quarta-feira, 18 de outubro de 2017

ESPERAR DEM DEUS

Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face, e o meu Deus
Salmo 42.11


Quando penso neste versículo, eu gosto de imaginar a figura de Noé. Ele fora comissionado para uma missão: salvar sua família de um iminente dilúvio. Ouvindo a voz de Deus, se pôs a construir uma embarcação capaz de suportar os dias difíceis que viriam.

Enquanto construia, ele aguardava o céu escurecer. Os anos se passaram e ele continuou martelando a madeira. Os amigos, conhecidos e familiares com certeza o incentivaram a parar a obra, mas ele permaneceu firme em seu propósito, porque ele esperava em Deus.

A maioria das pessoas pensa que esperar em Deus é sentar-se e, apenas, contemplar o Pai fazer todo o trabalho. Isso nunca foi assim e nem será. Deus está pronto a ajudar, mas no seu tempo e modo. Enquanto isso, precisamos continuar a viver de modo fiel e sincero. É preciso continuar trabalhando....

O Salmista tinha certeza que Ele não precisa ser desesperar. Pois a salvação de Deus estava chegando. Podia até demorar, mas nunca Deus nunca iria falhar.

Bem-aventurados todos os que esperam nele - Isaías 30.18 

Fandermiler Freitas

terça-feira, 17 de outubro de 2017

A MAJESTADE DO AMOR DE DEUS

Como está escrito: Amei a Jacó, e odiei a Esaú. 
Romanos 9:13

Um cavalheiro, que pensava consistir o cristianismo somente em problemas misteriosos, disse a um velho ministro: Parece-me muito estranha a seguinte declaração: "A Jacó amei, mas aborreci a Esaú."
 
"Sim, é muito estranha", disse o ministro, "porém, qual é a parte que lhe parece mais estranha?" "Oh!", respondeu o cavalheiro, "o que concerne ao aborrecimento de Esaú."
 
"Bem, senhor", replicou-lhe o ministro, "quão maravilhosamente somos feitos e quanta diferença há entre um e outro!" A parte mais inconcebível desta história é como Deus pôde amar a Jacó. Não há mistério tão profundo como o do amor de Deus. - N.T.Mil Ilustrações

VIVA OS TEUS DIAS

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

ESPERA EM DEUS

Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei pela salvação da sua face.

Salmo 42:5

Nos dias de hoje, é tão fácil de se abater... A gente tem tantas preocupações, tantas coisas a resolver, tanto problemas a solucionar, gasta tanta energia em busca de dias melhores que acaba sempre  com o coração inquieto e abatido quando não atinge resultados satisfatórios.

O Salmista enfrentava dias assim. Sua alma parecia atordoada com as aflições da vida. Era tão forte o seu desânimo que ele precisava constantemente perguntar a sua alma: "Por que estás abatida?"

No entanto, o que mais me chama a atenção no versículo acima é a reação do Salmista diante da tristeza que maltrata a sua alma. Ele diz: "alma, esperar em Deus". Davi tinha um relacionamento aberto com seu interior. Ele segurava sua alma pela mão e gritava em seus ouvidos: "Espera em Deus, não te perturbes."

A reação natural do corpo ao desequilíbrio da vida é se sentir complemente derrotado. O filho de Deus, porém, não pode reagir assim. Ele tem Deus em seu auxílio e, precisa apenas aprender a esperar no Pai. 

A FELICIDADE

domingo, 15 de outubro de 2017

O FÓSFORO E A VELA

Certo dia o fósforo disse para a vela: "Minha missão é te acender."

- Ah, não, disse a vela. Tu não vês que se me acendes meus dias estarão contados. Não faz uma maldade dessa não.

- Então queres permanecer toda a tua vida assim dura, fria, sem nunca ter brilhado, perguntou o fósforo.

- Mas ter que me queimar. Isso dói. Consome as minhas forças, murmurou a vela.

- Tens toda razão, respondeu o fósforo, esse é precisamente o mistério de tua vida. Tu e eu fomos feitos para ser luz. O que eu, como fósforo, posso fazer é muito pouco. Mas se passo a minha chama para ti, cumprirei com o sentido de minha vida. Eu fui feito justamente para isso: para começar o fogo. Tu és vela. Tua missão é brilhar. Toda tua dor, tua energia se transformará em luz e calor.

Ouvindo isso a vela olhou para o fósforo que já se estava apagando e disse: "Por favor, acende-me."

PROFESSOR


sábado, 14 de outubro de 2017

O DIA DE DIZER OBRIGADO A DEUS

Dentro de alguns dias, em todas as partes dos Estados Unidos e em outros cantos do mundo, será celebrado o "Dia de Ações de Graças" (Thanksgiving Day). Observado anualmente na quarta quinta-feira do mês de novembro, esse feriado foi instituído em 1863 pelo presidente Abraham Lincoln, que declarou: "O ano que está prestes a se encerrar foi repleto de bênçãos de campos frutíferos e céus propícios. A estas dádivas generosas, tão apreciadas e tão constantes, a ponto de tendermos a nos esquecer de sua origem, outras têm sido acrescentadas. Elas são as graciosas dádivas do Deus Altíssimo".

É interessante notar que Lincoln instituiu esse feriado durante a Guerra Civil americana, também conhecida como "A Guerra Entre Estados". Ao invés de se fixar na luta contínua que estava dilacerando a estrutura da Federação, o presidente optou por se concentrar em realidades positivas: "A paz com todas as nações tem sido preservada, a ordem mantida, as leis respeitadas e obedecidas, e a harmonia tem prevalecido em todas as partes, exceto no cenário do conflito militar". 

Anos atrás auxiliei um grande amigo, Albert Diepeveen, a escrever o relato das provações e desafios que ele enfrentou ao longo da vida, cujo livro ele deu o seguinte título: "Diga, "Obrigado", Mesmo Quando Não Se Sentir Grato". Suas profundas observações apontam que qualquer um pode se mostrar agradecido quando as coisas estão correndo bem, mas será que é possível ser reconhecido e grato quando as coisas não estão indo da maneira que se desejou ou esperou? 

Quando você pode paga todas as suas contas do mês e ainda lhe sobra dinheiro para gastar, para poupar e investir, é fácil se mostrar agradecido. Mas e quando emergências inesperadas esgotam sua conta bancária e o fazem ultrapassar os limites de seu crédito pessoal... Você ainda pode se mostrar grato?

Quando sua carreira avança dentro do planejado, você consegue ultrapassar suas metas e receber elogios do seu chefe, é fácil ser agradecido. Mas e quando você é preterido e não obtém a promoção que esperava, não atingiu as metas (em parte, por circunstâncias fora do seu controle) e seu chefe o está pressionando, cobrando produtividade... É fácil se mostrar grato nessa ocasião? Quando faz o seu controle de saúde anual e recebe um atestado de "ótima saúde" é fácil ser agradecido. Mas e quando o seu médico franze misteriosamente as sobrancelhas enquanto o examina, pede uma série de exames e o resultado não é nada bom... Você consegue ainda ser grato? 

Quando seu casamento está indo bem e sua família está em harmonia, o amor e a paz são abundantes, é fácil ser agradecido. Mas e quando seu cônjuge diz que talvez fosse melhor "darem um tempo", ou seus filhos se encontram em sérios problemas... Você ainda é capaz de ser grato? A Bíblia fala claramente a este respeito. "Alegrem-se sempre... Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus" (I Tessalonicences 5.16;18).

Pela perspectiva de Deus, devemos ser agradecidos por todas as situações que Ele permite em nosso caminho - sejam elas boas ou ruins. Isto não soa estranho ou incompreensível? Não para um seguidor de Cristo, porque a promessa é: "Porque sou Eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro" (Jeremias 29.11).

Deus quer que creiamos - e confiemos - que Ele está no controle de todas as circunstâncias que enfrentamos, confiantes de que se Ele as permitiu em nossa vida, as usará para o nosso bem. Essa crença nos fará ser gratos por todas as coisas. 

Robert J. Tamasy

DINHEIRO

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

MAR VERMELHO

Porém Deus fez o povo rodear pelo caminho do deserto perto do mar Vermelho;

Ex.13.18

Em algum momento da vida já esteve em um caminho sem saída? Você olha para todos os lados e não ver nada em que possa se agarrar. Foi assim que o povo de Israel se encontrava quando Faraó com seus seiscentos carros se levantaram contra eles.

A saída do Egito tinha sido comemorada com festa e alegria, o povo avançava rumo a terra prometida e o coração de cada homem, mulher e criança ia cheio de sonhos. Depois de ver o que Deus tinha operado no Egito, cada israelita acreditava ser tudo possível.

No entanto, quando ao longe uma pequena nuvem de poeira se ergueu no deserto, anunciando que Faraó e seu exército os perseguiam, toda alegria virou tristeza. Quem disse que a vida com Deus é só alegria? O Pai Exige fé e confiança. Por isso, não se admires de ver um cristão autêntico sofrer ou passar dificuldades. As adversidades fazem parte da vida com Cristo. Elas moldam nosso caráter e nos modelam.

O povo apressou-se em fugir, no entanto a única coisa que encontrou foi o Mar Vermelho, e então lamentou ter ouvido Moisés e obedecido a voz de Deus. Já vi muitas pessoas agirem assim, basta o Mar Vermelho surgir no horizonte para perderem toda a convicção em Deus e desacreditar de suas promessas.

O Mar Vermelho foi o primeiro obstáculo que pôs o povo a prova. Israel mostrou-se fraco e  rebelde. Deus nos ama e deseja levar-nos a uma terra prometida. Mas uma coisa é certa: dificuldades, obstáculos e provas surgirão durante nossa caminhada. Cada Mar Vermelho que se erguer será a oportunidade de crescer, evoluir e ver o poder de Deus agir.

O QUE É LIBERDADE?


terça-feira, 10 de outubro de 2017

A PORTA ABERTA

"Melhor é buscar refúgio no Senhor do que confiar no homem." 

Salmo 118:8

Prédios adicionais eram necessários para o Colégio de Avondale, mas não havia dinheiro. O presidente da Missão Australiana, A. G. Daniels, se dirigiu aos madeireiros, aos serralheiros, aos construtores, e pediu-lhes que vendessem material e trabalhassem a crédito.

Prometeu-lhes efetuar o pagamento tão logo chegasse um dinheiro que estava aguardando da Associação Geral, provavelmente na primeira semana de maio.

Maio chegou, e chegou também a mala postal. Sim, havia uma carta, mas nenhum cheque! A igreja na América estava tendo problemas ela mesma e os irmãos sugeriam que os planos de construção fossem suspensos.

Era muito tarde para esta medida. Que devia fazer o Pastor Daniels? Ele se dirigiu ao bosque de eucaliptos e clamou a Deus pedindo ajuda. Permaneceu ali toda a noite, e na manhã do dia 3 de maio veio-lhe a certeza de que Deus proveria o dinheiro. Logo após a refeição matinal o Pastor Daniels saiu para a cidade, confiante de que encontraria o dinheiro.

Na manhã seguinte ele leu na hora do culto Dan. 6:16. As palavras "Que Ele te livre" pareciam estar ali em letras maiúsculas na página.

Isto lhe deu fé para crer que Deus proveria o dinheiro para livrar o colégio de uma situação embaraçosa. Na margem ele escreveu: "7:30 da manhã. 4/5/99." Nessa tarde às 4 horas ele e um amigo resolveram passar por determinado banco. Embora já houvesse passado da hora de fechar, a porta estava ainda ligeiramente aberta. Os dois entraram e o banqueiro disse desconcertado: "Como conseguiram entrar?" "A porta estava aberta e nós simplesmente entramos", os homens responderam.

O banqueiro sabia que havia fechado a porta a chave e passado a corrente com cadeado. No entanto ali estavam dois homens diante dele que haviam entrado por essa porta fechada! "Que desejam?" ele indagou.

Não levou muito tempo ao Pastor Daniels para explicar ao homem a situação. Às 5 horas ele tinha em suas mãos 300 libras australianas.

Nessa noite o Pastor Daniels de novo abriu sua Bíblia em Dan. 6:16 na hora do culto, e escreveu na margem: "Cumprido. 5:00 h da tarde. 4/5/99." Às vezes pessoas em quem depositamos confiança falham conosco. A igreja pode nos faltar como faltou ao Pastor Daniels. Nossos amigos podem não cumprir sempre suas promessas. Mas Jesus jamais falha. Suas promessas são certas. Você pode contar com Ele!

História do Adventismo, C. Mervyn Maxwell, págs. 89 e 90.

O SILÊNCIO

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

O TREM DA ALEGRIA

Todas as viúvas o rodearam, chorando e mostrando as túnicas e vestes que Dorcas fizera quando estava com elas.

Atos 9.39

Certo dia, tomei café da manhã com um homem que vendeu jornais e engraxou sapatos por quase 60 anos nas ruas de uma cidade de Idaho, nos Estados Unidos.

Ele me contou sobre a sua vida naqueles dias, e como as coisas haviam mudado. Eu lhe perguntei: "- O que mais mudou, desde então?"

Ele disse: "As pessoas, elas não se importam mais umas com as outras."

Como exemplo, ele contou-me sobre a sua mãe, que muitas vezes deu comida a homens que vinham à sua casa. Cada dia, ela preparava comida para a sua família e então fazia diversas refeições a mais porque sabia que viajantes sem nenhum lar iriam aparecer na hora das refeições. Ela tinha uma profunda compaixão por aqueles em necessidade.

Certa vez, ela perguntou a um homem como ele encontrou o caminho até a sua porta. Ele disse-lhe: "O seu endereço está escrito em todas as paredes dos vagões de trem em que os mais miseráveis viajam clandestinamente".

Autor Desconhecido

ENQUANTO LUTA


domingo, 8 de outubro de 2017

NUNCA FALTE UM CÂNTICO

Venham! Cantemos ao Senhor com alegria! Aclamemos a Rocha da nossa salvação. Vamos à presença dele com ações de graças; vamos aclamá-lo com cânticos de louvor. 
Salmos 95:1-2

Nada representa melhor a alegria do salvo do que o desejo de cantar e louvar ao Pai. Músicas alegres e cheia de adoração expiram da alma do que teve sua vida alcançada pelo amor de Deus. É inevitável!

Por isso, quando vejo um cristão com grandes dificuldade de entoar canções e expressar-se na adoração, sinto que algo perigoso está acontecendo no interior desse homem, porque a presença do Espírito Santo implica no desejo de adorar a Deus.

Minha oração é que Deus me encha do amor divino, para que em minha alma nunca falte a vontade de louvar ao Criador pela salvação, pelo amor de Jesus demonstrado na cruz e que em meus lábios sempre existam um cântico de amor e gratidão. Na verdade, é necessário que o coração sinta prazer em declarar as misericórdias do Pai.

Louvemos ao Pai por seu tão imenso amor em nos acolher em seus braços. Vamos aclamá-lo com cânticos de louvor.

Fandermiler Freitas

ERRO EXPLICADO

sábado, 7 de outubro de 2017

HERÓIS NÃO CANTADOS

"Havia um memorial escrito diante dEle para os que temem ao Senhor, e para os que se lembram do Seu nome."  

Malaquias 3:16.

Henry Wadsworth Longfellow celebrizou Paul Revere. Este tem o seu nome nos livros de histórias dos Estados Unidos. Sua estátua permanece em Boston, Massachusetts. Todo americano mais ou menos culto conhece a história deste homem que cavalgou cerca de 18 quilômetros para advertir os milicianos sobre a aproximação dos ingleses. 

Poucos sabem os nomes respectivamente de Israel Bissel e Sybil Luddington, ambos precedentes a Paul Revere na tarefa de levar a mesma mensagem.

Israel Bissel, um cavaleiro - vigia de 23 anos de idade, deixou Watertown, Massachusetts, na mesma noite. Usando dois cavalos alternadamente ele viajou dia e noite durante quatro dias e seis horas a fim de levar a mensagem ao Congresso Continental reunido em Filadélfia. 

Dois anos mais tarde Sybil Luddington, 16 anos, filha do coronel Luddington, cavalgou toda a noite para reunir as tropas de seu pai na defesa de Danbury. 

Enquanto que um poema, uma estátua, e livros de história comemoram a façanha de Paul Revere, Israel Bissel e Sybil Luddington jazem no esquecimento nas suas sepulturas da Nova Inglaterra. 

Assim é a vida! Muitas obras boas e nobres atos ficam sem nenhuma lembrança. Há muitos heróis não cantados. 

Já lhe aconteceu de você sentir-se entristecido alguma vez por não ver reconhecidas boas coisas que você fez? Já se sentiu desanimado ao ver que alguém com menos mérito do que você tem recebido reconhecimento, enquanto você não? 

Sua família e seus amigos podem não notar, mas Deus nota. Ele jamais esquecerá o que você fizer por Ele e o bem que fizer a outros. "Pois Deus não é injusto para esquecer vosso trabalho e amor", escreveu Paulo.

O verso de hoje diz que Deus tem um livro de memórias. O Salmo 112:6 afirma que nós estaremos em "lembrança eterna" diante de Deus. Livros de histórias e estátuas um dia serão destruí dos, mas o que Deus registra em Seu livro será lembrado para sempre. Aqui é onde eu gostaria de ter registrados os meus atos. E você? 

Courage in Crtsis, págs. 84-87.

O FUTURO COMEÇA AGORA