terça-feira, 31 de agosto de 2010

A VINGANÇA DO AMOR

Meu nome é Dabousu. Nasci na França e durante a Segunda Guerra Mundial defendi minha Pátria nos campos de batalha.



No ano de 1944 fui feito prisioneiro pela Gestapo (polícia alemã) e fui condenado à morte. Considerando que era casado e tinha quatro filhos, não me mataram, mas fui levado a um campo de concentração e condenado à cadeia perpétua.



Depois de nove meses, pesava somente 40 quilos. Meu corpo estava coberto de chagas. Quebrei o braço direito, e, devido á falta de recursos médicos, o osso se soldou fora do lugar.



No da 24 de dezembro meus pensamentos estavam, mais do que nos outros dias, voltados para minha família. Eu estava no meio da depravação e da sujeira e, em contraste, imaginava como estariam minha esposa e filhos. Mergulhado nestes pensamentos, um policial entrou no pavilhão onde eu e os presos dormíamos. Gritou meu nome. Apresentei-me a ele e me deu ordem para segui-lo. Levou-me à casa do comandante. Guiou-me até a sala de jantar onde o comandante estava assentado perante uma mesa preparada como se fosse o banquete de um rei. Que visão maravilhosa para os meus olhos famintos! No entanto, não me ofereceu sequer as migalhas.



Deixou-me parado, fitando-o, enquanto se regalava com as várias iguarias que estavam sobre a mesa. Assim passou o tempo; ele comendo e eu olhando-o.



Certamente, o comandante sabia que eu era um cristão no Senhor Jesus Cristo e escolheu esta maneira de torturar-me. Deve ter chegado a ele a notícia de que eu falava de meu Salvador a meus companheiros. Satanás tentou-me de maneira terrível. Soavam em minha mente estas palavras: "Como é, Dabousu, continuas crendo no Salmo 23? Nele não está escrito: "O Senhor é meu Pastor, NADA ME FALTARÁ?". Naquele momento orei fervorosamente ao Senhor, ao mesmo tempo que dizia para comigo mesmo: Sim, continuo crendo no Salmo 23. Continuo crendo na Palavra de Deus".



Naquele preciso momento, um rapaz chegou trazendo uma bandeja com uma xícara de café e vários pastéis. Os pastéis pareciam bem saborosos e o comandante comia-os com muita satisfação. Voltou-se para mim e me disse: "Sr. Dabousu, sua senhora é uma excelente cozinheira. Dou-lhe os meus parabéns por seu trabalho".



Quando o comandante percebeu que eu não o entendia foi mais explícito: "Há sete meses que sua esposa está enviando-lhe periodicamente um pacote com biscoitos, pastéis, tortas e todas estas coisas que está vendo sobre a mesa. Tenho apreciado muito a comida de sua esposa".



Agora eu estava entendendo o que ele quis dizer-me. Pensei em minha querida esposa e nas crianças. Do pouco que certamente teriam para comer, abstinham-se do melhor para que eu tivesse alguma coisa para comer. E ali estava um homem enchendo seu estômago com ricos manjares à custa de minha querida família.



Mais uma vez, o diabo veio tentar-me. A voz do tentador soava em minha mente: "Odeie-o, Dabousu, aborreça-o, maldiga-o, grite, bata nele..." Eu orei fervorosamente e Deus me ajudou. Nenhum sentimento de ódio encheu meu coração, porém, eu ansiava que ele me convidasse para comer. Mesmo que não me desse nada para comer, que pelo menos deixasse pegar naqueles alimentos feitos carinhosamente pelas mãos de minha esposa. Mas o comandante egoísta e glutão comeu tudo e depois me dirigiu palavras grosseiras. Finalmente, disse-lhe: "Senhor comandante, embora o Sr. tenha tantas coisas, na realidade é pobre. Quanto a mim, sou rico, pois sou salvo pelo sangue precioso do Senhor Jesus Cristo".



Após ouvir meu testemunho, seu furor acendeu-se contra mim de tal maneira que suas palavras passaram a cair sobre mim como uma cachoeira. Mandou-me de volta para o pavilhão, junto com meus companheiros.



Quando terminou a guerra fui libertado junto com os outros prisioneiros. Daquele dia em diante me propus a descobrir o paradeiro do comandante. A maior parte dos comandantes dos campos de concentração foram mortos. Este, porém, tinha escapado usando um disfarce. Durante mais de dez anos o procurei, até que por fim consegui descobrir seu paradeiro. Fui visitá-lo, acompanhado de um pregador do Evangelho. Inicialmente, fingiu não me reconhecer.



"Eu era o número 175 no registro do campo de concentração", disse-lhe eu. "O Sr. não se lembra do dia 24 de dezembro de 1944?"



Como uma folha estremecida pelo vento, o homem começou a tremer. Sua esposa, que estava a seu lado, ficou cheia de pânico. "Veio para vingar-se?", disse-me ela com voz temerosa e fraca. Eu respondi: "Sim, vim para vingar-me". Olhou-me atemorizada.



Abaixei-me para pegar um pacote que eu tinha trazido, abri-o e apareceu uma magnífica torta feita por minha esposa. Pedi à Sra. do comandante que nos preparasse um café. Quando ficou pronto, os quatro nos assentamos à mesa.



Enquanto comíamos, os olhos do antigo comandante se encheram de lágrimas. Implorou-me que o perdoas-se. Respondi-lhe: "Ali mesmo, enquanto o Sr. me perseguia, eu o perdoei em nome do Senhor Jesus Cristo".



Um ano mais tarde, o antigo comandante juntamente com sua esposa aceitaram o Senhor Jesus como seu Salvador. Continuaram na fé e deram evidências de que tinham nascido de novo. Guiados pelo Espírito Santo, eles entenderam o amor de Deus, derramado em nosso coração. Este mesmo amor nos ajuda a obedecer as palavras do Senhor Jesus Cristo. "Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos de vosso Pai celeste (Mateus 5.44-45)"



Fonte: Revista Plenitude nº 21 – Agosto/1984

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

FRASES QUE PESSOAS FAMOSAS NA HISTÓRIA DIZERAM ANTES DE MORRER

JESUS: “Está consumado!”


BEETHOVEN: “Já é tarde.Não posso ouvir.”

BOCAGE (poeta): “Rasga os meus versos. Crê na eternidade.”

CASEMIRO DE ABREU (poeta): “Pois a morte é só isso?”

DANTE ALIGHIERI (escritor): “Vinde a mim, ó Deus!”

GEORGE JACQUES DANTON (político francês): “Mostrarás a minha cabeça ao povo, que vale a pena.”

D.PEDRO II: “Que Deus faça feliz o meu Brasil.”

EMÍLIO DE MENEZES (poeta): “Estou morrendo ás prestações.”

ELIZABETH, RAINHA DA INGLATERRA: “Todo o meu reino, Senhor, por mais um minuto de vida!”

FREDERICO I da Prússia: “Nu vim ao mundo e nu partirei. Não quero vestir a minha farda.”

GOËTHE (poeta alemão): “Deixem entrar a luz!.”

LIMA BARRETO (jornalista e escritor): “Levem minha mãe daqui que eu quero morrer.”

LUIZ XIV: “Pensei que fosse difícil morrer.”

MARGARET MICHELL, autora de E O Vento Levou: “Agora, é minha alma que Deus leva.”

MOZART: “Deixai-me ouvir uma vez ainda esses sons que foram por tanto tempo a minha consolação e a minha alegria.”

QUINTINO BOCAIÚVA (jornalista e político): “Para este frio não há cobertor.”

TOBIAS BARRETO (filósofo e poeta): “Até a morte tem a sua lógica.”

ALFREDO TAUNAY (escritor e musicólogo): “Chegou a morte. Devemos tirar-lhe o chapéu”.

MARIA ANTONIETA (rainha, mulher de Luís XVI): “Malvado! Malvado!Não me descomponhas!”

YAROSLAWSKI (presidente do movimento internacional dos ateus): “Por favor, queimem todos os meus livros. Vejam o Santo! Ele já espera por mim, Ele está aqui.”

ANTÔNIO CARLOS MAGALHÃES (político): “Por favor, não me deixem morrer”.

DAVID HUME (ateista): “Encontro-me nas chamas!”

fonte:reporter net

SEGUNDA CHANCE


Atos 20:9 - E, estando um certo jovem, por nome Êutico, assentado numa janela, caiu do terceiro andar, tomado de um sono profundo que lhe sobreveio durante o extenso discurso de Paulo; e foi levantado morto.

Segunda chance é uma nova oportunidade que recebemos, e com Deus não é diferente, precisamos de uma chance sempre que agimos de forma a nos distancia, a afastar e prejudicar nossa relação. Mas Deus por seu infinito amor e seu agir misericordioso nos dá uma segunda chance.

Sim, uma segunda chance quando erramos, uma segunda chance quando sabemos que devemos orar e não oramos, uma segunda chance dizendo que devemos obedecer e não obedecemos, é uma segunda chance quando ouvimos a voz do Espírito Santo e não damos ouvidos e não a seguimos. Sim, esse é que é o Deus que conhecemos, o Deus da segunda chance, um Deus que vê nossas falhas e diz: filho eu te perdôo, Filho eu te livro, te sustento e te levanto,esse é o Deus de nossas vidas, Lembra se de Êutico? A Palavra de Deus diz que Deus deu àquele jovem uma segunda chance, pois Ele estava na janela, quer dizer, ele estava em um lugar que não era nem dentro nem fora, mas Deus lhe deu uma segunda chance.

Atos 20:9-10 - E, estando um certo jovem, por nome Êutico, assentado numa janela, caiu do terceiro andar, tomado de um sono profundo que lhe sobreveio durante o extenso discurso de Paulo; e foi levantado morto. Paulo, porém, descendo, inclinou-se sobre ele e, abraçando-o, disse: Não vos perturbeis, que a sua alma nele está.

Deus dá uma segunda, terceira, quarta chance, mas é bom não abusarmos, pois assim como Ele dá a chance, Ele também pode tirar, e aí não temos a quem recorrer. Temos que aprender a receber as segundas chances de Deus e honrá-las. Acredite, Deus te dá uma segunda chance, mas pode ser a última, zele por ele e faça valer seu amor por Deus.

Deus tem visto quantas vezes você o tem negado, mas acredite, agora nesse momento Deus te dá uma nova chance de se reconciliar com Ele, a Bíblia diz: Reconcilia-te pois com Deus e tens paz, receba essa nova chance e zele por ela, pois deus lhe entrega ela com carinho, receba ela também com carinho, acredite na Graça desse grande Deus e receba essa segunda chance, aproveite essa oportunidade e agradeça a Deus, pois você já começou a usufruir essa segunda chance em sua vida.

Deus lhe abençoe!

domingo, 29 de agosto de 2010

JULGAMENTO DE JESUS



E deliberam prender Jesus, à traição e matá-lo.


Mateus 26. 4



A morte de Jesus talvez esteja entre os assuntos mais comentados na Bíblia, pois todos os assuntos acabam se reportando para sacrifício e sangue. Tudo se encaminha para a morte redentora do Filho de Deus, e assim é assunto e sempre o julgamento do nosso Senhor. Mas humanamente sabemos que foi uma covardia o que aconteceu até sua morte.

Os judeus, considerados zelosos pela lei de Moisés e pela ordem social, forjaram provas e testemunhas contra Jesus e, apoiados pelos senadores e pelos césares Jesus foi preso e crucificado.

Um fato importante a se considerar está justamente no fato de que Jesus foi traído pelo menos duas vezes: Pelos judeus e por Judas. Eles decidiram prendê-lo traicoeiramente e em seguida julgá-lo e em seguida crucifica numa cruz junto com ladrões. Mas apesar de tanta humilhação os cravos não foram suficientes para segurá-lo na cruz, depois de três dias as rochas foi fendida, a terra tremeu por causa da descida do anjo e o impensável para os mortais aconteceu: Jesus ressuscitou. É o que estamos hoje, mais uma vez, falando e não iremos para até que um dia o veremos entre nuvens.

sábado, 28 de agosto de 2010

DIZER ADEUS

Já disse adeus algumas vezes na vida. Isso dói e machuca a gente profundamente. Lembro-me de uma colega de aula da primeira série. Ela morreu afogada enquanto se divertia com a família na praia. Eu não disse adeus. Não foi possível.

Depois vieram outras perdas. Algumas pequenas, outras grandes: meu avô, minhas avós, amigos foram embora, amores me deixaram. E a gente vai caminhando, aprendendo a superar os desencontros da vida.

O que nos falta entender é que a vida é cheia de pausas e o coração humano também foi feito para sofrer. Só entendi isso na triste tarde de sexta-feira, do dia 28 de agosto de 2008. Posso recordar cada minuto, desde a madrugada quando acordei até o retornar para casa depois do enterro da Lu.

São tantos os porquês que o coração indaga e tantos os porquês das pessoas que se a gente ouvi-las deixará de confiar em Deus e achará que Ele nos abandonou. Mas, eu aprendi a esperar e crer em suas promessas. Por tanto, eu nunca disse adeus a Luzivana nem nunca vou dizer, porque o Pai me tem dado uma certeza: nos encontraremos em breve!

O que Deus espera de nós depois de uma grande dor é que avancemos, e lutemos. Senão for possível ser feliz, pelo menos nos esforcemos para fazer alguém. Quando Jesus ascendeu ao céu, anjos vieram ao encontro dos discípulos com uma mensagem de esperança: vocês verão Jesus em breve! E está é a mensagem que Deus tem me dado todos os dias.

Jozyanne, Marquinhos Menezes e Lílian Azevedo - Eu não sei dizer adeus.

ADEUS

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

BOM DIA, SENHOR!

Provérbios 23:15 - “Filho meu, se o teu coração for sábio, alegrar-se-á o meu coração, sim, o meu próprio”.

Tem um trecho de um hino que nos mostra assim: “És a nossa estrela da manhã, Cordeiro Santo que nos trouxe A Paz. Em Tuas mãos está todo vencer, resposta a todo àquele que clamar...” quantos ao acordar, espreguiçar, por uma fração de segundo sentir todo o seu corpo funcionar, abrir os olhos e dizer: Bom dia, Senhor!

Sair da cama, se arrumar, escovar os dentes, tomar um café. Esses movimentos são necessários quando saímos para o trabalho, para a escola, para um outro lugar e até mesmo para ficar em casa. Várias pessoas pensam que fazer isso todo dia é uma rotina, não tem mais graça, é pura obrigação. Mas nós podemos reinventar nossas manhãs glorificando a Deus pelo simples fato de estarmos respirando, de podermos rever nossa família, filhos, amigos, etc. Você já teve essa experiência? É tão bom quando abrimos os olhos pela manhã e nossa primeira reação é dizer “oi” para Deus ou então cantar um louvor, mesmo em pensamento, buscar o Senhor em oração. O dia começa mais suave que podemos sentir a paz do Senhor em nós.

Quando ficamos cansados, saturados de nossas dificuldades, de nosso dia cheio, só existe um jeito de tudo ficar melhor: buscar ao Senhor. Palavras simples de agradecimento, demonstrações de amor também agradam a Jesus. Na Bíblia, aprendemos em Salmos 90:12: “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos coração sábio”. Em Provérbios 23:15, a Palavra do Senhor é tão íntima quando ela nos mostra: “Filho meu, se o teu coração for sábio, alegrar-se-á o meu coração, sim, o meu próprio”. Isso é tremendo! Alegrar ao Senhor também é ser uma pessoa sábia. Nossas atitudes estão ligadas com o coração. Em Mateus 12:34 nos mostra que somos orientados até com nossos lábios: “...porque a boca fala do que está cheio o coração”.

Compartilhar com Deus nossa vida, não significa somente orar pedindo bênçãos ou perdão pelos nossos pecados, mas sim, deixá-lo fazer parte de nós, ser nosso amigo, nosso Pai. Dizer: bom dia Senhor ao levantar e boa noite ao deitar-se é uma verdadeira reverência ao dono das nossas vidas, ao nosso salvador.

Como você tem se relacionado com Deus? Ele tem sido a primeira pessoa a receber o seu melhor? Busquemos ao Senhor para que nossas obras não sejam mortas e assim possamos ter o privilégio que Abraão teve e que está escrito em Tiago 2:23: “...E foi chamado amigo de Deus”. Amizade é relacionamento que precisa ser cultivado. Sejamos conhecido como amigo de Deus!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

VOCÊ É STRESSADO?


O Senhor dá força ao seu povo; o Senhor abençoa com paz ao seu povo.



Salmos 29.11

Qual o seu nível de stress? Até quando você consegue suportar uma afronta? Talvez ninguém consiga se calar diante de uma investida, mas é possível tentar mesmo que todas nossas energias sejam guiadas para fazer justamente o contrário, afinal, como alguém poderia dizer; Ninguém é de ferro.

Existe uma idéia mascarada por trás de tudo isso: A de que ninguém quer ceder. Quando cedemos nos tornamos mais humildes e perante os outros, menores, conseguimos contornar a situação, mas para os outros ainda somos ratinhos, desprezíveis e indesejáveis.

Quando nos livramos do confronto, não apenas saímos de encrenca, mas nos libertamos do stress e mais, nos tornamos grandes mesmo que os outros sejamos pequenos e bobos. Deus pode nos dá forças para escaparmos dos perigos. Ontem – quarta-feira – ouvi de um trabalhador que um jovem fora esfaqueados no mercado municipal, ao que dizem estavam apenas “brincando”, mas provavelmente um “esquentado” quase tirou a vida de um jovem. A troco de quê? Quem pode dar e tirar a vida senão Deus? Quase uma jovem vida se consumiria por simples destempero de alguém.

Vamos pedir a Deus que nos livre das ciladas do inimigo e que se por ventura nos depararmos com uma, peçamos à Ele mais forças para não rebatermos, não “sairmos por cima” e ter o Espírito que envolveu Jesus aqui na Terra, o de mansidão.

Deus te Abençoe.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

MAIS FORTE QUE UM TERREMOTO


E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue;

Apocalipse 6.12



Os terremotos são uma manifestação da natureza de proporções grandiosas. São ondas que sobem do interior da Terra para a superfície e causam grandes perturbações nas cidades, destruindo casas, igrejas e edificações produzindo horror entre a população.

A Bíblia sempre fala de terremotos. Os mencionados na palavra de Deus estão relacionados ao poder de Deus, a sua presença e a fenômenos ligados ao seu poder. Todos já ouvimos falar ou vimos pela TV esse fenômeno, mas haverá um tão grande que afetará todos os continentes; nenhum continente poderá ficar livre desse poder, pois será provavelmente será o último, pois teremos junto com esse acontecimento, a aparição do filho do Homem então sim, virá o fim.

Os terremotos estão sim, ligados ao poder de Deus e um dia veremos um poder superior ao de todos os terremotos; Será o poder de Deus vindo entre nuvens para resgatar um povo que passou por tudo na Terra. Um dia todos verão e contemplarão o maior de todos os poderes.

domingo, 22 de agosto de 2010

TU SONDAS

Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne.

Ez 36:26

Quando olhamos para uma pessoa pela primeira vez costumamos fazer julgamento. É o que chamamos de primeira impressão. Nós avaliamos a aparência, o modo como a pessoa se comporta, o que ela fala, os defeitos e no final temos sempre um relatório a contar para outra pessoa.

Nós julgamos segundo o que vemos e ouvimos! E tantas vezes este critério falha. Pessoas analisadas, a princípio, chatas, sem graças, feias ou belas, com o convívio se revelam justamente o contrário.

Mas Deus não nos julga assim. Ele não falha. Sabe por quê? Ele usa o critério de sondar o coração. E o coração não tem duas caras! Ele é, na verdade, o que somos. Podemos até tentar esconder, ocultar ou mascarar sua intenções ou desejos. Mas, mais tarde ou mais cedo nossas atitudes revelarão o que somos. Foi assim com Judas.

Só Deus tem o poder de transformar corações. É isso o que ele nos oferece no versículo acima. Você deseja ter seu coração transformado?

Rachel Novaes e Ronaldo Bezerra - Tu Sondas.

sábado, 21 de agosto de 2010

SONHOS OU A VONTADE DE DEUS?

1Coríntios 4: 5 - "Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o louvor."

Todos nós temos sonhos, fazemos projetos de vida, mas não ficamos só no sonho, no projeto. E por causa disto, temos que a todo momento tomar decisões certas, em situações de nossas vidas, porém algumas vezes nos atrapalhamos quando não colocamos o Senhor na questão a ser decidida.Quando apóstolo Paulo disse: "Portanto, nada julgueis antes de tempo..." Julgar, decidir uma sentença, tanto para o lado positivo, como para o lado negativo, se é certo ou errado... é sempre algo muito sério, principalmente se isso se trata da sua vida. Como por exemplo: "compro ou não um carro? caso com ele ou ela ou não caso?, aceito ou rejeito o emprego?"

Primeiro é necessário saber se é o tempo de Deus pra tal situação na sua vida, ou se está sendo precipitado. O Senhor nos diz que, não devemos julgar as coisas, por aparência, mas segundo a reta justiça, devemos decidir as situações de nossa vida, com base na Palavra. Ainda que algo na sua vida tenha uma aparência ruim, espere o Senhor vir a ti e falar com você através da Palavra. Ou mesmo que tenha uma aparência boa, espere que o Senhor venha falar ao seu coração através da Palavra, antes de tomar qualquer decisão. João nos diz: "Não julgueis pela aparência, mas julgai segundo a reta justiça." João 7-24, em outra passagem a palavra nos mostra "Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu". Eclesiastes 3-1. Saiba entender esse tempo, com base na Palavra.

Mas até quando esperar? "... até que o Senhor venha..." Até que o Senhor esteja falando conosco a respeito de tal situação, na Palavra Dele, não é nada bom agirmos. Se agirmos, fora do querer de Deus, podemos ter problemas desnecessários. A Palavra é a luz para cada passo que queremos dar em nossa vida. "...o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas..." É Ele quem nos mostra o oculto, aquilo que não sabemos, não conseguimos entender facilmente... é Ele quem traz a luz para tirar as trevas, as dúvidas!

Basicamente, o que precisamos fazer é, entregar a nossa vida nas mãos Dele, busca-lo, e Sua Palavra irá nos orientar a fazer as escolhas certas para as nossas vidas. Não devemos julgar nada, segundo sua aparência, pelo nosso próprio entendimento, ou pelo que desejamos, independente de qual for a aparência, devemos ficar apenas com a Palavra de Deus, com a revelação Dele pra nós. Pois Ele mesmo nos dará a melhor direção! A vontade Dele é o melhor pra nós.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

BUSCANDO AJUDA COM O MAIS FORTE.


Salmos 35:1 Contende Senhor, com aqueles que contendem comigo; combate contra os que me combatem.



É uma atitude natural de todo ser vivo refugiar-se num ambiente seguro e protegido. Num evento chuvoso, procuramos uma cobertura, quando relampeja e os raios nos assustam, corremos para abrigos que não possam conduzir energia e nos proteja do pior.

Quando somos crianças, só sentimos segurança quando nossos pais estão por perto, mas ai quando crescemos e deixamos os medos e temores, perdemos um pouco da inocência e procuramos nos proteger por nossa própria conta. Isso não é bom.

A Palavra de Deus nos diz que o Criador pode pelejar por nós. Todos os dias enfrentamos batalhadas variadas, às vezes perdemos, por vezes ganhamos, mas a guerra continua. A cada dia travamos com um dragão. É nesse contexto que devemos chamar Deus para nos aliviar e batalhar por nós. Chame Deus para travar suas batalhas diárias, invoque o Senhor para que a guerra que tu enfrenta seja definitivamente vencida.
Deus te abençoe!!

GRATIDÃO

O homem por detrás do balcão olhava a rua de forma distraída. Uma garotinha se aproximou da loja e amassou o narizinho contra o vidro da vitrine. Os olhos da cor do céu, brilhavam quando viu um determinado objeto. Entrou na loja e pediu para ver o colar de turquesa azul. " É para minha irmã. Pode fazer um pacote bem bonito?", diz ela.

O dono da loja olhou desconfiado para a garotinha e lhe perguntou: " Quanto dinheiro você tem?". Sem hesitar, ela tirou do bolso da saia um lenço todo amarradinho e foi desfazendo os nós. Colocou-o sobre o balcão e feliz, disse: "Isso dá?".

Eram apenas algumas moedas que ela exibia orgulhosa.

" Sabe, quero dar este presente para minha irmã mais velha. Desde que morreu nossa mãe ela cuida da gente e não tem tempo para ela. É aniversário dela e tenho certeza que ficará feliz com o colar que é da cor de seus olhos". O homem foi para o interior da loja, colocou o colar em um estojo, embrulhou com um

vistoso papel vermelho e fez um laço caprichado com uma fita verde. "Tome!," disse para a garota. "Leve-o com cuidado". Ela saiu feliz saltitando pela rua abaixo.

Ainda não acabara o dia quando uma linda jovem de cabelos loiros e maravilhosos olhos azuis adentrou a loja. Colocou sobre o balcão o já conhecido embrulho desfeito e indagou:

-Este colar foi comprado aqui?

- Sim senhora.

- E quanto custou?

- Ah!, falou o dono da loja. O preço de qualquer produto da minha loja é sempre um assunto confidencial entre o vendedor e o cliente.

A moça continuou: "Mas minha irmã tinha somente algumas moedas! O colar é verdadeiro, não é? Ela não teria dinheiro para pagá-lo!"

O homem tomou o estojo, refez o embrulho com extremo carinho, colocou a fita e o devolveu à jovem.

- Ela pagou o preço mais alto que qualquer pessoa pode pagar. ELA DEU TUDO O QUE TINHA.

O silêncio encheu a pequena loja e duas lágrimas rolaram pela face emocionada da jovem enquanto suas mãos tomavam o pequeno embrulho.

"A verdadeira doação é dar-se por inteiro, sem restrições. Gratidão de quem ama não coloca limites para os gestos de ternura. Seja sempre grato, mas não espere pelo reconhecimento de ninguém. Gratidão com amor não apenas aquece quem recebe, como reconforta quem oferece." (anônimo)

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

EU POSSO FAZER MAIS QUE ISSO

A mãe, com apenas 26 anos, parou ao lado do leito de seu filhinho de 6 anos, que estava morrendo de leucemia. Embora o coração dela estive pleno de tristeza e angústia, ela também tinha um forte sentimento de determinação. Como qualquer outra mãe, ela gostaria que seu filho crescesse e realizasse seus sonhos. Agora, isso não seria mais possível, por causa da leucemia terminal. Mas, mesmo assim, ela ainda queria que o sonho de eu filho se transformasse em realidade. Ela tomou a mão de seu filho e perguntou: "Billy, você alguma vez já pensou o que você gostaria de ser quando crescer? Você já sonhou o que gostaria de fazer com sua vida?"

— "Mamãe, eu sempre quis ser um bombeiro quando eu crescer."

A mãe sorriu e disse: "Vamos ver se podemos transformar esse sonho em realidade."

Mais tarde, naquele mesmo dia, ela foi ao corpo de bombeiros local, na cidade de Phoenix, Arizona, onde se encontrou com um bombeiro de enorme coração, chamado Bob. Ela explicou a situação de seu filho, seu último desejo e perguntou se seria possível dar ao seu filhinho de seis anos uma volta no carro dos bombeiros em torno do quarteirão.

O bombeiro Bob disse: "Veja, NÓS PODEMOS FAZER MAIS QUE ISSO! Se você estiver com seu filho pronto às sete horas da manhã, na próxima quarta-feira, nós o faremos um bombeiro honorário por todo o dia. Ele poderá vir para o quartel, comer conosco, sair para atender as chamadas de incêndio! E se você nos der as medidas dele, nós conseguiremos um uniforme verdadeiro para ele, com chapéu, com o emblema de nosso batalhão, um casaco amarelo igual ao que vestimos e botas também. Eles são todos confeccionados aqui mesmo na cidade e conseguiremos eles rapidamente."

Três dias depois, o bombeiro Bob pegou o garoto, vestiu-o em seu uniforme de bombeiro e escoltou-o do leito do hospital até o caminhão dos bombeiros. Billy ficou sentado na parte de trás do caminhão, e foi levado até o quartel central. Ele estava no céu. Ocorreram três chamados naquele dia na cidade de Phoenix e Billy acompanhou todos os três. Em cada chamada ele foi em veículos diferentes: no caminhão tanque, na van dos paramédicos e até no carro especial do chefe do corpo de bombeiros. Ele também foi filmado pelo programa de televisão local. Tendo seu sonho realizado, todo o amor e atenção que foram dispensadas a ele acabaram por tocar Billy, tão profundamente que ele viveu três meses mais que todos os médicos haviam previsto.

Uma noite, todas as suas funções vitais começaram a cair dramaticamente e a enfermeira-chefe, que acreditava no conceito de que ninguém deveria morrer sozinho, começou a chamar ao hospital toda a família. Então, ela lembrou do dia que Billy tinha passado como um bombeiro, e ligou para o chefe e perguntou se seria possível enviar algum bombeiro para o hospital naquele momento de passagem, para ficar com Billy.

O chefe dos bombeiros respondeu: "NÓS PODEMOS FAZER MAIS QUE ISSO! Nós estaremos aí em cinco minutos. E faça-me um favor? Quando você ouvir as sirenes e ver as luzes de nossos carros, avise no sistema de som que não se trata de um incêndio. É apenas o corpo de bombeiros vindo visitar, mais uma vez, um de seus mais distintos integrantes. E você poderia abrir a janela do quarto dele? Obrigado!"

Cinco minutos depois, uma van e um caminhão com escada Magirus chegaram no hospital, estenderam a escada até o andar onde estava o garoto e 16 bombeiros subiram pela escada até o quarto de Billy. Com a permissão da mãe, eles o abraçaram e seguraram e falaram para ele o quanto eles o amavam. Com um sopro final, Billy olhou para o chefe e perguntou: "Chefe, eu sou mesmo um bombeiro?"

— "Billy, você é um dos melhores" - disse o chefe.

Com estas palavras, Billy sorriu e fechou seus olhos pela última vez.

E você, diante do pedido de seus amigos, filhos e parentes, tem respondido "EU POSSO FAZER MAIS QUE ISSO!" Reflita se sua vida tem sido em serviço ao próximo, e tome uma decisão hoje mesmo

Autor Desconhecido

LIDERAR

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

DIAS MAUS

Efésios 5:15-16 – “Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus”.

O apóstolo Paulo, adverte, aos nossos irmãos na Igreja em Éfeso, da aproximação de dias que, certamente, nem eles nem nós desejaríamos viver. Dias de morte, de solidão e sem esperança. Dias que batem a porta do nosso coração e nos cobre de aflições, angústias e dores, tudo que reveste a nossa alma. É como se o apóstolo nos dissesse em outras palavras: “preparem-se, meus amados irmãos, pois a qualquer momento, os dias maus estão por vir”. O desejo de viver aos poucos vai cedendo lugar ao da morte como consolo e refrigério ao nossa alma. O apóstolo apenas trazia à memória daquele povo o que o próprio JESUS alertara algum tempo antes: “No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo: eu venci o mundo” João 16:33.

Em nosso tempo, esses dias de lágrimas incessantes podem ser traduzidos de diversas maneiras: são os dias em que, depois de um crente em Jesus orar muito pela recuperação de um ente querido, vê o mesmo descer à sepultura e, assim, faz as suas as palavras do salmista: “Por que te conservas longe, Senhor? Por que te escondes nos tempos de angústia?” 10:1. Para outros, dias perversos são aqueles em que o marido ou a esposa abandona o lar, destrói a família e o casamento; ou até mesmo quando os pais veem seus filhos encarcerados no mundo das drogas, do álcool e da prostituição, Desemprego, fome, enfermidades, depressão e outras caisas das inúmeras dos dias mais tristes de nossa vida.

A dor nos ensina a viver, nos amadurece. A perda parece que nos traz conquistas. As angústias fazem-nos sair de um estágio como de fosse de adolescência, para um outro de maturidade e experiência. Quem vai a um velório aprende, a partir da perda e do sofrimento, que a vida tem de ser vivida responsavelmente, que os nossos minutos aqui neste mundo estão contados. Mas existe as festas que achamos que não tem nada a ver mas que nos maquia a vida, cria-nos grandes ilusões, fantasias, falsas alegrias e nos afastam de DEUS. Daí a razão na qual o apóstolo Tiago ter escrito: “Senti as vossas misérias, e lamentai, e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza” 4:9. Só se sabe o valor de uma lágrima quem muito já chorou. Só se conhece o amor do outro por nós quando passamos por grandes provações. A fé só é medida e conhecida nos momentos de tribulações.

Paulo, foi um dos que mais padeceram necessidade, afrontas, violência por causa do Nome de JESUS. Os dias maus pareciam uma constante e sem fim na sua vida. Mas ainda assim, ele escreveu: “Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Pois quando estou fraco, então é que sou forte” 2 Coríntios 12:10. A explicação de tamanha fé está em outra carta que redigiu: “Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho” Filipenses 1:21. No mesmo livro, ele complementou: “E o meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo a sua gloriosa riqueza em Cristo Jesus” 4:19.

Os dias maus estão ai a nosso ver, mas não existe nada melhor do que abrigar-se debaixo das asas do Senhor, porque Ele e somente nEle, há esperança de vencermos os dias maus.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

A PERFEIÇÃO É POSSÍVEL

E, quando este foi retirado, levantou-lhes como rei a Davi, ao qual também deu testemunho, e disse: Achei a Davi, filho de Jessé, homem conforme o meu coração, que executará toda a minha vontade.

Atos 13.22


Será que alguém pode ser perfeito? Muitos dizem que não outros sim, mas será que uma pessoa pode atingir a perfeição?

Existe uma chance/possibilidade real do homem do homem se aproximar da perfeição. No versículo 22 parte b, Deus diz que Davi, o rei, foi considerado de acordo o coração do próprio Deus. Parece ficção, mas foi fato. Para isso, um novo coração foi implantado em Davi – Salmo 51. 5 e 10 – Novos pensamentos e valores foram introduzido no novo rei.

Precisamos de pensamentos novos, pois a Bíblia diz que, os nossos pensamentos são opostos aos Dele – Isaías 55. 8 – Além disso, os valores foram trocados por novos. Tudo o que pensamos ser de muito valor, para Deus não é nada, absolutamente nada.

Existe um canal pelo qual atingimos a perfeição – Jesus – O próprio filho de Deus, disse em João 14.6: ...”Eu sou o caminho, e a Verdade e a vida.”. Jesus propõem uma nova direção, concepção e a solução para uma vida distante da perfeição.

sábado, 14 de agosto de 2010

ADÃO E IVO

 Adão e Ivo
Composição: Toinho do Aribu

Quando o senhor criou o çéu e a terra
ele tambem criou o reino animal,
de toda especie que existe nesse mundo
para que fosse fecundo o senhor o casal,

somente o homem era quem vivia sozinho
sem amor e sem carinho sendo formado do pó,
mas o senhor resolveu mudar o tom,
dizendo assim não é bom
que o homem viva só.

Do próprio homem ele tirou uma costela
fez uma mulher tao bela
e foi uma maravilha
e ordenou Crescei e multiiplicai
e o homem tornou-se pai houve a primeira familia,

mas o diabo o inimigo de Deus
pra desfazer os planos seus,
querendo manchar seu nome,
desde o dia da cidade de sodoma,
resolveu mudar a soma,
casando homem com homem.

Refrao:
A cada dia Multiplica a Iniquidade
sinceramente isso me deixa pensativo
se Deus tivesse Feito Homem Pra casar Com outro
Não seria ADAO E EVA,
tinha Feito ADAO E IVO.

Esta múscia tem causado muita polêmica e gerado processo na justiça. Sejamos sinceros, biblicamente, ela não tem nada de homofóbico, muito pelo contrário é a pura Palavra de Deus. Quando estas coisas acontecem lembro-me das palavras de Jesus: Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós.

Se quiser ouvir o tão polêmico hino clique aqui.

CEGUERIA E BELEZA

Donald Grey Barnhouse, em seu livro Let Me Illustrate (Permita-me Ilustrar), página 156, relata um incidente que lança luz sobre o nosso texto.

Um jovem oficial ficou cego, aparentemente em uma das guerras mundiais. Enquanto convalescia, foi cuidado por uma enfermeira pela qual se apaixonou e com quem se casou mais tarde. Certo dia, ouviu por acaso uma conversa a respeito dele e de sua esposa. O cruel comentário foi mais ou menos assim: "Sorte dela que ele é cego. Ele provavelmente não teria casado com uma mulher tão feia, se tivesse visão perfeita.

Caminhando na direção daquelas vozes, ele disse: "Ouvi por acaso o que vocês disseram e agradeço a Deus, do fundo de meu coração, a cegueira que tenho; caso contrário, eu poderia ter deixado de ver o maravilhoso valor da alma dessa mulher que é minha esposa. Ela possui o mais nobre caráter que já conheci. Se as feições do rosto dela são tais que poderiam ter mascarado a sua beleza interior, então eu sou o maior ganhador por ter perdido a visão!".

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

JESUS, MEU GUIA É

Ano passado, um brasileiro morreu em uma montanha no Maláui, na África. Ao subir a montanha, o jovem dispensou o guia e resolveu continuar só. Mas se perdeu e foi surpreendido por uma mudança brusca de temperatura que o levou a morte.

De igual modo, nós, senão estivermos atentos poderemos facilmente nos perder nas muitas estradas que circundam a vida e povoam os sonhos e acabar indo para onde não queríamos.

A Bíblia diz que "Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte." Como, então, encontrar o caminho certo? Já aprendi que a beleza de um caminho e o conforto da estrada não diz nada sobre o seu final. Já vi caminhos esburacados e cercados de abismos que findam em cachoeiras e belos lagos, mas também já andei em caminhos asfaltados, rodeados de concretos que conduzem a miséria.

Como fazer então para encontrar o caminho certo? Você precisa de um guia. Alguém que lhe ensine como caminhar e quais atalhos seguir. Mas é preciso ter cuidado com quem te guia! Jesus falou que há guias que são condutores cegos.

Não conheço você nem sei quem te guia. Eu, no entanto, preciso de Jesus todos os dias! E rogo ao Pai que seja o meu guia, que me ensine os caminhos da vida.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

ASSUMIR COMPROMISSOS

Marcos 6 26 – “Entristeceu-se profundamente o rei; mas, por causa do juramento e dos que estavam com ele a mesa, não lha quis negar.”

Herodes ficou muito aflito, mas por causa dos seus juramentos e dos convidados, não quis negar o pedido à jovem, citado na passagem acima no v. 26. Herodes temia João Batista, mas gostava de ouvi-lo. Sua consciência o acusava, concordando com o que João lhe dizia. Mas ele nunca chegou a comprometer-se com a verdade. Nunca corrigiu seu jeito errado viver. Jamais experimentou real libertação, e olhando para nossos dias, quantas pessoas também vivem sobre o mesmo erro, conhecem a verdade, mas não concertam a sua vida.

Sem termos um compromisso claro e evidente com Jesus Cristo, passamos a nos tornar vulneráveis ao erro, à injustiça, ao desamor. Vejamos a vida do Herodes: ele fez que uma adolescente dançasse para uma platéia de homens; fez a esta menina promessas imprudentes; apesar do terrível pedido da adolescente, manteve sua promessa, mandando matar um inocente. Um erro levou a outro maior que o anterior. Assim também é conosco: sem o compromisso com Jesus Cristo, ficamos à mercê de outros, de suas opiniões e planos. Aí nossas preocupações serão: as roupas que vestimos, dinheiro, bens materiais e reconhecimento, pois queremos a aprovação da sociedade, ser bem visto, trabalhar em um bom emprego, etc. Acabamos praticando o que não queremos e o que nem é nossa escolha, mas apenas para manter a boa posição ou amizade diante dos outros. É assim que muitos jovens são convencidos a entrar para o mundo das drogas, etc. Sem perceber, tornam-se presas fáceis e terríveis do mal. Ter como objetivo máximo agradar aos outros já é um mal em si mesmo e está tornando-se algo comum.

João Batista aponta para Jesus e diz: Vejam! É o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo! Ele ressalta o compromisso total de Jesus conosco, tirar o pecado do mundo. E esse é também o convite para nos comprometermos com ele, obedecendo-lhe em nossa vida diária.

Que possamos assim como João Batista, assumirmos nosso compromisso com a obra de Cristo. E não sermos usados pelos outros.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

BÍBLIA QUE NÃO MOLHA

Você já imaginou poder ler a Palavra de Deus mesmo sob chuva? Impossível? Não é mais. A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) lança uma Bíblia impressa 100% em material plástico, com edição do Novo Testamento, à prova d’água e de intempéries. Totalmente impermeável, permite que a Palavra de Deus seja lida em qualquer lugar que o leitor esteja – na praia, à beira da piscina, na chuva e, até mesmo, durante a prática de mergulho –, sem que ocorra qualquer tipo de dano à publicação.

A obra já vem adequada à nova ortografia da língua portuguesa e na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH), que significa uma linguagem mais simples e acessível a qualquer pessoa, sem o rebuscamento que marca as publicações tradicionais. Traz também um vocabulário e mapas. Além disso, mostra como encontrar ajuda no Novo Testamento.

Fonte: o Verbo

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

APROVEITE PORQUE AINDA HÁ TEMPO

Mateus 24: 27 - "Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem".

Tempos difíceis estão aí, o que faremos? Muitas lutas, muitas tribulações, muita fadiga. E quase não temos separado parte do nosso tempo para o Senhor. Você concorda que nossa vida é um bem? A palavra de Deus nos diz: “buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” Mateus 6:33. Não vamos deixar com que as coisas passageiras tomem o primeiro lugar e o tempo de nosso Pai. De uma coisa estou certo, e a Palavra de nosso Deus nos garante: O fim está próximo, e precisamos estar prontos para o grande dia. Mas não se desespere, porque hoje, neste exato momento, ainda há tempo para você.

Prepara-te, pois Jesus está voltando e isso pode acontecer a qualquer momento. Vejamos o que diz no evangelho segundo Lucas, capítulo 21 e versículos 25; 28 e 31:

25 "E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas". 28 "Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima". 31 "Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto".

Embora até tenhamos vontade, não dá para esquecer das tragédias que vem ocorrendo dia após dia, mas o fato é que estão acontecendo, e muitos são drásticos e inevitável. Imaginamos então pessoas tranquilas em uma praia, um dia lindo, o mar calmo, o sol cumprindo sua função, iluminando e aquecendo, propiciando assim um dia alegre, quando de repente, a fúria do mar que estava tranquilo veio e varreu as pessoas, as casas, as árvores, os carros, não querendo saber se eram ricos ou pobres, não fazendo questão de vir se era homens ou mulheres, muito menos se preocupou se havia negros ou brancos, crianças ou jovens. Ele simplesmente devastou o que estava à sua frente. O que sobrou foi dor, espanto, tristeza e agonia para aqueles que sobreviveram.

Somos sabedores de que isto e muitas outras coisas que vêm acontecendo em nossos dias e nada mais é do que o cumprimento da Palavra de nosso Senhor. Por isso temos que nos concertar e estar prontos, pois a vinda do Senhor está próxima e será como um ladrão, este quando planeja roubar não avisa o dia e nem a hora que irá aparecer, "Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa". Mateus 24 :43.

Amigos leitores, preparemo-nos! "Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem". Mateus 24 : 27.

Mas tenha certeza de que ainda há tempo!

domingo, 8 de agosto de 2010

DIA DOS PAIS

Então, disse Manoá: Quando se cumprirem as tuas palavras, qual será o modo de viver do menino e o seu serviço?

Jz 13.12

Hoje é o dia dos Pais. Dizem que o primeiro a comemorar este dia foi um jovem chamado Elmesu, a 4.000 anos na Babilônia. Ele teria esculpido em argila um cartão para seu pai.

Se o mundo seguisse o que diz as Escrituras nós não precisaríamos desta data. "Honra a teu pai e a tua mãe, como o SENHOR, teu Deus, te ordenou". Todo dia seria dia dos pais. No entanto, vivemos em um mundo que não acredita mais em Deus e nem se importa com a Sua Palavra.

A Bíblia registra a história de Manoá que foi ao encontro de um anjo para saber como deveria proceder na criação de Sansão. Sabe o que falta nos dias de hoje? Pais que tenham essa preocupação. Não importa o que os médicos, os especialistas, os psicológos digam, a única coisa que faz sentido é o que Deus diz.

É bom ofertar o bem material aos filhos. Se possível lindas festas de aniversários, belas roupas, conforto. Todavia, ainda que não se tenha como ofertar o luxo, pode-se ainda amar, cuidar,  e Ensinar a criança no caminho em que deve andar. É o que Deus espera de todos nós.

Existem coisas que está além, muitas vezes, de nossas posses e forças; Mas há outras que estão ao nosso alcance. E são estas que todos nós teremos um dia de prestar contas. Entre elas, o que fazemos aos nossos filhos.
 

PAI

sábado, 7 de agosto de 2010

EXEMPLO

Então, caindo em si, disse: Quantos trabalhadores de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui morro de fome! Levantar-me-ei, e irei ter com o meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e diante de ti;

Lc 15.17-18

Aos pais biológicos e aos do amor, aos que geraram uma vida e aos que abraçaram com carinho e amor uma criança, aos que lêem este texto desejo um domingo maravilhoso e um sábado de descanso, no qual seu espírito encontre paz no berço da alegria e a alma sorria ao ver que os esforços não são vãos.

Ser pai é uma tarefa difícil até porque os filhos já não querem ouvir nem desejam conselhos. O que fazer então? Resta-nos apenas oferecer-lhe o exemplo, a prática e depositar o amor sem restrição.

Quando o filho pródigo se viu só e abandonado no mundo, ele lembrou-se da casa de seu pai, das palavras e da bondade que aquele homem lhe ofertara. E ao voltar para casa, o pai o recebeu de braços abertos. Não disse uma só palavra, nem pediu explicações, muito pelo contrário, fez festa.

Sabe do que o mundo precisa? De perdão, de exemplo, de atitude, de amor. E o filho pródigo encontrou tudo isso em seu pai. Que Deus nos ajude a não nos conformar apenas em oferecer conforto, bens e dinheiro aos nossos filhos, eles precisam mais que isso. Amor nunca é demais e exemplo é a única coisa que fala mais que palavras.

TRIBUTO AO AMOR

É uma história real. O vídeo abaixo conta a história de um rapaz que tinha um sonho: ser atleta de triathon e participar de competições... Iron Man (3,8 Km de natação, 180 Km de ciclismo e 42 de corrida). Até então nada de espantoso nesse sonho. Porém a vida lhe revelou algo inesperado: ele foi acometido de uma doença degenerativa... e seu pai, um senhor de 54 anos não hesitou em realizar o sonho do filho.

Assista e reflita... creio que dispensa comentários...

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

HONRA AO PAI


Deuteronômio 6:6-7 - “Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as incalcarás a teus filhos, e delas falarão assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te”.

A falta de honra aos pais, onde quer que a achemos, deve-se, em grande medida, aos pais afastarem-se do padrão das Escrituras. Uma das mais infelizes características de nossa civilização é a excessiva desobediência aos pais da parte dos filhos e a falta de reverência e respeito. Infelizmente, isto se evidencia de muitas maneiras inclusive em famílias cristãs. A falta de honra aos pais, deve-se, em grande medida, aos pais afastarem-se do padrão do que a bíblia nos ensina. Atualmente, o pai imagina que cumpre suas obrigações ao fornecer alimento e vestes para os filhos e ao agir como um tipo de policial de moralidade e rígido.

Como os pais irão ser dominadas e controladas presenciando as manifestações de ira? A palavras de Deus nos diz em Romanos 2:21 “Tu, pois, que ensinas a outrem, não te ensinas a ti mesmo?”. Mas também nos revela em Deuteronômio 6:6-7 “Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as incalcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te”.Este dever é sobremodo importante para ser transferido aos outros.

São tantos os caminhos que a palavra de Deus nos mostra, por isso, ore por seus filhos, o último e mais importante dever, no que se refere ao bem-estar físico e espiritual de seus filhos, é a súplica a Deus em favor deles. Sem isto, todos os outros deveres são ineficazes. Os meios são inúteis, exceto quando o Senhor os abençoa. O trono da graça tem de ser fervorosamente buscado, para que sejam coroados de sucesso os nossos esforços em educar os filhos para a glória de Deus. É verdade que precisa haver uma humilde e submissão à soberana vontade de Deus. Por outro lado, o privilégio da fé consiste em fazer parte das promessas divinas e em recordar que a oração de um justo produz muitos resultados. A Bíblia nos diz que Jó “chamava… a seus filhos e os santificava; levantava-se de madrugada e oferecia holocaustos segundo o número de todos eles” Jó 1.5.

Aos pais, vamos ensinar aquilo que Deus nos ensina até nos dias de hoje para que a desobediência, a falta de respeito para com os pais, não permanece nos corações de vossos filhos.

AMOR INCONDICIONAL: PAI LARGA TUDO PARA BUSCAR A CURA DO FILHO

Eu sou seu filho. Você cuida de mim?” Vítor repetia essa pergunta rotineiramente, sempre ao voltar da escola. “Ele percebia que era diferente das outras crianças”, lembra Gricelde Thomaz

Guidi. Vítor manifestara os primeiros sinais da gangliosidose GM1 – uma doença genética rara que provoca progressivas perdas cognitivas e motoras – aos 4 anos e meio. Não tinha mais firmeza nas mãos nem nas pernas. Já não podia escrever ou desenhar e começou a levar tombos com frequência. Vítor nunca conseguiu aprender, por exemplo, a andar de bicicleta. Passou por cinco longos anos de exames e terapias até que os médicos fechassem o diagnóstico. “Era uma guerra contra o desconhecido”, conta o pai, Adolfo Guidi. “Gastamos tudo o que tínhamos e o que não tínhamos.” A família vendeu carros, entrou no cheque especial, estourou o cartão de crédito, parou de pagar as prestações da casa. Para piorar, num dos períodos mais difíceis da enfermidade, Adolfo ficou desempregado.


Os Guidi só não foram despejados porque cruzaram o caminho de Anne Karina Amador Costa, uma juíza federal de 39 anos, mãe de três garotos, que tomou uma decisão inusitada. Ela recorreu ao fundo pecuniário da Vara Criminal de Curitiba, que administra o montante pago à Justiça por condenados na capital paranaense, e determinou a quitação do imóvel. “Esse dinheiro, em geral, é destinado a projetos assistenciais, para o auxílio a pessoas carentes. Por que, então, não usá-lo para ajudar essa família?”, pondera a juíza. Apesar de a Caixa Econômica Federal ter dispensado os juros e a correção monetária, o que reduziu a dívida de R$ 117 mil para R$ 48 mil, os Guidi não teriam condições de saldá-la. “Se eles perdessem a casa, não poderiam cuidar do filho e o pai também não teria mais onde trabalhar”, alega Anne Karina. “Foi uma decisão surpreendente e inédita no Brasil”, afirma Martin Roeder Filho, advogado da família.

A juíza se sensibilizou porque, numa das audiências, Adolfo foi acompanhado do filho e pediu permissão para explicar as razões da inadimplência. Contou que, quando perdeu o emprego, passou meses mergulhado na internet e nos livros estudando a enfermidade de Vítor. E que, diante da dificuldade de se recolocar no mercado e da dependência crescente do menino, decidiu abandonar a carreira de engenheiro mecânico para se dedicar exclusivamente a ele. Adolfo montou uma pequena oficina de automóveis no quintal da residência para acompanhá-lo de perto. Ganha R$ 800 por mês – cerca de 15% do salário que recebia como engenheiro. O valor, somado ao que Gricelde tira na função de costureira e bordadeira, mal dá para as despesas básicas da casa. “Levamos uma vida muito regrada”, afirma Gricelde.

Vítor tem 21 anos, cerca de 1,65 m de altura e pesa mais de 60 quilos. À medida que foi crescendo, se tornou cada vez mais penoso para a mãe ficar sozinha com ele. “É difícil tirá-lo da cama. Vítor também gosta muito de brincar no chão, mas eu não tenho força para colocá-lo na cadeira de rodas”, afirma Gricelde. “Uma vez, quase o derrubei no banho.” Durante um período da doença, enquanto Adolfo trabalhava fora, era Gricelde que tinha de dar conta do menino e da caçula Gabrielle, hoje com 12 anos. “Era muito sofrimento. Vítor é como um bebê. Não fala. Baba o tempo todo. Coloca tudo o que encontra na boca. Se está sol, fica na cadeira de rodas, no quintal. Se está calor, fica deitado na rede”, diz a mãe. À tarde, Adolfo leva Vítor e Gabrielle à escola. Todos a bordo de um Fiat Prêmio azul-marinho, ano 1986, que praticamente se arrasta pelas ruas da cidade.

Apesar dos problemas, quem conhece os Guidi sabe que eles não são de ficar reclamando. Num dos picos de agravamento da doença, Adolfo saiu para passear com Vítor e viu o filho, de repente, ficar com os músculos todos contraídos, pálido e sem expressão. “Foi uma crise em que ele perdeu muitos neurônios”, lembra Adolfo. Os médicos não sabem explicar por que, depois de 17 anos dos primeiros sintomas da gangliosidose GM1, Vítor continua vivo. Adolfo acredita que a alimentação especial, rica em vitaminas e cálcio, e a ingestão de uma enzima manipulada tenham ajudado a frear a evolução do quadro. De acordo com a literatura médica mundial, a sobrevida de quem sofre do tipo 2 da doença, o mesmo de Vítor, é de três a dez anos. “Ninguém morre de uma doença cerebral. Mas em decorrência de outros problemas, como pneumonia ou outras infecções”, explica Laura Bannach Jardim, chefe do Serviço de Genética Médica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. “Esse rapaz está vivo porque está sendo muito bem cuidado.”