quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

O ÚLTIMO DIA


porque nós somos de ontem e nada sabemos; porquanto nossos dias sobre a terra são como a sombra.

Jó 8:9

Chegamos ao último dia do ano, restam, agora, poucas horas para o final de 2008. O que dizer deste ano? Olimpíadas, terremoto na china, conflitos armados na Somália, Iraque, Paquistão, libertação de Ingrid Bettencourt, chuvas torrenciais em Santa Catarina, crise econômica mundial, queda de avião no Congo, o caso Isabella, eleições municipais etc.

foram 366 dias que refletirão em nosso futuro. Nós fizemos escolhas, sofremos baixas, perdemos entes queridos, iniciamos caminhadas, findamos outras, construímos projetos, pegamos atalhos, lemos livros, construímos famílias, amamos, fomos odiados e muito mais.

Sinceramente, disso tudo que passou pouca coisa realmente era importante e valeu a pena. É como o pregador declara no livro de Eclesiastes: "Considerei todas as obras que fizeram as minhas mãos, como também o trabalho que eu, com fadigas, havia feito; e eis que tudo era vaidade e correr atrás do vento, e nenhum proveito havia debaixo do sol."

O que é a vida? trabalhar, farrear, brincar, passear? Sem dúvida alguma, o homem precisa saber viver, caso contrário, sua vida será vazia, solitária e sem sentido. Eu não estou falando de acordar cedo e saber o que tem de fazer naquele dia ou então, de ter uma missão, algo definido que tem que cumprir. Falo que precisamos saber que o que estamos fazendo é importante e tem um peso eterno no céu.

Amanhã, iniciaremos um novo ano! Que tal saber que Deus se agrada do que você fará? Que tal sentir a presença Dele perto de você? Que tal ouvir sua voz falar em seu coração? Que tal ter a certeza de que Ele está ao seu lado lhe ajudando a continuar sua caminhada quando tudo é difícil? Que tal saber que você é aprovado por Deus?

Meus Sinceros votos de um feliz ano novo, cheio de paz e saúde. O que eu mais desejo a você, meu querido amigo, é Deus em seu coração, porque aí todos os seus problemas estarão bem perto de uma solução.

Shalom!

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

ANO NOVO, VIDA NOVA


(Salmo 51.10) "Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova dentro em mim um espírito inabalável."

Com o surgimento do novo ano que se inicia. É tempo de planejar uma nova vida. Os planos que não foram cumpridos no ano anterior precisam ser reavaliados e, dependendo dessa avaliação uns retomados e outros deixados para trás.

Se listássemos em uma folha de papel todos os nossos planos e objetivos que não foram alcançados em 2008, e ao lado de cada um deles colocássemos as dificuldades que nos impediram de realizá-los, talvez decifraríamois as possíveis soluções para a realização de nossos sonhos.

Paremos um pouco, agora, e olhemos para Davi, o salmista e Rei de Israel, que após ter passado por um grande trauma resultante de seu pecado, volta-se totalmente para Deus, pede perdão, sofre as conseqüências do pecado, reavalia sua caminhada e decide retormar o caminho ensinado por Deus.

Ele não buscou um culpado ou desculpas para o seu pecado, mas assumiu que foi ele mesmo quem pecou contra Deus e, por isso, busca a purificação que só Deus pode dar (vs.3-4) “Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Pequei contra ti, contra ti somente, e fiz o que é mal perante os teus olhos, de maneira que serás tido por justo no teu falar e puro no teu julgar.”, Reconheça e confesse seus pecados, e busque o perdão e a purificação de Jesus, para iniciar este novo ano, livre das cargas e pesos que o pecado lança sobre os seus ombros. Lembre-se que Ele disse: (Mt 11:28)"Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei".

Vale ressaltar que as resultantes de uma atitude como essa se manifestam na vida do crente sincero com um andar na presença do Espírito Santo (v.11) “Não me repulses da tua presença, nem retires de mim o teu Santo Espírito.”, a alegria e o espírito voluntário (v.12) “...e sustenta-me com um espírito voluntário.” e um testemunho constante da grandeza de Deus (v.13) “Então, ensinarei aos transgressores os teus caminhos...”.

A vida bem sucedida de Davi É inquestionável, mas a maior virtude que pode ser destacada de sua vida é a sinceridade e a retidão de seu coração para com Deus, por isso ele é mencionado como o homem segundo o coração de Deus.

Que nesse novo ano possamos ser homens, mulheres e crianças segundo o coração de Deus e que, semelhantemente a Davi, sejamos bem sucedidos em nossa caminhada para sermos "segundo o coração de Deus" com a definição dos projetos certos.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

DEPOIS DO NATAL


Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: Ouro, incenso e mirra.

Mateus 2. 11

O Natal é uma festa Cristã celebrada praticamente em todos os lugares da Terra. As exceções são as culturas que possuem uma noção de religião diferente da nossa, mas o mundo por alguns dias respirou o chamado “Espírito Natalino”.

Com o avanço do capitalismo e a prosperidade do comércio aliado aos meios de comunicação de massa, o Natal parece ter se tornado uma data puramente mercadológica, um espaço para os comerciantes saírem do vermelho, e um momento para mera troca de presentes e desfrutar das delicias que são servidas nessa época.

O Natal já passou, e todo aquele “Espírito” parece se amainar conforme as horas se distanciam dessa data. O verdadeiro Natal é superior aos presentes caros que provavelmente damos e possivelmente venhamos a receber, essa data representa a expressão máxima de um amor incondicional manifestada por Deus em benefício nosso, celebremos sim, mas não esquecemos do aniversariante.

Agora, aproxima-se o final do ano e novamente as trocas de presentes são inevitáveis, mas além de todos esses momentos, deixemos um espaço para refletirmos sobre os poucos dias que ainda resta de 2008. Façamos um exercício de memória e vejamos o que não deu certo e refaçamos os cálculos. Projete, planeje, trabalhe, divirta-se, chore, fale sozinho, abra-se com os amigos, mas não esquece que nossa vida é efêmera e não sabemos quando será nossa hora, por isso, esse fato é determinante para entendermos que precisamos de Deus e isso é indiscutível.

Depois do Natal vem a “festa da virada”, aproveite para transformar de vez sua vida e entrar nesse novo ano que ainda é impossível de prever, com Deus no coração.

domingo, 28 de dezembro de 2008

NOS PLANOS DE DEUS

"Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei;..." Isaías 49.16a

Estamos findando mais um ano, e muitas coisas aconteceram neste ano de 2008, mas ele está terminando. Se cada um de nós pudéssemos observar cada momento de nossas vidas, veríamos em todos eles que Deus estava presente e realizando algo em nós.

Tente lembrar, se for possível, as bênçãos recebidas de Deus nesta semana que passou, depois tente fazer o mesmo com o mês que passou, e por fim tente lembrar deste ano que praticamente já acabou. Impossível não é mesmo! Pois nem nos momentos mais marcantes, não conseguimos contar e lembrar todas as bênçãos de Deus em nossa vida, que diria de todas as ocasiões passadas durante esses quase 365 dias que já foram!

Agora pense, se Deus nos guardou até aqui, até hoje, e sendo Ele um Deus que jamais falhou, que não muda e também não age segundo as nossas iniquidades mas segundo as suas misericórdias, nos ajudou até hoje, com bênçãos sem medida. Está planejando o que há de melhor para aqueles que o amam! Então o que devemos fazer? Tão somente confiar nEle, fazendo com que se agrade de nós. E como fazer isso?

A Bíblia nos responde com um versículo em Hebreus 11.6: "De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam". Veja que há um meio comum a todos os que querem agradar a Deus - acreditar de todo o coração nEle. Agora pense, se Deus agiu com benignidade comigo, mesmo sendo como eu sou, imagine suas promessas se cumprindo em minha vida dedicada a Ele.

Lembra quando disse no início deste texto sobre lembrar das inúmeras bênçãos de Deus, e se você concorda comigo que é impossível contá-las todas, então sei que você pode imaginar como será a vida daqui para frente se eu conseguir agradá-lo melhor! Fazer sua vontade mais e mais em minha vida. Se sendo como nós somos, falíveis, muitas vezes infiéis para com Ele, e recebemos bênçãos incontáveis, como seria tudo diferente se isso passasse a ser ainda melhor! Pois é, esse sempre foi o plano de Deus para o ser humano - uma vida melhor. E cabe a cada um de nós procurarmos a cada dia melhorar nossa comunhão com Deus, para que Ele se agrade de nós e faça de nossas vidas instrumentos para sua glória e louvor.

Nestes dias finais de 2008, Deus está colocando diante de nós o que há de melhor, basta fazer sua vontade, buscando-o de coração sincero. Façamos de 2009 um ano repleto de bênçãos confirmadas no amor de Deus em Cristo Jesus nosso Senhor!

sábado, 27 de dezembro de 2008

QUAIS SÃO SEUS PLANOS PARA O ANO NOVO?


1 Cr 28.11-12a - "Deu Davi a Salomão, seu filho... a planta de tudo quanto tinha em mente"

Quando Davi encarregou seu filho Salomão de construir o templo, entregou-lhe planos precisos e exatos. Deus também tem um plano para cada um de nós. Um construtor que está num terreno e olha para o projeto de construção consegue imaginar a obra que ainda não existe. Essa é sua experiência constante, ele tem prática em ler plantas e em imaginar as obras prontas.

Infelizmente muitos de nós não fazemos isso. Ao invés de procurar saber o que Deus quer, procuramos preparar nossos próprios planos. Planejamos a construção da sua casa, a compra de um carro, planejamos a carreira, o futuro dos filhos, até nossa aposentadoria. Nada disso é errado. Mas os problemas começam quando essas coisas dominam os nossos pensamentos. O que deveríamos fazer é focar a nossa mente constantemente a fim de entender e saber os propósitos de Deus. Deus sempre nos dará novas tarefas de casa para que cresçamos e aprendamos o que significa ser mensageiros de Cristo.

Paulo escreve: "Exercita-te, pessoalmente, na piedade" (1 Tm 4.7b). Hebreus fala dos “mas o alimento sólido é para os adultos, os quais têm, pela prática, as faculdades exercitadas para discernir tanto o bem como o mal. " (Hb 5.14). Para que possamos dar lugar aos propósitos de Deus em nossos corações, é necessário que nos exercitemos constantemente e com perseverança na disciplina espiritual. Jesus Cristo, quer conduzir-nos justamente a este ponto. Isto se manifesta claramente nas instruções do rei Davi a seu filho Salomão: "Tu, meu filho Salomão, conhece o Deus de teu pai e serve-o de coração íntegro e alma voluntária! Porque o Senhor esquadrinha todos os corações e penetra todos os desígnios dos pensamentos ...sê forte e faze a obra" (1 Cr 28.9-10). Se deixarmos todo o espaço de nossos corações à disposição dos nossos próprios planos, Deus não poderá desenvolver Seu plano em nós. Deus está disposto a gravar Seus propósitos em nosso coração. Mas Ele necessita de espaço para isso, do maior espaço possível – e sem reservas.

Nossos próprios planos que se reflete em nossa alma, com freqüência são um empecilho para um andar alegre a frutífero na presença do Senhor. Agora o novo ano está diante de nós com todas as suas possibilidades. Quais são os seus planos para este ano novo? Qual é o plano de Deus?



Lembremo-nos sempre disso!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

SE PREPARANDO PARA UM NOVO ANO


Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio.
Salmo 90.12

Há alguns dias, nas regiões rurais de nossa cidade aconteceu uma tragédia. Durante um jogo de futebol, uma pelada de fim de tarde, dois homens, por motivos banais, coisas do futebol, se estranharam e quiseram brigar, mas foram contidos pelos amigos.

Mais tarde quando voltavam para casa, já anoitecendo, um se pôs de tocaia atrás das árvores da floresta e matou o outro com várias facadas. Já viu esta história ou algo parecido? Acredito que sim, mas o mais surpreendente disso tudo é que os dois homens eram pai e filho.

Nós vivemos num mundo tão mal, cruel que caminha a passos largos para a liberação total do pecado, aceitando como certo tudo o que a Bíblia condena. Mais do que nunca precisamos rogar ao Pai que neste novo ano nos ajude a contar nossos dias, porque eles passam rápidos como um sonho e nos permita que as experiências da vida dê-nos um coração sábio.

Um coração sábio não é aquele que responde todas as perguntas provenientes da ciência ou dos estudos, porém que saiba se postar diante das circunstâncias da vida - "Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez;" ( Filipenses 4:12)

Desejo a todos um Feliz ano novo! Mas desejo ainda mais que Deus lhe conceda a graça de alcançar um coração que compreenda que a vontade de Deus é o melhor lugar para estarmos. Lá o homem é feliz, tem paz, perdão e a certeza que se morrer herdará o céu. isto sim, é ser sábio.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

HOJE É NATAL




Havia, naquela mesma região, pastores que viviam nos campos e guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite.
Lucas 2.8

Alguns afirmam categoricamente que a data do nascimento de Jesus Cristo está errada, não foi dezembro, provavelmente março ou abril, afinal os pastores estavam à noite nos campos cuidando das ovelhas, isso só aconteceria no verão, e dezembro era inverno.


Mas isto pouco importa, o importante é o espírito de gratidão que deve envolver nossos corações. Hoje era para ser um grande dia de festa muito mais do que quando a seleção ganha Copa do Mundo ou do que nosso aniversário. Natal simboliza o nascimento de Jesus Cristo.


Em nossa região, no início do século passado quando os nordestinos desbravam as florestas, eles criaram um código para anunciar o nascimento de uma criança - tiros de espingarda. Desafio você que neste natal grite ao mundo: Jesus nasceu para nos salvar!


Faça como todos os envolvidos no primeiro natal: louve, adore e se aproxime do menino-Deus com hinos e louvores, presentes e amor no coração. Há mais de dois mil anos ele veio a este mundo por causa de você e eu.


Um Feliz natal, na paz de Nosso Senhor Jesus Cristo, o menino que nasceu lá em Belém.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

CHEGOU O NATAL


"Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus." Lucas 1.35





Mais uma vez estamos vivendo a época mais esperada do ano: O Natal. Festa que as crianças adoram ganhar presentes, e quem não gosta de ganhar presentes, não é mesmo?

Porém, muitas pessoas estão passando mais um Natal, talvez infeliz, triste e até desesperado, sem saber o que fazer, o que dizer, ou até não vêem mais nenhum sentido numa festa que se repete todo ano. Mas o Natal é sempre uma oportunidade de rever velhos amigos, fazer novos, lembrar aquele familiar distante que ao chegar o fim do ano sempre nos telefona, manda um cartão postal, etc.

O Natal é sempre uma época diferente, embora tenham feito dele um mero motivo há mais para vender, para comprar presentes. Não importa o queiram fazer com ele, pois seu significado maior ninguém jamais poderá apagar, por mais que tentem. O nascimento do menino que veio mudar o destino da humanidade, dAquele que veio mudar as nossas vidas de uma forma tão simples, tão humilde.
Veja que o Natal sempre se repete, mas nunca deixará de ser a data mais esperada do ano, assim como o nascimento mais esperado pelos escritores da Bíblia, que o profetizaram a centenas de anos antes que ele acontecesse, ainda hoje é a data mais esperada. Época de se lembrar dos nossos semelhantes, fazer campanhas de donativos, exercitar nossa solidariedade, enfim fazer muitas coisas as quais passamos o ano inteiro e parece que não lembramos, só no Natal.

Que nesta quarta-feira 24 de Dezembro de 2008, você possa estar pensando no maravilhoso milagre que Deus realizou ao vir ao mundo como homem para experimentar em nosso lugar a dor e o sofrimento, e isso desde seu nascimento, para por fim a todas as nossas angustias, dores e sofrimentos de uma maneira especial, colocando em nós a firme esperança da salvação eterna na pessoa bendita de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, o único motivo de todo o Natal, o presente de Deus para a humanidade. Receba-O hoje, e diga no seu coração para Ele: "Senhor, perdoa os meus pecados, eu quero receber o presente que me deste desde o primeiro Natal e entra na minha vida, pois é tua em nome de Jesus. Amém!"

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

PRESENTES DE NATAL



Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.
Mateus 2.11

De onde vem o costume de se presentear na noite de natal aqueles a quem amamos? Segundo a tradição, dos reis Magos que deixaram seus lares no Oriente e foram até Belém levando seus presentes: Ouro, incenso e mirra.

Se é verdade, não sei. Mas que foi um belíssimo exemplo, não há dúvida nenhuma. Deixar sua casa e seguir uma estrela pelo deserto por várias semanas para adorar um menino pobre que nasceu numa estrebaria de uma cidade inexpressiva, ah! foi.

Para mim, eles deveriam ser o símbolo do natal, não o Papai Noel. Eles demonstraram amor pelo menino, fé em encontrá-lo, abdicação ao renunciar a própria vida, reino, família e bens materiais ao empreitar uma viagem seguindo uma estrela por tão longo tempo.

O verdadeiro sentido do natal é o amor (Deus nos amou para enviar Jesus a este mundo). Que possamos, assim como os magos, demonstrar amor pelos que estão perto, sem esquecer daqueles que nada tem, que precisam de nós para ter um natal mais feliz.

O próprio Senhor Jesus disse: "ao dares um banquete, convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos; e serás bem-aventurado, pelo fato de não terem eles com que recompensar-te;"

Ontem de manhã, estive nos Correios. Existe uma caixa cheia de cartas de crianças carentes perdindo presente. Precisam de mim e de você, do meu amor e do seu, estão precisando de reis magos que lhe ofereçam um pouco do que é seu. A recompensa será a dita por Jesus na continuação de seu discurso: "a tua recompensa, porém, tu a receberás na ressurreição dos justos."

Que Deus nos encha de amor pelo próximo!

Feliz Natal!

Fandermiler Freitas

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

CELEBREMOS O NATAL



E perguntaram: Onde está o recém-nascido Rei dos Judeus? Porque vimos sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo.
Mateus 2. 2

Estamos num momento que é totalmente diferente de todas as outras datas que festejamos, parece que o mês de dezembro é envolvido com um ar mágico, não aquela magia sem sentido de ser, mas a que nos contagia e nos torna pessoas mais leves e amistosas.

É um momento em que as pessoas se aproximam e desejam os mais sinceros votos de prosperidades. As pessoas mudam nessa época, tornam-se mais cordiais, o sorriso é mais natural, e a vontade de celebrar a vida é mais intensa. Mas, há uma coisa que é preciso ressaltar: Apesar do momento ser maravilhoso, visto que se aproxima o natal, uma coisa é necessária salientarmos, essa data muitas vezes tem sido comemorada de forma equivocada.

A maioria apenas comem, bebem e festejam até ao amanhecer, esquecendo elas que, a festa não é para elas e sim, a outro que nasceu há mais de dois séculos atrás.

O natal é realmente lindo, mas não devemos desviar o sentido. Na próxima quinta-feira, celebraremos o nascimento do filho de Deus que veio para cumprir as exigências de seu pai e nos dá o maior de todos os presentes: limpar-nos de toda a injustiça.

Este natal é um momento ímpar para mais uma vez agradecermos pelos que ele fez por nós e se você acha que não vai ganhar presentes no natal, não fique triste, receba em sua casa o dono da festa, e tenha um excelente fim de ano.

domingo, 21 de dezembro de 2008

PRONTA OBEDIÊNCIA


Mateus 1:24 – “Despertando José do sono, fez como lhe ordenara o anjo do Senhor e recebeu sua mulher.”

Que atitude José tomou, uma decisão ímpar. Sua noiva estava grávida, e ele não era o pai. Só havia uma coisa a fazer: abandonar Maria secretamente e continuar sua vida como se nada tivesse acontecido. Mas esta não era a vontade de Deus, por isso teve ele um sonho no qual um anjo do Senhor lhe explicou a gravidez de Maria e a importância da criança. José ouviu e obedeceu.

Depois que a criança nasceu, um anjo disse a José para sair de Israel apressadamente e ir para o Egito, fugindo da morte nas mãos de Herodes. José novamente ouviu e obedeceu.

Imagine por um momento o que teria acontecimento se José houvesse ignorado a clara revelação de Deus. Suponha que José tivesse acordado dos sonhos e tentado explicar desta maneira: “como eu posso ter certeza de que este sonho foi de Deus? Mas talvez eu devesse apenas esperar por mais evidências.” Você pode imaginar as bênçãos que José teria perdido ou os perigos que ele teria encontrado?

Para nós, obediência pode não parecer tão urgente. Não somos confrontados com acontecimentos que mudarão o mundo ou escolhas de vida ou morte com muita freqüência. Mas o princípio permanece verdadeiro: Deus quer nos guiar e abençoar, mas nós só podemos saber a extensão completa de nossas bênçãos se seguirmos as suas ordens.

Somente quando obedecemos a Deus, é que experimentamos verdadeiramente suas bênçãos.

sábado, 20 de dezembro de 2008

FELIZ NATAL!

O natal se aproxima, é fácil ver em cada rua e esquina as luzes, os enfeites e os preparativos para a ceia. O clima que o natal produz nas pessoas é excelente e aproveitando este momento propício queremos declarar que Jesus, o Filho de Deus, é o único sentido do natal.

Desejamos a todos os nossos leitores, comentarista e amigos um feliz natal, além de convidá-los para as apresentações que acontecerão domingo, dia 21, com as crianças (peça e cantata) e na quinta-feira, dia 25, com os jovens e adultos - Uma linda cantata de natal, apresentada por um coral, e uma peça que narra os eventos que acarretaram no nascimento de Jesus.

O vídeo a seguir é uma pequena homenagem nossa a todos os moradores do mundo, em especial a você - razão desse blog existir e que levou Jesus Cristo a vir a este mundo.

UMA VISITA DE NATAL

"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Principe da Paz;" Isaías 9.6)



Todos nós queremos receber visitas, principalmente se forem boas, não é verdade? Mas na noite mais especial já vista na terra, quando "um menino nos nasceu, e um filho se nos deu" vindo JESUS a este mundo, lhe chegaram alguns visitantes e dentre eles haviam alguns pastores de ovelhas, que estavam nos campos de Belém naquela noite e puderam ver com seus próprios olhos o que muitos ansiaram e jamais puderam ter tamanho privilégio.

No entanto, essa visita não foi por acaso, mas nos mostra muitas lições, e uma delas é que Deus em sua imensa graça e infinita misericórdia com que nos amou, revelou ao ser humano sua intenção de estender sua salvação a todos os habitantes da terra, pois fora tão bem planejada durante séculos, o qual enviou anjos para anunciar àqueles pastores que a salvação tão esperada havia chegado.

Imagine você numa noite tranquila, fazendo o seu trabalho de sempre, e de repente avistar uma luz indescritivelmente surpreendente, e no mesmo instante ver criaturas celestiais falando com você, anunciando tudo o que de melhor você esperasse que acontecesse, não é incrível? Pois é, isso aconteceu naquela noite, e vemos através das Escrituras Sagradas que esses pastores acreditaram verdadeiramente na mensagem dos anjos e foram imediatamente constatar o que lhes havia sido anunciado e se tornaram parte da história da salvação.

Deus na pessoa do Senhor Jesus Cristo, está hoje aguardando você para se tornar também parte dessa história. Ele não vai mais enviar anjos, pois temos a sua Palavra completa e perfeita, a qual nos mostra como devemos nos chegar a Ele de maneira sincera e de arrependido coração. E quando isso ocorre, obtemos dEle a concretização dos anseios mais profundos de nossas almas, a SALVAÇÃO. Você não gostaria de experimentar tamanha graça capaz de retirar de nós toda culpa do pecado e tornar-nos co-participantes das bênçãos e promessas de Deus - o céu?

Faça como os pastores de Belém, ouvindo a mensagem da salvação, correram para ver e vivenciar da sublime noticia que o SALVADOR NASCEU em Belém e está presente neste mundo para fazer deste Natal o mais feliz e completo de todos, e ser a partir de agora eterno em seu coração!


quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

FIQUEM E SIGAM


Mateus 2:11 – “Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. prostando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.”

Há cinco anos que faço o papel dos reis magos, e ao longo desses anos percebi que eles nos deixaram dois exemplos: o de ir ao encontro de Jesus para adorá-lo e o de desaparecer sem deixar pistas. Mas olhando para as escrituras sagradas, nos faz conhecer pouco sobre “os três magos” que foram ver o bebê Jesus. Na verdade um pouco do que “sabemos” vem da lenda, não das escrituras. A respeito do que você pode ter ouvido, não sabemos seus nomes, ainda que digamos que eram três, a Bíblia nunca diz quantos eram, somente que eles deram três presentes. E eles foram ver Jesus algum tempo depois de nascido.

Mas nos faz perguntar: por que os magos foram até Ele? Também não sabemos realmente. Eles disseram ter visto uma estrela no oriente e que foram adorar o Reis (Mt 2:22). Mas tão logo eles o encontraram e lhe deram seus presentes, foram para casa para nunca mais voltar ou até ter contato com Jesus. O que eles tiraram então dessa viagem? Será que alguma vez eles pensaram sobre Jesus novamente?

Muitas pessoas como os magos honram também a Jesus. Poucos, ao contrário dos magos, também o seguem. Não é minha intenção desprestigiar o que os magos fizeram ou dizer que não devemos honrar a Cristo, mas destacar a diferença entre os magos e os discípulos. Os primeiros prestam suas homenagens e saem; e outros ficam, sentam-se aos pés de Jesus e aprendem. Quantas vezes você já fez visitas ocasionais na casa do Senhor, estando na sua presença e se foi? Que você, ao contrário dos magos possa ficar e seguir a Jesus.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

O GRANDE PRESENTE


"Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles." Mateus 1.21


Muitas pessoas fizeram uma imagem diferente do Natal, daquele quando apenas e felizmente se comemorava o nascimento do Senhor Jesus, nosso Salvador. Aquele que veio de uma forma tão singular que até não entendemos, mas graças a Deus que Ele veio.

Mas, como dissemos, o Natal tomou outros significados, e um dos mais maléficos é o "comercial". Um Natal onde se vende tudo, a falsa alegria, a ilusória paz, e enfim uma repleta receita para que esta festa tão importante para o mundo não passe de uma repetitiva e lucrativa temporada de promoções e "aquecidas vendas" para o comércio.

Mas o verdadeiro sentido do Natal, que por sinal é único, a comemoração do maior presente de todos os que a humanidade já recebeu do seu Criador - a vinda sobrenatural mas real do Senhor Jesus Cristo em forma de homem, para nesse mundo experimentar a dor, o sofrimento, a solidão e por fim a morte, "fazendo-se maldição por nós". Como diz uma canção de Sérgio Lopes "quem pode ser melhor amigo que o Senhor, que pelo servo a própria vida renunciou?"

Se você entende o real e verdadeiro sentido do Natal em nossas vidas, terá também a oportunidade de compartilhar da sublime e inexplicável alegria que invade nossos corações, fazendo transbordar em nós o que há de melhor - a solidariedade, a compaixão e vontade de compartilhar dessa alegria com as pessoas que nos rodeiam e até com quem nem conhecemos, não é incrível esse sentimento de poder ajudar alguém?

Então não tenha medo ou vergonha de externar sua motivação em demonstrar que Jesus nasceu em seu coração e vive em você, envolvendo-lhe numa atmosfera de vida, paz e amor infinitos...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

VIVENDO A VIDA AO MÁXIMO


Gênesis 5:27 “Todos os dias de Metusalém foram novecentos e sessenta e nove anos; e morreu.”

969 anos quanta vida teve Metusalém, e olhando para esses números, nos dá a liberdade de repente: se perguntasse à maioria das pessoas se a vida longa é um alvo desejável, elas provavelmente diriam que sim. Se você perguntasse o motivo, elas poderiam dizer que talvez daria tempo de viajar para lugares diferentes, experimentar as maravilhas da tecnologia, ganhar dinheiro e mais dinheiro, na verdade viver a vida ao máximo cheio de aventuras, etc. Mas quantas delas sabem verdadeiramente o que significa a vida ao máximo?

A única razão para a fama bíblica de Metuzalém é sua surpreendente longevidade, incríveis 969 anos. Mas não sabemos muito mais do que isso sobre ele. Ele nunca é mencionado nas Escrituras como um homem de fé. Nem sabemos se tinha um relacionamento com Deus como seu pai Enoque. Sua longa existência certamente teria lhe dado incontáveis oportunidades de chegar mais perto de Deus, mas ele pode ter ignorado aquelas chances do mesmo jeito.

A extensão de nossas vidas não é tão importante quanto é para quem nós vivemos. Uma vida curta entregue ao serviço de Cristo traz mais alegria a Deus do que uma longa vivida em egoísmo e buscas inúteis. Por isso, vamos agradecer a Deus pelo precioso dom da vida que Ele concede a cada um de nós, e você passe a decidir, com a ajuda dEle, dedicar cada momento a obedece-lo.

domingo, 14 de dezembro de 2008

A IMINÊNCIA DO RETORNO

E, certamente ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; vede não vos assusteis, por que é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim.

Mateus 24. 6

Literalmente, guerra é a ausência de paz, o fim das conversações, o último recurso usado para alcançar um objetivo ou impor pelas armas algo. A historia da humanidade é uma historia de guerras. Nunca o mundo viveu uma década de completa paz. Durante o século XX, duas grandes guerras ceifaram milhões de vidas, e trouxeram horror para muitos.

No inicio do século XXI, vários conflitos de menor proporção do que os do século XX, já ocorreram como, por exemplo, a invasão seguido de um massacre pelas forças americanas a duas nações asiáticas – Afeganistão e Iraque. O mundo não vive em paz e com certeza, novos conflitos aparecerão nesse século que ora presenciamos. Enquanto nós temos relativa tranqüilidade, há regiões no mundo em que as pessoas já estão com armas em punho ou vivem em conflitos civis e/ou militares, como é o caso do Oriente Médio, uma região conhecida como “Barril de Pólvora”.

A Bíblia, que é a palavra de Deus, menciona que as guerras existiriam antes de algo excepcional ocorresse, a vida de Jesus. Todos os conflitos que agora estão ocorrendo, configuram mais um sinal assim como outros, da irrefutável e iminente retorno de Cristo.

Infezlimente a ausência de paz será uma constante daqui em diante, mas Jesus nos diz “Para não nos assustarmos com isso, pois é necessário assim acontecer”. De nada adianta passeatas à favor da paz, o fim das armas e de conflitos, por que todos os problemas não são estritamente sociais, mas uma prova do distanciamento do homem de Deus e sobre tudo, da inominável e majestosa vinda do Filho de Deus, Jesus Cristo.

sábado, 13 de dezembro de 2008

AS PROMESSAS DE DEUS



"Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra". Isaías 1.19



Esta é uma promessa feita por Deus, o Único que não mente, não se engana e não age como nós. Temos através da Bíblia e da história que Ele permanece fiel e cumpre tudo o que promete.

Não é maravilhoso quando podemos ter uma promessa de alguém que certamente não mente, não nos engana ? E ainda mais, temos junto a essa promessa a certeza de que Ele não vai esquecer da promessa e vai providenciar para que possamos desfrutar dos resultados de seu cumprimento.

No versículo acima lemos uma promessa que depende de uma escolha, uma decisão que pode mudar para sempre uma vida, não somente uma vida, mas toda e qualquer vida que quiser experimentar essa mudança. Essa escolha está em nossas mãos, veja que Deus coloca para nós a decisão de sermos abençoados, de vivermos melhor tanto nesta terra quanto no futuro, ainda nela ou fora dela.

Veja que Ele diz "Se quiserdes e me ouvirdes..." Nós precisamos querer, isto é, buscar confiantemente sua proteção e quando entregamos nossas vidas a Ele, então diz: "comereis o melhor desta terra", veja não é somente o que for bom ou agradável, mas o melhor. Deus sempre tem o melhor para nós, mesmo que não vemos, ou não entendemos, mas se confiarmos como Ele espera de nós, teremos o cumprimento de desfrutarmos do melhor em nossas vidas.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

LUTANDO CONTRA SI MESMO

E se tua mão direita te escandalizar, corta-a e atira para longe de ti; porque te é melhor que perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno.
Mateus 5.30

Todo mundo, por mais forte que seja ou mais poderoso que possa parecer, tem sempre alguma fraqueza, algo que lhe deixa vulnerável ao ataque dos inimigos.

Conta a Bíblia que Sansão era um homem poderoso, desafiava todos os inimigos e sempre saia vitorioso. Mas um dia quando os inimigos descobriram a sua fraqueza ele foi derrotado, foi humilhado e sua história caminhou para um triste fim.

Quando Jesus Cristo ensinava aos seus discípulos mencionou a passagem acima, desejava que eles tivessem conhecimento disso – “Na verdade o Espírito está pronto, mas a carne é fraca” – e por ainda estarmos neste corpo, somos desafiados todo dia pelo mal, pela carne, pelos nossos desejos.

Quando o homem tem conhecimento de suas delimitações e fraqueza, ele percebe que não é nada diante de seus inimigos, e que não deve confiar em nada que não seja divino, principalmente em seu próprio Eu.

Parece muito rígido o que Jesus disse: “se tua mão direita te escandalizar, corta-a e atira para longe de ti;”, a intenção do Mestre era demonstrar que temos que fazer escolhas, devemos ser rigorosos – se algo nos afasta de Deus, devemos destruir sua influência em nós, mesmo que esta atitude venha nos fazer sofrer.

Lembremos: Deus sempre exige o primeiro lugar, por isso terei que lutar contra mim mesmo, destruir os meus desejos, aniquilar qualquer forma de mal, mesmas as que estão intrínsecas em mim, independente da dor que isso venha causar.

Fandermiler Freitas

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

FELICIDADE É CONHECER A DEUS



Eclesiastes 12 :13 –“de tudo o que se tem ouvido, a suma é: teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto e o dever de todo homem.”

Todo mundo tem idéias sobre onde encontrar felicidade duradoura. Algumas pessoas buscam satisfação nas riquezas. Algumas acreditam que significado e propósito são encontrados na conquista do poder ou prestígio. Outros crêem que, se podem alcançar certos alvos ou realizar determinados feitos, obterão um senso de plenitude.

Salomão tem uma mensagem singular para aqueles que estão viajando por todas as avenidas em busca de um significado final. Durante à sua existência, procurou exaustivamente algo que desse propósito à sua vida. Ele tentou de tudo (e tinha tudo) e, depois de experimentar abundantemente de tudo que este mundo podia oferecer, ele concluiu que o caminho para escapar de uma estúpida e insignificante existência o melhor era ter um relacionamento íntimo com Deus.

Onde quer que esteja procurando a felicidade e o propósito da vida, saiba disso: você nunca vai acumular mais dinheiro, mais fama, mais realizações ou mais sabedoria do que Salomão. E se ele não foi capaz de encontrar preenchimento nessas coisas, o que faz pensar que com você será diferente?

Se você nunca se entregou a Cristo, faça isso hoje. Convide-o a invadir sua vida e enche-lhe de paz e propósito. Deus nos fez para Ele mesmo, e nossas vidas, nossos corações jamais encontrará descanso se não estiver alicerçado em Deus.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

DEUS, O SENHOR DO TEMPO



Remindo o tempo, porque os dias são maus.
Efésios 5. 16

A sociedade vem passando por transformações num rítimo quase incompatível com os costumes anteriormente valorizados. É latente que o modelo de sociedade actual, difere em muito, da vivida pelos nossos pais e avós.

As pessoas estão sempre correndo apressadas, em busca de algo que lhes preencha seu tempo e que possa fazê-las não perder tempo. Nos últimos dias, o tempo é o grande senhor, e tem escravizado muitos. Alguém já disse: “Times is Money” (“Tempo é dinheiro”). Existe um fundo de verdade nesse pensamento, temos de ter tempo para todas as tarefas do dia-a-dia e para nós mesmos.

Devido à dinamicidade que nossa vida vem ganhando, tudo precisa ser feito com maior celeridade e assim, esquecemos muitas vezes de nós. Atarefamos-nos demasiadamente, acumulamos várias funções e não damos valor às coisas simples da vida.

Com a correria do nosso cotidiano, acabamos dizendo que não temos tempo, mas a Bíblia nos diz que
“há tempo para todo propósito e a há tempo de nascer e morrer”. Podemos fazer um exercício de memória, em que estamos ocupando mais o nosso tempo? Em que me empenho mais? Onde gasto mais meu tempo? Será que o nosso precioso tempo tem sido bem distribuído e inteligentemente gasto?.

Muitos estão usando seu tempo para praticar o mal e tornar suas vidas um caos. Nesse caminho, vários perdem momentos preciosos de suas vidas onde poderia reinar a paz e a tranquilidade.

Deus é o Senhor do tempo. É Ele que comanda todas as coisas,
e já tem um dia determinado, um tempo estabelecido para encontrar-se com sua Noiva (Igreja).

A palavra de Deus diz que “Hoje é o tempo oportuno para aceitar a Salvação"..." Escolhe, pois a Vida para que vivas tu e a tua descendência”.
Já estamos vivendo os últimos dias, os sinais nos mostram que o tempo da vinda de Jesus não tarda. Se você ainda não escolheu viver, ainda tens tempo para tomar uma decisão e investir todo o teu tempo para estar com Deus.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

ATÉ O FIM



Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo.

Mateus 24.13

Nos meus vários anos de magistério, já testemunhei muitas coisas, no entanto, nada me deixa mais triste do que ver um bom aluno, que inicia o ano muito bem, e que por uma série de fatores, problemas, desisti e fica pelo caminho.

Na vida espiritual, não é diferente, algumas pessoas têm até a disposição de ir até ao mestre, foi assim com o jovem rico - mostrou interesse, teve iniciativa e parecia decidido. Mas bastaram apenas poucas palavras de Jesus para ele retira-se triste. Por que isto acontece? Porque as pessoas querem servir a Jesus do seu jeito, da sua maneira.

Lembra de Caim? Ele buscou a Deus e lhe ofereceu um sacrifício. Parece uma atitude louvável, não acha? Mas mesmo com toda a disposição, iniciativa foi reprovado, porque não obedeceu a voz de Deus, preferiu fazer o sacrifício do seu modo. É engraçado como nós homens somos - Deus sempre nos diz como devemos agir e achamos que o nosso modo de pensar é melhor.

E Judas, que ouviu os sermões de Jesus, viu seus milagres, sentiu o poder e amor que emanava do Mestre quando acalmou a tempestade, andou sobre o mar e alimentou uma multidão? O que dizer dele? Ele andou com Jesus, foi eleito tesoureiro e durante três anos dormiu, comeu e esteve em comunhão com o Mestre. Isto foi suficiente para salvá-lo? De modo algum, porque ele desprezou tudo o que aprendeu, trocando por 30 moedas de prata.

Nós criticamos tanto Judas, mas acabamos praticando o mesmo. Não é verdade? Quantas vezes mesmo conhecendo a verdade, agimos erradamente, e tentamos culpar os outros, dizendo que fomos pressionados.

E Saul, rei de Israel? Ele foi escolhido por Deus para uma missão, mas desobedeceu a voz de Deus e preferiu trilhar o seu próprio caminho que o levou para longe de Deus e a morte numa guerra contra os filisteus.

O que estes três homens tiveram em comum? Iniciaram bem sua caminhada, mas terminaram longe de Deus. E terminar longe de Deus significa que perderam tudo, até mesmo sua alma. O versículo acima nos adverte da importância de perseverarmos até o fim.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

EM MEMÓRIA DE ...

"Pois o homem não sabe a sua hora. Como os peixes que se apanham com a rede traiçoeira e como os passarinhos que se prendem com o laço, assim se enredam também os filhos dos homens no tempo da calamidade, quando cai de repente sobre eles."
Eclesiastes 9.12

Todos queremos ser lembrados, e até onde eu sei, todos querem ser bem lembrados. Ou seja, querem ser lembrados da melhor forma possível, e se não for pedir muito com elogios, é claro!

Mas, infelizmente nem todos conseguem atingir o grau de influencia em seu meio suficiente para ser lembrado desde as pequenas coisas que fazia, dizia ou pensava. E isso muitas vezes passa despercebido por nós. Veja queremos ser lembrado por todos, mas as vezes não contibuimos com ninguém, nem sequer um momento, uma conquista, um sonho realizado, etc.

O quanto seremos lembrados, será o quanto de nós ficará marcado na vida de quem amamos, nos relacionamos e fazemos parte de suas vidas, suas histórias. Mas não só essas pessoas, também as que não se relacionam conosco, mas nos observam e de algum modo recebem de nós qualquer influência, quer boa ou ruim. Até aqueles que possam não gostar de nós, um dia por qualquer motivo, se lembrarão também.


Mas como nem tudo é perfeito neste nosso mundo, nos resta uma coisa a fazer, procurar de todas as maneiras cabíveis a nós, a melhor forma de contribuir para que as pessoas que nos rodeiam sejam "contagiadas" com nosso jeito de ser, e sempre que possível, com o que há de melhor em nós. Pois fazendo assim, estaremos sempre dispostos a viver melhor enquanto estamos desfrutando do curto espaço de tempo que temos na rápida passagem sobre a terra.


O que o Criador espera, de cada um de nós enquanto estamos aqui, é que venhamos conhecer a tempo, a maravilhosa oportunidade que Ele nos concede através de seu Filho, o Senhor Jesus Cristo, de passarmos esta breve temporada aqui como forma de preparação para entrarmos numa eternidade inevitável. E nela desfrutar a recompensa do que nossas escolhas e decisões nos proporcionaram nesta terra, para sempre.

E você? Como gostaria de ser lembrado pelos que o amam, pelos que o conhecem, pelos que simpatizam e pelos que não? Creio que da melhor maneira possível, não é? Mas o que fazemos para que isso aconteça? Façamos sempre esta pergunta, e com ela tenhamos sempre a certeza de que Deus lembra sempre de nós.

domingo, 7 de dezembro de 2008

TRANSFORMADO POR DEUS


Marcos 3:17 – “Aos quais pôs o nome de Boanerges, que significa: Filhos do trovão”

Como o apóstolo João escreveu tanto sobre amor, é fácil imagina-lo como um acadêmico, homem de fala suave com uma reputação limpa. Mas não pense assim tão depressa. Vamos voltar e chegar o registro bíblico.

João foi um pescador profissional sem educação formal. Ele e seu irmão Tiago planejaram sem sucesso, conseguir favores especiais a Jesus.

Quando Jesus foi preso, João fugiu com todos os outros discípulos. Este não é o mais brilhante currículo do mundo. Mas algo revolucionário aconteceu na vida dele. O medroso, inconsistente e egocêntrico discípulo reaparece no livro de Atos como um humilde, devotado apóstolo do amor. Tão extrema foi a transformação que até os líderes judeus notaram.

Esse é o tipo de mudança que é possível quando nos comprometemos em seguir Jesus. Ele não está tão preocupado com o lugar onde temos estado ou até o que temos sido. Pelo contrário, Ele nos vê como podemos ser. E quando lhe entregamos nossas vidas, Ele nos muda para melhor e de maneira surpreendentes.

sábado, 6 de dezembro de 2008

A MORTE: O INÍCIO DA VIDA


Pois não deixará a minha alma na morte, nem permitirás que o teu santo veja corrupção.

Salmo 16. 10
Após um dia de trabalho e todos os desgastes que ele traz nada melhor que uma boa noite de descanso para recompor as energias e promover um bem-estar físico e também de quebra, retardar alguns traços do envelhecimento.

O ato de dormir, para muitos, é um bem longe de ser desfrutado, pois estes sofrem com distúrbios do sono e/ou o excesso de atividades formais ou não, consomem boa parte das horas do seu dia e assim, o sono acaba comprometido. Uma coisa é certa, não podemos viver sem dormir. Mas haverá um dia que todos nós passaremos por um descanso e, não será de poucas horas, mas será eterno.

Nós, ou alguns de nós, nos encontraremos com o triste fim de nossa curta existência, a morte. A boa noticia e que, a morte é apenas uma parte integrante da vida, temos que morrer para viver.

Quando morrermos estaremos num outro plano. Apesar de muitos propalarem que a morte é o limite, e que tudo acaba com fim da nossa vida, a morte é para nós, os que conhecem Jesus, o sinal de uma vida incomparavelmente melhor, e para os que desacreditam nessa verdade, sua sentença já está promulgada, estarão longe da presença de Deus por toda a eternidade, mas antes ouvirão da boca do próprio Deus a seguinte sentença condenatória: “Apartai-vos de mim malditos para o lago de fogo eterno, que foi preparado para o diabo e seus anjos”.

Aos que confiam na verdade que na morte está à vida, resta-lhe uma vida incorruptível, livre de limitações, num lugar repleto de delicias perpétuas incompreensível a mente humano e jamais visto por olhos terrenos.

O céu não uma alegoria ou fruto de um minuto de delírio da mente humano, mas um descanso das almas lavadas pelo sangue de Jesus, o Cordeiro de Deus.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

DIAS MAUS

Ainda que o homem viva muitos anos, regozije-se em todos eles; contudo, deve lembrar-se de que há dias de trevas, porque serão muitos. Tudo quanto sucede é vaidade.
Eclesiastes 11:8


Quem nunca chorou? Quem viveu um ano inteiro sem a presença da dor, as garras do sofrimento e as cadeias da angústias? Ninguém! Até o Filho de Deus quando andou neste mundo chorou!


Todos nós conhecemos bem os soldados da tristeza: desilusão, traição, mentira, falsidade, morte, tragédia, acidentes, doenças etc. São tantos e atacam sem dó o coração humano, dilaceram as esperanças, tornam o homem desanimado e aprisiona a alegria. E muitos vencidos pela tristeza excessiva tiram a própria vida!


Já dizia uma música: "a vida não é um mar de rosa" - a própria Bíblia declara que os dias maus serão muitos! Foi assim com Davi - perseguido pelo próprio filho, chorando a morte de Jônatas; com Daniel - jogado na cova dos leões; com Paulo - açoitado, apedrejado, aprisionado, abandonado pelos amigos. Meu querido amigo, a tristeza faz parte da nossa vida!


Duas semanas atrás, fizemos uma enquete: "o que é mais triste?" e a resposta mais votada foi "O adeus de quem se ama". É claro que a resposta à questão se dará pela experiência de vida do votante. Já para mim, é a morte do cônjuge.


No entanto, devemos entender que Jesus veio a este mundo, viveu como homem, morreu nunca cruz e ressuscitou com um propósito: o de salva a alma do homem. Ás vezes, eu vejo as pessoas preocupadas demais com esta vida. São como Salomão - constroem casas, ganham dinheiro, conhecem os prazeres e quanto mais querem, mais se tornam infelizes. E, aos poucos, vão perdendo a alegria no olhar, sendo consumidos pela decepção das coisas. Já na velhice, Salomão gritou: tudo é vaidade, ou seja, não tem o valor que nós damos.


Se você está vivendo em tristeza, lembre-se: este mundo é só uma passagem, um curto momento de tempo. O que você precisa fazer é se preparar para encontrar com Deus. Naquele dia, Ele lhe dará a tristeza ou a felicidade eterna.
"Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida." Você tem a vida?

Fandermiler Freitas

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

O PARAÍSO SONHADO


"Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve as minhas palavras e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para vida". João 5.24


Sem dúvida, todos querem chegar no céu, ou pelo menos no lugar onde sua religião acredita ser o paraíso. O lugar onde todos esperam receber o descanso tão desejado por nossas almas. Mas existe uma condição para tal destino, em qualquer que seja a forma de crença. Você já deve ter observado que todos que almejam este lugar sublime necessitam fazer algo para alcançar tal feito.

Muitas civilizações antigas desenvolveram, em cada época e de acordo com suas crenças e até superstições, uma forma de explicar esta condição indispensável. Muitos acreditaram que sendo um guerreiro valoroso seriam, após sua morte em batalha, levados ao paraíso tão sonhado, outros creram que fazendo grandes feitos e juntando grandes riquezas, estas os acompanhariam e assim chegariam a um lugar de descanso como recompensa por seus atos de grandeza. E muitos até hoje acreditam que atos de bondade são suficientes para que possam "merecer" um lugar no céu.

Infelizmente a tão discutida condição não se refere a nada que possamos fazer ou intensionar neste mundo, mas exclusivamente está na condicional aceitação do método planejado e executado por Deus através da pessoa do Senhor Jesus Cristo, quando decidiu enviar seu Filho Unigênito, para que vindo ao mundo, pudesse morrer para que o preço da desobeciência do ser humano fosse apagada diante de Deus, através de seu sangue derramado na cruz, e Ele estende sua graça ao pecador que reconhecendo seu estado, se arrepender e voltar-se para Deus de uma maneira sincera.


Não é por esforço humano, e sim pela graça inexplicável de Deus que ouvindo a sua Palavra e acreditando nAquale a quem Ele enviou, é possível obter a esperança com a certeza de um dia, poder entrar no tão sonhado e almejado céu. Pense nisso, e decida agora mesmo entregar sua vida nas mãos do Senhor e passarás a experimentar esta incrível fé capaz de te dar a certeza de que entrarás no descanso eterno da maneira correta e agradável.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

O QUE TEMPOS DIFÍCEIS PODEM NOS ENSINAR


Jó 2: 10 – “...temos recebido o bem de Deus e não receberíamos também o mal?”

Não poderíamos falar de tempos difíceis sem estar baseado no livro de Jó, um livro que retrata o problema da aflição de Jó, e que problema. Um livro que nos inspira em todos os sentidos a superar nossos tempos difíceis com o exemplo deste homem de Deus. E o versículo acima, nos mostra a resposta de Jó a sua mulher por não mais acreditar em Deus, devido aos acontecimentos, e ele a respondeu que ela falava como “qualquer doida”. Sabemos que os problemas que passamos, as calamidades podem nos armar digamos assim certas emboscadas. Nossas vidas não bem até que uma ligação, uma batida à porta, uma carta, etc, repentinamente vira nosso mundo de cabeça para baixo.

E olhando para Jó, foi isso que aconteceu com ele. Jó era um homem de família, um negociante bem-sucedido e um devoto seguidor de Deus. Mas, então o teto caiu, figurada e literalmente, em pouco tempo ele perdeu seus filhos, sua riqueza e sua saúde. Em nosso pensamento humano é muito difícil por que as coisas terríveis acontecem; e ainda mais difícil compreender por que coisas más acontecem a pessoas boas.

Tanto a Bíblia como nossas experiências nos dizem que provas podem surgir de diversas fontes. Podemos sofrer por causa do pecado, ou nossas dificuldades podem ser devidas a escolhas erradas. E como Jó às vezes podemos até passar por desastres naturais que podem ser inexplicáveis.

O sofrimento na verdade nunca é agradável, mesmo quando entendemos suas causas, porém, mesmo na que podemos chamar “escuridão” devido às dificuldades, podemos colher benefícios positivos de nossa dor. Em nossos tempos difíceis nos lembram que nossa fragilidade precisa de Deus. Esses tempos podem construir caráter se respondermos com confiança e obediência a Deus, sem deixarmos nos abater, também podemos nos ensinar como consolar outro encarando problemas semelhantes.

Mas jamais esqueça que Deus sustentará e recompensará todos os seus filhos que passarem por sofrimentos com paciência e fidelidade.

Tiago 5:11 “Eis que temos por felizes os que perseveraram firmes. Tendes ouvido da paciência de Jó e vistes que fim o Senhor lhe deu; porque o Senhor é cheio de terna misericórdia e compassivo.”

Jó 42:10b “...e o Senhor deu-lhe o dobro de tudo o que antes possuira.”

Vamos resistir firmes no Senhor!!!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

MORADA CELESTIAL

A cidade não precisa nem do sol, nem da lua, para lhe darem claridade, pois a glória de Deus a iluminou, e o Cordeiro é a lâmpada.
Apocalipse 21 23

Eu gostaria de ver como é o céu e todas as maravilhas criadas por Deus, não que eu tenha o desejo de morrer logo. Não. Mas, a descrição feita pela Bíblia do céu, enche-me de vontade de conhecê-lo.

Caminhar em ruas de ouro puro, “passear” em praças calçadas de pedras preciosas e sentar em bancos de cristal, além de ser protegido pela beleza de uma muralha feita de jaspe e passar através de portas de pérolas. Certamente é um lugar impossível de ser encontrado aqui, mas essa cidade é real, pois foi o próprio Deus quem produziu. Felizes são os estão desfrutando dessas maravilhas.

Àqueles que vivem essa realidade num plano celestial, gozam a recompensam de uma vida fundamentada em Deus. Os cidadãos do céu, além de se maravilharem das belezas do lugar, contam com um privilégio que nós, simples mortais não possuímos a ausência de limitações.

Eles não choram, as doenças que são naturais do ser humano, lá não os molestam não existe preocupação com violência ou com contas a pagar. Vivem num plano infinitamente superior.

Todos os que estão com Cristo tem essa certeza, que um dia viverão numa mansão celestial onde a luz de Deus os iluminarão, Ele mesmo enxugará dos olhos toda a lágrima. Você pode dizer sem duvida alguma que estará nesse lugar? Pense nas delícias perpétuas dessa morada. Se o mundo com todas as belezas naturais nos encanta, imagine a morada de Deus.

Você pode habitar pelos séculos dos séculos no céu, basta para isso conhecer o criador desse lugar.
O desejo de Deus é que todos cheguem ao arrependimento e vivam no fim de sua vida terrena no céu.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

SER FELIZ!


Se o ouvirem e o servirem, acabarão seus dias em felicidade e os seus anos em delícias.

Jó 36.11

É tão bom quando tudo vai bem! A gente fica muito mais feliz, o coração sossega na calmaria dos tempos e a vida ganha um colorido mágico, como se um pintor restaurasse uma velha tela e os tons desbotados da paisagem ressurgissem mais vivos do que antes.

A felicidade tem suas marcas: um brilho metálico no olhar, um sorriso encantador nos lábios e palavras agradáveis na boca. Até o céu fica mais bonito, os dias mais brilhantes e os problemas menores. A gente fica perdido no tempo, envolto nesta atmosfera mágica, protegido da tristeza e ouve o deslizar alegre de uma canção a nos acompanhar pelo caminho e se deixa encher de sonhos a nos rechear a alma de esperanças, desejos e alegrias.

Mas, aqui ou acolá, surgem momentos tristes, difíceis e grandes problemas que faz a nossa alma chorar. O Senhor Jesus declarou certa vez aos seus discípulos: " No mundo passais por aflições, mas tendes bom ânimo eu venci o mundo" e "Não se turbe o vosso coração, credes em Deus, credes também em mim."

Ele queria ensinar aos discípulos que a Felicidade plena e total é impossível neste mundo, haverá dias que tudo irá mal, porque uma tristeza profunda, fruto das circunstâncias cairá sobre nós. Há de nos ferir e nos perturbar o coração. Em certo momento de sua vida, em meio ao desespero que lhe atingia, Davi gritou: Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro de mim?

Nestes últimos dias, uma dor tão grande tem tomado conta do meu ser. Às vezes, uma tristeza me acompanha todo o dia, de tal forma que fico impaciente sem saber o que fazer. Mas, em meio a tudo isto, ouço uma voz a me dizer: "Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará."

Não vou dizer que fico feliz, mas sinto paz, porque sei que Deus cuida de mim e nenhuma provação ou circunstância que eu passe pode me destruir, derrotar ou abalar se eu estiver confiando e esperando nEle.

Não sei quanto tempo me resta nesta vida nem o quanto ainda vou sofrer, no entanto, eu sei que aquele que aceita Jesus como seu salvador há de morar num lugar onde não será permitido a tristeza - "E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram".

Sou feliz porque sei que tenho uma casa no céu, na qual viverei em paz, harmonia, segurança, sem a morte, a dor, o pecado, o mal; Sou feliz porque sei que sou protegido, amado e guiado por Deus; Sou feliz porque mesmo em meio a dor e a tristeza, nunca me sinto só; Sou feliz porque tenho meus pecados perdoado por Jesus.

domingo, 30 de novembro de 2008

VENCENDO O INIMIGO


Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo.
Gênesis 4.7

Em toda luta que enfrentamos durante nossa vida há sempre alguém ou alguma coisa a ser vencida, ou no mínimo, a ser superada.

Quando dois times se encontram numa disputa de campeonato, só um será o vencedor, não existe meio termo, não se pode deixar nada para fazer no dia seguinte, o vencedor deverá dá o máximo de si e conquistar a vitória naquele dia.

Em nossa vida cristã, não é diferente. Temos muitos inimigos, adversários, obstáculos a serem superados. E cada um deles deve ser vencido todos os dias.

Aqui está Caim, ouvindo Deus lhe aconselhar: você tem que fazer o bem! O mal está junto a você, não o ouça!

Semelhante a este homem, quantas vezes Deus nos tem advertido com a sua Palavra: não toque nisso, não fale assim, não se comporte desse modo, haja com amor. Quando eu falo Deus, estou me referindo a seres usados por Ele: seu pai, mãe, pastor, amigos, hinos, a Bíblia em suas leituras e outras formas que você consegue ouvir o Criador falando.

Por esta razão, devemos está atentos a voz de Deus e como servos sermos obedientes: “Hoje, se vocês ouvirem a sua voz, não endureça o coração...”(Hb 3.7).

Deus nunca quer o mal para os seus filhos, mas é tão difícil entender e aceitar esta verdade. Muitas vezes, consideramos que seremos prejudicados se ouvirmos a Sua voz. Outros, chegam a discutir e não aceitando a Palavra se vão, lembre-se do discurso de Jesus, quando muitos discípulos o abandonaram.

Como você tem reagido a Palavra de Deus, com obediência ou com argumentos vazios que só mostram sua rebeldia?

sábado, 29 de novembro de 2008

BENÇÃOS EXCESSIVAS


João 12:3 – “Então, Maria, tomando uma libra de bálsamo de nardo puro, mui precioso, ungiu os pés de Jesus e os enxugou com seus cabelos; e encheu-se toda a casa com o perfume do bálsamo.”

Podemos ver nesta passagem uma bela atitude de Maria, irmã de Lázaro.

Vamos então entender esta atitude: já aproximava dos últimos dias de Jesus, tanto é que palavra de Deus inicia o capítulo 12 de João relatando que seis dias antes da páscoa, Jesus então compareceu a uma ceia ou jantar dado em sua honra. Bem no meio da refeição, Maria, a irmã de Lázaro e Marta, derramou sobre os pés de Jesus, nardo puro, o produto era caro e reservado somente para ocasiões muito especiais, seu valor era mais do que o salário de um trabalhador médio durante um ano!

Você pode até olhar para o valor de seu salário e de repente fazer suas contas e quando chegar ao resultado dizer: “eu não faria isso”. Mas a medida que o aroma enchia a casa, um dos convidados (Judas Iscariotes) murmurou: Jo 12:5 “porque não se vendeu este perfume por trezentos denários e não se deu aos pobres?” imaginemos então as outras murmurações dos demais. Mas Jesus chocou a quem reclamava elogiando a atitude de Maria, Jo 12:7 “...Deixa-a! que ela guarde isto para o dia em que me embalsamarem;”

Nós que temos a tendência a sermos muito medidos em nossas doações ou no serviço colocando mil e uma desculpas, precisamos seguir o exemplo de Maria. Nosso Senhor, por causa de quem Ele é e tem feito por nós, merece mais do que um monte de dinheiro ou gestos que muitas vezes são vazios, como foram os de Judas. Nuca poderemos agradecer-lhe, ou amá-lo, ou servi-lo, ou honra-lo além da medida.

Por isso, vamos dar a Deus o melhor de nossos esforços e nossas preciosas horas, minutos, segundos a Ele. Vamos usar nossas posses mais valiosas para glória dEle. Assim, nós não apenas estaremos agradando a Deus, mas também mostrando ao mundo como Maria mostrou aos presentes naquela ceia, o quão GRANDE Ele é.

Jo 12:8b “...mas a mim nem sempre me tendes.”

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

A NATUREZA HUMANA

Não há quem entenda, não há quem busque a Deus; todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer.

Romanos 3. 11 - 12

Todos nós ficamos fascinados com a capacidade do homem em produzir coisas. A mente humana é dotada de capacidades que, em primeira análise, se mostram ilimitadas na resolução de tarefas e problemas inerentes ao próprio homem. Somente o ser humano adquiriu esse beneficio, Pensar.

Apesar de termos essa capacidade, a de pensar, refletir sobre o próprio “ser”, nós nos surpreendemos com certas atitudes que nós, homens, praticamos. Somos capacitados para fazer coisas maravilhosas, solucionar problemas, resolver equações complexas, dar uma resposta prática para dilemas, contudo, ainda não temos explicação humana para esclarecer algumas atitudes que praticamos.

Em meio ao desastre que acometeu uma parte do estado de Santa Catarina, onde pessoas perderam suas casas, seus negócios foram parados, carros foram submersos pela água, morros sumiram em questão de minutos pela força das enxurradas e tantos outros fatos se sucederam causando prejuízos, e nesse contexto de tragédia, outra talvez mais grave aconteceu. Pessoas sem sensibilidade, “aproveitaram” para saquear as casas abandonadas.

Uma coisa podemos observar em meio ao caos: O ser humano possui uma natureza corrompida. Se desviarmos o olhar e pensar globalmente, a essência humana é diretamente percebida. O mundo vive o temor de uma crise econômica global, e os economistas só pensam em resolver os problemas dos bancos, mas não se pensa nas nações menos favorecidas que vivem em situação de pobreza extrema.

A palavra de Deus afirma que homem é pecador e nessa situação, despreza o Criador e seus semelhantes. É capaz de tirar a vida do próximo por motivos banais e o pior, não se arrepender dos seus atos. O problema que acomete o ser humano não se explicar apenas com hipótese sociológicas e psicológicas, mas principalmente observando a sua natureza que é caída.

A boa notícia é que, essa mesma natureza pode ser alterada e quem pode fazer tal mudança é Jesus, o filho de Deus. Ele pode mudar a nossa essência e nos dá uma vida nova. Só pelo Sangue de Cristo uma pessoa consegue torna-se uma criatura transformada.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

O SENHOR É A MINHA BANDEIRA



E Moisés edificou um altar e lhe chamou: O SENHOR É Minha Bandeira.

Êxodo 17.15



Uma bandeira representa as lutas e conquista de um povo. As cores, os desenhos e as frases não são por acaso, foram escolhidas com uma intenção e elas gritam ao vento quando hasteada num pavilhão que um povo existe e tem sonhos, histórias e glórias. Quando alguém segura uma bandeira, ele declara ao mundo que um país é representado por ele.

Quando Moisés disse que o Senhor é a minha bandeira, ele anunciava que o povo de Israel lutava e se empenhava por Deus, e que por isso, deveriam dedica-se de corpo, alma e coração, e que se assim procedessem nada poderia afastá-los da vitória. Neste pensamento, o apóstolo Paulo declara que "Somos mais que vencedores" e "Deus não nos deu o espírito de covardia, mas de poder," e desafia a todos os que amam ao Senhor a se apresentar para o combate e a levantar sua bandeira.

No contexto do versículo acima, Amaleque lutava por seus deuses, famílias e tesouros e Israel pelo Senhor. A guerra foi grande e violenta. Mas Israel venceu com espadas e oração. Numa guerra, não basta apenas ser corajoso e ter armas poderosas, tem que ter as bênçãos e o auxílio de Deus, por essa razão, às vezes o fracasso chega até nós, queremos decidir logo as coisas e tropeçamos nas pedras pelo caminho, porque não buscamos o auxílio e a orientação do Senhor.

Meu amigo qual tem sido a tua bandeira: dinheiro, fama, festas, prazeres, família? O que tem sido mais importante para ti? Pelo que tens tu te espelhado e guerreado neste mundo? lembre-se de que Jesus disse uma vez para os seus discípulos: "que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?" Já pensou, passar a vida toda lutando para conquistar o mundo e quando morrer perder a sua alma? É triste, não é? Mas assim tem sido a vida de muitos.


Minha oração é que realmente nós possamos dizer: o Senhor é a minha bandeira e por Ele eu vou guerrear!