terça-feira, 28 de junho de 2011

A BÍBLIA ASSADA

"Há centenas de anos, o povo da Boêmia era proibido de possuir ou ler a Bíblia. O imperador da Áustria, a cujo país a Boêmia então pertencia, publicou um decreto declarando que a nação era católica romana e ordenando a todo o povo que obedecesse às normas daquela igreja. Os sacerdotes proibiam ao povo comum de possuir Bíblias. Muitos, porém, possuíam-nas e se recusaram desfazer-se delas.

Os sacerdotes enviavam então soldados às casas para procurá-las e confiscá-las. Quando os habitantes de alguma vila ouviram que os soldados se aproximavam de sua localidade, apressavam-se em esconder suas Bíblias em lugar oculto. Assim, ainda que os soldados investigassem toda a casa, completa e rudemente, muitas Bíblias não eram achadas. Freqüentemente se dava às crianças a tarefa de vigiar e anunciar a aproximação dos soldados de suas residências. Estas crianças eram tão fiéis e prudentes, que os soldados não podiam convencê-las a dizerem onde poderiam achar o Livro Sagrado.

Certo dia anunciou-se numa casa: "Os soldados estão vindo para cá." Estava presente apenas uma jovem menina, ocupada em amassar o pão. Ao ouvir a voz baixa e ofegante da sentinela, a menina esperta, depressa estendeu sua massa, colocou a Bíblia no centro e rapidamente cobriu-a com a mesma, colocou-a numa forma grande e introduziu-a no forno.

Quando depois de alguns minutos, os soldados chegaram, ela os esperou à porta e, em resposta à sua demanda pela Bíblia, lhes disse calmamente que podiam investigar a casa e ver se encontravam uma. Procuraram em cada canto da cabana, mas não acharam nenhuma. Se tivessem aberto a porta do forno, teriam visto somente um pão grande a crescer.

"Muitos anos depois, o neto da heroína desta história emigrou para a América e estabeleceu-se no nordeste de Ohio. Trouxe consigo a Bíblia que sua avó salvara das mãos dos soldados. Foi desde então cuidadosamente guardada como relíquia dos dias que felizmente não mais existem. Que faria você se a polícia chegasse a sua casa e requeresse cada Bíblia que lá houvesse?

– Stories to Tell, págs. 103, 104. do livro "Mil Ilustrações Selecionadas", Dr. D. Peixoto da Silva, Casa Publicadora Batista, Rio de Janeiro, 1966

sexta-feira, 24 de junho de 2011

A CASA DOS MIL ESPELHOS

Tempos atras em um distante e pequeno vilarejo, havia um lugar conhecido como a casa dos 1000 espelhos.

Um pequeno e feliz cãozinho soube deste lugar e decidiu visitar. Lá chegando, saltitou feliz escada acima até a entrada da casa. Olhou através da porta de entrada com suas orelhinhas bem levantadas e a cauda balançando tão rapidamente quanto podia.

Para sua grande surpresa, deparou-se com outros 1000 pequenos e felizes cãezinhos, todos com suas caudas balançando tão rapidamente quanto a dele. Abriu um enorme sorriso, e foi correspondido com 1000 enormes sorrisos.

Quando saiu da casa, pensou: "Que lugar maravilhoso! Voltarei sempre, um montão de vezes."

Neste mesmo vilarejo, um outro pequeno cãozinho, que não era tão feliz quanto o primeiro, decidiu visitar a casa. Escalou lentamente as escadas e olhou através da porta. Quando viu 1000 olhares hostclore is de cães que lhe olhavam fixamente, rosnou e mostrou os dentes e ficou horrorizado ao ver 1000 cães rosnando e mostrando os dentes para ele.

Quando saiu, ele pensou: "Que lugar horrível, nunca mais volto aqui. "

Todos os rostos no mundo são espelhos. Que tipo de reflexos você vê nos rostos das pessoas que você encontra?

Folclore Japonês
(Tradução Sergio Barros - site Fonte Reflexão)

quarta-feira, 22 de junho de 2011

QUEM É O CULPADO?

Êxodo 23.25 - "Servireis ao Senhor, vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e tirará do vosso meio as enfermidades."



Quem é o culpado pelos seus problemas? O governo, a economia, seu patrão, seus clientes, seu cônjuge, seus vizinhos, seus filhos, seus pais, seus empregados? Quando você lança a culpa pelos seus problemas em outras pessoas, você passa a dar a essas pessoas o controle da sua vida. A única maneira de assumir de volta este controle é assumindo a sua própria responsabilidade. O fato é que você é a razão de seus problemas, e não as circunstâncias. Foi você quem os escolheu e lhes trouxe até onde você está.

Isso é deprimente? Desencorajador?  Vergonhoso?Não, absolutamente; porque o passado já passou. O importante é assumir a responsabilidade pela situação presente. Lançar culpa em alguém pode lhe trazer uma enganosa sensação de bem estar, mas qual é o resultado prático que isso lhe traz?

O que importa é: o que é que você irá fazer hoje? Você vai se sentar e lamentar pela maneira como foi tratado? ou você irá se levantar e, com a graça e a bênção de Deus, criar uma vida de excelência para si mesmo? A escolha é sua. Você é responsável pela sua situação e pelas suas ações. Você está no controle. Remova a culpa, assuma a sua responsabilidade e um novo e radiante horizonte irá surgir à sua frente.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

MANTENHA SEU GARFO

Havia uma jovem mulher que tinha uma doença terminal e lhe foi previsto apenas mais três meses de vida. Desta forma, ela começou a colocar suas coisas "em ordem". 


Passado algum tempo, ligou para um amigo e pediu que viesse à sua casa para discutirem determinados aspectos de seus últimos desejos. 

Conversaram sobre vários pontos e ela lhe disse sobre todas as suas vontades relacionadas ao serviço funerário. Tudo estava em ordem e o amigo preparava-se para sair quando a mulher lembrou-se de algo muito importante para ela. 


- Tem mais uma coisa! Disse excitada 


- Do que se trata? Perguntou o amigo. 


- Isto é muito importante. - a mulher continuou - Eu quero ser enterrada com um garfo em minha mão direita. 


O amigo ficou olhando a mulher sem saber o que dizer. 


- Isto é uma surpresa para você, não é? A jovem mulher perguntou. 


- Bem, para ser honesto, estou confuso com este seu pedido. Respondeu o amigo. 


A mulher então explicou: Quando eu era criança e visitava minha avó, quando no jantar os pratos começavam a ser recolhidos, minha vó inclinava-se em minha direção e cochichava em meu ouvido: "Mantenha o seu garfo". Era minha parte favorita porque eu sabia que algo melhor estava por vir... como o bolo de chocolate ou a torta de maçã. Algo sempre maravilhoso, e com substância! - Assim, eu apenas quero que as pessoas me vejam lá no caixão com um garfo em minha mão e então perguntarão "para que é o garfo?". Então quero que lhes diga: "ela mantém seu garfo porque o melhor está por vir". 


Tradução Sergio Barros

domingo, 19 de junho de 2011

TRAIDOR

Marcos 14:18 – “Quando estavam à mesa e comiam, disse Jesus: Em verdade vos digo que um dentre vós, o que come comigo, me trairá”.

É chegado o momento da última ceia. Nessa íntima ocasião de despedida, na qual o Senhor Jesus estava desejoso de falar francamente a Seus discípulos, algo angustiava Seu espírito, em João 13:21 – Ditas estas cousas, angustiou-se Jesus em espírito.... Não era a cruz que se aproximava, mas a tristeza de saber que ali, entre os doze, havia um homem que decidira sua própria ruína.

"Um dentre vós... me trairá." Por sua vez, os discípulos se entristecem e interrogam uns aos outros. Eles não têm aqui a mesma confiança em si mesmos que aparece nos versículos 29 e 31, quando de suas solenes afirmações de devoção, particularmente por parte de Pedro.

Após a saída do traidor, João 13:30 – “Ele, tendo recebido o bocado, saiu logo. E era noite”, o Senhor institui a santa ceia como memorial. Ele abençoa, parte e distribui o pão aos Seus; a seguir, toma o cálice e, tendo dado graças, dá-lhes também a beber dele. Então lhes explica o significado desses símbolos que são simples e mesmo assim solenes, representando os grandes feitos dos quais trariam contínua recordação: Seu corpo entregue e Seu sangue derramado, os sólidos fundamentos de nossa fé.

Amigo, quão bom é estar na mesma mesa junto com o Senhor Jesus, então por que não se unir àqueles que, a cada primeiro dia da semana, fazem a vontade do Senhor celebrando a Sua ceia, enquanto esperam a Sua volta?

Após a ceia, o Senhor vai com os Seus onze discípulos para o Monte das Oliveiras.


sábado, 18 de junho de 2011

O SUJEITO DO ESPELHO

Quando você conseguir o que quer na sua busca por vitórias, e sentir-se com frequência um rei no mundo, vá até seu espelho, olhe-se por uns momentos e veja o que a imagem refletida tem para dizer.

VEJA BEM: Não é com o julgamento do seu pai, mãe, esposa, marido, filhos ou amigos, etc. que você tem que se preocupar. O veredicto que mais importa em sua vida é o do sujeito que olha para você no espelho.

É a ele que você tem que agradar. Não se importe com o restante. Você poderá chegar limpo lá no fim da linha, terá vencido seus maiores desafios, superado as mais difíceis provas se o sujeito do espelho for seu amigo.

Você pode ser um sucesso para o mundo, ter um brilhantíssimo desempenho e pensar que você é um ser maravilhoso, mas o sujeito do espelho o convencerá de que você é uma farsa se você não puder olhá-lo direto nos olhos.

Você pode enganar o mundo inteiro por anos a fio, e ganhar tapinhas nas costas por onde passar, mas a sua recompensa final poderá ser dores e lágrimas se você enganar o sujeito do espelho.


Silvia Schmidt *Humancat*
Tradução e adaptação do texto 'The Man in the Mirror' de Dale Wimbrow 

sexta-feira, 17 de junho de 2011

MILHO DE PIPOCA QUE NÃO PASSA PELO FOGO CONTINUA A SER MILHO PARA SEMPRE

Farei passar a terceira parte pelo fogo, e a purificarei como se purifica a prata, e a provarei como se prova o ouro; ela invocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: é meu povo, e ela dirá: O SENHOR é meu Deus.Assim acontece com a gente. 

Zacarias. 13.9

As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. Mas, de repente, vem o fogo. 

O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor. Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos. Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo! 

Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também. Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela. A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM! E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado. 

Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira. Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém. 

Extraído do livro "O amor que acende a lua".

Rubens Alves

quinta-feira, 16 de junho de 2011

MAL OU BEM

Gênesis 50:20 - "Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; Deus, porém, o intentou para o bem".

Conta-se a história de que um homem, certa vez, tentou matar Samuel L. Brengle lançando um tijolo em sua cabeça. Brengle sobreviveu ao ataque, mas passou um longo tempo em recuperação. Durante o tempo de convalescência ele escreveu muitos artigos inspiradores que foram colocados em um livro cujo título era "Auxílios PARA a SANTIDADE". O livro se tornou um grande sucesso. a esposa do Brengle dizia: "Se não houvesse o tijolo, não haveria o livro!" Ela guardou o tijolo e escreveu nele algumas palavras do Velho Testamento. Eram as palavras de José para os irmãos que o venderam como escravo: "Vós, na verdade,intentastes o mal contra mim; Deus, porém, o intentou para obem"

É comum isso acontecer conosco. Aquilo que nos parece ser a pior coisa já acontecida em nossa vida acaba se tornando, mais tarde, o ponto de partida para um grande triunfo.

Muitas vezes murmuramos por um acontecimento negativo em nossas vidas. Achamos que tudo deu errado, que o Senhor não nos abençoou e, pouco tempo depois, constatamos que a bênção foi muito maior do que aquilo que esperávamos.

Deus é sábio e nos reserva sempre o melhor. E para nos abençoar grandemente é capaz de nos dizer "não". Ele sabe que poderemos ficar tristes e abatidos com aquela resposta, mas sabe também que nos alegraremos muito mais quando a grande bênção por Ele preparada for derramada sobre nós.

Assim como o Senhor transforma todo o mal contra nós em momentos de grande júbilo, também utiliza os fracassos como ponto de partida para grandes vitórias. Se a tristeza nos fere o coração durante a noite, a manhã trará uma alegria sem medida. Se os nossos dias estão imersos em trevas, logo voltará a brilhar o sol trazendo a felicidade.

Com Cristo, até o mal será sempre Bem.

OMISSÃO TRÁGICA

Há uma necessidade constante de a igreja oferecer aos que a procuram resposta práticas sobre como viver neste mundo. Os seus ministros devem-se preparar com hinos e mensagens que saciem seus ouvintes e os convidem a aproximar-se de Deus.

Conta-se que em certa ocasião três pessoas foram à igreja para receber ajuda.

A primeira, era um comerciante que abriu falência e por isso pensava suicidar-se.A segunda, era um jovem de gosto extravagante que, crendo não ganhar suficiente, pretendia roubar de seu patrão. A terceira, era uma jovem de hábitos alegres que se viu tentada a abandonar a senda da virtude. O coral cantou um hino referente a edificar os muros de Sião. O ministro elevou uma oração eloquente ao Senhor e logo pregou um sermão sobre o tema: "Há habitantes em Marte?"

E assim, como não receberam nada que saciasse sua fome, pelo contrário foi lhe oferecido ilusões e pedra em vez de pão, as três almas se afastaram da igreja vazias e cheias de angústias.

Tempos depois, o negociante se suicidou; o jovem roubou e foi preso e a jovem se entregou à uma vida de dissipação.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

DEUS VEM ME SOCORRER

O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra.


Salmos 121:2 



Eu gosto de assistir um programa chamado "Sobrevivi". Ele narra a história de homens e mulheres que sobreviveram a situações extremas na qual a morte era a mais provável aposta.

Assim como esses homens que lutaram pela própria vida, nós estamos diariamente em guerra contra o mal,  a tristeza e a infelicidade. Não podemos negar que os inimigos da paz, os guerreiros da discórdia são muitos e que, contaminados pelo mal, muitas vezes, as guerras são perdidas, a fé abalada e um clima de abatimento apodera-se da alma.

Nós enfrentamos lutas e inimigos mais poderosos que nós, maiores que todas as nossas forças e não conseguiremos sair vencê-los sozinhos, precisamos de ajuda. Às vezes, um amigo resolve, um abraço anima, uma palavra conforta, outras não.

Eu preciso amigos, abraços, palavras, mas nada me faz tanta falta que Deus, Ele é quem me dá força, amparo. O Pai tem sido âncora na tempestade, abrigo no desespero e auxílio quando todos falham. Amigos se mostraram impotente, Deus nunca...

Bruna Karla - Deus me Socorre.

O PREGUIÇOSO

Numa região montanhosa, havia uma caravana de pessoas, cada qual carregando sua cruz. Todas as cruzes eram do mesmo tamanho, porém, umas eram mais leves e outras mais pesadas. Havia na fileira, um retardatário que preguiçoso e comodista carregava sua cruz com má vontade e rebeldia. 

Ele notou que os que estavam a sua frente se perdiam de vista. Resolveu então parar e cortar um pedaço de sua cruz. Pensou: "Assim andarei mais rápido e passarei na frente de todos." Caminhou apenas alguns quilômetros com sua cruz, agora mais leve e deparou com um precipício.Ficou imaginando como os demais tinham atravessado. Percebeu então que cada um tinha usado a sua própria cruz como ponte. Infelizmente a sua cruz estava cortada e não alcançava o outro lado do precipício. Assim, ele teve de retornar e apanhar uma nova cruz.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

CONFIAR APENAS EM DEUS


Salmos 125:1 - "Os que confiam no SENHOR são como os montes de Sião, que não se abala, firme para sempre."

A palavra confiar significa acreditar. E isso pode vir junto ao descansar, esperar, porque Ele agirá. Os americanos cunharam em sua cédula a seguinte frase: “We trust in God”, isto é “Nós confiamos em Deus”. Para explicitar que eles confiam no SENHOR e não na prata.

A confiança não é no “Dinheiro”. Porque o dinheiro, ele é simbolicamente números. O homem o transformou e passou a idolatrá-lo. Isso tornou uma questão séria. Pode-se verificar o que o bem material faz em nossas vidas. Ele modifica caráter, temperamento, emoções e o relacionamento entre os seres vivos. Ele foi feito para ser servo do homem e não “senhor” de sua vida.

Ele, o Senhor, nos destinou para dominar sobre toda a Terra. Todavia, por conta da concupiscência dos olhos e da soberba da vida, os homens praticam atos impiedosos que prejudicam e traz prejuízo a si mesmo e as futuras gerações.

Portanto, mantenham-se a sua confiança em Deus. Ainda que as suas riquezas prosperem não confiem nelas. Elas vão e vem, por certo, não são eternas. Elas ajudam, porém, não deve ocupar o centro de adoração ao Rei dos reis. Adore e confie no Senhor dos senhores.

domingo, 12 de junho de 2011

O SEGREDO DA FELICIDADE A DOIS

Embora fôssemos uma família humilde, minha mãe sempre preparava com muito carinho a primeira refeição do dia. Era ovo frito com farinha, outro dia era ovo escaldado, pão com ovo... Tudo feito com simplicidade. 

Ao acordar, naquela manhã, quando retornei da lua-de-mel para ir ao trabalho, pensei que encontraria a mesa posta, o café da manhã preparado. Como estava acostumado com os hábitos de mamãe, pensei que acordaria com aquele gostoso cheirinho que vinha sempre da cozinha lá de casa. 

Olhei para o lado e vi minha esposa, dormindo profundamente. Feito um anjinho - de pedra! Raspei a garganta, fiz barulho tentando acordá-la. E nada! Fui para o trabalho irritado, de barriga vazia. O local do trabalho ficava a uns cinco minutos do apartamento que alugávamos. Ao me sentar à mesa de trabalho, sentindo o estômago roncar, abri a Bíblia no seguinte trecho: "Façam aos outros a mesma coisa que querem que eles façam a vocês" (Lc 6:31).

Disse pra mim mesmo: "O Senhor não precisa dizer mais nada." Lá pelas nove horas da manhã, hora em que se podia tirar alguns minutos para o café, dei um jeito de ir até o apartamento, não sem antes passar em uma padaria e comprar algumas guloseimas. Preparei o café da manhã e levei na cama para Neusa. Ela acordou com aquele sorriso tão lindo! Estamos para completar Bodas de Prata. Nesses quase 25 anos de casamento, continuo repetindo esse gesto todos os dias. E com muito amor! Estou longe de ser um bom marido, mas a cada dia me esforço ao máximo. Tenho muito a melhorar; tenho de ser mais santo, mais paciente, mais carinhoso. Sinto-me ainda longe disso, pois o modelo que estou mirando é Jesus: "Marido, ame a sua esposa, assim como Cristo amou a igreja e deu a Sua vida por ela" (Ef 5:25). 

O casamento é um desafio, pois a todo o momento temos que perdoar e pedir perdão. A cada dia temos que buscar forças em Jesus, pois sem Ele nada podemos fazer (Jo 15:5). Quando Paulo se despedia dos cristãos em Éfeso, citou uma bela frase de Jesus (que, aliás, não está nos Evangelhos): "É mais feliz quem dá do que quem recebe" (At 20:35). Quando se descobre isso no matrimônio, descobre-se o princípio da felicidade. 

Por que muitos casamentos não têm ido adiante? Porque o egoísmo tomou conta do casal. É o "cada um por si" que vigora. Estamos na sociedade do descartável: copo descartável, prato descartável, etc. Mas pessoas não são descartáveis: e o que não é descartável precisa ser cuidado para ser durável. 

O mundo precisa do testemunho de casais de que o matrimônio vale a pena! E, para que isso aconteça, é necessário um cuidado amoroso e carinhoso por parte do marido e da esposa. Ambos têm o dever de cuidar um do outro com renovados gestos de carinho e perdão diariamente. É preciso declarar todos os dias o amor, em gestos e palavras. A primeira palavra que sempre digo para minha esposa ao iniciar o dia é: "Eu amo você." Não é fácil dizer isso, às vezes, pois muitas vezes acordo de mal comigo mesmo. Então, faço uma oração pedindo ao Espírito Santo e Ele me dá a força do amor para amar naquele dia. Recebo de Deus a força do perdão. Faça isso agora também. Declare seu amor!

Aos solteiros e aos que ainda não se casaram, quero dizer o seguinte: se você estiver pensando em casar para ser feliz, não se case! Fique como está, solteiro mesmo. Mas, se sua intenção é casar para fazer alguém feliz, case-se e você será a pessoa mais feliz do mundo! O segredo da felicidade é fazer o outro feliz. Quem disse isso foi Aquele que mais entende de felicidade: Jesus.

Autor desconhecido

ROSAS VERMELHAS

Era dia dos namorados...


Rose olhava melancólica para o vaso em que costumava colocar as rosas vermelhas que chegavam todos os anos, naquela data especial. Rosas vermelhas eram as suas favoritas e todo ano seu marido as enviava, atadas com lindos enfeites. 


O som da campainha retirou Rose de seus pensamentos. Ela Atendeu a porta e lá estava o buquê de rosas vermelhas...  Com os olhos marejados de lágrimas leu o cartão que dizia, como nos anos anteriores: "Seja minha namorada".  


Cada ano ele enviava rosas e o cartão sempre dizia: "eu a amo mais este ano do que no ano passado. Meu amor por você sempre aumentará com o passar dos anos."  Ela sabia que aquela seria a última vez que as rosas apareceriam, pois seu marido já havia morrido há quase um ano.  


Rose pensava: "ele encomendou as rosas adiantado". Seu amado marido não sabia que não estaria mais ali naquele dia...  Ele sempre gostou de preparar as coisas com antecedência, pois se estivesse muito ocupado tudo funcionaria perfeitamente. Ela ajeitou as flores e colocou-as no vaso especial.  E depois, colocou o vaso ao lado da foto sorridente do esposo querido. Sentou-se, por horas, na cadeira favorita dele enquanto olhava para sua fotografia e admirava as rosas que ele lhe enviara. 


Mais um ano se passou e tinha sido difícil viver sem seu companheiro.  Era dia dos namorados outra vez e então, na mesma hora de sempre, como no dia dos namorados anteriores a campainha tocou e lá estavam as rosa, esperando em sua porta.  Rose levou-as para dentro e as olhou chocada. 


Então, foi ao telefone e ligou para a floricultura. O dono atendeu e ela perguntou-lhe se poderia explicar porque alguém faria isso com ela, causando tanta dor?  "Eu sei que seu marido faleceu a mais de um ano, disse o dono. Eu sabia que a senhora ligaria para saber." 


– Pois bem, as flores que recebeu hoje, foram pagas antecipadamente. Seu marido sempre planejou adiante, não deixava nada imprevisto.  Existe um pedido que eu tenho arquivado e que ele pagou adiantado. A senhora vai receber as rosas vermelhas todos os anos, até que a sua porta não mais atenda. Essa foi a recomendação do seu marido.  


Rose sentiu-se reanimada. Agora olhava as flores e pensava nos muitos momentos felizes que passara com aquele homem singular, que não deixara de ser gentil e carinhoso, mesmo depois de não estar mais fisicamente ao seu lado.


***


Se por acaso o céu dos seus sorrisos está com as estrelas da alegria apagadas pela saudade daqueles que se foram, ofereça-lhes, você, as rosas da gratidão pelos momentos felizes que o ser querido lhe permitiu viver. Não deixe que as lágrimas lhe impeçam de ver as estrelas da esperança de um novo encontro, num amanhã feliz que não tarda a chegar. Conserve a certeza de que o amor é eterno tanto quanto a vida, e jamais se perde.  Lembre-se que Jesus foi o grande propagador da imortalidade, pois atravessou o túmulo e voltou, exuberante, legando à humanidade a prova de que a vida é indestrutível, tanto quanto o amor.


sábado, 11 de junho de 2011

É MAIS FÁCIL ODIAR

O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.
Romanos 12.9

Acordar de manhã é uma bênção! Sempre penso assim!!! Vejo o amanhecer como a oportunidade de fazer a vida diferente do ontem. A vida precisa evoluir, seguir em frente. Não há tempo a perder!!! Tudo ao nosso redor é precioso e importante.

O problema do ser humano é se prender demais ao passado e não libertar-se da dor que o envolve e o surpreende. O mal tem um que de armadura,  que envolve, cativa, aprisiona e, se não lutar tudo o que é negativo encrava-se no coração e concreta-se na mente. O homem vencido não tem tempo para amar porque a vida é recheada de ressentimento, amargura, ódio e vingança.

Para muitos, o amanhecer nunca é um novo dia, mas a continuidade do anterior. Os mesmos problemas, as mesmas dores. Nada fica para trás. O coração não se abre a novas possibilidades, mas está rendimento pelas lembranças do ontem. Elas nunca viram cicatrizes, estão sempre vivas.


Se o homem não lutar contra o próprio coração e pedir a Deus forças para destruir, desmontar, dissolver a maldade que o atingiu, ele nunca será capaz de recomeçar. Estará sempre preso ao passado.

Por isso, é mais fácil odiar, vingar, brigar... A gente não precisa fazer nada, basta ficar quieto e o mal há de nos procurar com a oportunidade de fazer mais mal. Mas amar é diferente, primeiro, decide-se não odiar, depois requer muito mais ação - perdão, esquecimento, renúncia.


Hoje, véspera do dia dos namorados, que o sol traga um novo dia e que seu coração decida amar e não odiar.


Bruna Karla - Vou te Amar.

O PROGRAMA DO AMOR

No Setor de Atendimento ao Cliente.

Atendente: Boa tarde Senhora. Em que lhe posso ser útil? 

Cliente: Comprei o seu programa AMOR, mas até agora não consegui instalar. Eu não sou técnica no assunto, mas acho que posso instalar com a sua ajuda.O que eu devo fazer primeiro? 

Atendente: O primeiro passo e abrir o seu CORAÇÃO. A senhora encontrou seu CORAÇÃO? 

Cliente: Sim, encontrei. Mas há diversos programas funcionando agora. Tem algum problema em instalar o AMOR enquanto outros programas estão funcionando? 

Atendente: Que programas estão funcionando, senhora? 

Cliente: Deixe-me ver... Eu tenho BAIXA-ESTIMA.EXE, RESSENTIMENTO.COM, ODIO.EXE e RANCOR.EXE funcionando agora. 

Atendente: Nenhum problema. O AMOR apagará automaticamente RANCOR.EXE de seu sistema operacional atual. Pode ficar em sua memória permanente, mas não vai causar problemas por muito tempo para outros programas. O AMOR vai reescrever BAIXA-ESTIMA.EXE em uma versão melhor, chamada AUTO-ESTIMA.EXE. Entretanto, a senhora tem que desligar completamente o ODIO.EXE e RESSENTIMENTO.COM. Esses programas impedem que o AMOR seja instalado corretamente. A senhora pode desligá-los? 

Cliente: Eu não sei como desligá-los. Você pode me dizer como? 

Atendente: Com prazer! Vá ao Menu e clique em PERDAO.EXE. Faça isso quantas vezes forem necessárias, até o ODIO.EXE e RESSENTIMENTO.COM serem apagados completamente. 

Cliente: Ok! Terminei! O AMOR começou a instalar-se automaticamente. Isso e normal? 

Atendente: Sim, e normal. A senhora deverá receber uma mensagem dizendo que reinstalará a vida de seu coração. A senhora tem essa mensagem? 

Cliente: Sim, eu tenho. Esta completamente instalado? 

Atendente: Sim. Mas lembre-se: a senhora só tem o programa de modelo básico. A senhora precisa começar a se conectar com outros CORAÇÕES a fim de obter melhoramentos. 

Cliente: Oh! Meu Deus! Eu já tenho uma mensagem de erro. Que devo fazer? 

Atendente: O que diz a mensagem? 

Cliente: Diz: 'ERRO 412 - O PROGRAMA NÃO FUNCIONA EM COMPONENTES INTERNOS'. O que isso significa? 

Atendente: Não se preocupe, senhora. Este é um problema comum. Significa que o programa do AMOR está ajustado para funcionar em CORAÇÕES externos, mas ainda não está funcionando em seu CORAÇÃO. E uma daquelas complicadas coisas de programação, mas em termos não-técnicos, significa que a senhora tem que 'AMAR' sua própria maquina antes que possa amar outra. 

Cliente: Então, o que devo fazer? 

Atendente: A senhora pode achar o diretório chamado 'AUTO-ACEITAÇÃO'? 

Cliente: Sim, encontrei. 

Atendente: Excelente! A senhora está ficando ótima nisso! 

Cliente: Obrigada! 

Atendente: De nada. Faca o seguinte: clique nos arquivos BONDADE.DOC, AUTO-ESTIMA.TXT, VALORIZE-SE.TXT, PERDAO.DOC e copie-os para o diretório 'MEU CORAÇÃO'. O sistema ira reescrever todos os arquivos em conflito e começara a consertar a programação defeituosa. Também a senhora precisa apagar AUTOCRÍTICA.EXE de todos os diretórios e depois esvazie a sua lixeira para certificar-se de que nunca voltem. 

Cliente: Consegui! Meu CORAÇÃO esta cheio de arquivos realmente puros! Eu tenho no meu monitor, agora, o SORRISO.MPG e esta mostrando que PAZ.EXE, CONTENTAMENTO.COM e BONDADE.COM foram instalados automaticamente no meu CORAÇÃO. 

Atendente: Então, terminamos! O AMOR está instalado e funcionando, Ah! Mais uma coisa antes de eu ir. 

Cliente: Sim? 

Atendente: O AMOR é um programa grátis. Faça o possível para distribuir uma cópia de seus vários modelos a quem a senhora encontrar e, dessa forma, a senhora receberá de volta dessas pessoas novos modelos verdadeiramente puros. 

Cliente: Obrigada pela sua ajuda!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

NAMORO

1 João 4:7 - "Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus"

Querer namorar é natural na vida dos solteiros. Durante os séculos recentes, a prática do namoro para conhecer e escolher um parceiro para o casamento se tornou comum na nossa sociedade. Podemos nos admirar ao notar que a Bíblia fala muito pouco a respeito do namoro, mas precisamos lembrar que o namoro não era a maneira comum de caminhar para o casamento na época bíblica. Os pais freqüentemente arranjaram os casamentos dos filhos, como ainda é o costume em muitas culturas. O amor romântico e as emoções da paixão não eram destacados como são hoje.

Algumas pessoas citam a falta de orientação específica nas Escrituras para justificar a aceitação dos padrões do mundo em relação ao namoro. Até jovens que se dizem cristãos, às vezes, começam a namorar sem pensar nos princípios bíblicos que devem governar o seu comportamento. Despreparados, facilmente caem nas ciladas que o Diabo armou. Alguns cometem imoralidade, enquanto outros namoram de olhos fechados e escolhem mal os seus parceiros. Em ambos os casos, as conseqüências podem ser desastrosas.

Embora a Bíblia não apresente uma lista de regras para o namoro, encontramos nas suas páginas muitos princípios que podemos e devemos seguir para ter namoros que caminhem para casamentos bons e felizes. Vamos Tratar a sua namorada como se fosse sua irmã. O homem cristão deve tratar como mostra 1 Timóteo 5:2 "às moças, como a irmãs, com toda a pureza". Tal atitude certamente se aplica ao namoro. A sua namorada não é um objeto feito para seu prazer, e sim uma pessoa feita à imagem de Deus. Respeite-a. Outra coisa é Evitar o egoísmo, pois é pecado. Muitas pessoas namoram e até se casam por motivos egoístas. O amor verdadeiro "não procura os seus interesses" 1 Coríntios 13:5, e sim procura o bem-estar do amado. O amor de Jesus para a igreja não é egoísta. Ele se sacrificou por ela, e pede a mesma coisa do homem em relação à esposa. Este amor puro e verdadeiro deve começar no namoro. Estimule o amor e as boas obras como nos revela em Hebreus 10:24. Os dois devem crescer no namoro, um ajudando ao outro a realizar seu potencial, especialmente no sentido espiritual. Um namoro que ocupa todo o tempo livre da pessoa, e que dificulta o seu serviço a outros, não ajuda o desenvolvimento pessoal. Seja criterioso. Diz-se que o amor é cego, mas que o casamento abre os olhos! Deve se namorar com os olhos abertos, observando o comportamento e o caráter da outra pessoa. Ele a traiu durante o namoro? Será que se mostrará fiel no casamento? Ela mente aos outros? Será que sempre lhe dirá a verdade? Precisa-se namorar de olhos abertos! Evite pecados de sensualidade. A sociedade atual perverte muito o sentido do namoro. Programas de televisão fazem concursos de beijos sensuais. O "Dia dos Namorados" é muitas vezes comemorado de outra forma. Para muitos, a prática sensual de "ficar" vem antes de conhecer o nome da pessoa, e sem nenhum compromisso pessoal.

Que Deus os ajude!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

SOBRE O AMOR



Gaste seu amor. Usufrua-o até o fim. Enfrente os bons e os maus momentos, passe por tudo que tiver que passar, não se economize. Sinta todos os sabores que o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia da história na metade. Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo. Isso é que libera a gente para ser feliz de novo.

Martha Medeiro



O amor é provado no fogo, na dura experiência de dar a vida pelo outro. Caso contrário, não é amor; é ilusão. Você sabe que alguém o ama não pelo que ele fala, mas pelo que faz. O amor não sobrevive de teorias. Não adianta falar para seu filho que o ama se seus gestos não correspondem a esse amor. Palavras sem gestos não edificam.

Padre Fábio de Melo



Não deixe de acreditar no amor, mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá, manifeste suas idéias e planos, para saber ...se vocês combinam, e certifique-se de que quando estão juntos aquele abraço vale mais que qualquer palavra.

Luís Fernando Veríssimo

A Beleza do Teu Olhar - Novo Som

quarta-feira, 8 de junho de 2011

AMAR É SEGUIR EM FRENTE

Fala o meu amado e me diz: levanta-te, amada minha, formosa minha, e vem.


Cantares2.10


Quem nunca foi enganado pelo próprio coração? Quem não sofreu a dor de ver o amor se ir sem nada poder fazer? Quem nunca pensou em desistir do amor? Quem nunca considerou a possibilidade de amor ser uma uma doce ilusão? "Só quem nunca amou/ quem não conheceu a força e a ilusão do coração", já disse o poeta.

O amor tem dessa coisas, faz sofrer quando não correspondido; fere a alma quando o sonho torna-se pesadelo; mata a esperança ao se deparar de repente com a traição; maltrata o espírito quando o coração descobre que foi enganado. A estrada sem o amor é sombria, estranha. Quando a poeira da decepção baixa, resta a solidão, amargura, vingança e tristeza.


A ausência do amor afugenta o bem e aflora o pior de nossos sentimentos, faz a mente criar ilusões e a alma se abastecer do negativo. É preciso ser forte para levantar-se e ir em frente, acreditando ainda no melhor. Dizem que só um novo amor cura feridas de um antigo. Digo: só o amor restaura um coração danificado, só amar transforma feridas em histórias engraçadas, só a paixão faz o homem desafiar seus gigantes e sonhar com os doces aromas da vida.


Não se pode jamais desistir do amor. Ele é real! E está a nossa volta.


Novo Som - infinitamente.


NÃO DEIXE O AMOR PASSAR


Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.



Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.


Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.


Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.


Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR

Carlos Drumond

terça-feira, 7 de junho de 2011

O NAMORO

Provérbios 18:22 - "O que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do SENHOR".

Estamos entrando na semana que antecede o dia dos namorados, e biblicamente podemos colher bons exemplos de namoros bem sucedidos. Quando Isaque estava pronto para se casar, seu pai Abraão enviou um servo a sua pátria para escolher uma esposa para Isaque. O servo encontrou Rebeca e trouxe-a na volta para Canaã, para ser esposa de Isaque. Ele só se encontrou com Rebeca pouco antes de se casarem e não a namorou, como registra em Gêneses 24. Isso pode parecer estranho, até mesmo espantoso, para uma pessoa jovem de hoje em dia, mas os casamentos arranjados pelos pais eram comuns nos tempos bíblicos. O que dizer do romance? E se o homem e a mulher não fossem fisicamente atraídos um pelo outro? Esses casamentos, com freqüência, duravam precisamente porque não eram iniciados na base da atração física ou do amor romântico, uma emoção que é freqüentemente difícil de sustentar.

Hoje, contudo, é mais comum os jovens selecionarem seus próprios companheiros. Enquanto o namoro nem sempre leva ao casamento, é o método de se encontrar um parceiro(a) para o casamento. O namoro sempre permite que se observe e se conheça mais sobre aquela pessoa especial a quem se está considerando como um possível companheiro.

Obviamente, o namoro pode e deve ser agradável, mas também deve ser levado a sério. A seleção de um parceiro para o casamento é uma das mais significativas decisões que uma pessoa fará na vida. A Bíblia ensina que quando um homem e uma mulher se casam, deverão permanecer casados pelo resto de suas vidas. O divórcio é autorizado por Deus somente em casos quando o adultério foi cometido por um dos parceiros como mostra Mateus 19:3-9; 5:31-32. Uma má escolha do companheiro é uma decisão que pode causar muito sofrimento, mais tarde, na vida. Por outro lado, um bom companheiro é uma bênção maravilhosa em nossa vida.

Que tipo de parceiro deverá um homem ou uma mulher estar procurando? Frequêntemente, os jovens escolhem seus namorados(as) na base da aparência física. Rapazes querem namorar mulheres com corpo bem feito e feições atraentes. As moças querem namorar homens com corpo forte e feições elegantes. Infelizmente, a atração física não é uma garantia de que um jovem será um bom esposo ou de que uma moça venha a ser uma boa esposa.

Não é errado, certamente, ser-se atraído pela beleza física, mas o bom caráter é o que dá a felicidade no casamento revelado em 1 Pedro 3:1-6. Quando as pessoas namoram, que traços de caráter deveriam elas estar procurando em seus namorados? Observando as responsabilidades de esposos e esposas, podemos descobrir alguns dos traços que são necessários a um casamento bem sucedido.