sábado, 30 de abril de 2011

A CAIXA DO CORREIO

Na África do Sul um homem recebeu um aviso do correio. Era um pacote. Tinha que pagar U$4,00 para retirá-lo.  Pegou o pacote, examinou-o, mas não conseguiu identificar o que tinha dentro. Não quis pagar os U$4,00. O pacote ficou 15 anos no correio.



A caixa era levada de um lugar para outro dentro da agência do correio. Muitas vezes era usada para apoiar os pés. Até que um dia o dono da caixa morreu. A caixa foi então leiloada, mas ninguém queria dar nada por ela. Até que alguém resolveu dar um lance de U$0,50.



Ao abrir o pacote… Surpresa!!! Tinha dentro dele 15 mil dólares.



O que aconteceu com aquela caixa freqüentemente acontece com a Bíblia. A Bíblia é rejeitada como algo sem valor.  Mas há dentro dela uma riqueza de valor infinito: Jesus Cristo - A Vida Eterna.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

PERDOANDO A SÍ MESMO

Romanos 8:1 - "Nenhuma condenação há, para os que estão em cristo Jesus..."

Muitos cristãos se encontram tristes, abatidos, amargurados; com uma consciência que lhe inquieta e lhe pesa o coração. Vivem se culpando, se condenando por algum erro cometido no passado, mesmo que esse passado seja recente, e mesmo que tenham buscado com sinceridade o perdão do Senhor; continuam aflitos. Parece simplesmente que o Senhor não os perdoou.


A Palavra do Senhor nos diz em Romanos 8:1, que nenhuma condenação há, para os que estão em cristo Jesus... Em primeiro João:2:1, diz o seguinte: Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, porém, alguém pecar, temos um advogado para com o Pai, Jesus Cristo o justo. Ele é a propiciaçao pelos nossos pecados... Em provérbio 28:13, diz: O que encobre as suas trasgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.


Quando você busca ao Senhor com sinceridade e busca dEle o perdão, com certeza, automaticamente você o recebe. Você só precisa crer nisto. Em Romanos 5:1, diz que somos justificados pela fé. O seu problema não é que Deus não lhe tenha perdoado; mas, você não consegue se perdoar; e automaticamente atribui essa falta de perdão a Deus. Renuncie agora mesmo, em nome do Senhor Jesus, esse jugo de condenação. O Senhor já te perdoou em Cristo Jesus.


Cabe a você agora, se conceder o perdão. Se perdoe agora mesmo. Voce errou, falhou, como qualquer mortal; O Senhor que conhece as tuas fraquezas já te perdoou. Ore ao Pai agora reconhecendo o seu perdão e perdoando-se também. Faça isso agora, em nome do Senhor Jesus. Que o Senhor te abençõe.

terça-feira, 26 de abril de 2011

PERFUME

Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem.

2 Coríntios 2:15
Os perfumes surgiram no Egito dois mil anos antes de Cristo e conquistaram o mundo. Hoje, é raridade encontrar alguém que não goste de um bom perfume. Em todo planeta perfumistas criam fórmulas e essências para novos produtos, mas são dos franceses os mais finos e caros perfumes do mercado.

A Bíblia diz que não são só os mortais que gostam de perfume, que Deus também tem a sua própria essência e Ele a deposita nos homens. O perfume de Deus não é igual ao dos humanos. Ele não tem cheiro de flores, frutos, não tem essências da natureza, mas tem o sabor da paz, do perdão, da bondade, do respeito, é simples como a vida, não contamina nem influencia ninguém para o mal, nem busca seus interesses.


Já conheceu alguém assim? Que sua presença sempre traz o bem consigo. Ele espalha Deus entre os homens sem necessidade de palavras. É no agir, no seu modo de viver, no modo de resolver os problemas, na forma como corrige seus erros que se ver a diferença, que se sente o perfume dos céus, que se observa que ele tem o perfume de Deus. 

Do mesmo modo quando somos chocados por aqueles que espalham as sementes do mal e o perfume do medo, da discórdia, do ódio, da revolta, precisamos nos alegrar por aqueles, pois são poucos, que tem em si o bom perfume de Cristo.

Quero Me derramar como perfume - PG.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

ÁRVORES

Não há árvore boa que dê mau fruto; nem tampouco árvore má que dê bom fruto.

Lucas 6.43


Dificilmente o ser humano age por instinto, ele é movido quase sempre por uma força muito maior do que a necessidade de sobreviver. Essa força age no coração e contamina toda a vida produzindo ações, frutos e consequências.

Jesus usou a metáfora das árvores. Uma árvore só pode produzir seus próprios frutos. "Não se colhe figos de espinheiros". Geneticamente todo vegetal já nasce programado para desempenhar uma função. Bananeiras produzem bananas, goiabeiras, goiabas e laranjeiras, laranjas.

Todo homem que cultiva sabe que um fruto ruim não tem culpa de o ser assim, ele é apenas consequência do que a árvore, o solo, as pragas ou o clima produziram. O fruto é apenas o resultado de uma ação mal executada.

Portanto, Jesus falou: "Não há árvore boa que dê mau fruto;" Toda árvore só pode produzir seus próprios frutos e, eles estão na total dependência do que a árvore for capaz de dá.

O que Jesus de fato falou é que o homem não poderá produzir o bem aos olhos de Deus se não tiver sua essência mudada. Só uma árvore boa produz bons frutos espontaneamente, frutos que provem do mais intimo do coração  sem  o interrese, o fingimento, a competição, a política.

Uma árvore se conhece pelos frutos diários não por aqueles produzidos mediante os holofotes. É no silencio do dia a dia, não nas capas de jornais. Uma árvore boa não necessita da aprovação de ninguém, ela age movida pela força do coração, da consciência e do amor.

MENOR ABANDONADO

Era quatro e meia da tarde de um sábado ensolarado. Eu estava chegando em casa depois de um passeio ao parque com minha esposa e nossos filhos que ainda eram pequenos. A secretária eletrônica acusava vários recados, mas um em especial com cerca de dois minutos de duração me chamou a atenção.

Quando comecei a ouvi-lo fiquei meio sem ação. Era um amiguinho dos nossos filhos que depois de ligar várias vezes, havia deixado um último recado dramático. "Por favor, tio, vem me buscar aqui em casa para eu ficar junto com vocês. Por favor, por favor, por favor, por favor, por favooooor..." (e isto se repetia por quase dois minutos).

Depois de ouvir o recado, liguei para aquela criança. Ela havia passado metade do sábado com a empregada, e na outra metade estava sozinha assistindo a TV até que seus pais chegassem do trabalho e das atividades da igreja. O apelo daquela criança cortou meu coração e me levou a pensar muito.

Cheguei à conclusão que "menor abandonado" não é apenas aquele que está na esquina pedindo um trocado. Há muitos lares cristãos com centenas de "menores abandonados" pelos pais que estão ganhando dinheiro ou correndo atrás da próxima atividade da agenda.

Falcão Sobrinho

domingo, 24 de abril de 2011

TARAUACÁ

Hoje são 24 de abril. Tarauacá faz 98 anos. Podemos até pensar que não temos  muito que comemorar: ruas esburacadas, corrupção, drogas espalhadas nos quatro cantos da cidade, falta emprego, a violência cresce e se espalha rapidamente, os índices de analfabetismo são vergonhosos, só são alguns itens de uma lista vasta. Mas se olharmos realmente para o passado sem dúvida haverá motivos para louvar a Deus:

1. As filas eram muitas: de madrugada era a da carne; de manhã, a do leite, a  tarde, a do pão. E a fila do gás toda vez que a balsa chegava. Era costume todo mundo ter pelo menos 5 ou mais botijas.

2. As pontes eram as ruas. a da Aninga, a do Comércio e muitas outras. Hoje, quase todas elas tornaram-se histórias testemunhadas por antigas fotografias;

3. A luz elétrica já foi um dia coisa rara e a boa e velha lamparina e o  "moderno" lampião eram os reis da noite. Era um sonho quase impossível ter luz elétrica no campo.

4. Telefone, antena parabólica, motocicleta, carro eram coisas de rico. E como esquecer da internet, celular. É o rádio perdeu um pouco do seu reinado.

A gente pode até só olhar para o lado negativo e, dessa forma, veremos muita coisa com o que nos preocuparmos, mas não vamos nos esquecer de que, com certeza, por outro lado, a vida melhorou, e por isso, neste dia tão especial, agradeçamos a Deus pelos homens, mulheres e jovens que ajudaram a construir nossas vitórias.

FILIPE E O OVO DE PÁSCOA

Uma professora ensinava em uma sala de alunos da terceirag série. Nesta aula havia uns 10 alunos, todos na faixa de oito anos.

Um dos seus alunos era um menino chamado Filipe. Filipe tinha síndrome de Down. Apesar de aparecer feliz, Filipe mostrava cada vez mais sua sensibilidade.

Ele se sentia diferente dos outros alunos. Se vocês conhecem algumas crianças de 8-10 anos vocês devem saber que as vezes elas podem ser um pouco insensíveis.É justamente nesta idade também que a criança está querendo cada vez mais ser aceita pelos seus amigos.

Infelizmente, Filipe, apesar dos esforços da professora, não foi aceito pelos outros meninos. Mesmo assim, a professora fez tudo possível para que Filipe se sentisse uma parte da turma.

Filipe não escolheu ser diferente. Ele não queria ser diferente dos outros alunos mas ele era. E todos sentiram isso.

Esta professora foi bastante criativa. Um ano, durante a ela levou para a sua aula dez ovos plásticos vazios. Cada aluno iria receber um ovo.

O objetivo era que cada aluno saísse para o jardim e procurasse  um símbolo de vida renovada, de vida nova, um símbolo da Páscoa. Depois, eles iriam misturar todos os ovos e abri-los para ver o que tinha dentro.

Todos os alunos saíram correndo para achar algo para colocar dentro do seu ovo. Em pouco tempo, todos voltaram e depositaram seus ovos numa mesa. Daí a professora começou a abrir os ovos.

Ela abriu um e dentro tinha uma flor. Todas as criança ficaram admiradas.
Ela abriu outro e tinha dentro uma borboleta. As meninas disseram “Ai que lindo! Que bonito!” Os meninos não disseram muita coisa , por que meninos são assim, não é?

A professora abriu um terceiro ovo, mas não tinha nada dentro.
Imediatamente todos começaram a rir e gritar “Isso não é justo. Que coisa estúpida. Alguém errou!”

Foi quando a professora sentiu alguém puxando sua blusa. Ela olhou e viu que Filipe estava ao seu lado.“É meu” disse Filipe. “É meu.” As crianças começaram a rir e dizer “Ah Filipe, você nunca faz nada certo! Você tá sempre por fora!”

“Eu fiz certo, eu fiz” disse Filipe. “É o túmulo. O túmulo está vazio!”

Toda a aula ficou em silencio. Ninguém disse nada. E você pode acreditar, ninguém nunca mais disse a Filipe que ele era estúpido ou que fazia sempre as coisas errada. De repente Filipe foi aceito pela turma.

Naquele mesmo ano Filipe faleceu. Sua família sabia por muito tempo que ele não iria viver uma vida longa.Muitas coisas estavam erradas com seu pequeno corpo. No final de Julho, com uma infecção que qualquer um dos seus amigos teria sobrevivido, Filipe faleceu.

Seu velório foi realizado na igreja que os pais dele freqüentavam. No dia do seu velório, nove crianças de oito anos de idade foram para a frente da igreja e colocaram em cima do seu caixão um ovo de plástico – vazio.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

A SURPREENDENTE VIDA DE JESUS

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá;
 
João 11:25
 
Jesus Cristo não é meramente uma pessoa importante que viveu e morreu há muitos anos atrás. De acordo com a Bíblia, ele é o Deus Criador, que viveu nesta Terra, como homem, para derramar seu sangue e nos dar vida, resgatando esta humanidade pecadora do poder do pecado, de Satanás e da morte. Ele está vivo hoje e dá vida eterna a todos quantos o buscam. 
 
Aceitar ou rejeitar a Jesus Cristo é uma questão de vida ou morte. Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que náo tem o Filho de Deus não tem a vida (1 João 5:12). E não há salvação em nenhum outro; porque debaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4:12). 

Que Deus se torne bem real para você ao estudar a vida surpreendente de Jesus Cristo! E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste (João 17:3). Você já recebeu a Jesus no seu coração, como seu Salvador pessoal e seu Senhor? Se não, faça-o ainda hoje!

The Bible text used is from Bíblia Sagrada, Almeida text (Revista e Atualizada-2a Edição, © 1993 Sociedade Biblica do Brasil). 

PRIMEIRO DOMÍNIO

Num reide aéreo, durante a Segunda Guerra Mundial, parte da Câmara dos Comuns, em Londres, foi destruída. Temia-se que houvessem sido perdidas as plantas originais da construção. e que aquele edifício histórico jamais pudesse ser restaurado perfeitamente. Entretanto, mais de meio século antes, um dos sócios mais velhos de uma grande firma de arquitetos entregara as plantas ao sócio mais jovem. Este as guardou cuidadosamente através dos anos e, quando soube que estavam sendo procuradas, apresentou-as. A Câmara dos Comuns podia agora ser reconstruída, segundo a planta original!

Um dia, em futuro não distante, este nosso planeta, há tanto tempo exposto à maldição do pecado, será refeito segundo o plano original de Deus: o primeiro domínio, perdido no Éden pela transgressão de Adão, será restaurado em toda a sua beleza anterior.(Mq 4.8)

segunda-feira, 18 de abril de 2011

NÃO FIQUE ANSIOSO

“Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes?”

Mateus 6:25 

Quando foi a última vez que você esteve ansioso ou preocupado? Talvez não faz muito tempo, talvez agora mesmo você está desta forma. Mas não deveria ser assim. Sabe por quê? Jesus deu algumas razões para não vivermos ansiosos em Mateus 6: 25-34.

Primeiro, não devemos andar preocupados ou ansiosos porque a ansiedade é cega (v.26). “Observai a as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem a ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta”. A ansiedade deixa de ver a bondade de Deus no mundo, pois, se Ele cuida das aves, certamente cuidará de nós. Nós valemos mais que muitos pardais (Mateus.10:31).

Em segundo lugar, não devemos andar ansiosos porque é inútil (vs.27). “Qual de vós, pó ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso de sua vida?” Um côvado é a medida de 45 cm. Mas o sentido aqui é mais de tempo que de estatura. Assim Jesus mostra que o homem não pode acrescentar nem uma hora à sua vida.

Por fim, não devemos andar ansiosos porque não reflete nossa filiação divina. “Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas.” (vs.32) Os filhos de Deus confiam Nele e esperam Seu auxílio. Os filhos de Deus sabem que valem mais que aves e plantas, sabem que Seu Pai lhes ama muito.

O que fazer então para não viver ansioso? Jesus nos dá a resposta no verso 33- “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Estas palavras significam que o cristão deseja primeiro e acima de tudo que se complete a vitória de Deus sobre o mal, e que a Sua justiça, isto é, os Seus padrões de justiça, sejam aceitos universalmente. Não é por menos que na oração do Pai Nosso vem primeiro “venha o teu reino” e só depois “o pão nosso de cada dia dá-nos hoje”. Alguém disse: “pedi as coisas celestiais, e as terrenas vos serão dadas também.”

Portanto, leve em conta essas razões e deixe a preocupação, a ansiedade. Vamos fixar nossos olhos naquilo que é eterno. Não antecipe uma dor, ou dificuldade que talvez nem venham. Mas, se vierem, o Pai celeste cuidará de ti, pois Ele é soberano e amoroso.

JOGO QUENTE

Sem lenha, o fogo se apaga; e não havendo intrigante, cessará a contenda.

Provérbios 26.20 
 
Na primavera de 1894, a equipe de beisebol Orioles, de Baltimore, foi a Boston para jogar contra o time Los Medias Rojas. 
 
Esperava-se que fosse um jogo rotineiro, mas o que aconteceu foi tudo, menos rotina. 
 
John McGraw, do Orioles, se envolveu em uma briga, quando disputava a terceira base da equipe de Boston. 
 
Em poucos minutos, todos os jogadores de ambas as equipes estava se pegando nos socos e pontapés. 
 
O conflito reproduziu-se entre as torcidas. Botaram fogo nas galerias. O estádio se queimou completamente. E o fogo se extendeu para 107 edifícios de Boston, ao redor do campo.

domingo, 17 de abril de 2011

UM PEDAÇO DA VERDADE

Porque não amaram a verdade, Deus lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira.

II Tessalonicenses 2.10-11
 
Alguns demônios vigiavam de perto um homem de boas intenções quando, de repente, ele se abaixou para pegar algo no chão. Aflitos, os demônios perguntavam entre si:

- O que ele encontrou, o que ele encontrou?

- Um pedaço da verdade, respondeu um deles.

Quase todos eles ficaram muito preocupados:

- O que faremos, o que faremos?

O mais experiente deles, porém, procurava acalmá-los:

- Não faremos nada. Fiquem calmos, não há com o que se preocupar.

- Como não? Afinal, ele achou um pedaço da verdade.

- Não há com o que se preocupar, repetiu o demônio, vocês ainda não sabem o que um homem de boas intenções e apenas um pedaço da verdade pode fazer?

- Não!?

- O de sempre, respondeu ele, uma nova heresia.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

FAÇA GUERRA

John Stephen Piper (11 de janeiro de 1946,Tennessee, EUA) é pastor, conferencista e escritor americano Batista, que atualmente serve como pastor sênior na Igreja Batista Bethlehem em Minneapolis, Minnesota. É muito conhecido por causa de seu livro "Desiring God", e por seu site de divulgação desiringgod.org.br.

O vídeo postado hoje é de uma verdade surpreendente, tocou muito a minha alma, espero que cada um de nós se sinta desafiado a usar a armadura de Deus e no íntimo reconheça que, salvos por Jesus, podemos usufruir de todas as bênçãos do Pai e nunca esquecer que estamos sempre em guerra, não contra a carne, mas contra nós mesmo, afinal nossos maiores inimigos se encontram dentro de nós mesmos.

domingo, 10 de abril de 2011

ELE SE FEZ MALDIÇÃO POR NÓS

Gálatas 3:13 - “Cristo nos resgatou da maldição da lei. Fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro.”

Ao meditarmos nesse versículo, o apóstolo Paulo nos faz lembrar da palavra de Deuteronômio 21:23, onde está escrito que todo o homem que fosse submetido a juízo de morte, e sendo este pendurado no madeiro, seu corpo deveria ser imediatamente retirado do patíbulo, ou seja, do lugar onde os condenados sofriam a pena de morte, a fim de que a terra não se contaminasse, uma vez que esta era herança do Senhor aos filhos da promessa, herdeiros de Abraão. E o povo hebreu seguia e zelava pelo cumprimento das leis instituídas por Deus por intermédio de Moisés. Porém, a lei embora fosse necessária, não podia justificar o pecado humano, conforme está escrito: Hebreus 10:4 - “Porque é impossível que o sangue dos touros e dos bodes tire os pecados.

E como sem derramamento de sangue não haveria remissão de pecados, conforme está escrito em Hebreus 9:22, Jesus além de oferecer a sua vida em sacrifício pelo pecado da humanidade, é imolado semelhante a um cordeiro mudo, o qual, em momento algum abriu a sua boca a fim de se defender, Isaías 53:7. E ainda com toda essa demonstração e ato de amor pelas ovelhas perdidas, Jesus é crucificado de forma a se fazer maldito em nosso lugar. Com esse ato, Ele retira o homem de debaixo do jugo da lei, e encerra todas as coisas debaixo da graça. Romanos 6:14 - “Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.”

Assim como Abraão creu na promessa de Deus e foi justificado pela fé, após a morte de Jesus o homem é justificado por Seu sacrifício em favor de toda a humanidade, a saber, todo aquele que nele crer, bem como pela graça de Deus. Efésios 2:8 “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” segundo está escrito em Gálatas 3:26, todo aquele que crer que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivo se torna filho de Deus por meio da fé.

O maior preço já foi pago, Jesus se fez maldição por nós. Sofreu todas as dores e martírios que nenhum ser humano seria capaz de suportar. E mais que isso, o maior peso que Ele levou sobre si não foi a cruz, a humilhação e o sofrimento da carne no momento da crucificação. A maior dor que Jesus sentiu e o maior peso que teve de carregar sobre os Seus ombros foi o peso da nossa enfermidade espiritual, foi o terrível e incalculável peso dos pecados de toda a humanidade. Os pecados das gerações passadas, os pecados da geração presente, assim como os pecados das gerações futuras, e isso inclui a minha e a sua vida.

E nós, o que temos feito de Jesus, o ungido de Deus chamado o Cristo, o qual se fez maldição por nós? Não vamos nos envergonhar da Cruz de Cristo, pois Ele a carregou em nosso lugar. Que possamos compreender em Deus o verdadeiro sentido do sacrifício do Seu Amado Filho.

sábado, 9 de abril de 2011

SOLDADO FERIDO

porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. 

Efésios 6.12

Estamos em guerra. Mas não é a guerra que assistimos na TV. De assassinatos, brigas, violência, destruição de patrimônios e de vidas. A nossa luta não é contra carne ou sangue. Não é contra o homem ou próximo, pelo contrário, Jesus disse: amai-vos uns aos outros. 

A nossa luta é contra o mal que existe no mundo: os dominadores deste mundo tenebroso. Quando Jesus estava na cruz, morrendo por nós, depois de todo o sofrimento empregado a sua alma e corpo, ele olhou para os seus executores (soldados, autoridades, o povo que exigiu sua morte) e disse: "Pai, perdoai, porque não sabem o que fazem."

Se cada um de nós olhasse o mundo assim: Estamos em guerra. mas minha luta não é contra o próximo, mas contra o mal, viveríamos melhor e em paz.
Lembre-se que muito soldados feridos que precisam do nosso cuidado e amor. Ótimo Sábado, debaixo da paz de Jesus.  

Júnior - Soldado Ferido.
 

ELE QUASE NÃO PODIA AJUDAR

Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei;  entra no gozo do teu Senhor.

Mateus 25.21

Moody contou a história de um homem que atravessou de barco o Atlântico. Ele ficou tremendamente enjoado e confinado ao camarote.

Uma noite ouviu um grito: “Homem ao mar!”.

Não havia nada que ele podia fazer para ajudar. Então disse para consigo mesmo, “Ao menos posso colocar a minha lanterna na vigia”.

Esforçou-se por se manter de pé enquanto segurava a lanterna de modo a esta poder brilhar na escuridão.

No dia seguinte, soube que a pessoa que foi resgatada disse: "Estava a afundar-me definitivamente pela última vez quando alguém colocou uma luz numa vigia. Como a luz incidiu na minha mão, um marinheiro num salva-vidas agarrou-a e puxou-me."

Todos os que ostentarem a sua luz, ou usarem pelo menos um talento, independentemente de ser pequeno, ajudarão a realizar o propósito de Deus na Terra, e glorificarão assim o Salvador.

Fonte: http://www.gospelcom.net/rbc/pd/2000/Abril2000.htm

sexta-feira, 8 de abril de 2011

MORTE NO RIO

E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes, cheios de toda injustiça, malícia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade; sendo difamadores,  caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais,

Rm 1.28-30

As imagens e relatos sobre o ataque a escola no Rio de Janeiro me chocaram. Uma tristeza profunda tomou conta da minha alma ao pensar que aquilo poderia acontecer com meu filho e acho que todo brasileiro de bem também se sentiu assim.

A gente pensa que o mundo está violento, que já viu de tudo, mas  a maldade humana sempre nos surpreende, porque o ser humano que não possui Deus no coração, ele tem a capacidade negra de inventar males.

O atirador de Realengo entrou na Escola, esperou na porta da sala os alunos entrarem e atirou neles. Os relatos dos sobreviventes da frieza e brutalidade desse assassino são comoventes. O versículo acima revela claramente a personalidade desse indivíduo.

A carta deixada pelo atirador revela um homem espiritualmente confuso - ora fala do islamismo ora do cristianismo. A Bíblia diz que por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes.

Quero me solidarizar ao Rio de Janeiro, as Famílias dos mortos e feridos e a todo homem e mulher que está com o coração triste pelo ocorrido. 

"A saída é voltarmos a amar a escola, fazermos da escola um altar, e um altar da paz, e não uma vítima da violência. Nada vai pagar o que aconteceu nestes dias com essas crianças, com seus familiares, mas pelo menos teremos uma lição, a de que nenhum de nós pode dizer que não tem algum tipo de culpa. Nós todos temos culpa pelo que vem acontecendo com a escola brasileira" ( Senador Cristovam Buarque)

quinta-feira, 7 de abril de 2011

A FORÇA DO LOUVOR

Jeremias 32:7 - "Ah, Senhor Deus, eis que fizestes os céus e a terra com Teu grande poder; coisas alguma Te é demasiadamente impossível"

Queixar-se, em vez de louvar e adorar, é um sinal de que não somos gratos a DEUS e de que duvidamos de Sua bondade e fidelidade. Mostra que não cremos que DEUS realmente é quem diz ser. Quando nós nos queixamos, mostramos que não confiamos em DEUS e que tememos que ELE não atenderá ao nosso chamado. Duvidamos que nada é impossível para ELE. Nossa falta de fé coloca uma barreira entre nós e o SENHOR, e, com isso, bloqueamos o caminho pelo qual o poder DELE pode nos abençoar.

Louvar a DEUS nos momentos de difíceis abre o caminho pelo qual uma nova infusão de fé vem à nossa alma. Este é o poder oculto do louvor. Quando louvamos ao nosso sábio DEUS que conhece todas as coisas, o ato de louvá-LO abre o canal pelo qual ELE nos concede Sua sabedoria e um conhecimento de Sua vontade. Este é o poder que se esconde no louvor a DEUS.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

DORMIR EM PAZ

Em paz me deito e logo pego no sono, porque, SENHOR, só tu me fazes repousar seguro.

Salmo 04.8

Hoje em dia,  muitas são as pessoas que não têm uma boa noite de sono. Elas se deitam, relaxam, mas não conseguem dormir. O sono foge delas. É certo que uma boa parte apresenta problemas clínicos, mas a maioria não, é assaltada pela solidão, angústia da alma, problemas do dia a dia,  preocupações da vida, aflições do coração e muito mais.

O que fazer se a mente fica cheia de preocupação? Se os soldados da inquietação afastam a paz do interior do homem? Mergulhar no mundo dos remédios? Para alguns, essa é a solução para afastar a apneia! No entanto, se tornar dependente de medicamentos nunca ajudou a dormir melhor.

O salmista diz que nunca teve problemas para dormir: "Em paz me deito e logo pego no sono". Para se dormir bem, é preciso duas coisas: 

1. Estar em paz - A maioria das pessoas não sabe o que é paz: elas estão em guerra contra o marido, a mulher, os filhos, o vizinho, um conhecido, e o pior, consigo mesmo e com Deus. Só a paz de Jesus pode afastar da alma toda a angústia e preocupação: Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize (Jo 14.27)

2. Ter a proteção de Deus - Construimos altos muros, colocamos grades nas janelas, criamos um cão bravo, Mas não sentimos segurança, continuamos preocupados no coração. Só a proteção de Deus nos tira toda e qualquer preocupação com o futuro. porque, SENHOR, só tu me fazes repousar seguro.

Que Deus te abençoe.

Cristina Mel - Te Peço Paz.

 

segunda-feira, 4 de abril de 2011

DEIXE DEUS FALAR

Salmos 46:10 - “Aquietai-vos e sabei que EU sou DEUS;...”

Períodos de silêncio entre orações são um privilégio e uma bênção. Não vamos entrar em pânico quando houver uma calmaria, apenas ouça a voz de Deus! A oração é uma conversa a dois com DEUS.

Hoje o silêncio é quase uma arte perdida. De alguma forma achamos que temos que falar com DEUS o tempo todo, mas há coisas maravilhosas que DEUS nos quer dizer. ELE tem respostas às nossas perguntas, segredos que ELE quer partilhar conosco, e, contudo O bombardeamos com o nossos “muito orar”, “nossas petições”. Esquecemos de que DEUS está apenas esperando para nos dizer algo grandioso se tão somente LHE dermos a oportunidade.

Aprendemos a ficar quietos o tempo suficiente para DEUS nos dizer algo? É no silêncio que a nossa comunicação se torna um diálogo.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

CRER OU SENTIR?

Romanos 1:17 – “...O justo viverá pela fé.”

A presença de Deus não é assunto de sentimento. Não percebemos Deus pelos nossos sentidos nem pela nossa emoção. Mesmo que o céu esteja coberto por espessas nuvens negras, perceba que o sol continua brilhando em seu percurso. Mesmo que não haja qualquer evidência da presença de Deus, Ele continua presente em todo lugar, o salmista mesmo declara em Salmo 139:7-10 - “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá.”

Temos que Crer reio na presença de Deus em todo lugar nesse universo porque a sua palavra afirma que Ele está presente em qualquer lugar. Isto é fé, pois a fé se baseia apenas na suficiência da Palavra de Deus. Ainda que não passamos a sentir a menor comprovação e não haja qualquer sinal de sua presença no universo, temos que crer que Deus está bem presente porque sua palavra afirma. A fé está relacionada apenas com a Palavra de Deus. Se não houver sinal da Palavra de Deus não há a menor fagulha de fé. Ninguém que crê baseado na Palavra de Deus precisa de qualquer sentimento para colaborar com a sua fé, pois a verdadeira confiança só carece da verdade de Deus para se sustentar.

Isso significa que temos que ser contra o sentimento? Não. Absolutamente não. Mas o sentimento nunca será o fundamento da fé. Ninguém precisa de emoção para crer; se houver alguma emoção em sua crença, tudo bem. O sentimento não pode ser a locomotiva do trem, mas pode ser um vagão. A fé depende somente da Palavra de Deus para se manifestar e o sentimento pode ou não acompanhar a fé. Romanos 1:17 “ Visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.”

A fé é a certeza que veremos e teremos as coisas que precisamos e pedimos a Deus. Fé não é a “sensação” que seremos atendidos, é a certeza que Deus faz o impossível. Não é o sentimento do coração, mas a palavra que revela, que faz toda a diferença. “Crer ou sentir?” eis a questão! Creia mesmo que não sinta, eis a solução!