sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

MAIS UM POUCO!

Diversas vezes na Bíblia, os fatos vividos por seus personagens não são narrados com pormenores, ficando a cargo do leitor tentar descobrir o que Deus quis comunicar ao nosso coração com algumas passagens. Por exemplo, a Bíblia afirma que Isaque se casou com Rebeca aos 40 anos de idade (Gn 25.20) e que ele orou para que ela lhe desse filhos. Somente no versículo. 26 descobriremos que Isaque teve seus filhos aos 60 anos, isto é, ele orou 20 anos para que o Senhor fizesse Rebeca, mãe.

Vinte anos de oração por uma única causa. Será que estamos dispostos a perseverar por tanto tempo em oração? Nos nossos dias, muitos cristãos pensam que oração é como balcão de lanchonete, pede uma vez e em cinco minutos recebe seu pedido. No reino de Deus, não é assim! Se você realmente deseja algo do Senhor, deve pedir com fé e manter-se perseverante em sua oração. É isso que aperfeiçoa nossa fé e nos ensina a compreender os caminhos que Ele tem reservado para nós.

Ore mais um pouco… a vitória está cada dia mais próxima!

DEVOCIONAL AMOR EM CRISTO
http://salmo37.wordpress.com/

OBSERVAR A SI MESMO

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

DESCULPAS

Às vezes, a gente usa desculpas para não fazer o trabalho de Deus. No entanto, é preciso deixar claro que nenhuma Desculpa é Aceitável! Da próxima vez que você achar que tem um motivo para DEUS não usá-lo, lembre-se das seguintes pessoas:

1.Noé foi bêbado

2.Abraão era muito velho

3.Isaque era um partidarista até injusto

4.Jacó era um mentiroso

5.Lia era feia

6.José foi escravo e assediado

7.Moisés foi um assassino[como Davi e Paulo]

8.Ester era órfão e prisioneira de guerra

9.Gideão era medroso

10.Sansão desobediente aos pais.

11.Raabe era prostituta

12.Davi adulterou

13.Jeremias e Timóteo eram muitos jovens

14.Elias era desprezível suicida

15.Isaías pregou nu

16.Jonas fugiu de Deus

17.Noemi era viúva

18.Jó perdeu tudo

19.João Batista comia gafanhotos

20.Os discípulos dormiram enquanto Jesus orava

21.Marta se preocupava com tudo

22.Felipe via dificuldade

23.Maria Madalena era endemoniada

24.Zaqueu era muito baixo

25.Pedro era muito impulsivo

26.Marcos tinha desistido de tudo

27.Timóteo tinha úlcera de estômago

28.E Lázaro já havia morrido! 

29. João e André eram homens incultos

Fonte: http://www.sfnet.com.br

PREPARA-SE

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

SE ALGUÉM TEM SEDE


No último dia, o grande dia da festa, levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a Mim e beba. 

S. João 7:37.

O pior lugar do mundo onde sentir sede é em um deserto. Lembro-me de ter visto fotos numa revista anos atrás, mostrando dois casais que tinham ido fazer piquenique no deserto, em algum ponto do Egito, e se haviam perdido. As primeiras fotos mostravam os quatro desfrutando o lanche. Fotos posteriores já os revelavam sofrendo de sede. A última foto, aparentemente tirada pelo último sobrevivente, mostrava os outros mortos. A máquina fotográfica e os corpos foram encontrados por uma equipe de resgate.

Conta-se que antigamente, quando as caravanas de árabes ficavam com pouco suprimento de água, enviavam um cavaleiro adiante para encontrar um oásis. Depois de algum tempo, mandavam um segundo cavaleiro atrás dele, e depois um terceiro. Assim que o primeiro homem encontrava água, gritava para aquele que o seguia: "Venha!" Este, por sua vez, gritava para o outro: "Venha!" e o último repetia o convite para a caravana. Assim encorajados, homens e animais prosseguiam na esperança de em breve matar a sede.

A pior sede no mundo não é uma sede orgânica de água. É sede por aquela água que somente Jesus pode dar. Muitos que padecem dessa sede sentem que algo está faltando, mas não sabem o que é. Necessitam é da água da vida, que Cristo oferece.

Mas você já percebeu que, em Seu apelo aos pecadores sedentos, Jesus fala a respeito de você e de mim? Imediatamente após nosso verso de hoje, Ele diz: "Rios de água viva correrão do íntimo de todo aquele que crer em Mim." S. João 7:38 (A Bíblia Viva). Essa expressão nos inclui, não é verdade?

Como crentes, somos a noiva de Cristo (ver II Cor. 11:2). É por nosso intermédio que Ele distribui a água da vida. Mas essa é uma obra que não podemos fazer sozinhos. É por isso que Apocalipse 22:17 diz: "O Espírito e a noiva dizem: Vem. Aquele que ouve diga: Vem. Aquele que tem sede, venha, e quem quiser receba de graça a água da vida."

Fonte: http://www.advir.com.br/sermoes/

CONFIRME SUA RESERVA

Por isso, irmãos, procurai, com diligência cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum. 

II S. Ped. 1:10.

Tempos atrás, um amigo meu entrou distraidamente no avião errado. Só descobriu o engano depois de ter-se ajeitado confortavelmente no assento, quando o avião estava pronto para a decolagem! Por sorte, teve tempo de sair e embarcar no avião em que devia estar.

Em 1984, Michael Lewis, estudante na Califórnia, não teve tanta sorte. Depois de uma visita de três meses à Alemanha, ele estava retornando para sua casa em Oakland, via Los Angeles. Em Los Angeles, quando um funcionário da viação aérea da Nova Zelândia anunciou o embarque para Aukland, Lewis entendeu Oakland e entrou no avião. Depois de já estar voando, Lewis descobriu o equívoco, mas era tarde para o avião retornar. Quando voltou para os Estados Unidos (nada menos que por cortesia da viação aérea da Nova Zelândia!), ele explicou que o problema era que os neo-zelandeses "falavam diferente"...

Nós sorrimos por causa do erro de Lewis. Cometer esse engano é embaraçoso, mas errar no que diz respeito ao nosso destino eterno não é nada engraçado. A Bíblia fala de pessoas que, no dia do juízo, pensarão estar "a bordo" rumo ao Céu, só para descobrir que estão chegando ao lugar errado. Lemos acerca disso em S. Mat. 25:31-46. Essas pessoas protestarão: "Senhor, Senhor! porventura, não temos nós profetizado em Teu nome, e em Teu nome não expelimos demônios, e em Teu nome não fizemos muitos milagres? Então [Cristo lhes dirá] explicitamente: Nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, os que praticais a iniqüidade." S. Mat. 7:22 e 23.

Você e eu podemos evitar esse engano trágico, ao confirmar agora mesmo a nossa vocação e eleição. Isso quer dizer verificar o destino e conferir nossa reserva toda vez que o Espírito de Deus nos falar ao coração. É o Espírito Santo que nos convence quando estamos no caminho errado e, apontando o certo, diz: "Este é o caminho, andai por ele." Isa. 30:21.

Se você está sentindo o apelo do Espírito Santo ao seu coração agora mesmo, por que não verificar o destino e confirmar a sua reserva?

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

SIGA EM FRENTE

Não use o sucesso como uma desculpa para descansar em cima das suas realizações; não use o fracasso como desculpa para desistir. Glen Beckman

Quando os seus esforços trazem o resultado que você busca e mesmo quando os resultados tão esperados não veem, - ainda assim - siga em frente. Dê as boas vindas às realizações com humildade, dê boas vindas aos retrocessos e siga em frente!

Não importa o que tenha acontecido, a sua melhor escolha agora é seguir em frente, continue a aprender, a manter o esforço e manter-se aprimorando. Construa novos valores com aquilo que funciona e acumule valiosas experiências através daquilo que não funciona.

A abundância da vida está totalmente ao seu redor e cada novo dia traz consigo novas oportunidades e novas gratificações. Deus é bom. Use cada dia que esse maravilhoso Deus lhe dá para viver a fim de seguir em frente e traga as suas melhores possibilidades para a vida.

Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade! Lamentações 3:22-23
Nélio DaSilva

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

UMA TRISTE HISTÓRIA

"Que aproveita ao homem, ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?" 

S. Marcos 8:36

Jesus contou a história de um homem rico cujas terras produziam uma colheita tão abundante que seus celeiros não eram suficientemente grandes para comportar todos os cereais. Assim, ele fez planos para destruir os celeiros velhos e construir outros novos para armazenar sua riqueza.

"Ah!", ele suspirou. "Tenho em depósito muitos bens para o resto de minha vida. Agora posso parar de trabalhar e divertir-me." Naquela noite ele morreu. Os outros comeram sua comida. Os outros moraram em sua propriedade. Os outros gastaram o dinheiro dele. Jesus disse que esse homem foi insensato.

As pessoas hoje agem com a mesma insensatez. Veja, por exemplo, a história de Britton Hadden.

O Sr. Hadden, juntamente com Henry R. Luce, criou a famosa revista internacional Time. Seu ideal era tornar-se um milionário até alcançar os trinta anos de idade.

Em Nova Iorque, o Sr. Hadden perseguiu seu alvo com entusiasmo. As pressões do trabalho fizeram com que passasse a maior parte do tempo no escritório. Se ele queria tornar-se um milionário, ele não tinha tempo para fazer exercício, dormir, ou comer refeições normais.

Ele trabalhava até tarde, e depois ficava acordado até mais tarde frequentando reuniões sociais. Ele jantava e dançava, confiante que seu sonho em breve se realizaria.

Então, um dia sua garganta começou a doer. A infecção piorou e ele foi levado às pressas para o hospital. Lá, Henry Luce trouxe-lhe as boas novas que ele tinha alcançado seu ideal; ele era um milionário Britton Hadden realizou seu sonho a tempo; mas ele estava doente demais para aproveitar o dinheiro. No dia 26 de fevereiro de 1929, ele morreu, deixando toda a sua fortuna para outra pessoa.

Quão melhor não teria sido se Britton Hadden tivesse tomado tempo para comer, dormir, fazer exercício, e viver uma vida equilibrada. Quão melhor não teria sido se ele tivesse tomado tempo para conhecer a Deus e ajudado o seu próximo.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

DOMÍNIO PRÓPRIO

Um senhor disse a um jovem: "Eu tenho muito que fazer durante o dia".

O jovem lhe indagou dizendo: "Que tanta coisa o senhor faz durante o dia que eu não percebo?"

O senhor lhe respondeu: "Preciso domesticar 2 FALCÕES, tenho 2 COELHOS para vigiar, 2 ÁGUIAS para dirigir, 1 SERPENTE para controlar, 1 LEÃO para acorrentar e 1 DOENTE para tratar e esperar o seu fim".

O jovem contestou: "Mas nenhum homem tem de fazer todas estas coisas ao mesmo tempo!"

"Ah!" Corrigiu o velho. "Mas comigo acontece justamente isto. Os 2 FALCÕES são os meus OLHOS; Os 2 COELHOS são os meus PÉS; As 2 ÁGUIAS minhas MÃOS; A SERPENTE é a minha LÍNGUA; O LEÃO o meu CORAÇÃO e O DOENTE o meu próprio corpo.

Esta é a tarefa diária que temos para conquistar Domínio Próprio.

CONVIVER COMO IRMÃOS

sábado, 15 de fevereiro de 2014

O QUARTO BILHETE

Uma vez, viajando de ônibus com minha família, de Kolar a Bangalore, no Sul da índia, pedi quatro bilhetes ao condutor. Este deu-me somente três, dizendo que fosse esperto e declarasse, quando consultado, que minhas duas filhas tinham menos de três anos. A sugestão era tentadora, mas eu a recusei, afirmando que tal atitude não era justa. 

Reclamei o quarto bilhete, o que cau­sou tanto ao condutor como aos passageiros grande surpresa. O mundo está cheio de seduções, mas para o cristão elas são oportuni­dades desafiantes para uma reação de acordo com o que é reto e bom bri­lhando por Cristo. O mundo precisa de atos que lembrem Cristo. Este é o melhor método de evangelização, pois leva a mensagem de Cristo tanto aos cristãos como aos anti-cristãos. Todo cristão verdadeiro é uma luz. Brilhando, ele cumpre sua grande missão. 

Java Mitra (Índia)

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

A REVELAÇAO (TREMENDA E IMPACTANTE)

Conta-se que lá numa pequena cidade do interior, uma certa mulher crente casou-se com um homem descrente. Eles viviam até bem, pois ele nunca a proibira de ir aos cultos e até a acompanhava na ida e na vinda do templo. Desde que se casaram, ela sempre insistia em convidá-lo para que ele entrasse com ela, mas ele nem queria ouvir falar de Deus, e sempre respondia: “O meu deus é a minha arma e os meus dois cachorros!”

A esposa então,chegou a conclusão de que ela precisava Orar mais para que Deus tocasse o coração de seu marido e o fizesse mudar o seu modo de pensar... Então, a partir daquele dia, fez um propósito com Deus de jejuar, de orar e de ler a Bíblia Sagrada todos os dias, e assim o fez.

Numa determinada noite, um ladrão tentou entrar em sua casa, mas os cães começaram a latir insistentemente, seu marido pegou o revólver e atirou para o alto, fazendo com que o bandido desistisse e fugisse... Quando a esposa chegou na sala, ele disse: “Está vendo? Não te disse que o meu deus é a minha arma e os meus cachorros?”

Aquela mulher não desistiu e continuou orando e se dedicando a Deus todos os dias e noites, e sua fé crescia na medida em que mais intimidade tinha com o Senhor.

Numa outra noite, aquele mesmo ladrão resolveu voltar para por em prática o seu projeto de assalto, e pra isso, deu soníferos aos cachorros envolvidos em pedaços de carnes. Logo em seguida, pulou a janela da sala, que só estava encostada. Em cima da mesa, ele se deparou com uma Bíblia aberta nos Salmos, e lhe chamou a atenção o 1º versículo (que estava marcado) do capítulo 61 “Ouve, ó Deus o meu clamor; e atende à minha oração.” Sentiu-se incomodado, mas prosseguiu... tirou da cintura uma grande faca e estava determinado a tirar a vida do casal para depois roubar-lhes os pertences... mas de repente ele ouve uma voz, era a dona da casa que de joelhos orava em voz audível: “Salva, Senhor, o meu marido, tenha misericórdia dele...” Aquele assaltante se deteve por um instante e sentiu remorso em continuar seu plano. Parado ali, em frente a porta do quarto, observou a cena a sua frente: uma mulher totalmente fiel a Deus enquanto seu marido dormia feito pedra, sem qualquer preocupação aparente... Recuou então seus passos e largou a faca em cima da mesinha, ao lado da Bíblia e sumiu na escuridão da noite

Ao amanhecer, o marido descrente tomou um grande susto ao se deparar com os vestígios de que sua casa fora invadida: a janela estava aberta, aquela faca na mesa, os cães ainda desmaiados... Foi então que chamou a esposa e disse sobre o ocorrido e ela argumentou que se eles estavam ainda vivos fora por causa da providência divina... mas mesmo assim, e com todas as evidências ali, ele ainda confiou somente em si: “O ladrão desistiu foi quando viu a minha arma na cabeceira, ela sim é o meu deus! ”

Tempos depois, aquele homem foi pescar e foi surpreendido por um grupo de índios que lhe espancou covardemente, abandonando-o quase morto à beira do rio. Apareceu um desconhecido que o levou para sua choupana, lá, ele cuidou dos seus ferimentos, deu lhe medicamentos e alimentos, até que ele ficasse bom e pudesse falar. Então, ao recobrar a fala ele deu o endereço da sua esposa e pediu que o desconhecido fosse chamá-la. Na hora da despedida o descrente perguntou para o homem que havia cuidado dele, como poderia pagar e agradecer-lhe por toda a sua generosidade em salvar-lhe a vida. O desconhecido simplesmente disse: “Agradeça a sua mulher que passou noites orando por você. Naquela noite em que entraram em sua casa e deixaram uma faca, era eu que fui para matar vocês. Eu era aquele ladrão e ouvi sua mulher orando e vi a Bíblia aberta. Não consegui matá-los, e hoje eu sou um homem convertido ao Evangelho e você é um homem vivo, graças às orações dela.”

Naquele momento, o homem que se dizia ateu foi tremendamente impactado por aquela revelação e se tornou um crente em Jesus Cristo. Tornou-se um novo homem pelo poder da Oração, da Palavra e do Jejum de alguém que lhe amava de verdade. Quanto poder tem uma oração sincera e perseverante! Pense nisso!

A vida do Senhor Jesus na terra foi uma vida de vitórias sobre o pecado e sobre as tentações, e isso porque foi uma vida de oração. Quer você obter vitória na vida cristã? Seja uma pessoa de oração. A oração não faz com que Deus venha até nós, mas eleva-nos até Ele

Cícero Volney

NA ORAÇÃO

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

SERÁ BEM OU MAL?

Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!

Isaías 5.20

O mundo em que vivemos tem se mostrado cada dia mais hostil aos valores divinos. Prega-se que o casamento é desnecessário, que a família nos moldes bíblicos é inviável e até uma utopia, que os direitos dos homossexuais são incontestáveis e que a vida humana pode ser destruída sem misericórdia através do aborto.

As leis estão sendo moldadas para que interesses meramente humanos sejam alcançados e com vista a justificar ou discriminar práticas reprováveis. Não há interesse com a verdade ou com a vida, unicamente com o desejo carnal e egoísta do homem.

Perdoe-me a sinceridade, mas não vejo os defensores dos fracos e oprimidos ou das minorias sofridas preocupados com o descasos da saúde, da educação, dos sem tetos ou até mesmo com os pobres. Eles defendem o homem que vive segundo os seus pensamentos e sonhos, esquecem-se de que a sociedade precisa ser defendida e confundem preconceito com opinião individual e querem condenar todo aquele que discorda de suas práticas.

Talvez me digam que eu sou retrógrado ou preconceituoso ou até antiquado, no entanto prefiro ver um mundo  que respeite a vida, ame a família, deseje a verdade e tenha espiritualidade necessária para não justificar um erro com outro.

Fandermiler Freitas

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

O CAMPO MAIS RICO DO MUNDO


Ao que enterrou seu talento, lhe respondeu o seu senhor: Servo mau e preguiçoso. 



Mateus 25.26

O lugar mais rico deste planeta não são os campos de petróleo do Kwait, do Iraque ou da Arábia Saudita.

Tampouco, as minas de ouro e de diamantes da África do Sul, as minas de Urânio da União Soviética e as minas de prata da África.

Embora isso seja surpreendente, os depósitos mais ricos de nosso planeta podem ser encontrados a alguns quarteirões da sua casa. Eles estão no cemitério local. Enterrados embaixo do solo.

Dentro das paredes daqueles túmulos estão sonhos que nunca se realizaram, canções que nunca foram escritas, pinturas que nunca encheram uma tela, ideias que nunca foram compartilhadas, visões que nunca se tornaram realidade, invenções que nunca foram experimentadas, planos que nunca passaram da "prancheta" mental e propósitos que nunca foram realizados.

Nossos cemitérios estão cheios de um potencial que permaneceu inerte. Não enterre seu talento!

Fonte: Livro: Conta mais uma!
Editora Mensagem Para Todos.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

A CRUZ DE CRISTO

A morte de Cristo na cruz é um fato central para o cristianismo. É interessante que é da palavra latina “cruz” que vem a palavra “crucial”, isto é, central, importante. Para os budistas, não importa muito como Buda faleceu, mas faria toda a diferença do mundo para os cristãos se Jesus tivesse morrido de um ataque cardíaco nas praias do Mar da Galiléia e não crucificado no alto do Gólgota.

A cruz é o símbolo universal do cristianismo, mesmo num mundo onde mais e mais ela tem perdido o seu significado. Numa pesquisa recente feita na Austrália, Alemanha, Índia, Japão, Reino Unido e Estados Unidos, ficou claro que o símbolo da MacDonalds (o arco dourado) e o da Shell (uma concha amarela) eram muito mais conhecidos do que a cruz.

Muitos dos que a identificam ofendem-se com ela. A cruz de Cristo é motivo de ofensa para muitos hoje, como foi na época em que os primeiros cristãos começaram a falar dela como o caminho de Deus para a salvação. O apóstolo Paulo escreveu:

“Certamente, a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus . . . nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os gentios” (1 Coríntios 1:18,23).

A feminista Deloris Williams é um exemplo moderno de pessoas que se ofendem com a cruz. Ela declarou: “Acho que não precisamos de uma teoria em que os pecado têm que ser pagos pela morte de alguém. Acho que não precisamos de um cara pendurado numa cruz, sangrando, e outras coisas desse tipo” (1999, conferência Re-Imagining God).

Podemos compreender a repulsa natural que as pessoas sentem pela cruz. A execução por morte de cruz era algo terrivelmente cruel. Na verdade, era sadismo legalizado. Foi provavelmente uma das formas mais depravadas de execução jamais inventada pelo homem. Nada mais era que morte lenta por tortura. E realmente funcionava. Ninguém jamais sobreviveu a uma crucificação.

Mas para os que creem, a cruz faz perfeito sentido. A salvação do homem só pode ocorrer através de uma satisfação dada à lei de Deus, que o homem quebrou e tem quebrado sempre. Somente Deus pode perdoar. Mas somente o homem pode pagar. Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, colocou-se no lugar do homem, como representante dos que creem, e sofreu a penalidade merecida, satisfazendo a justiça divina.

Até mesmo pensadores não cristãos afirmam a necessidade da punição merecida. O pesquisador C. A. Dinsmore examinou as obras de Homero, Sófocles, Dante, Shakespeare, Milton, George Elliot, Hawthorne e Tennyson, e chegou à seguinte conclusão: “É um axioma universal na vida e no pensamento religioso que não pode haver reconciliação sem que haja satisfação dada pelo pecado” ("Atonement in Literature and Life" republicado 2013),  .

Portanto, para os que creem, a cruz é mais que um símbolo a ser levado no pescoço ou pendurado nas paredes da igreja. É o caminho de Deus para salvar todo aquele que crê.

Fonte: http://tempora-mores.blogspot.com.br/2014/02/a-cruz-de-cristo.html

A SUA CRUZ


sábado, 8 de fevereiro de 2014

VIVER É SE DEIXAR USAR POR DEUS

Ao contrário do que dizem muitos livros famosos, filmes de grandes bilheterias e seminários dos mais variados, você não irá descobrir o significado de sua vida olhando dentro de si mesmo. É provável que você já tenha tentado isso. Você não criou a si mesmo, logo não há jeito de dizer a si mesmo para que foi criado.

Você não pode chegar ao propósito da sua vida concentrando-se em si mesmo. Você deve começar com Deus. Você foi feito por Ele e para Ele – e, enquanto não compreender isso, a vida jamais terá sentido. É somente em Cristo que descobrimos nossa origem, nossa identidade, o que significamos, nosso propósito, nossa importância e nosso destino. Todos os outros caminhos levam a um beco sem saída.

Muitas pessoas tentam usar Deus para sua auto-realização, mas isso é contrário à natureza e está fadado ao fracasso. Você foi feito por Deus, e não o contrário; viver é deixar Deus usá-lo para Seus propósitos, e não você usar Deus para o que deseja.

Já li muita coisa que sugere formas de descobrir o propósito da minha vida: “Dê importância aos seus sonhos. Defina claramente seus valores. Estabeleça metas. Descubra no que você é bom. Aspire grandes objetivos. Vá a luta! Seja disciplinado. Acredite em si mesmo. Envolva outras pessoas.”

É lógico que essas recomendações frequentemente levam a grandes êxitos. Pode-se em geral ser bem-sucedido ao buscar uma meta, se houver concentração para o fim proposto. Mas, ser bem-sucedido e cumprir o propósito para a sua vida são coisas absolutamente distintas! Você poderá alcançar os seus objetivos pessoais tornando-se um sucesso pelos padrões estabelecidos, e ainda assim falhar em alcançar os propósitos para os quais Deus o criou. Você precisa mais do que conselhos e livros de autoajuda. A Bíblia diz: a sabedoria de Deus trata profundamente de Seus propósitos, não sendo Sua mensagem recente, e sim a mais antiga – que Deus determinou como forma de aflorar o melhor de Si em nós.

Deus não é apenas o ponto de partida da nossa vida: é a fonte dela. Para descobrir o propósito para a sua vida, volte-se para a Palavra de Deus, e não para a sabedoria do mundo. Você deve edificar sua vida sobre verdades eternas, e não sobre psicologia popular, histórias inspiradoras, “achismos” passageiros e estímulos para alcançar o sucesso.. 

A Bíblia diz: É em Cristo que descobrimos quem somos e o propósito de nossa vida. Muito antes de termos ouvido falar de Cristo e de termos erguido nossas esperanças, Ele já tinha Seus olhos sobre nós; já havia planejado para cada um de nós uma vida gloriosa, parte do projeto global que Ele elaborou para tudo e para todos. (Ef 1:11)

Rick Warren, em “UMA VIDA COM PROPÓSITOS”

FORÇA


quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

O SENHOR É QUEM TE GUARDA

J. W. Bashfor foi um homem  que se deleitava em servir ao seu Mestre onde quer que o dever o chamasse. Por isso, depois de haver servido a uma grande congregação como pastor e também a uma grande universidade, como presidente, deixou tudo e foi para a China. Ali fazia jornadas longas e difíceis, e, muitas vezes, perigosas.

Um incidente em sua vida indica a fonte de sua força: Chegou certa noite a uma aldeia e achou o hotel já todo ocupado. O hoteleiro, entretanto, ofereceu-lhe uma cama-de-vento e lhe deu licença para dormir debaixo das árvores. Avisaram-lhe, porém, que havia ladrões por ali.

Ficando acordado por algum tempo, pensava nestas palavras: "...aquele que guarda Israel, nem cochila nem dorme. Jeová é quem te guarda" (SI 121). Então orou: -"Bendito Senhor, não há necessidade de nós ambos ficarmos acordados", e dormiu em seguida.

No outro dia, ao acordar, viu um homem perto dele, em pé: um chinês que nem era cristão o havia guardado durante toda a noite.

"0 Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. O sol não te molestará de dia nem a lua de noite. O Senhor te guardará de todo o mal; Ele guardará a tua alma. O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre" (SI 121.5-8)

NÃO VIVEU


quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

A CIDADE QUE DESAPARECEU

"Buscai o Senhor, vós todos os mansos da Terra, que cumpris o Seu juízo; buscai a justiça, buscai a mansidão; porventura lograreis esconder-vos no dia da ira do Senhor." Sofonias 2.3.

Na noite de 23 de abril de 1971, os residentes de Saint-Jean-Vianney, Quebec, ouviram um ribombo debaixo de suas casas. Alguns examinaram seus alicerces, mas nada encontraram de errado. Outros examinaram suas janelas e viram que tido estava como sempre, em ordem.

Eles não suspeitaram que a terra debaixo deles estava se dissolvendo lentamente e desaparecendo. O solo nesta parte de Quebec é composto de argila com bolsões de areia. As pesadas chuvas e a rápida elevação de temperatura produziram uma constante dissolução da composição deste solo, saturando os bolsões de areia com terra barrenta e liquefeita. As pessoas que habitavam Saint-Jean-Vianney tinham apenas mais 12 dias antes que a cidade desaparecesse.
Na noite de 4 de maio a terra dissolvida alcançou cerca de 30 metros criando uma espécie de rio que rolava a uma velocidade aproximada de 26 quilômetros por hora, indo derramar-se no rio Saguenay a uns 5 quilômetros além. Ele levou consigo 38 casas e 31 vidas.

Os sobreviventes recordaram então certo número de estranhos acontecimentos. Haviam surgido rachaduras nas ruas da cidade.Duas auto-pistas tinham sofrido um rebaixamento de 13 centímetros. Um homem tinha pintado sua casa no outono, e na primavera ela havia sofrido um afundamento de 20 centímetros. Alguns ouviram barulho de água debaixo de suas casas. Veio então o dia 23 de abril. Demasiado tarde eles compreenderam o significado de todos estes sinais.

Como os moradores de Saint-Jean-Vianney, muitos serão apanhados desprevenidos quando Jesus vier. Terras e montanhas desaparecerão. Cidades serão postas abaixo e os ímpios destruídos.

Para os que compreendem as profecias bíblicas isto não será surpresa, pois viram os sinais divinos de advertência na Terra, no mar e nos céus. Peça a seus pais que ajudem você a fazer uma lista desses sinais. Aí você compreenderá quão perto estamos do fim.

Quando os céus se enrolarem como um livro e virmos a Jesus vindo com milhares de milhares de anjos, será então muito tarde para confessar pecados e endireitar erros.

Hoje devemos ir a Jesus. Devemos nos preparar enquanto há tempo, Um dia belos lares e magnificentes edifícios tremerão e virão abaixo. Escolas e igrejas não existirão mais. Nossa única segurança estará em Jesus. Temos de buscá-Lo agora se quisermos estar preparados quando Fie vier.

Canada´s Town that Disappeared", Reader's Digest, fevereiro de 1972, págs. 52-56.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

DIAS NUBLADOS

Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco.

João 20.19

 Nos dias nublados e de chuva intensa, a gente costume ficar em casa. Prefere o aconchego do lar ao ar frio e molhado da rua. Era esse o sentimento dos discípulos após a morte de Jesus. Havia medo e pavor em seus corações. Por isso, trancaram-se em casa e ficaram ali a espera de tempos melhores.

É incrível como o coração da gente, em momentos difíceis da vida, quer esconder-se do mundo. Foi assim com Adão, após pecar, escondeu-se de Deus na tentativa de amenizar sua culpa. Já vi muita gente como Adão que ao errar esconde-se de si mesmo, de Deus e do próximo.

No entanto, a vida me ensinou que esconder-se nunca resolveu nada. Isolar-se nunca faz bem à alma. Os discípulos estavam ali tristes, cansados, desmotivados, sentindo-se sozinhos. Foi a presença de Jesus que mudou toda a situação, alegrou o coração dos discípulos e deu-lhes paz.

Fandermiler Freitas

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

VIRANDO A PÁGINA

E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.


João 8. 11


Por que temos tantas dificuldades em nos libertar do passado? Por que não conseguimos facilmente seguir em frente sem ser afligidos pelo ontem? É preciso ter cuidado para não ser alvo da saudade e viver atormentado pelas tragédias, dores, desilusões e felicidades de outrora.

Nossa vida é como um livro. Cada página narra episódios de um capítulo triste ou feliz. À medida que o tempo passa, as páginas vão sendo escritas. Findada a página, se faz necessário virá-la para iniciar outra. Quem nos dera que tivéssemos esta capacidade intrínseca de virar as páginas de nossa vida com tanta facilidade.

Ao encontrar-se com a mulher adúltera, Jesus lhe disse: "Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais". O que o Mestre quis dizer com isso? Vai-te - é preciso seguir caminhando, a vida continua e a gente não pode parar - não peques mais - o passado não pode ser alterado, mas podemos mudar de atitude. Virar a página significa se desprender do passado e ir em frente.


Que Deus nos ajude a encarar nossas mazelas apenas como fatos da vida e não como cargas. Basta o coração sofrer, basta a alma sentir saudade, não precisamos tornar isso maior do que já é. As páginas precisam ser viradas para que possamos viver a vida que Deus tem para nós.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

AQUI TUDO É ILUSÃO

Um diácono de nossa Igreja ajudou a servir a santa ceia no domingo. Depois ficou uma semana sem aparecer nos cultos, achávamos que ele estivesse viajando, visitando as suas filhas, já que morava sozinho. Na segunda feira de manhã ficamos sabendo que a polícia havia sido chamada até a casa do irmão, o mau cheiro exalava por todo redor. Ele estava já em estado de decomposição. 

Um horror, um quadro triste. Teve que ser enterrado rapidamente, sem velório, apenas com as filhas, poucos familiares, alguns irmãos com os pastores. Na verdade, ele já havia falecido há três dias, por causa de um infarto. Os vizinhos sentiram o cheiro desagradável, e suspeitaram de algo errado. O semblante do irmão era assustador. 

No cemitério avisaram que seria necessário enterrar o mais rápido possível, senão iria estourar. Que situação! 

Vaidade de vaidades, diz o Pregador; vaidade de vaidades, tudo é vaidade. Eclesiastes 1:2. 

De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é dever de todo homem. Eclesiastes 12:13. 

Verdadeiramente é o que nós precisamos fazer. Temer a Deus e guardar os seus mandamentos. A morte pode vir em qualquer momento, e ela virá de um jeito ou de outro para todos. Porque tanta vaidade, tanto orgulho? Somos feito do pó, e voltaremos para o pó. Logo que uma pessoa acaba de falecer já cheira mau. Aqui tudo é ilusão é passageiro. 

O que realmente importa é a nossa alma estar ligada ao nosso Criador, é a certeza de que quando a morte vier, ainda que estejamos sozinhos ou não, é com Jesus, que nós desfrutaremos da graça eterna. 

Porque este Deus é o nosso Deus para todo o sempre; ele será nosso guia até a morte. Salmos 48: 14. 

Precisamos estar preparados. Entregar a nossa vida para Deus e descansar Nele. Estar em comunhão com o nosso coração voltado para as coisas do Pai. Não podemos viver de qualquer maneira, despreparados. 

Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Lucas 12:20. 

Que todos nós, possamos viver sempre de modo agradável para o Senhor. Mantendo o nosso coração limpo e em ordem, livre dos pecados, livre de tudo o que nos afasta de Deus. Que tenhamos nossa consciência tranqüila. Sem medo, na paz. Na dependência do Senhor. 

Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida. João 5:24. 

Aquele que está em Cristo, tem certeza da vida eterna, mas é preciso ficar alerta para não perder a benção. 

Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. Mateus 24:42. 

O que mais importa é a nossa Salvação, nada mais. O hino diz:

“ Ao findar o labor desta vida.
Quando a morte ao teu lado chegar.
Que destino há de ter tua alma. 
Qual será o futuro teu lar. 
Meu amigo hoje tu tens a escolha. 
Vida ou morte tu vais aceitar. 
Amanhã pode ser muito tarde. 
Hoje Cristo te quer libertar...”

Hoje, não deixe para amanhã!



Valéria Belotti

O TREM DESGOVERNADO

"Vede como uma fagulha põe em brasas tão grande selva!"  
S. Tiago 3:5

Na sexta-feira, 13 de março de 1959, um trem se desgovernou, matando um homem e ferindo outros 20.

Tudo começou na metade da tarde, quando o engate que acoplava 15 carros à locomotiva se soltou, a uns 3 quilômetros ao sul de Olímpia, quando manobrava no pátio. Os 15 carros entraram num desvio que levava a Olímpia. Por alguma razão, ninguém teve a ideia de meter a mão nos freios dos 15 carros, quando estes começaram a se mover, às 5:42h da tarde.

Logo 800 mil kg de aço e madeira estavam fazendo mais de quilômetro e meio por minuto em marcha à ré rumo à Estação da Quarta Avenida. Aproximadamente às 5:45h o trem desgovernado chocou-se contra a proteção de aço do fim da linha. Ele arrebentou a plataforma de concreto e atravessou a parede de tijolos da estação, arrasou a estação e foi sair na rua. Finalmente penetrou numa loja de produtos de saúde e parou em meio a uma massa de tijolos, madeira e latas de produtos alimentícios.

Alguns dos carros ainda foram bater em outros estabelecimentos, desconjuntados que ficaram nos choques com os obstáculos. O telegrafista da estação foi morto.

Quanto estrago feito em poucos minutos! Tudo porque alguém se esqueceu de lançar mão dos freios. Até um simples bloco debaixo das rodas teria evitado a tragédia em seu início. Um pequeno descuido levou a vida de um homem, feriu outros 20, e ocasionou milhares de dólares de prejuízo a pelo menos 8 edifícios.

Basta um pequeno verme para estragar uma maçã. Um pequenino engano é suficiente para pôr a perder uma vida. Uma palavrinha apenas basta para liquidar uma amizade. Uma pequena centelha chega para incendiar uma grande floresta.

"Não desconsidereis nunca a importância das coisas pequeninas. As coisas pequenas fornecem a real disciplina da vida. É por meio delas que a alma é exercitada para crescer até à semelhança de Cristo, ou apresentar a imagem do mal." - Mensagens aos Jovens, pág. 202.

Pequenas coisas são importantes, Cuidemos, pois, das pequenas coisas em nossa vida hoje.

The Youth's Instructor, 9 de março de 1965, págs. 6.8.