira explosão no número de pessoas que se converteram ao evangélho, isso é positivo a medida que muitos tem suas vidas transformadas e garante no fim de suas vidas lugar no céu.

Em todo o mundo, o percentual de protestantes no conjunto geral da população aumentou fortemente, já somos um número considerável no Brasil e esse montante parece só aumentar. Temos representantes até no Senado, no Congresso etc. Mas uma coisa devemos considerar com todo esse aumento de evangélicos, temos visto a mutiplicaçao no meio dos bons, os que, comercializam o céu, vendem ilusões e passam uma idéia equivocada do Cristianismo.

Alguns usam os textos Bíblicos como pretexto para que de uma forma possam barganhar dividendos e adeptos. Esse falsos mestres e irmãos, usam a Bíblia para enganar a muitos, e conseguem. Isso não é o Cristianismo mortalmente defendido por Jesus Cristo.

Quando Paulo chegou à Beréia, os irmãos bereianos estavam plenamente atentos aos ensinamentos do pregador, a prova é que, esse irmãos conferiam o que Paulo lia. Muitos hoje em dia simplesmente acolhem sem problema algum o que se fala, principalmente quando se menciona o nome de Cristo, sem no entanto, experimentar a veracidade dos fatos.

Vários tem saído "pregando", mas na verdade, o que vemos são shows, "conversas" com o diabo, expulsões dos demônios, curas de doênças, mas a pregação tem ocupado pouco espaço nos cultos. O Cristianismo consiste em anunciar Jesus Cristo, e esse crucificado, e como fazemos isso? Dando continuidade aos seus ensinamentos.

Estejamos atentos e provemos os espíritos se de fato são de Deus.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

QUEM SOU EU?


Conheço a Jesus e sei quem é Paulo; mas vós, quem sois?
Atos 19.15


Algum tempo atrás, vi uma reportagem na TV sobre um homem que apareceu numa praia na Europa e não se lembrava de nada. Foi levado a uma delegacia, retiraram suas digitais, fizeram um levantamento de todos os dados possível, mas uma pergunta continuava sem resposta: Quem era Ele?

Às vezes, a gente se confunde e pensa que por ter amigos influentes, dinheiro, beleza, andar na moda é IMPORTANTE OU ESPECIAL. Jesus Cristo quando andava neste mundo encontrou alguém que pensava assim, seu nome era Pilatos. Ele era o juíz do julgamento do Mestre e em determinado momento ele disse para Jesus: "Não sabes que tenho autoridade para te soltar e autoridade para te crucificar?"

Mas a resposta de Jesus foi simples e precisa: "Nenhuma autoridade terias sobre mim, se de cima não te fosse dada;" Uma coisa tem que ficar bem clara: tudo que possuimos vem de Deus e ele nos dar mais do que geralmente precisamos.

Uma vez, alguém me perguntou: "Por que alguns têm tanto e outros, nada?" disse-lhe que não sabia a resposta, mas uma coisa era certa, "àquele a quem muito foi dado, muito lhe será exigido; e àquele a quem muito se confia, muito mais lhe pedirão."

Pensando nisto, queria fazer uma pergunta: Quem eu sou para exigir alguma coisa de Deus? Não sou nada, mas aqui e acolá me pego fazendo-lhe exigências ou pior responsabilizando ao Criador por coisas que me acontecem e reclamando da vida. Em alguns momentos, até acuso Deus de injusto para comigo por causa de situações difíceis que enfrento. Acontece também com você?

Mas é neste momento, que ouço o meu íntimo gritar: A tua vida é uma neblina que o sol aquece e se dissipa; o teu coração é duro como pedra, resistente a Palavra e a voz de Deus; Teus desejos, quase sempre, são coisas que te afastam do Pai; E na maioria do teu tempo, não tens espaço para Jesus. Quem tu pensa que és? "Tu és apenas servo e foi criado para ser fiel até a morte".

Que Deus nos ajude a compreender isto. Pois nossa pátria não é aqui e estamos só de passagem. Que importa, se sofrerei ou me alegrarei? Uma coisa só é importante: Se sou salvo em Jesus
Cristo.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

SER FILHO DE DEUS




"Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome." João 1.12





Ouve-se muito uma das frases mais comuns - "também sou filho de Deus". E realmente muitos dizem isso de uma forma natural e consequentemente cultural, visto que todo o Ocidente do planeta foi colonizado por "cristãos".

Mas vamos analisar uma questão muito importante, que passa despercebida pela maioria das pessoas, quando confundimos os termos utilizados pela Bíblia Sagrada para criação e adoção. Veja que, quando foram criadas todas as coisas que conhecemos, Deus estabeleceu normas e regras físicas e biológicas para regerem a vida na Terra. Nisso vemos que em quanto criaturas de Deus, estamos sujeitos às mesmas coisas em comum com à criação viva, isto é, necessidades comuns à nossa existência.

Porém quando vemos que essa criatura se tornou, por causa do pecado, um inimigo de Deus, tendo em vista que o pecado faz separação entre a criatura e seu Criador. Temos ainda o fato de que o homem tomou a iniciativa de pecar, desobedecendo a Deus e causando-lhe a morte que o próprio Criador lhes havia anunciado. Lembra, no relato bíblico o homem recebeu uma advertência que se comesse do fruto proibido morreria, mas ele não caiu no chão morto fisicamente, não foi? Mas Deus havia declarado uma separação definitiva de sua comunhão perfeita com o homem, ou seja, a morte espiritual ("Porque o salário do pecado é a morte..." Romanos 6.23).

Bem, como você pode ver, enquanto criaturas de Deus, somos mamíferos, habitantes como muitas espécies no planeta. Mas Deus, em sua infinita misericórdia, providenciou uma forma de fazer com que o homem pudesse novamente ser mais que uma das criaturas de sua criação, provando assim que o ama de uma maneira especial - enviando Jesus Cristo a este mundo, assumindo a forma de homem, para pagar a divida eterna que o homem possui por causa do pecado. Sendo assim, Deus nos adotou como filhos("...para adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo..." Efésios 1.5), mas para isso tem uma condição indispensável - receber Jesus como seu Filho e Consumador do plano divino da salvação pela fé nEle.

Veja, podemos ser filhos de Deus, mas para isso temos que aceitar a forma que Ele determinou, através e somente através de JESUS, é que podemos ter de volta o que Adão perdeu no Éden - a condição de filho. E agora somos por adoção, filhos de Deus. Portanto não pense que por ter nascido num lar "cristão" ou parecer-se com um, faz de você um filho, mas Deus quer ver em você o seu Filho Amado, aí sim, cumpre-se a promessa de Deus de que és mais um restaurado por sua graça em Cristo.

Que Deus te abençoe e te faça entender este fascinante mistério e te tornes agora mais um filho Seu, para louvor do Santo e Maravilhoso nome de JESUS.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

ALGO SUBLIME

João 6:53 – “Respondeu-lhes Jesus: em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do homem e não beberdes o seu sangue, não tendes vida em vós mesmos.”

A Santa Ceia é realmente algo sublime que deve despertar em cada um de nós temor,respeito por ter a oportunidade de ser um convidado pelo o Mestre a participar dele; e ao mesmo tempo deve ser um desejo ardente e contínuo dentro do coração de cada crente que de fato ama a Deus. A Ceia nos faz lembrar do que Jesus teve de suportar, da cruz pesada que Ele carregou, dos açoites que marcaram suas costas, da perfuração que os espinhos causaram em sua cabeça, suportou afronta, o escárnio, o desprezo, o abandono, traição, o negar do seu discípulo Pedro por três vezes; sentiu na pele o sofrimento de cada um de nós, e um brado como de um pecador, clamou: Deus meu, Deus meu, por que me desamparastes. Depois disso tudo, disse: está consumado. E morreu a nossa morte, ao lado de dois ladrões.

Sabemos que ninguém é digno de participar desse banquete sublime e espiritual, mas em Cristo Jesus podemos participar porque nEle somos novas criaturas, e pela fé nEle fomos feitos filhos de Deus, quando Jesus morre, nos fez morrer com Ele para o pecado e esta mesma fé é um dom do próprio Deus que garante a nossa salvação e o privilégio de participarmos de sua mesa. A Ceia é algo tão sublime que os mortos não podem participar, a bíblia afirma que cada um de nós estava morto em DELITOS e PECADOS(Ef. 2:1), era deste modo que nos encontrávamos, mortos espiritualmente, separados de Deus; por isso a Ceia é para os VIVOS, por que Cristo está vivo, ressuscitou, e foi através de sua ressurreição que Ele nos deu condições de participar de algo vivo. A Ceia é algo que só podem participar quem de fato está vivo com Cristo.

O comer do corpo e beber do sangue de Cristo, é tão sublime e tão nobre que não devemos desprezar, e através do Espírito Santo passa a ser algo extraordinário e honroso para quem participa dela.