sábado, 30 de setembro de 2017

JUNTO AO CORAÇÃO DE DEUS

"fizeste-me conhecer os caminhos da vida; encher-me-ás de alegria na tua presença"

Atos 2:28.

Hudson Taylor, missionário ao interior da China, escreveu, durante um tempo em que enfrentava intensa pressão pelas dificuldades encontradas: "Não importa o quão grande é a pressão. O que realmente importa é onde ela está localizada -- se ela se coloca entre uma pessoa e Deus ou se empurra esta pessoa para mais perto do coração de Deus."

Há um hino que nos diz: "Mais perto quero estar, meu Deus de Ti. Inda que seja a dor, que me una a Ti." E este tem sido o grande anseio daqueles que um dia experimentaram receber Cristo no coração e tiveram a convicção de que suas vestes foram lavadas no sangue do Cordeiro. Não há maior prazer para um filho de Deus do que estar colocado continuamente em Sua presença. Queremos poder sentir o toque das mãos de Deus em tudo o que fazemos, queremos ouvir Sua voz meiga e suave consolando-nos nas horas difíceis e animando-nos em cada nova empreitada, queremos ter a certeza de que, haja o que houver, poderemos contar com Sua proteção em todo o tempo.

Há pressões que tentam nos impedir de chegar até o Salvador e de alcançar a felicidade que Ele tem para cada um de nós.
Esta deve ser vencida na força do nosso Deus. Com fé e determinação ultrapassaremos todos os obstáculos e marcharemos firmes em direção à nossa vitória. O Senhor nos ajudará e com Ele, desde já, somos mais do que vencedores.

Há pressões que nos ajudam a deixar os caminhos enganosos que nos conduzem à perdição e a uma vida de incertezas e aflições. Devemos nos deixar levar por elas, pois, nos conduzirão ao encontro de Deus onde, certamente, encontraremos a verdadeira paz e felicidade que buscamos para os nossos dias.

O que mais nos importa agora é deixar Deus cuidar de nossas vidas. Seja qual for a situação enfrentada, com Ele temos a certeza de que o melhor nos acontecerá. Confiando plenamente nele não temos o que temer e poderemos descansar tranquilamente.

Paulo Roberto Barbosa

INCOERÊNCIAS

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

URSINHO PUFF

À mais de um ano, quando de viagem para os EUA, um dos presentes que trouxemos na bagagem foi um ursinho Puff para nossa primogênita, Susanne, hoje com quase 17 anos. Ela gosta muito daquele urso. Quase todos os dias, antes de ela acordar, pego aquele urso e coloco numa situação engraçada. Num dia ponho o urso debruçado na janela. Outro dia, na cadeira de praia, com óculos escuros. Um dia desses coloquei-o com um pote de biscoito aberto (até procurei um pote de mel, mas não tinha). 

Ao acordar, às vezes, tendo já saído, ela já sabe que o seu ursinho Puff está fazendo alguma coisa. Pode parecer apenas uma brincadeira familiar, mas o que estou estabelecendo com a minha filha é mais uma forma de nos manter conectado um ao outro. Quando ela acorda já sabe que há uma grande possibilidade de procurar o urso e encontrá-lo numa situação nova (um dia desses ela o encontrou sentado no vaso sanitário!). Quando minha filha acorda, mesmo às vezes mal-humorada, e procura pelo ursinho Puff e o encontra numa situação engraçada, ela inconscientemente pensa: "Meu pai se lembrou de mim e gastou alguns segundos procurando me distrair. Não sou hóspede nesta casa. Eu pertenço à uma família!" – Gilson Bifano, 2005.

LÁGRIMAS


quinta-feira, 28 de setembro de 2017

POR QUE JESUS ME AMA?

Por que Jesus me Ama? "Oh! Por que Jesus me ama? Eu não posso explicar!". Este é o trecho de uma música escrita há muitas décadas atrás. Todavia, não creio que alguém ainda tenha conseguido apresentar uma resposta que seja, no mínimo, satisfatória. Tentar entender as razões que levam Jesus a me amar é uma questão indecifrável, porém um sentimento é perfeitamente perceptível: "o Teu amor me constrange" - II Coríntios 5:14.


Por que Jesus me ama? Eu não posso explicar, pois sou tão inconstante e frequentemente me encontro nos labirintos das incertezas. Ainda assim Ele aparece como "Lâmpada para meus pés" - Salmos 119:105.


Por que Jesus me ama? Eu não posso explicar, pois sou pecador e indubitavelmente o afronto com minhas infantilidades espirituais. Ainda assim Ele surge como Aquele que "Perdoa os pecados e me purifica de toda injustiça" I João 1:9.


Por que Jesus me ama? Eu não posso explicar, pois muitas vezes insisto em trilhar caminhos desérticos e distantes. Ainda assim Ele se revela com a promessa de "Derramar águas sobre o sedento, e correntes sobre a terra seca" - Isaías 44:03.


Por que Jesus me ama? Eu não posso explicar, pois às vezes no meu intimo quero lutar e desembainhar a espada da ignorância contra meu próximo. Ainda assim Ele me aconselha: "não por força nem poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos" - Zacarias 4:6.


Por que Jesus me ama? Eu não posso explicar, pois de vez em quando me perco na onda da tristeza e me deixo levar até as profundezas da fraqueza intrínseca a minha existência. Ainda assim sou confrontado, pois: "Nem altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura me separará do amor de Deus, que está em Cristo Jesus" Romanos 8:39.


Por que Jesus me ama? Eu não posso explicar, pois mesmo quando subo no palco da vida e escuto os aplausos das multidões, às vezes, parece que está tudo errado. Ainda assim Ele me instrui a perceber que "o coração do homem propõem o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos" - Provérbios 16:9.
.
Por que Jesus me ama? Eu não posso explicar, e tenho certeza que até mesmo vivendo toda a eternidade será pouco para tentar desvendar uma resposta que consiga, ao menos, se aproxima das reais intenções que fazem o coração de Jesus bater no ritmo do amor. Nunca saberei por que Jesus ainda insiste em me amar, porém viverei tentando ser a manifestação deste amor tão incompreensível e desafiadoramente constrangedor.
.
Autor Desconhecido

PRESENTE DE LUTA


quarta-feira, 27 de setembro de 2017

SUPERMERCADO DO CÉU

Há muito tempo, andava eu pela estrada da vida. Um dia vi um letreiro que anunciava "Supermercado do céu". Aproximei-me . Chegando perto, uma porta se abriu. Sem me dar conta, lá estava eu, dentro, de pé. 

Vi um exército de anjos, anjos por toda parte. Um me deu a cesta, e disse:- Filho, faça bem suas compras ! E o que não puderes carregar, poderás buscar outro dia.

Tudo o que um cristão merecia estava ali.

Eu não perdi tempo e comecei a circular pelo Supermercado. Primeiro comprei PACIÊNCIA e CARIDADE que estavam na mesma seção. Mais à frente, havia COMPREENSÃO . Peguei um pacote. Depois voltei e peguei mais, porque a gente sempre precisa dela. Comprei, ainda, uma caixa de SABEDORIA e três de FÉ. 

Vi uma luz vindo do alto das prateleiras .Detive-me a contemplá-la. Era o ESPÍRITO SANTO. Ele enchia tudo. A SALVAÇÃO era gratuita e acabei pegando bastante, para mim e para você . 

Com minha cesta quase cheia dirigi-me ao caixa para pagar a conta; tinha o necessário para fazer a vontade de Deus. Enquanto passava pelos corredores, vi ORAÇÃO , coloquei-a na cesta, pois sabia que lá fora iria encontrar o pecado. No caminho do caixa, havia balaios com CANTOS e LOUVORES. Peguei vários de ambos. 

Chegando minha vez no caixa, um anjo passou todas as mercadorias. 

Feitas as somas, perguntei : - Quanto devo ? 

O anjo olhou para mim e sorriu. Disse-me para levar tudo aquilo pôr onde eu andasse. E acrescentou : - Filho, Jesus pagou a sua conta há muito tempo, no monte calvário ! Faça bom uso de suas compras. 

Vá em paz e volte sempre! 
A.D.

Tomaz Fernandes

A ALEGRIA

terça-feira, 26 de setembro de 2017

PALAVRAS INAMISTOSAS

"As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na Tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu!" 

Salmo 19:14

Pouco depois das 10 horas da noite do dia 14 de abril de 1865, John Wilkes Booth abriu a porta do camarote presidencial do Teatro Ford, Washington, D.C., e visando cuidadosamente a cabeça de seu alvo, Abraão Lincoln, disparou um tiro, ao mesmo tempo em que exclamava: "Assim morrem os tiranos!" E desapareceu pela porta dos fundos.

O Presidente Lincoln foi conduzido a uma casa vizinha onde ficou inconsciente, cercado por sua família e altos membros do seu governo. Quando ele morreu às 7:22 horas da manhã seguinte, o secretário da Guerra dos Estados Unidos, Edwin Stanton, levantou-se de junto do leito onde estivera de joelhos, e desceu a cortina. Voltando-se para o rosto pálido do presidente, ele disse: "Agora ele pertence à História." Nesses momentos de tristeza velhas querelas foram esquecidas, e o Sr. Stanton disse: "Aqui jaz o maior governante de homens que o mundo já viu." O Sr. Stanton tinha sido um dos inimigos políticos de Lincoln. Nesse dia ele deve ter lamentado as palavras inamistosas que dissera sobre o presidente. Houve uma ocasião em que ele chamou Abraão Lincoln de "palhaço vil e astuto" e "gorila original".

Ao ver-se junto ao esquife do presidente, o Sr. Stanton deve ter desejado mil vezes poder retirar as palavras cruéis que havia dito, mas era tarde demais.

Will Carleton expressou em poesia este sentimento de culpa que todos experimentamos por havermos proferido palavras duras: "Os meninos empinam seus papagaios coloridos, e trazem-nos de volta quando querem. Mas com tuas palavras duras proferidas, Não podes fazer como os meninos fazem."

Visto que é assim com nossas palavras, devíamos orar diariamente usando as palavras de Davi: "As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na Tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu!" Jesus é o único que pode dar a você a vitória sobre os desmandos da língua. Ele é o único que pode escrever a lei do amor em seu coração e pôr em sua boca somente palavras de bondade.

One Hundred Stories for Boys. págs. 223 e 224 

TRABALHAR

Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado.


2 Cor. 12.15


Trabalhar para Deus pode parecer muitas vezes infrutífero e não é raro que em nosso coração, as incertezas brotem acusando todo o nosso esforço de vão. Quantas vezes, diante dos olhos cansado a visão que se amplia é de um deserto seco e sem nenhuma expectativa de sucesso? Muitas! Isso acontece porque o coração humano existe resultados a curto prazos, mas Deus não trabalha assim, Ele vê o futuro e visa resultados para a eternidade.

Conta-se que "um capelão foi chamado para prestar assistência a um soldado seriamente ferido. Este, agonizante, solicitou ao capelão que escrevesse uma carta à sua antiga professora da Escola Bíblica. 

'Diga-lhe que eu morri com Cristo por causa do que ela me ensinou nas classes da igreja.  A memória de sua determinação e a maneira agradável e simpática com que, com amor, nos convidava a aceitar Cristo como Senhor e Salvador ficou gravada em meu coração. Diga a ela que  a encontrarei no Céu.'

A mensagem foi enviada e algum tempo mais tarde o capelão recebeu esta resposta: 'Espero que Deus me perdoe. No mês passado eu renunciei a meu cargo de professora da Escola Bíblica. Abandonei meus alunos porque sentia que meu trabalho estava sendo infrutífero.  Como eu lamento minha impaciência e falta de fé! Eu vou pedir a meu pastor que me permita retornar à classe que deixei. Eu aprendi que quando se semeia para Deus a colheita é certa e santificada!'

Que neste novo ano, possamos valorizar o trabalho de Deus, gastando nos a serviço do Rei Jesus. 

QUERO ESTÁ PERTO DE DEUS

Mas, para mim, bom é estar perto de Deus; fiz do soberano Senhor o meu refúgio; proclamarei todos os teus feitos.

Salmos 73. 28 (nvi)

Todos nós gostamos de estar perto de pessoas que amamos; e o inverso é verdadeiro, aqueles com quem não temos afinidade, não há prazer estar perto dos mesmos. Como é bom estar perto da esposa, filhos, netos, pais, irmãos, sobrinhos e de tantos amigos com os quais nos identificamos e amamos. Quanto mais amamos e demonstramos o quanto essas pessoas são caras para nós, mais próximos ficamos delas. Evidentemente que se não tivermos um comportamento ético adequado, nos portarmos com infidelidade aos outros, perderemos o respeito e admiração deles e, consequentemente, a amizade e o afastamento por parte deles, será inevitável.

Com Deus, não é diferente. Estávamos afastados de Deus em razão do pecado ter provocado um abismo imenso entre nós e Deus. Mas uma das virtudes do caráter de Deus é o amor. Deus enviou o seu amado Filho, o Senhor e Salvador Jesus Cristo, para este mundo; veio, sofreu, morreu na cruz do Calvário, para que através de sua morte pudéssemos ter restaurado a nossa comunhão com Deus. Hoje, para termos uma profunda amizade com Deus, depende exclusivamente de nós, pois Deus já providenciou a ?ponte de ligação? entre Ele e nós: JESUS CRISTO.

Para estarmos sempre pertinho de Deus, necessitamos ter uma vida de obediência a Ele. O próprio JESUS disse: Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando?. E os mandamentos d`Ele não são pesados. Devemos estar sempre alertas para poder rechaçar o pecado que tão de perto nos rodeia, pois é impossível querermos ser amigos de Deus e ao mesmo tempo do mundo. Vivamos longe do pecado, e estaremos sempre perto de Deus.

Refletindo: O meu modo de vida permite-me estar perto de Deus?

Pr. João da Cruz Parente

O SOL


sábado, 23 de setembro de 2017

A SUA CAIXA

Todos os dias, a cada momento, você está escrevendo a história da sua vida. 
Howard Martin

Cada dia que nasce nos chega como uma caixa vazia, pronta para receber o que nela for colocado. Nós podemos encher essa caixa com tesouros preciosos ou com objetos triviais e sem importância. Muitas coisas que colocamos dentro daquela caixa, nós o fazemos por hábito, sem nenhuma reflexão, porque é algo que tem se tornado rotineiro e fácil de fazer. 

Se você abrisse a sua caixa de hoje daqui a um ano, quais seriam as coisas de genuíno valor que você encontraria? Você poderia distinguir a caixa de hoje das demais? Uma vez que a caixa de hoje esta completa, não há mais retorno. Você não pode tirar nada e nem colocar nada de volta. Porém, amanhã pela manhã, diante de você estará uma nova caixa vazia e - como todos os outros dias - cheia de possibilidades. 

A vida é breve, porém muito importante. Por isso ela nos é entregue aos poucos, em doses diárias. E assim vamos escrevendo a nossa história, diariamente. Deus, a cada manhã lhe dá um novo dia para viver, uma nova caixa em que você tem a oportunidade de depositar tesouros preciosos. Torne essa caixa algo especial e receba os tesouros que – sem nenhuma dúvida – podem ser seus.

Nélio DaSilva

Para Meditação: As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim.  Lamentações 3.22

Fonte: www.encorajamento.com

OLHO POR OLHO


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

A LIÇÃO DO JARDINEIRO

Um dia, o executivo de uma grande empresa contratou, pelo telefone, um jardineiro autônomo para fazer a manutenção do seu jardim. Chegando em casa, o executivo viu que estava contratando um garoto de apenas 15 ou 16 anos de idade. Contudo, como já estava contratado, ele pediu para que o garoto executasse o serviço.

Quando terminou, o garoto solicitou ao dono da casa permissão para utilizar o telefone e o executivo não pôde deixar de ouvir a conversa. O garoto ligou para uma mulher e perguntou: “A senhora está precisando de um jardineiro?”

– “Não. Eu já tenho um”.

–“Mas, além de aparar a grama, frisou o garoto, eu também tiro o lixo.”

– “Nada demais, retrucou a senhora, do outro lado da linha. O meu jardineiro também faz isso.”

O garoto insistiu: “eu limpo e lubrifico todas as ferramentas no final do serviço.”

– O meu jardineiro também, tornou a falar a senhora.

– Eu faço a programação de atendimento, o mais rápido possível.

– Bom, o meu jardineiro também me atende prontamente. Nunca me deixa esperando. Nunca se atrasa.

Numa última tentativa, o menino arriscou: “o meu preço é um dos melhores.”

– Não- disse firme a voz ao telefone - Muito obrigada! O preço do meu jardineiro também é muito bom.

Desligado o telefone, o executivo disse ao jardineiro: “Meu rapaz, você perdeu um cliente.”

– Claro que não - respondeu rápido - “Eu sou o jardineiro dela. Fiz isto apenas para medir o quanto ela estava satisfeita comigo.”

Em se falando do jardim das afeições, quantos de nós teríamos a coragem de fazer a pesquisa deste jardineiro? E, se fizéssemos, qual seria o resultado? Será que alcançaríamos o grau de satisfação da cliente do pequeno jardineiro?

Será que temos, sempre em tempo oportuno e preciso, aparado as arestas dos azedumes e dos pequenos mal-entendidos? Ou estamos permitindo que se acumule o lixo das mágoas e da indiferença nos canteiros onde deveriam se concentrar as flores da afeição mais pura?

PAGAR O MAL COM O BEM

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

O PÃO PATRIOTA

Algumas pessoas sentem prazer em ajudar ao próximo, chegam a integrar seus tesouros em prol do que carece. A história de Yuan é um exemplo disso. 

Yuan era um pequeno chinês que morava em Manilha, nas ilhas Filipinas. Havia ajuntado por muito tempo algum dinheiro para comprar  uma bicicleta.

Quando já possuía mais de cinqüenta dólares, sentou-se e meditou:  "Quantos na China, milhares de patrícios meus estão morrendo de  fome..." Resolveu então ajudar as crianças famintas da China em vez de  comprar a sua tão desejada bicicleta. Foi diretamente à padaria e gastou  todo seu dinheiro na compra de pães; sacos e sacos de pão! Entregou-os  à comissão auxiliadora, explicando que era uma oferta que ele mesmo  queria mandar aos pequenos chineses. A comissão agradeceu a Yuan queria mandar aos pequenos chineses. A comissão agradeceu a Yuan homens discutiram bastante: "Que faremos com todo este pão ? Estragar-se-á antes de chegar à China". Afinal resolveram levá-lo às escolas chinesas na ilha mesmo é vendê-los como "pão patriótico" 

Assim fizeram e o povo pagou um bom preço. No fim do dia  tinham mais de 200 dólares para aliviar a fonte das crianças na China.

PERDOADO E ESQUECIDO

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

É UM MILAGRE

"E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura: as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas." 

II Coríntios 5:17.

"Não vou conseguir segurá-Ia por muito mais tempo, rapazes", avisou o capitão do bombardeiro britânico. "Vocês terão de pular!" Nicholas Alkemade, um dos tripulantes, abriu a porta atrás dele para pegar seu pára-quedas e deparou com um verdadeiro inferno. Era tarde demais. Seu pára-quedas havia pegado fogo. A morte parecia certa para o sargento de 21 anos, naquela noite de 24 de março de 1944. Ou pulava ou ardia. Ele pulou. 

A próxima coisa que soube foi que estava deitado sobre uma moita coberta de neve. Acima dele as estrelas brilhavam por entre os grossos galhos de uma árvore. Seu corpo daí a por toda parte, mas ele estava com vida.

Soldados alemães encontraram Nicholas algumas horas mais tarde Quando o comandante escutou a história, afirmou: "Senhores, nada menos que um milagre!" De fato, era por um milagre que Nicholas Alkemade estava vivo.

Ele havia caído de uma altura superior a cinco mil metros, e tinha se chocado contra o solo a uma velocidade aproximada de 200 quilômetros por hora. Ele tinha vários ferimentos, mas a maioria ocorrera enquanto ele estava no avião.

O que é um milagre? O dicionário o define como "um acontecimento extraordinário causado por um agente super-humano". NichoIas certamente concordaria. Quando ele voltou a si sobre aquela moita. A primeira coisa que fez foi olhar para as estrelas e agradecer a Deus por ter poupado sua vida.

A vida em si mesma é um milagre, mas um milagre maior ainda é a nova vida que podemos encontrar em Cristo. Tão miraculoso quanto o nascimento de uma criança é o nascimento que nos torna filhos e filhas de Deus.

Pense na transformação da vida de Saulo, o assassino, para Paulo, o apóstolo. Não foi um milagre, "um acontecimento extraordinário causado por um agente super-humano?” Paulo não poderia de forma alguma ter se transformado por si mesmo. Teria de ser por um milagre da graça de Deus.

Esse milagre de amor e graça pode ser seu também. Deus pode transformar sua vida. Ele pode conceder a você uma nova experiência. Ele pode remover velhos hábitos e sofrimentos, e substituí-Ias por paz e alegria radiante. O milagre que Ele oferece purificará você do pecado e tornará você a pessoa que você sempre quis ser.

www.4tons.com

terça-feira, 19 de setembro de 2017

UMA ESPÉCIE DIFERENTE DE CORAGEM

"Não resistais ao perverso; mas a qualquer que te ferir na face  direita, volta-lhe também a outra." 

Mateus 5.39.

"Você tem estômago para receber uma jogada bruta ou um insulto e não revidar?" Branch Rickey, presidente dos Dodgers do Brooklyn, perguntou a Jackie Robinson. 

"Sr. Rickey", Jackie respondeu, "o senhor está procurando alguém que tenha medo de revidar?" Ele pensou nos seus 26 anos de profissionalismo como jogador, sempre pronto a revidar, com os pulsos ou com a língua, a cada insulto ou a cada jogada desleal. 

"Estou procurando um jogador", o Sr. Rickey respondeu, "que tenha estômago bastante para não revidar. Eu sei que você é um bom jogador de baseball. O que eu não sei é se você é capaz de agüentar o jogo até o fim, não importa o que aconteça. E preciso muita coragem para ser o primeiro negro a jogar numa liga de primeira divisão. Algumas pessoas não vão gostar disto." 

Quando Jackie Robinson entrou no profissionalismo de baseball em 1945, ele só podia jogar em times de negros. Ele estava jogando para os Monarchs de Kansas quando Branch Rickey o descobriu. O Sr. Rickey descobriu que Robinson era exatamente o jogador que ele procurava para ajudar a quebrar a resistência do preconceito no jogo favorito da América: o baseball. Entretanto, ele precisava de alguém que tivesse peito par agüentar insultos e jogadas desleais sem revidar, tanto da parte do adversário como dos próprios companheiros de time. 

Como Jackie tivesse esta espécie de coragem, ele assinou contrato com os Dodgers do Brooklyn, e seu nome é hoje conhecido no hall da fama em relação com este esporte. 

Como fora possível tal coragem? Em sua autobiografia, Break-through to the Big League, Jackie se refere muitas vezes ao poder habilitador de Deus em sua vida. Ele reconhece nisto também a fé e orações de sua mãe. 

Quando Jackie nasceu, a Sra. Robinson tomou-o em seus braços, olhou em torno para a pobreza do seu lar em Cairo, Geórgia, e disse: "Bendito, sejas, menino, pois para sobreviveres a tudo isto Deus terá de manter os Seus olhos em ti." 

Deus respondeu a esta oração. Muitas vezes quando a luta era muito dura, Jackie sentiu os olhos de Deus sobre ele. Deste modo ele recebeu forças para se controlar quando tinha vontade de revidar a insultos e deslealdade por ser ele negro. 

Os olhos de Deus estão sobre você também, no dia de hoje. Ele o ajudará a oferecer a outra face. Dar-lhe-á domínio próprio, e assim, a coragem para não retribuir ao mal com o mal. 

Fonte: www.4tons.com

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

A SÉTIMA VEZ

"Porque sete vezes cairá o justo, e se levantará." 

Provérbios 24.16.

Uma aranha procurava alcançar o teto de uma cabana utilizando o fio de seda que havia tecido. Um homem em seu recanto perto da cabana observava o esforço da aranha para chegar ao alto. Ela se soltou do fio por um momento e ficou suspensa no espaço, prendeu-se de novo ao fio, veio abaixo, e novamente tentou subir até o alto na tentativa de entretecer a sua teia. 

Várias vezes a aranha tentou completar sua tarefa, puxando atrás de si uma ponta de fio para a tecitura. E a cada insucesso ela fazia nova tentativa. 

Fascinado, o homem em sua cadeira de repouso um pouco além, ficou a observar a aranha, e chegou a contar seis tentativas, sempre mal sucedidas. Mas na sétima vez ela conseguiu subir até o alto, e entretecer no seu devido lugar o fio que arrastava. 

"Esta aranha é bem uma figura de minha própria pessoa", o homem murmurou consigo mesmo. "Seis vezes já tentei libertar a Escócia do domínio inglês, e seis vezes falhei. Mas vou tentar outra vez. Esta aranha me ensinou uma grande lição." 

O homem que observava a aranha era Robert Bruce. No dia 27 de março de 1306 ele havia sido coroado rei da Escócia. A partir desse dia suas derrotas começaram. O rei Eduardo I da Inglaterra enviou soldados contra ele para o derrotarem. E em todas as vezes Robert Bruce foi de fato derrotado. Foi enquanto estava escondido, sentindo-se como pronto para deixar a luta, que ele viu a aranha e ganhou novo ânimo. Ele reuniu os seus soldados e ganhou a batalha. A vitória foi sua porque ele não desistiu. 

Como seria se os israelitas tivessem marchado somente seis vezes em torno da cidade de Jericó? Teriam eles alcançado a vitória? 

E se Naamã tivesse saído do rio Jordão depois de haver-se lavado seis vezes? Teria sido curado? 

Talvez muitas vezes você tenha procurado vencer um mau hábito e cada vez tenha sido derrotado. Satanás conhece os seus pontos fracos. Vezes e vezes ele tem derrotado a você e o levado a sentir ser inútil fazer nova tentativa. 

É em tais ocasiões que você deve pôr sua fé nas promessas de Deus. Você pode cair, mas Deus pode ajudá-Io a erguer-se de novo. Jesus prometeu perdoar você e purificá-Io. Ele prometeu fortalecer você. Prometeu-lhe poder para vencer. Você não precisa desanimar. Deve tentar e tentar sempre! A vitória espera você logo à frente! 

Enciclopédia Britânica, sobre o assunto. The World Book Encyclopedia, vol. 2, 1973. 

É TÃO NATURAL


quinta-feira, 14 de setembro de 2017

A VITÓRIA DO AMOR

Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros" 

João 13:35.

Em um dia de verão, quando um grande calor provocou uma sede geral entre os animais, um Leão e um Javali vieram ao mesmo tempo a uma pequena fonte para beber. Eles disputaram ferozmente qual deles devia beber primeiro, e logo estavam envolvidos na agonia de um combate mortal. Ao interromperem por alguns segundos a batalha, em busca de uma renovação de forças para recomeçar de forma mais feroz a luta, perceberam alguns abutres ao longe aguardando o banquete que teriam quando um deles fosse derrotado. Eles suspenderam a disputa e concordaram entre si, dizendo um ao outro: "É melhor nos tornarmos amigos do que servir de comida para corvos e abutres."

Como nós, cristãos, estamos lidando com os nossos irmãos?

Temos nos relacionado em amor, sorrido com os que se alegram e chorado com os que estão tristes? Temos mantido uma comunhão plena como convém aos filhos de Deus?

Muitas vezes deixamos de lado o amor cristão e a comunhão que deveria ser prioridade em nossas atitudes diárias para nos envolver em disputas tolas e desnecessárias que minam nossas forças espirituais, enfraquecem nossa fé e, principalmente, entristecem o coração do Senhor. Estamos sempre vendo defeitos no outro, criticando sua maneira de ser, fazendo comparações com o que cremos ser a nossa maneira correta de viver.

O Senhor não nos deu o direito de julgar aos nossos irmãos.

Devemos, sim, orar por eles e pedir a Deus que nos faça bênçãos em Suas mãos, tanto a nós como àqueles que achamos errados. Quando nos unimos para beber na mesma Fonte de graça e misericórdia, compreendemos que somos mais fortes e impedimos a ação dos abutres da mentira, da vaidade, do egoísmo e das dissensões deste mundo que só aguardam a nossa desunião para atacar e separar-nos de Deus levando-nos à morte espiritual.

No amor não há lugar para disputas.

Paulo Roberto Barbosa

TENTATIVA


MUDAR É O FUNDAMENTAL


quarta-feira, 13 de setembro de 2017

PALAVRAS NÃO PRONUNCIADAS

Ouvi dizer que num túmulo, na Europa Central, há esta inscrição: "Ele morreu por causa de algumas palavras não pronunciadas".

Este túmulo pertence a um rapaz que havia trazido vergonha e tristeza a seus pais. Ele continuou vivendo miseravelmente, a despeito de suas promessas de reconciliação e da tolerância de seus pais. Por fim, a paciência de seu pai acabou.

Numa noite, quando o jovem chegou em casa bêbado, seu pai, irritado, lhe disse: "Vá embora, e não volte nunca mais".

Ao sair pela porta, o filho voltou-se e disse: "O senhor está falando sério, papai? Não é para eu voltar nunca mais?" "Estou", respondeu o pai, "Não quero mais este escândalo em casa".

O moço foi embora, e suicidou-se. O pai, triste, nunca perdoou a si mesmo por ter dito aquilo. Ao invés de pronunciar as palavras que seu filho suplicou para ouvir, o pai endureceu seu coração.

Felizmente, não é assim que acontece com o nosso Pai celestial; Ele está pronto para nos perdoar e nos receber de braços abertos, no momento em que nos arrependermos.

Toivo Rajama (Finlândia)

DEUS É GRANDE

terça-feira, 12 de setembro de 2017

A VIDA ESCONDIDA

E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus… 
Colossenses 3:17

Há alguns anos, encontrei um poema de George MacDonald intitulado, The Hidden Life (A vida escondida). O poema conta a história de um jovem muito inteligente que desistiu de uma prestigiosa carreira acadêmica para voltar a viver com seu pai idoso e sua família na fazenda. Lá, ele se comprometeu com o que MacDonald chamou de “feitos comuns” e “formas simples de assistência humana.” Seus amigos lamentaram o que viram considerando um desperdício dos talentos do rapaz.

Talvez você também sirva em algum lugar despercebido, e suas atividades sejam consideradas algo comum. Outros podem pensar que é um desperdício. Mas Deus não desperdiça nada. Todo ato de amor expresso por dedicação a Ele é reconhecido e tem consequências eternas. Todo lugar, não importa quão pequeno, é solo santo. A influência significa mais do que simples ações e palavras. Pode ser simplesmente uma questão de ajuda a outro ser humano: estar presente, ouvir, compreender a necessidade, amar e orar. É isto o que torna a rotina diária em adoração e serviço.

O apóstolo Paulo desafiou os colossenses: “E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus…” e “…fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens […] cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança” (Colossenses 3:17,23-24). Deus reconhece o que fazemos em Seu nome e se alegra em nos usar como Seu instrumento.

A forma de conquistar muito para Cristo é servindo-o de todas as maneiras que podemos

David H. Roper
Fonte: Pão Diário

REVELAR O MAL

domingo, 10 de setembro de 2017

OUVINDO O QUE É BOM

Um dos maiores pianistas de todos os tempos foi Paderewsky. Quando menino, quis estudar piano, mas foi desencorajado por todos que diziam: “Você têm os dedos muito curtos. Experimente tocar corneta”. Ele comprou uma corneta e foi procurar um professor, que lhe disse: “ Você não tem boca própria para tocar corneta”. Aí, então encontrou o famoso pianista Anton Rubistein e este lhe disse: “Meu caro, acho que você pode aprender a tocar piano. Mas você terá que estudar sete horas por dia!” Com essa palavra de apreciação, de estímulo e grande força de vontade, Paderewsky venceu, tornando-se um dos grandes da arte musical.

AMOR NA VIDA

sábado, 9 de setembro de 2017

A ROCHA NO CAMINHO

Em tempos bem antigos, um rei colocou uma pedra enorme no meio de uma estrada. Naquele momento ele se escondeu e ficou observando se alguém tiraria a imensa rocha do caminho. Alguns mercadores e homens muito ricos do reino passaram por ali e simplesmente deram a volta pela pedra. Alguns até esbravejaram contra o rei dizendo que ele não mantinha as estradas limpas, mas nenhum deles tentou se quer remover a pedra dali.

De repente, passa um camponês com uma boa carga de vegetais. Ao se aproximar da imensa rocha, ele pôs de lado a sua carga e tentou remover a rocha dali. Após muita força e suor, ele finalmente, com muito jeito, conseguiu mover a pedra para o lado da estrada. Ele voltou a pegar a sua carga de vegetais mas notou que havia uma bolsa no local onde estava a pedra. Foi até ela e viu que a bolsa continha muitas moedas de ouro, e um bilhete escrito pelo rei que dizia:

'Todo obstáculo contém uma oportunidade para melhorarmos nossa condição.

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

COMO SABER SE SOU ABENÇOADO POR DEUS?


Muitos declaram serem íntimos e amados de Deus, pela apresentação como evidência dessa intimidade e amor, a sua riqueza, fama, saúde perfeita, e toda sorte de bens terrenos que possuem, e que afirmam terem recebido de Deus, em razão do referido amor.

Todavia, não têm nenhuma outra evidência para apresentarem. 

Outros há, em não tão grande número como os do primeiro grupo, que apresentam como evidência de serem amados, a paciência e paz sobrenatural que recebem para enfrentarem as suas muitas tribulações, perdas e aflições.

E se regozijam pelo fato de terem a graça de Deus acompanhando todo o curso de suas vidas, dando-lhes a capacidade de estarem contentes em toda e qualquer situação, com gratidão ao Senhor em seus corações. 

Esta satisfação não depende das coisas que possuam ou não possuam, porque estão sempre alegres no Senhor, em razão do poder que o Espírito Santo lhes supre. 

Identificados os dois grupos, qual deles você acha que possui a melhor e maior evidência do amor de Deus? 

Silvio Dutra

PROBLEMAS


quarta-feira, 6 de setembro de 2017

DEPENDENDO DA PALAVRA

Confiar em Deus é acreditar em Sua Palavra, é enfrentar os desafios da vida acreditando que Ele pode fazer a diferença e viver como se a vida dependesse do querer de Deus. Porque na verdade depende...

Na maioria das vezes, nós queremos vencer, mas não conseguimos colocar tudo nas mãos do Pai. Queremos vitória, mas achamos que o nosso modo de lutar e enfrentar os problemas é melhor do que o de Deus.

A história narra que na fase mais aguda de ameaças à sua vida, Lutero recebeu oferecimento de amigos e admiradores que se propunham a defendê-lo pelas armas. Lutero recusou dizendo: "Eu não vou apelar para armas e derramamento de sangue para a defesa do Evangelho. Foi pela pregação da Palavra que o mundo foi conquistado; pela Palavra a igreja foi salva; é pela Palavra que ela há ser restaurada. Eu não vou depender de ninguém senão de Jesus Cristo e Sua Palavra".

Que Deus nos ajude a colocar tudo nas mãos de Deus.

VIVER POR ALGO

terça-feira, 5 de setembro de 2017

SOMOS DE DEUS

Irmãos, contemplai a vossa vocação! Pois não foram convocados muitos sábios, de acordo com critérios humanos, nem muitos poderosos, nem tampouco nobres. Pelo contrário, Deus escolheu justamente o que para o mundo é insensatez para envergonhar os sábios, e escolheu precisamente o que o mundo julga fraco para ridicularizar o que é forte. Ele escolheu o que do ponto de vista do mundo é insignificante, desprezado, e o que nada é, para reduzir a nada o que é, com o objetivo de que nenhuma pessoa se vanglorie perante Ele. Somos de Deus em Cristo.

1 Coríntios 1.26-29

Quem somos nós para alcançarmos alguma graça diante de Deus? De onde Ele nos tirou para sermos usado a seu serviço ou por que Ele nos chamou e não a outro? A resposta do porquê alcançamos esta graça vamos encontrar no coração.

Convém dizer que ao escolher alguém, Deus o faz com o único objetivo de engradecer o Seu nome. Ele deseja que o homem se torne um vaso útil, de honra. Não é por causa de sua sabedoria, oratória, bondade ou porque é poderoso. Muito pelo contrário, é justamente pela sua fraqueza, sua inutilidade e da incapacidade de amar.

Para que Deus precisa de alguém? Para usá-la com o propósito de salvar, de curar e de restaurar outras vidas. Para isso, Ele não leva em conta o passado, as decepções, as feridas e as desilusões que ela já tenha sofrido na jornada. 

Uma coisa importante precisa ser dita: Deus não usa o homem de qualquer forma. Ele precisa ser lavado pelo sangue de Jesus e ter a marca de Cristo. Se faz necessário ser de Deus em Cristo. Só assim, o homem, independente de seu passado, estará pronto a ser a voz de Deus em sua geração.

Sarah Farias - Deixa Deus te Usar


Fandermiler Freitas

VIAJANTE DESTE TEMPO


segunda-feira, 4 de setembro de 2017

AS ESTAÇÕES DA VIDA

Quando somos crianças, não podemos esperar até crescer. Quando somos idosos, olhamos para trás com saudades, para os anos que passaram. Mas Deus quer que aceitemos toda estação da vida com alegria, assim como ela é. Qualquer que seja a nossa idade, Ele nos dá o que necessitamos para sermos tudo o que podemos ser. Ele nos pede para entregarmos o nosso caminho a Ele e aceitar as lutas que Ele permite e as forças que Ele provê.

Uma mulher que enfrentava as dificuldades da velhice, perguntou ao professor da Bíblia, J. Robertson McQuilkin: "Por que Deus permite que fiquemos velhos e fracos?" McQuilkin respondeu: "Eu acho que Deus quis que as forças e a beleza da juventude fossem físicas. Mas as forças e a beleza da velhice fossem espirituais. Nós perdemos gradualmente as forças e a beleza que é temporária para nos concentrarmos com segurança nas forças e na beleza que é eterna. E com isso, estaremos ansiosos para deixar a parte que é temporária e que se deteriora em nós, para nos tornarmos verdadeiramente saudosos pelo lar eterno. Se permanecêssemos jovens e fortes e bonitos, nunca iríamos querer partir".

Está você na primavera da vida? Confie no tempo de Deus, de cumprir os seus sonhos. Está você no verão ou no outono da vida? Enfrente os desafios diários, de cabeça erguida. E se você está sentindo o frio do inverno, aproxime-se mais do Senhor. A sua presença pode fazer com que todas as estações da vida estejam repletas de forças e de beleza.

Dennis de Haan

O VALOR DE UM HOMEM


domingo, 3 de setembro de 2017

NÃO LEVAR DEUS A SÉRIO

Um exemplo clássico de pessoas que não levaram Deus a sério foram os hebreus que haviam saído do Egito por ocasião do êxodo. O apóstolo Paulo mostrou aos coríntios que esse povo tinha tudo para vencer. Todos eles tinha tudo: orientação sobrenatural, uma nuvem de dia e uma coluna de fogo à noite; uma libertação sobrenatural: a passagem pelo mar vermelho; uma liderança sobrenatural: Moisés, um homem amigo de Deus; um cardápio sobrenatural até: maná do céu e água da rocha. 

Os hebreus estavam cercados de privilégios sem precedentes. Entretanto, e Paulo faz uso dessa palavra... entretanto, com o passar do tempo todas aquelas bênçãos e toda aquela conversa sobre Deus foi ficando azeda. Sucedeu que o povo não levou Deus à sério, Mas como isso foi acontecer? Aconteceu a medida em que eles permitiram que uma mente voltada para banalidades tomasse o lugar de uma vivência pela fé com Deus (1 Co 10.1-11)

O SILÊNCIO

sábado, 2 de setembro de 2017

O AMOR QUE CURA

Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome.

Salmos 91:14

O amor tem muitas faces, sempre benéficas, tem muitas cores, sempre vivas, tem sua música, harmoniosa. Ele é como um quebra-cabeça de muitas peças. Algumas idênticas outras não, cada uma com sua cor, detalhe. Isolada parece um nada, mas no seu devido lugar, a imagem surge linda, calma, bela e mágica.
Quantos são os amores? Muitos! O ser humano precisa sentir o amor todos os dias, ele nos faz melhores, por isso Deus nos permitiu vivê-lo de forma multiforme.

Amor de mãe é divino – se doa

Amor de amigos é forte como uma tempestade.

Amor de vó é incrível.

Amor de Deus é infinito

O Amor é o maior dos dons e o bem mais precioso que se pode dividir com o próximo; Nada que possuímos é comparado ao amor: Ele abre as portas para a verdade, derrota o maior dos inimigos e conquista corações e almas, aprisionando-os em correntes eternas de amizade e respeito.

Quando o amor invade uma vida, ele transforma o destino de quem o segue, cura as feridas, apazigua  as guerras e sara as dores. Não há fortaleza no homem que não penetre: A alma, o coração, a mente, o corpo são esquadrinhado e completamente restaurado, os sonhos renovados e o desejo de viver renascido. 

O guerreiro do amor é um homem curado de seu passado e plenamente restabelecido ao posto de amado e de amar. Ele não teme o mal, porque sabe manejar as armas do bem e está sempre pronto a perdoar.

Desejo a todos vocês que o Pai os envolvam no manto do amor real e verdadeiro, que cura, sara e restaura o corpo, a alma e o espírito.

FERNANDA BRUM - AMOR QUE CURA.

VIVER BEM


sexta-feira, 1 de setembro de 2017

AJUDA!

1 João 4:21 - "E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão".

O nosso texto inicial nos conduz a uma reflexão séria sobre nossa vida cristã: muitas pessoas necessitam de ajuda para encontrar Jesus. Para que sejam curadas, física ou espiritualmente, para que sejam libertas, dos vícios e de qualquer engano deste mundo, para que encontrem o caminho da salvação e da vida eterna, é necessário que nós, que já temos uma experiência pessoal com o Senhor Jesus Cristo, cumpramos a vontade de Deus e lhes estendamos as mãos para que sejam plenamente abençoadas.

Quando negligenciamos o mandado do Senhor, quando nos mostramos indiferentes ao nosso próximo, essas pessoas continuam perdidas, sem esperança e sem a graça divina. Elas perdem a bênção, nós perdemos a bênção, e o nome do Senhor deixa de ser glorificado. Fomos chamados para iluminar o caminho dos que andam em trevas e esse deve ser nosso propósito espiritual todos os dias de nossas vidas.

Se nós amamos a Deus, devemos também amar a nosso próximo. Se o nosso irmão, ou parente, ou amigo, necessita de nossa ajuda e nós não os socorremos, então mostramos que o amor de Deus não está em nossos corações e que não amamos verdadeiramente a Deus.

Quando o Senhor é a razão maior de nossas vidas, o Seu amor nos envolve e temos prazer em levar outros à Sua presença. Amamos os perdidos e desejamos que sejam salvos. Amamos os enfermos e almejamos que sejam curados, não temos nenhum contentamento em ver nossos amigos oprimidos e nos esforçamos para que encontrem a paz e a libertação que o Senhor oferece.

Se as pessoas que você conhece necessitam de ajuda, saiba que, conduzi-las a Jesus, é um grande privilégio para você.