terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

ESCONDENDO A BONDADE

Tu, porém, ao dares a esmola, ignore a tua mão esquerda o que faz a tua mão direita;


Mateus 6:3




Ajudar ao próximo é uma atitude louvável em todos os sentidos, principalmente quando ele precisa de alguma coisa. O próprio Senhor Jesus quando andou nesta terra, nunca se recusou a aliviar a dor de quem sofria, curou cegos, aleijados, paralíticos, surdos, leprosos, doentes da alma e do espírito e, sempre terminava seu encontro dizendo: Olha, não digas nada a ninguém;  
 
O exemplo de Jesus precisa ser seguido. O número de necessitados é cada dia maior. A moda é fazer o que é mal. Basta assistir um noticiário que a gente ver e ouve como o homem tem levado o mal ao próximo. No entanto, Tiago já advertia os irmãos que "aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando."
 
Eu sei que muitas pessoas têm resistido a abrir a janela, estender a mão e socorrer o necessitado porque muitas vezes isso volta  em forma de mal. E existem muitos exemplos. Mas o apóstolo Paulo perde: "não vos canseis de fazer o bem."


Sobre isto, Spurgeon declarou: "Vamos esconder a nossa bondade - sim, vamos esconder até de nós mesmo. Dê com tanta freqüência, e de forma tão constante, que você nem mais nota que tenha ajudado os necessitados do que você notaria que tenha tomado suas refeições normais. Dê as suas esmolas sem nem sussurrar para si mesmo 'Como sou generoso!' Não dê nenhuma recompensa para si mesmo. Deixe o assunto com Deus, que nunca deixa de ver, de notar, e de recompensar. - Este é o pão, que comido na pressa, é mais doce do que o banquete de reis."


Fazer o bem é muito importante, mas não podemos esquecer jamais das palavras de Jesus: tua mão direita não precisa saber o que fez a tua esquerda. O que Mestre quis nos ensinar é que o coração e Deus são os únicos que precisam saber do bem e ajuda levada ao próximo.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

O QUEBRA-CABEÇA

Ganhei de um amigo, um quebra-cabeça de 1.500 peças. Eu não montava um quebra-cabeça desde que era criança. Devo admitir que realmente o aproveitei. Embora às vezes angustiante, era um bom desafio, e cada vez que eu achava uma peça que se encaixava, era extremamente recompensador.

Bom, e daí? Vocês já perceberam quantas semelhanças há entre um quebra-cabeça e a nossa vida? Num quebra-cabeça, cada peça é parte importantíssima no grande quadro. Na vida, são as pessoas, são os fatos e os sentimentos as partes mais importantes. Como peças de um grande quebra-cabeça, cada um de nós é único e especial em nosso próprio jeito. Embora semelhantes, não há dois iguais, e ironicamente, são as nossas diferenças que permitem os "encaixes".

Enquanto trabalhava em montar o quebra-cabeça, havia uma peça que eu pensei pertencer a um ponto em particular. Mas não encaixava. Acabei voltando a ela várias vezes, insistindo em encaixá-la (me esquecendo até que já havia tentado). Eu tinha meu pensamento focado no fato de que eu sentia que a peça era daquele espaço. Penso em quantas vezes eu fiz a mesma coisa em minha vida. Tentando fazer acontecer coisas que simplesmente não era pra ser. Tentava várias vezes, chegava ao ponto de forçar, mas não era pra ser... e nada do que eu fiz mudou isso.

Se você já montou quebra-cabeças, sabe como é perder tempo procurando um pedaço específico. De repente parece tão obvio... mas não conseguimos achá-la. O máximo que conseguimos é embaralhar ainda mais as peças. Então a gente se sente frustrado e decide deixar pra lá, bem longe daquilo tudo. Mais tarde, a gente acaba por voltar ao jogo e ai encontra a peça imediatamente. Estava bem à nossa frente, desde o começo. Nossa vida foi assim muitas vezes. Tentávamos entender por que certas coisas aconteciam e do jeito que aconteciam. Procurávamos as respostas por todos os lados e às vezes as respostas estavam bem à nossa frente. Era só dar uma paradinha, um pequeno passo atrás, respirar e acalmar que as respostas nos encontrariam.

Olhando as peças deste quebra-cabeça, notei que algumas "peças" eram sem sentido, estavam fora do foco da imagem principal, e por isso não tinham marcas nenhuma, totalmente vazias, sem emoção. Imaginei que eram realmente sem importância e sem propósito. Mas ao refletir em todas as peças que compõem a minha vida, percebi que por causa dessas peças, aparentemente sem nexo, é que outras peças se encaixaram tão bem. Tudo em nossa vida acontece por uma razão. Cada acontecimento, bom ou mau, são como a peça de um quebra-cabeça. Deixar uma peça de fora, com certeza, fará quebrar toda a harmonia do produto final.

Talvez ainda não possamos entender o papel importante de cada peça em nossa vida, ainda existem muitos buracos e o quadro ainda não está claro. Mas sei que quando minha viagem nesta vida estiver concluída, e a peça final estiver em seu devido lugar, eu então entenderei. E serei capaz de ver o quadro completo e a sublime beleza de cada peça. Até lá, eu continuarei a viver com fé. Sabendo e confiando que todas as peças de que eu preciso estão aí, e que é só uma questão de tempo até que elas se encaixem bem. Lembrarei de que há um grande quadro, um plano perfeito pra mim, e que eu sou incapaz de ver agora.

Acreditarei que cada peça em minha vida, mesmo as que me desmotivam , têm algum propósito e que cumprem um papel importante. E quando estiver fraco, desanimado, procurarei a força pela oração, para que Deus me ilumine e eu veja mais além...

Farei isto até que a obra-prima de Deus em mim estiver finalmente completa, e Ele então cochichará aos meus ouvidos: "Muito bom! Está feito!"

“Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que O amam.” (1 Coríntios 2:9)

Cícero Volney

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A LEOA E O BÚFALO

Havia um grupo de búfalos rodeados por leões, mas como estavam todos juntos, eram fortes e os leões não chegavam perto, mas de vez em quando, pela astúcia da  leoa, ela ameaçava dar o bote, mas os búfalos juntos eram uma fortaleza intransponível e a leoa sabia disto. 

Certa vez a leoa  resolveu agir de forma diferente, observava o búfalo que ficava mais longe do grupo e atacava, mas o búfalo corria para junto deles e a leoa batia em retirada. Outra vez este búfalo estava separado da manada e a leoa  vinha atacá-lo, mas quando o búfalo fazia menção de volta para junto dos outros a leoa parava e recuava. O búfalo então pensou que era forte e começou a enfrentar sozinho a leoa, que por sua  vez, se fazia de fraca e fugia.o búfalo pensou, “sou forte” e não mais necessito andar junto com os demais e desgarrou-se do grupo e seguiu o seu caminho solitário. Este foi o grande erro , a leoa estava  esperando exatamente  esta oportunidade para  lançar sobre o búfalo e o resultado sabemos.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

GARDÊNIAS BRANCAS

Desde que completou doze anos, Aline passou a receber, anonimamente, gardênias brancas em seus aniversários, uma a cada ano... Não vinham com cartões, nem com bilhetes e nem tampouco traziam a identificação da floricultura de onde vinham. A garota já não sabia mais o que fazer para tentar descobrir a origem das flores, e a sua curiosidade era crescente na medida em que iam se acrescentando anos à sua idade... Depois de algum tempo, ela já não tentou mais desvendar quem poderia ser o tal misterioso remetente, apenas se deleitava com a beleza e com o perfume estonteante daquela única flor mágica e perfeita, aninhada sob as camadas de um papel de seda especial cor-de-rosa.

No fundo, no fundo, ela nunca deixou de imaginar quem poderia ser o galanteador oculto, e alguns de seus momentos mais felizes foram passados sonhando acordada com aquele alguém maravilhoso e excitante, que apesar de tímido ou excêntrico, mexia demais com o mais profundo do seu ser. Durante a adolescência ela se divertia especulando que o possível remetente fosse o garoto mais bonito do colégio, por quem ela secretamente esteve apaixonada, mas logo ela caia em si, pois ele nunca se aproximou e era totalmente frio e indiferente à sua pessoa...

Sua mãe frequentemente atiçava ainda mais as suas especulações. Queria saber se havia alguém a quem ela tivesse feito uma gentileza e que por isso, poderia estar dessa forma demonstrando o seu apreço e gratidão, e lhe forçava sempre a trazer pra memória momentos em que a filha tivesse sido solidária com alguém... O que sua mãe queria na verdade, era que seus filhos se sentissem também amados e queridos, não apenas por ela, mas pelo mundo como um todo.

Quando estava com dezessete anos, um rapaz que ela conhecera num cursinho, e que era muito bonito, corpo sarado, bom de conversa e conquistador, aproximou-se dela com o intuito de apenas se aproveitar dela. Ela estava encantada por ele, e quando percebeu suas intenções, ficou com o coração despedaçado. Na noite em que descobriu que ele era casado, chorou muito, a noite toda, sem conseguir pegar no sono. Quando saiu do quarto, pela manhã, havia uma mensagem escrita com batom vermelho no espelho do banheiro: "Alegre-se, quando os semideuses vão, Deus vêm." Ela pensou durante o dia todo a respeito daquela citação adaptada de Emerson e de como sua mãe foi capaz de se inspirar ao ponto de escrever algo tão profundo que fez seu coração sarar. Quando finalmente ela foi buscar o limpa-vidros, sua mãe constatara então que estava tudo bem novamente.

Mas houve certas feridas que sua mãe não pôde curar. Um mês antes de sua formatura no segundo grau, o pai dela morreu subitamente de enfarte, e ambas precisavam de socorro. Os sentimentos da moça variavam de dor a abandono, de medo a desconfiança e de uma decepção avassaladora por seu pai estar perdendo alguns dos acontecimentos mais importantes da sua vida. Ela perdeu totalmente o interesse na formatura que se aproximava, na peça de teatro da turma dos formandos e no baile de gala – eventos pelos quais ela havia trabalhado arduamente, e que esperava com ansiedade. Pensou até mesmo em entrar em uma faculdade local, ao invés de ir para outro estado como havia planejado, pois se sentiria mais segura.

Sua mãe, mesmo em meio à sua própria dor, não queria de forma alguma que ela faltasse a nenhuma dessas coisas. Um dia antes do velho morrer, ela e a filha tinham ido comprar um vestido para o baile e haviam encontrado um espetacular (metros e metros de musselina estampada em vermelho, branco e azul). Ao experimentá-lo, a garota se sentia como Scarlett O"Hara em “O Vento Levou...” Mas não era do tamanho certo e, quando o pai morreu no dia seguinte, esqueceu totalmente do vestido, ou de qualquer outro. Sua mãe, no entanto, não! E na véspera da formatura, lá estava o vestido, deslumbrante, e devidamente ajustado pra ela, no tamanho exato . Estava estendido majestosamente sobre o sofá da sala. Aline podia até não se importar em ter um vestido novo, mas sua mãe se importava. Ela estava atenta à imagem que seus filhos tinham de si mesmos.

Na verdade, Dona Ester queria que seus filhos se vissem como a gardênia - graciosos, fortes, perfeitos, com uma aura de magia e, talvez, um pouco, com um singelo ar de mistério.

Dona Ester morreu quando a filha estava com vinte e dois anos, apenas dez dias depois de ter se casado. E foi justamente nesse ano em que ela parou de receber gardênias.

“Tão somente guarda-te a ti mesmo, e guarda bem a tua alma, para que não te esqueças das coisas que os teus olhos viram, e que elas não se apaguem do teu coração todos os dias da tua vida; porém as contarás a teus filhos, e aos filhos de teus filhos” (Deuteronômio 4:9)

Silvana Lacerda
Fonte: www.webservos.com.br

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

NÃO VEREI A PRIMAVERA

Havia um cego que pedia esmola à entrada do Viaduto do Chá, em São Paulo. Todos os dias passava por ele, de manhã e à noite, um publicitário que deixava sempre alguns centavos no chapéu do pedinte. 

O cego trazia pendurado no pescoço um cartaz com a frase: CEGO DE NASCIMENTO. UMA ESMOLA POR FAVOR. Certa manhã o publicitário teve uma idéia, virou o letreiro do cego ao contrario e escreveu outra frase. 

À noite depois de um dia de trabalho perguntou ao cego como é que tinha sido seu dia. O cego respondeu, muito contente: ATÉ PARECE MENTIRA, MAS HOJE FOI UM DIA EXTRAORDINÁRIO. TODOS QUE PASSAVAM POR MIM DEIXAVAM ALGUMA COISA. AFINAL O QUE É QUE O SENHOR ESCREVEU NO LETREIRO??? O publicitário havia escrito uma frase breve, mas com sentido e carga emotiva suficientes para convencer os que passavam a deixarem algo para o cego. A frase era: EM BREVE CHEGARÁ A PRIMAVERA E EU NÃO PODEREI VÊ-LA. 

A maioria das vezes não importa O QUE você diz, mas COMO você diz, por isso tome cuidado em como falar com as pessoas, pois isso tem um peso positivo ou negativo naquilo que você quer dizer.

Fonte: pastores@yahoogroups.com

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

VOU BRINCAR NO CÉU?

Ouvi uma pergunta de uma criança. No céu, eu vou poder jogar bola, soltar pipa e assistir televisão? As outras crianças soltaram gargalhadas. O assunto não é engraçado. As crianças fazem suas idéias sobre o céu, porque o que elas gostam de fazer aqui na terra, acham que poderão estar fazendo lá também. A Bíblia diz bastante sobre como é o céu. Imaginamos como um paraíso. Mas na verdade, nem podemos sequer imaginar. 

Jesus disse que iria preparar um lugar para nós. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar. João 14:2 Sabemos que lá não haverá mais pranto, dor, tristeza, só alegria e louvor, também que ali a luz é eterna, pois Deus é a luz. Imagino, que no céu, haverá brincadeiras com as crianças, Jesus disse: Deixai os pequeninos e não os estorveis de vir a mim, porque dos tais é o Reino dos céus. Mateus 19:14. 

Sendo o céu, a morada eterna e celestial, um lugar lindo e maravilhoso, tudo de bom encontraremos. Respondi à criança que provavelmente ela irá jogar bola e soltar pipa com os anjos. Quanto à televisão, acho que não. Nós sabemos que tudo o que fazemos será apresentado no final de nossa vida, aquilo que fazemos às claras e às ocultas. Haverá um julgamento. Todos verão, tal como um filme. Mas televisão para assistir programações, no caso da criança, desenhos e outros mais. Creio que não haverá. 

O importante realmente é que todos, todos nós temos, é que batalhar e prosseguirmos no caminho certo, em busca de alcançar o céu. Que possamos estar atentos a voz do Senhor, somente ouvindo a Deus, não desviando nem para a direita, nem para a esquerda, mas mantermos obedientes aos seus mandamentos e à sua vontade. 

Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;" E porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Mateus 7:13,14,21.

Valéria Belotti

domingo, 19 de fevereiro de 2012

CONTROLE DE POTÊNCIA

Em seu livro "Pronto para decolar", o piloto veterano Bob Griffin conta que os aviões da 1ª Guerra Mundial não eram equipados com controle de potência em seus motores, de forma que os mesmos estavam sempre operando com máxima potência. Isso fazia com que a vida útil dos motores fosse bastante reduzida, e os pousos e decolagens fossem sempre uma aventura. Em contraste com estes aviões, Bob conta que voou em um avião com um possante motor Lycoming, com controle de potência. As instruções diziam: "A potência de decolagem (potência máxima) deve ser usada por no máximo 5 minutos". O piloto era instruído à retornar a uma potência média assim que possível, caso contrário poderiam haver problemas no motor. 

Da mesma forma, Deus não nos criou para viver em velocidade máxima todo o tempo. Nós podemos voar alguns ter alguns dias com "força total", emendando compromissos e dormindo pouco, mas se não "diminuirmos a potência" depois de algum tempo estamos correndo o risco de sofrer um acidente ou "pifar" em pleno ar.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

COM OUTROS OLHOS

Um novo membro chegava freqüentemente atrasado á classe da escola Dominical para adultos. Ela nunca vinha muito apresentável. Parecia tensa e não muito cordial e em cada semana saia logo que o professor começava a oração final. 

Não tardou muito, para que o professor começasse a ouvir o que todos pensavam sobre ela. Certo Domingo, ele pediu a alguém que fizesse a oração final, para ter oportunidade de falar com ela antes que saísse. Descobriu que o marido lhe dava maus tratos e a tinha abandonado a ela e aos seus dois filhos. Deixou-lhe uma grande dívida e um paradeiro desconhecido. Ela estava desesperada e procurava Deus. 

O professor começou a vê-la com outros olhos, com olhos de misericórdia, e alertou toda a classe para a sua difícil situação. Alguns deles abriram os seus corações de uma forma prática e pessoal. Em algum tempo ela começou a ambientar-se e a tornar-se agradável. Em breve entregou o seu coração a Jesus, O único de quem ela mais precisava.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

PERDOADO

Conta-se a história de um médico escocês, notável pelo seu espírito caridoso e piedoso. Segundo narram, depois de sua morte, quando os seus livros estavam a ser examinados, foram encontradas muitas contas sobre as quais estava escrito em letra vermelha o seguinte: "Perdoado - muito pobre para pagar". 

Sua esposa, de espírito diferente, disse: "Estas contas precisam ser pagas". E começou a tomar providências para receber o dinheiro. O juiz perguntou-lhe: – São de seu marido estes dizeres escritos a tinta vermelha?

Ao que ela respondeu: "Sim Senhor, são de meu marido".

Respondeu-lhe o juiz: "não há tribunal na terra que possa obrigar os perdoados a pagarem-lhe, pois o seu marido escreveu 'perdoado'"

sábado, 11 de fevereiro de 2012

TOMATES MADUROS

Quando tentamos amadurecer as frutas na base dos dedos, elas ficam com um gosto ruim. Você já comeu tomates amadurecidos quimicamente? Talvez já os tenha comprado no mercado. 

Se os verdureiros colhessem os tomates e os despachassem logo, chegariam amassados ao mercado; por isso, apanham tomates verdes (talvez eu esteja revelando um segredo comercial aqui) e os borrifam com CO2 antes de ser mandados para o mercado. O gás amadurece os tomates verdes muito rapidamente. Não há nada de errado com esses tomates. Mas, se você já comeu um tomate amadurecido naturalmente, não há comparação. lLeva tempo para o fruto amadurecer. 

E Deus precisa de tempo para amadurecer o fruto do Espírito em nossa vida. (Rick Warren, em "Poder Para Ser Vitorioso", pg 39 - Ed Vida).

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

DEUS SABE O QUE PRECISAMOS

"Preciso de óleo" disse um monge. 

Então plantou uma muda de oliveira. "Senhor", pediu ele, ela precisa de chuva, para que suas raízes possam beber e propiciar seu crescimento, "Mande chuva branda que não a machuque". E o Senhor mandou-lhe chuvas brandas.

"Senhor", pediu novamente, "minha planta precisa de sol, não muito forte que a abrase". E o sol brilhou dourando as nuvenzinhas chuvosas. 

"Agora, preciso de neve para que minha oliveira ganhe robustez", pediu novamente, e a neve caiu sobre a planta. 

No entanto, ao acordar no dia seguinte encontrou a plantinha morta. Então o monge foi a outro e contou-lhe sua experiência. "Eu também plantei uma oliveira", disse o outro, "e veja como está viçosa", mostrou. 

– Eu confiei minha planta ao Deus que a criou. Ele que a fez sabe do que ela precisa, melhor que monges como eu, não impus condições, não estabeleci meios ou maneiras, apenas pedi: manda o que ela precisa, chuva, sol, vento, neve, Tu o fizestes e Tu sabes. 

Nós, como os lírios dos campos crescemos, quer no sol, quer na chuva, e muito mais que os lírios, Deus nos tem amor, e trabalha para quem nele espera, acredite na vida, alguém está cuidando de você, mesmo que não saibamos exatamente o que pedir, se houver amor em nossos corações, receberemos o sol e a chuva na hora certa.

 Fonte: Mananciais no Deserto.

TUDO EM VÃO!

Isaias 55: 6 - "Buscai ao Senhor enquanto se pode achá-Lo, e invocai-O enquanto Ele está perto”

Não adianta ter a riqueza da Salvação, se você não a divide com ninguém.

Não adianta ter a vida marcada pelo tempo, se você não traz em seu corpo as marcas do Senhor Jesus Cristo.

Não adianta ter a Bíblia debaixo do braço, se você não anda com ela no coração, ou na ponta da língua.

Não adianta dar esmolas aos pobres, se você espera com isso, algo em troca.

Não adianta pedir perdão a Deus, se você não perdoa ao seu próximo.

Não adianta pregar que Jesus está voltando, se você não vive o que prega.

Não adianta ser batizado, se você não for verdadeiramente convertido.

Não adianta andar com “Cristo” no peito, se você não tem peito para andar com Cristo.

Não adianta revestir-se da armadura de Deus, se você não consegue resistir às ciladas do diabo.

Não adianta esperar tempo bom no futuro, se você só plantou tempestades no passado.

Não adianta falar palavras de sabedoria, se você não tem a sabedoria da Palavra Santa.

Não adianta escrever coisas bonitas sobre Jesus, se você não tem seu nome escrito no Livro da Vida.

Não adianta entoar louvores ao Senhor, se na essência dos seus gestos e sons não fluírem uma inspirada e legítima adoração.

Não adianta buscar a Deus, se você não o fizer de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento.

Caros Leitores... Pare um pouquinho e reflita bem nessa expressão: “VIDA SEM CULTO RESULTA EM CULTO SEM VIDA”

Será que as frases descritas nessa reflexão, do início até aqui, tem algo a ver com você? Será que você não tem agido e feito tudo isso, e de repente, você então percebe que tudo o que tens feito é em vão? Pois é, às vezes até pensamos que nos basta somente estar em alguma Igreja e pronto! Mas a gente sabe, lá no fundo, que isso não é o suficiente, e o que Deus quer, simplesmente, é que sejamos verdadeiramente sinceros.

Enquanto Jesus for apenas a Bíblia na sua mão, um chaveiro na sua mochila, uma comunidade em seu Orkut, um post lindo em seu Facebook ou uma frase de efeito em sua camiseta, um adesivo em seu carro, NADA MUDARÁ! Ele, na verdade, tem que ser o SENHOR da sua vida!

Buscai ao Senhor enquanto se pode achá-Lo, e invocai-O enquanto Ele está perto” (Isaias 55: 6).

Silvana Lacerda

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

UMA GRANDE DESCOBERTA

Jesus disse: "Eu vos afirmo que, de igual modo, há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende." 

Lucas 15.10

Estava no centro de reciclagem, separando as latas, garrafas de vidro, jornais e embalagens plásticas que acumulara. Para minha surpresa, encontrei meu celular num pacote de jornais e latas. Por semanas procurara no carro, na casa e no jardim. O celular era importante para minha comunicação profissional e pessoal. Receara tê-lo perdido para sempre e fiquei encantado ao recuperá-lo. 

Quando estamos perdidos, Deus nos procura com mais fervor do que procurei meu celular. Numa arrogante autossuficiência, afasto-me de Deus como se não precisasse Dele. Em teimosia, sigo meu próprio caminho em vez de prestar atenção ao meu Criador. Mas quando me dou conta da minha tolice e retorno para Deus, arrependido de meu orgulho pecaminoso, Ele me acolhe de volta com prazer. Embora me sinta tentado a me condenar, o Senhor me restaura ao serviço. Deus valoriza uma relação próxima comigo muito mais do que prezo meu celular. A parábola da moeda perdida ensina que os céus regozijam quando nos afastamos do pecado e buscamos o Senhor. 

Oração: Deus gracioso, graças por valorizares um relacionamento íntimo conosco. Graças por nos estimares, pessoas comuns que somos, como Teus. Em nome de Jesus. Amém.

Pensamento para o dia: O Senhor comemora quando pedimos direção e perdão.

Oremos pelas pessoas que se sentem desvalorizadas.

Clifford B. Rawley (Missouri, EUA)

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

DESCANSO

 Marcos 6:31 – “E ele lhes disse: Vinde repousar um pouco, à parte, num lugar deserto;...”

Um membro de igreja aproximou-se de seu pastor e disse: "Eu liguei para você na segunda-feira mas não o encontrei". O pastor explicou que era seu dia de folga e que havia saído com a família. "O que?" falou com espanto e demonstrando toda a sua santa indignação, "o diabo não tem um dia de folga". "Você está certo, " disse o ministro, "e se eu não tiver um dia de folga, apenas seria igual a ele!"

Muitas vezes, na nossa ânsia de servir, de mostrar toda a nossa capacidade, de tentar alcançar nossos sonhos e até de demonstrar nossa santidade e espiritualidade, iremos entrar por uma estrada de  quem sabe grandes esforços que só nos levará ao cansaço e decepções. Trabalhar bem não significa trabalhar sem parar. Servir, com dedicação, a Deus, não significa doar-se completamente, deixando de lado nossas obrigações pessoais e familiares. O próprio Senhor ensinou isso a Seus discípulos. Se negligenciamos os cuidados do lar, do marido e esposa, dos filhos e do nosso relacionamento com a sociedade, todo o nosso trabalho de nosso dia-a-dia e espiritual, de nada servirá.

É necessário um certo equilíbrio, um esforço feito com consciência, um descanso para recuperar forças, as energias. Um texto bíblico que pode nos servir como exemplo é o que fala da grande pescaria no Mar da Galiléia. O grande milagre não aconteceu após o trabalho de toda uma noite, mas, após um pequeno intervalo onde os discípulos pararam para descansar e limpar suas redes.

Se o cansaço de nossas tentativas, sem sucesso, tem nos desanimado, lembremo-nos dos ensinos de Jesus. Pare um pouco, descanse no Senhor, busque Sua direção e ensinamentos. Ele renovará nossas forças, nosso vigor espiritual, nossa fé e esperança. E ai veremos que, debaixo de Sua graça, as bênçãos serão maiores e o trabalho menor, mas feito com amor.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

AMOR E JUSTIÇA

2 Timoteo 2:10 - "Portanto, tudo sofro por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com glória eterna"

Tenho percebido que as pessoas tem separado Deus de Amor, isso é tenso pois Deus é Amor como nos mostra em 1 João 4:16. Se uma pessoa é capaz de Amar, só ama por causa de Deus, imagine um mundo sem Amor, é um mundo se auto destruindo, cultivando ódio, um mundo violento e egoista, agora imagine um mundo sem Deus, é o mesmo mundo sem Amor pois Deus e o Amor são um só.

Quando um homem ama sua esposa, ele ama através do Amor de Deus, o "Amor" do homem é uma faisca comparado ao Amor de Deus, por isso devemos reconhecer que se amamos, amamos graças a Deus que nos ama através das pessoas.
Deus sendo Amor não faz acepção de pessoas, Deus ama todos os pecadores, Deus nos ama tanto que teve misericórdia da nossa vida quando enviou Jesus para morrer por nós, Jesus morreu em favor de todas as pessoas que estavam em guerra contra Deus, eram inimigas de Deus, Jesus morreu para que as pessoas pudessem através dEle se reconciliarem com Deus novamente, isso é Amor, o Senhor Todo Poderoso deseja a salvação de todos os pecadores, mas só alguns se arrependerão de seus pecados e deixarão o mau caminho (Mateus 22:24). Mas Deus não desistiu de ninguem, Ele quer que todos tenham a oportunidade de mudança, Deus tem dado chance todos os dias que acordamos e respiramos para voltarmos aos braços dEle, isso vale para todos os pecadores.

O Amor de Deus é algo tão magnifico que nós não compreendemos se não amarmos como Ele ama, ou seja, não é preciso entender para amar, é necessário amar para entender, enquanto nós humanos separamos as pessoas pelo pecado que ela comete, Deus enxerga todos os pecados como uma coisa só e consequência é uma só tambem, o inferno, por isso ninguem é pior do que ninguem e ninguem é melhor que ninguem, há tantas pessoas que dizem que um pedófilo não merece perdão de Deus pelo crime e pecado desumano que cometeu, mas essa mesma pessoa se esquece que Deus enxerga as mentiras que ela conta para o chefe e a esposa, as maracutaias que faz no trabalho para beneficiar o patrão com o mesmo peso e consequência, se dependesse de tal pessoa um pedófilo nunca teria oportunidade de mudança, de transformação porque a justiça humana é falha e o homem sendo imperfeito muitas vezes não consegue lidar com o Amor que é tão perfeito.

Deus é Amor e além de misericordioso Ele é Justo, a Justiça de Deus não é como a do homem, Deus em sua vontade soberana decide que todos os homens merecem uma chance de mudar, e assim o Senhor cria o plano de salvação, se o homem dependesse de si mesmo não seria salvo, nem contando todas as obras boas que faz pelas pessoas, por que as obras não garantem salvação, então o Senhor envia Jesus como prova e exemplo de um Amor puro e verdadeiro por cada um de nós, essa é a justiça de Deus, Ele não simplesmente provou que nos ama mas tambem deu exemplo de como devemos amar as pessoas, dando nossa vida pela outra, tendo as necessidades dos outros acima das nossas vontades pessoais (1João 3:16). Assim, cai por terra toda a ideia de que aquele pecador não merece perdão, na realidade ele merece tanto perdão quanto eu e agora que eu alcancei a salvação minha prioridade é a salvação dele, como disse Paulo:

"Portanto, tudo sofro por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com glória eterna" 2 Timoteo 2:10

Quando ajudar as pessoas que ainda não tem a mesma fé comum que nós cristãos se torna um peso para você, pense e repense no que você tem vivido, é bem possível que você esteja andando na contra mão da vontade de Deus, lembre-se do Amor magnifico e da Justiça perfeita de Deus, é necessário entender o plano, a vontade e o Reino de Deus pra poder viver a palavra de Deus, por que como você prega algo que você não entende ou vive? Perceba que agora que você está salvo, tua missão é levar o pecador ao arrependimento para que ele seja salvo, agora que você foi liberto, teu dever é levar o verdadeiro evangelho a toda criatura para que haja libertação de almas.

O Evangelho é Libertação e Salvação. O Amor de Deus é perfeito e sua Justiça é justa, sua misericordia dura para sempre e sua graça é para todos os pecadores.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

CORAGEM

Diz uma antiga fábula que um camundongo vivia angustiado com medo do gato. Um mágico teve pena dele e o transformou em gato.

Mas aí ele ficou com medo do cão, por isso o mágico o transformou em cão.

Então, ele começou a temer a pantera e o mágico o transformou em pantera.

Foi quando ele se encheu de medo do caçador. A essas alturas, o mágico desistiu.

Transformou-o em camundongo novamente e disse: “Nada que eu faça por você vai ajudá-lo, porque você tem a coragem de um camundongo”.

                                       ...

Saiba que coragem não é a ausência do medo, e sim a capacidade de avançar mesmo tendo medo.


(Autor Desconhecido)

domingo, 5 de fevereiro de 2012

O CORDEIRO

João 1:29-36 - "No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. É este a favor de quem eu disse: após mim vem um varão que tem a primazia, porque já existia antes de mim. E João testemunhou, dizendo: Vi o Espírito descer do céu como pomba e pousar sobre ele. Eu não o conhecia; aquele, porém que me enviou a batizar com água me disse: Aquele sobre quem vires descer e pousar o Espírito, esse é o que batiza com o Espírito Santo. Pois eu, de fato, vi e tenho testificado que ele é o Filho de Deus. No dia seguinte, estava João outra vez na companhia de dois dos seus discípulos e, vendo Jesus passar, disse: Eis o Cordeiro de Deus!".

João Batista, tinha uma missão que era preparar o caminho até Cristo, identificou a Jesus como o Cordeiro de Deus. E através dos séculos, o cordeiro tem chamado a atenção por sua natureza mansa, tranquila. E neste espírito de humildade, Jesus personifica o cordeiro. "ele, quando ultrajado, não revidava com ultraje; quando maltratado, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga retamente" 1 Pedro 2:23.

O cordeiro, notado pela mansidão, personifica também a pureza. O cordeiro oferecido em sacrifício não podia ter mancha nem defeito. Quando Deus deu instruções referente à primeira Páscoa, a instrução foi: "O cordeiro será sem defeito" Êxodo 12:5. Cristo, "o Cordeiro de Deus", personifica maravilhosamente essa qualidade. Pedro escreveu sobre o Cristo sem máculas quando ele nos diz: "Sabendo que não foi mediante cousas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo" 1 Pedro 1:18-19.

A vida mansa e pura de Cristo nos leva a uma outra semelhança com o cordeiro. O cordeiro nascia para passar pela morte sacrificial, sendo o primeiro animal identificado com o sacrifício. Abel ofereceu as primícias do rebanho. Isaque disse ao pai Abraão: "Eis o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto?" Gênesis 22:7. Sob a lei de Moisés, ofereciam-se cordeiros diariamente, e em muitas ocasiões especiais também. E, ainda assim, os animais, mesmo quando ofertados pelos mais consagrados, não podiam limpar o pecado. "Porque é impossível que o sangue de touros e de bodes remova pecados" Hebreus 10:4.

Mas Deus providenciou um sacrifício melhor, sem mancha, sem defeito. Os que cravaram esse cordeiro na cruz e lançaram a lança em seu lado não perceberam que estavam liberando o sangue que pode limpar todo homem do pecado. "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo."

Deus, em sua infinita sabedoria e misericórdia, tornou possível que tivéssemos acesso ao sangue do Cordeiro, precioso e capaz de expiar pecados, voltando-nos para a cruz, para a sua morte. "Ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte" Romanos 6:3.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

QUEBRANDO PEDRAS

Da Idade Média chegou chegou até nós a deliciosa história de um homem que foi enviado pelo rei a estudar a reação das pessoas ao trabalho. O emissário real parou diante de uma grande construção na França e perguntou a um trabalhador o que ele estava fazendo. Mal-humorado, o homem foi logo atacando: 

– Por acaso você é cego? Não está vendo a minha dificuldade em cortar estas pedras com ferramentas primitivas, debaixo deste sol infernal? É a coisa mais chata do mundo, mas eu tenho que agradar o chefe.

O emissário saiu de fininho e se aproximou de um segundo operário: "O que está fazendo, meu caro?" Este respondeu: 

– Bem, eu estou moldando estas pedras de modo que se ajustem aos planos do engenheiro. O trabalho é enjoado, monótono, mas eu ganho cinco francos por semana que dão para sustentar mulher e filhos. Sabe como é, podia ser pior!" 

Um pouco mais animado, o emissário se dirigiu ao terceiro operário: "E você, o que está fazendo?" Olhando para o azul do céu, o operário disse, emprestando à voz alguma emoção: 

– Meu amigo, vai ser uma linda catedral, e eu estou ajudando a construí-la". 

Você está apenas quebrando pedra ou ajudando a embelezar o mundo com o seu trabalho?

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

PREPARADOS?

Mateus 25:13 - "Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir".
Uma empregada, cujo patrão e esposa estavam fora, não sabia quando retornariam. Uma amiga a visitou e, parecendo bastante cansada, entrou para descansar. Ao levantar-se, viu que a amiga estava preparando cuidadosamente a mesa para o chá, como se os patrões estivessem para chegar naquela hora. Ela perguntou se os patrões estavam retornando naquele dia e a amiga respondeu: "Eu não sei. Como o dia é incerto, eu tenho tudo preparado, todos os dias."

Será que nós, cristãos, estamos prontos e preparados, todos os dias, para a volta de nosso Senhor? Não sabemos exatamente o dia em que Ele voltará para buscar os Seus, e, o melhor que podemos fazer, é estarmos sempre prontos para recebê-lo, com nossas vestes limpas e a vida preparada para a Sua chegada.

Como Jesus nos encontraria, caso voltasse hoje? Nossas vidas estariam brilhando? Nossas palavras seriam fonte de bênçãos? Nossas atitudes estariam glorificando o Seu nome? Nosso trabalho estaria promovendo o Seu reino? Estaríamos preparados para ir com Ele para as moradas celestiais?

Que nossos pensamentos sejam sempre:
"Eu não quero ser encontrado despreparado. Não quero que o meu Senhor chegue e me encontre negligenciando as coisas espirituais. Não quero que Ele me veja indiferente à Sua obra e aos que estão fora do caminho. Não quero que me encontre envolvido com atitudes que não engrandeçam o Seu santo nome. Quero que me chame de servo bom e fiel e não de servo inútil e mau. Quero ver em Seu rosto um sorriso. Quero poder abraçá-lo e dizer: "Estava ansioso e pronto para Sua volta!"
Você tem estado preparado para a volta do Senhor? Todos os dias?