quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

A PROTEÇÃO DIVINA

Certa manhã em que o missionário Tarr, na África, viajava em carro de boi, por uma estrada quente e poeirenta, chegou a um regato e resolveu parar a fim de tomar banho. Deixando os bois e o carro na estrada, subiu um pouco a barranca do rio até encontrar bonita e calma lagoa; começou então a despir-se.

Alguém parecia dizer-lhe: "Não se banhe aqui. É perigoso." Olhou atentamente em derredor. Nada de anormal parecia haver. Estava certo de que num rio pequeno não existia nenhum crocodilo. A voz fora apenas imaginação sua, pensou. Subiria um pouco mais e tomaria banho.

De novo lhe veio a voz: "Não se banhe aqui. É perigoso." "Estou por certo imaginando coisas hoje", pensou ao sentar-se para tirar o calçado. "Não pode haver perigo aqui. "Aconteceu, então, uma coisa estranha. Imediatamente começaram a tremer-lhe as mãos, de maneira que não pôde desatar o cordão dos sapatos. Não podia obrigar as próprias mãos a fazer o que desejava. "Deve haver aqui algum perigo. Deus está procurando proteger-me." Vestiu-se outra vez e caminhou mais para cima. Depois de banhar-se resolveu voltar cautelosamente pelo mato, a fim de ver se descobria o perigo na lagoa. Caminhou tão silenciosamente quanto possível para não dar qualquer sinal de sua aproximação.

Olhando para a lagoa, através da moita, viu fora d’água, a cabeça de um grande crocodilo! Estaria enganado? Talvez fosse apenas um pedaço de pau. Saltou rápido para a margem e, quase tão depressa, a grande cabeça do réptil desapareceu sob a superfície da água, deixando através da lagoa um círculo de ondulações. Reconheceu então ter ouvido a voz divina, avisando-o de que havia perigo na lagoa. Soube então porque um anjo a seu lado lhe fizera tremer tão violentamente as mãos, a ponto de não poder desatar o cordão dos sapatos. Se houvesse entrado na lagoa teria deparado com a morte horrível e quase inevitável.

Em cima no Céu, velava sobre ele um amoroso Deus. O Senhor olhara lá do Céu, vira o perigo e mandara-lhe o aviso. Mesmo ali, à margem do rio em que fora salvo da morte, o pastor Tarr ajoelhou-se e agradeceu a Deus o Seu protetor cuidado.

Declarou mais tarde ao contar a história: "Ninguém me pode dizer que Deus não vela por Seus filhos exatamente como nos tempos bíblicos. Sei que, se nEle confiarmos, cuidará de nós hoje como sempre o tem feito. Quando acontece qualquer coisa que me poderia fazer duvidar, tudo quanto tenho a fazer é lembrar-me do crocodilo que perdeu o almoço."

Murl Vance / D. P. Silva - Mil Ilustrações

SEGURANÇA


 

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

... E A SEU TEMPO CEIFAREMOS

Um missionário em Urfa, na Turquia, trabalhou por treze anos, sem batizar um só convertido. Tudo era desanimador, humanamente falando. Veio então uma epidemia de cólera. O povo fugia em pânico, abandonando à morte os enfermos. O missionário, esquecido de si mesmo, atendeu os doentes, terna e incansavelmente. Os sãos e os moribundos bendiziam o seu nome. Desgastado e exausto, ele próprio caiu, finalmente, vítima da peste. Todos os sobreviventes carregaram o seu corpo, com tristeza e reverência, para um pequeno bosque fora da cidade. Parecia agora que o trabalho do missionário havia chegado ao fim. 

Foi-lhe apontado, contudo, um substituto, que ao chegar, foi recebido por um grande grupo e levado com honras para Urfa. Grandes números voltaram-se para Cristo e uma boa casa de culto foi erguida dedicada à memória do "homem que morreu por nós". O grão de trigo havia caído na terra, e preciosa fora a colheita.

Informativo DSA / D. P. Silva - Mil Ilustrações

FÉ QUE NÃO SALVA

 

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

DEIXE O AMOR VENCER

Gritamos muito no pátio da escola primária. Todos os meninos marcharam pelo playground gritando: “Os meninos são melhores que as meninas!” Em resposta, as meninas desfilaram pela escola anunciando: “As meninas são melhores que os meninos”. Nós éramos um campus feliz.

Muitos se sentem bem gritando. Mas faz algum bem? Parece-me que há muitos gritos acontecendo. Nas ondas da rádio, em adesivos de para choques, nas mídias sociais.

“Acima de tudo, amem-se profundamente, porque o amor cobre uma multidão de pecados” (1 Pedro 4:8). Uma coisa é ter uma opinião; é outra coisa provocar uma briga. Vamos raciocinar juntos. Vamos trabalhar juntos. E se a troca de opiniões falhar, deixe o amor vencer. Se o amor cobre uma multidão de pecados, não pode cobrir uma multidão de opiniões? Resista ao impulso de gritar.

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “Let Love Succeed”

É IMPOSSÍVEL


 

domingo, 16 de janeiro de 2022

CAMINHO ERRADO

E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. 

Mateus 7:14

há alguns meses via a história de um jovem que foi acampar com  dois amigos e se perdeu na mata. Os bombeiros o procuraram por 20 dias e como não encontraram nenhum vestígios, desistiram das buscas. O pai do garoto, no entanto, nunca desistiu e após 71 dias de procura intensa encontrou o filho agonizando. Ele morreu em seus braços.

Essa história me faz lembrar do que Jesus nos disse no livro de Mateus: como é importante andarmos no caminho certo. Andando no caminho certo chegaremos ao destino certo. O mestre não estava falando literalmente das coisas dessa vida, algo muito maior, já que nessa caminhada, nós só temos uma única chance de acertar ou errar.

Mas como desassociar esse ensino da nossa vida? impossível! Mesmo assim fica o lembrete: Deus deseja que cada homem e mulher compreenda que a responsabilidade pelo futuro e destino eterno de cada um é consequencia do caminho, primeiro escolhido, depois trilhado por nós.

Fandermiler Freitas 

MILAGRE

 

sábado, 15 de janeiro de 2022

A VEREDA DOS JUSTOS

"Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito." 

Provérbios 4.18

Todo mundo gostaria que os dias sempre fossem claros e ensolarados. A neblina é incômoda e até perigosa, e na estrada traz consequências desastrosas. Fiquei impressionado com uma experiência que tive nas montanhas das imediações de Zurique, na Suíça, quando a visão não atingia 20 metros. Disse a meus familiares: "Venham, vamos subir até o sol". E de fato, apenas algumas centenas de metros acima, a cerração sumiu repentinamente, e nos encontramos na clara luz do sol.

O mesmo acontece na vida do crente. Será que você não anda muitas vezes por regiões escuras e nebulosas, sem nenhuma visão, com grande perigo de colidir com seu próximo, porque está irritado pela sua falta de visão espiritual? Não lhe parece muitas vezes que, em seu íntimo, só existe desesperança porque o sol da graça se esconde? O que fazer numa situação desesperadora, quando você se sente deprimido e abatido? Faça a única coisa correta: olhe para o alto! "Mais perto quero estar, meu Deus de Ti!" Resistindo ao inimigo e aproximando-se de Deus, as nuvens perigosas de cerração se afastam da sua alma. A escuridão é afastada de você, e imediatamente você obtém novamente a visão clara vinda de cima, de Jesus, o Autor e Consumador da fé!

http://www.chamada.com.br/

DIFERENÇA

 

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

SAIA E EMPURRE

Porque cada qual levará a sua própria carga.

Gálatas 6:5

Nos dias dos carros puxados a cavalo um homem foi informado de que havia primeira, segunda e terceira classes; como todos os bancos lhe pareciam iguais, ele comprou passagem de terceira por ser evidentemente mais barata.

Durante algum tempo, tudo correu bem e o homem congratulou-se por ter feito alguma economia. Contudo, mais um pouco e chegaram ao pé de uma íngreme ladeira e o cocheiro, freando os cavalos, gritou: 

— Passageiros de primeira classe conservem seus lugares, de segunda saiam e andem a pé e vocês de terceira empurrem o carro".

O que precisamos no trabalho do Reino são passageiros de terceira classe, aqueles que empurram. Não os de primeira que somente apreciam os outros trabalhando, nem os de segunda que estão prontos a andar e se afastam quando se apresentam as dificuldades, mas os de terceira que suportam "a carga e o calor do dia".

Christian Herald / D. P. Silva - Mil Ilustrações

SEM CRUZ

 


quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

MILHO DE PIPOCA

Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre. Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira.

São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser.

Mas, de repente, vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor.

Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos.

Há sempre o recurso do remédio: APAGAR O FOGO! Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também. Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que a sua hora chegou: VAI MORRER.

Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela.

A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM!

E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado. Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar.

São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem.

A PRESUNÇÃO e o MEDO são a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira.

Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém.

Extraído do Livro “O Amor que acende a lua” de Rubem Aves
Fonte: http://webservos.com.br/gospel/reflexoes/Reflexoes_show.asp?id=16682

A QUALIDADE


quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

A ÚLTIMA MEIA LIBRA

A nossa história passou-se em Hull, cidade do norte da Inglaterra. 

Um jovem tinha decidido seguir a carreira missionária. Tendo sido aceito por uma Sociedade Missionária, que tinha começado a evangelizar a China, começou a seguir os respectivos estudos. 

Durante a sua preparação, deu-se um pequeno desencontro entre o pai do estudante e a Sociedade Missionária, sobre quem havia de pagar as despesas. Como resultado tanto o pai como a Sociedade deixaram em certa ocasião, o estudante sem recursos. O estudante, por sua vez, pensou em escrever ao pai e à Sociedade e mostrar a sua situação aflitiva, mas por fim pensou: "Antes de partir para o campo missionário eu devo experimentar a minha fé, enquanto estou na minha terra, para ver se Deus pode ou não olhar por mim, mesmo que tenha de operar milagres. 

"Com esta resolução, saiu para dar um passeio com a última meia libra na algibeira. A quem ele encontraria primeiro? Foi um pobre irlandês que lhe pediu que fosse ver a mulher, que estava a morrer.

O nobre estudante foi imediatamente, subindo a um casebre, onde encontrou a moribunda, rodeada de vários filhos cheios de fome. Diante daquele quadro e antes de orar pela enferma, sentou-se atormentado com a ideia de que sua última meia libra podia matar a fome àqueles inocentes. E resolveu o caso orando ao Senhor para ajudar a ter coragem de dar a sua meia libra, confiando que o Senhor fizesse o milagre de lhe dar outra! E assim fez.

Voltou para casa sem dinheiro algum, mas sentia-se feliz pelo ato que praticara. Para comer naquela noite ainda encontrou em casa alguma coisa. Só Deus sabia a sua situação. No dia seguinte, à hora do almoço, deu-se o milagre; o correio trouxe-lhe uma carta com uma nota de meia libra!

Este estudante veio a ser o abençoado Hudson Taylor, que fundou e desenvolveu a grande Missão do Interior da China, que tem vivido de fé, do poder da oração, seguindo em geral a norma de não pedir nada a ninguém, mas só a Deus e Deus tem correspondido, enviando-lhe os meios para ser uma das maiores missões da China. Que grande é o poder da fé e da oração!

Milagres Modernos / D. P. Silva - Mil Ilustrações


 

terça-feira, 11 de janeiro de 2022

UMA ORAÇÃO NO SENADO

Interessante oração feita em Kansas na sessão de abertura do Senado deles. Parece que oração ainda chateia algumas pessoas. Quando pediram para o ministro Joe Wright abrir a nova sessão do Senado de Kansas, todos estavam esperando o tradicional discurso, mas isso foi o que eles ouviram: 

"Pai celeste, nós estamos diante de Ti hoje para pedir Teu perdão e para buscar Tua direção e liderança. Nós sabemos que Tua palavra diz, 'Cuidado com aqueles que chamam o mal de bem,' mas isto é exatamente o que temos feito. Nós perdemos nosso equilíbrio espiritual e revertemos nossos valores. Nós exploramos os pobres e chamamos isso de loteria. Nós recompensamos preguiça e chamamos isso de bem-estar. Nós cometemos aborto e chamamos isso de escolha. Nós matamos os que são a favor do aborto e chamamos de justificável. Nós negligenciamos a disciplina de nossos filhos e chamamos isso de construção de auto-estima. Nós abusamos do poder e chamamos isso de política. Nós invejamos as coisas dos outros e chamamos isso de ambição. Nós poluímos o ar com coisas profanas e pornografia e chamamos isso de liberdade de expressão. Nós ridicularizamos os valores dos nossos antepassados e chamamos isso de iluminismo. Sonda-nos, oh, Deus, e conhece os nossos corações hoje; nos limpa de todo pecado e nos liberta. Amém!"

A resposta foi imediata. Um número de legisladores saíram durante a oração em forma de protesto. Em 6 semanas, a igreja chamada Central Christian Church, onde o Rev.. Wright é pastor, recebeu mais que 5.000 ligações e somente 47 foram negativas. A igreja agora está recebendo pedidos internacionais de cópias desta oração, como a Índia, África e Korea. 

O comentarista Paul Harvey colocou essa oração no ar no seu programa de rádio 'O Resto da História', e recebeu o maior índice de ouvintes que o seu programa já teve. Com a ajuda do Senhor, deixe essa oração ir para todo o canto da nossa nação. Para que essa oração, novamente, de todo o nosso coração volte a ser nosso desejo, para que possamos de novo ser chamados 'uma nação dirigida por Deus

TESOUROS DE DEUS

 

segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

CONFIE NA SUA HERANÇA

Normalmente pensamos em Josué como tomando a Terra Prometida. É mais preciso pensar em Josué como acreditando na palavra de Deus. Deus disse: “Eu te darei todo lugar onde puseres os pés, como prometi a Moisés” (Josué 1:3). Josué liderou os hebreus para cruzar o Jordão, derrubar os muros de Jericó e derrotar os trinta e um reis inimigos. Cada vez que ele enfrentava um desafio, ele o fazia com fé, porque confiava em sua herança.

E se você fizesse o mesmo? Diante de você está uma parede de medo de Jericó. Tijolo após tijolo de ansiedade e pavor. É uma fortaleza que lhe mantém fora de Canaã. As circunstâncias dizem: “Escute seus medos.” Sua herança diz o contrário: você é um filho do rei. Seu amor perfeito expulsa o medo. Siga em frente. Escolha sua herança.

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “Trust Your Inheritance”

MODIFICAR