quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

NAS TRAGÉDIAS, DEUS É O CULPADO?


Por que Deus não impediu a tragédia na Boate em Santa Maria?

DEUS é o CULPADO?

Toda vez que acontece uma tragédia no mundo, levanta-se alguém fazendo perguntas em forma de acusação a Deus. As pessoas fazem suas escolhas mal feitas e depois, ousam apontar para os céus chamando Deus "às falas" - Quando tudo vai bem, ninguém agradece, mas se acaba mal, Deus é quem "paga o pato". 

E muitos, zombando, se atrevem a arrotar descabidos insultos aos céus tais como: "Deus estava dormindo? Onde Ele estava naquela hora que nada fez para impedir" ou "por que Ele permitiu que acontecesse?" - como se Deus fosse o responsável pelas ações de todas escolhas mal feitas dos homens. 

O palco da triste tragédia desta feita foi a Boate Kiss. Todos estamos deveras consternados com o acontecido e lamentamos profundamente, mas daí, culpar a Deus? É um sacrilégio dos piores. Deus não é o culpado de um lugar que presta-se ao pecado, incendiar-se. Ainda mais que que comprova-se que toda falha que houve foi humana. 

O lugar não oferecia a mínima segurança e a casa estava super lotada, é o próprio homem quem se auto destrói. Não só nas Boates (lugar nada recomendável para um cristão) mas nos bares embriagando-se, nos carnavais, nos motéis prostituindo-se, nos becos drogando-se, e por aí vai...

Então, por que Deus não impediu...? O que aconteceu na Boate Kiss, Deus "quis"?
Resposta: Não! Deus não quis! 

E Não impediu pelo mesmo motivo que não impediu que muitas pessoas escolhessem ir exatamente àquele lugar naquele dia (ou quando vão a outro lugar qualquer). É o direito que todos temos de LIVRE ESCOLHA!.

Facultado pelo bondoso Deus, todos temos d`Ele o direito ao LIVRE-ARBÍTRIO.

Ele "democraticamente" permite que façamos nossas escolhas. Todos temos total liberdade no agir! Temos o direito de ir e vir... ser ou não ser... fazer ou não fazer o que bem desejarmos. Não fomos criados robôs, marionetes, mas livres; contudo, com a ressalva: para SERVI-LO! E sempre, voluntariamente. 

Aqui na terra chamamos isto de "democracia"... e, nas palavras de Fernando Sabino democracia é: "oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada DEPENDE DE CADA UM". Somos RESPONSÁVEIS por nós mesmos e por nossos atos, com liberdade de escolher o melhor quando quisermos. se quisermos...

Vemos na Bíblia Sagrada que, até no Céu os anjos têm (e sempre tiveram) direito ao livre arbítrio. Deus não é um tirano, um ditador. Todos que o servem fazem-no voluntáriamente no Céu e na Terra. Certa feita, a terça parte dos santos anjos de Deus também se rebelaram contra as leis do seu Senhor e, sob a liderança de lúcifer (hoje, satanás) se afastaram de Deus escolhendo sofrimento e destruição eterna, sendo que Deus, em nenhum momento, os impediu já que foram criados RESPONSÁVEIS. A Bíblia revela que todos os seres inteligentes criados pelo Senhor têm liberdade de escolha e foram por Ele orientados a serví-Lo e obedecê-Lo para sermos felizes... (é claro, se quiserem). 

- A Palavra do Senhor é bem clara quanto a Deus permitir-nos que façamos nossas próprias escolhas e que somos resposáveis por elas, contudo, oferecendo-nos sempre a VIDA.

"OS CÉUS E A TERRA TOMO HOJE COMO TESTEMUNHA, DE QUE TE TENHO PROPOSTO A VIDA E A MORTE, A BÊNÇÃO E A MALDIÇÃO. E S C O L H E A V I D A PARA QUE VIVAS, TU E TUA DESCENDÊNCIA" (Dt 30.19)

- É bom termos de ter sempre em mente que há resultados diferentes, para escolhas diferentes - Morte e Vida Eterna.

Veja:

"Porque o salário do pecado é A MORTE, mas o Dom Gratuito de Deus é a VIDA ETERNA, por Cristo Jesus nosso Senhor. (Rm 6.23)

NÃO! DEUS NUNCA É CULPADO!



Jefferson S. Soares

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

A MARCA DO DEDOS DE DEUS


"Mas agora, ó Senhor, tu és nosso Pai; nós somos o barro, e tu o nosso oleiro; e todos nós obra das tuas mãos" (Isaías 64:8).

"Não é você que molda a Deus, mas Deus que molda você. Se você é a obra de Deus, aguarde o trabalho artístico de Suas mãos no tempo devido. Ofereça a Ele seu coração, suave e dócil, e mantenha a forma em que o artista o modelou. Deixe seu barro manter-se úmido, para que você não endureça e perca a impressão de Seus dedos."

Temos sido gratos a Deus pelo que Ele tem feito em nossas vidas? Temos compreendido que Ele sabe muito melhor do que nós o caminho que nos conduzirá à verdadeira felicidade?

Temos tido a paciência de esperar pelo momento certo de tudo acontecer sem a ansiedade de ver os resultados de acordo com nossa vontade?

Muitas vezes queremos dirigir os passos de Deus, tentando ensinar-Lhe a hora e a maneira correta de agir a nosso favor. Queremos tudo e a todo o momento, mas o nosso Pai sabe do que necessitamos e o momento oportuno de nos atender. Ele é o Oleiro e nós apenas o barro em suas mãos.

Quando é necessário, aperta-nos um pouco aqui e outro pouco ali, moldando-nos para que, ao final, tenhamos a beleza e a finalidade para a qual nos criou. A nós cabe simplesmente confiar no Seu amor e sabedoria e esperar pela bênção que, sem dúvida, logo chegará.

Que cada um de nós, como filhos amados do Senhor, conservemos o brilho da ação de Deus em todas as nossas atitudes e que jamais as marcas de Seus dedos desapareçam de nossas vidas.

Você tem seu coração endurecido? Deixe que o Senhor Jesus o umedeça com Sua graça moldando-o segundo Sua vontade. Sua vida será bem mais feliz. 


Paulo Roberto Barbosa

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

O SEGREDO DO RELÓGIO

Embora muitos, somos um só corpo em Cristo.

 Romanos 12.5

O colégio onde eu estudava, em menina, costumava encerrar o ano letivo com um espetáculo teatral. Eu adorava aquilo, porém nunca fora convidada para participar, o que me trazia uma secreta mágoa.

Quando fiz onze anos avisaram-me que, finalmente, ia ter um papel para representar. Fiquei felicíssima, mas esse estado de espírito durou pouco: escolheram uma colega minha para o desempenho principal. A mim coube uma ponta, de pouca importância.

Minha decepção foi imensa. Voltei para casa em pranto. Mamãe quis saber o que se passava e ouviu toda a minha história, entre lágrimas e soluços. Sem nada dizer ela foi buscar o bonito relógio de bolso de papai e colocou-o em minhas mãos e perguntou:

- O quê eu coloquei em suas mãos, filha?

- O relógio de ouro do papai, respondi.

Em seguida, mamãe abriu a parte traseira do relógio, desvendando seu mecanismo para mim, e perguntou:

- O quê você está vendo aí atrás do relógio do papai?

- Ora, mamãe, aí dentro tem um monte de rodinhas e parafusos.

- E o quê é mais importante, a parte da frente ou a parte de trás do relógio?

- As duas - respondi prontamente.

Mamãe me surpreendia, pois aquilo nada tinha a ver com o motivo do meu aborrecimento. Entretanto, calmamente ela prosseguiu:

- Este relógio tão bonito, seria absolutamente inútil se nele faltasse qualquer parte, se tivesse a parte da frente sem a detrás ou a de trás sem a da frente. Mesmo a mais insignificante das rodinhas ou o menor dos parafusos, por mais escondido que esteja, é essencial ao seu bom funcionamento.

Nós nos entrefitamos e, no seu olhar calmo e amoroso, eu compreendi tudo o que ele queria me dizer, sem que precisasse dizer mais nada.

Fonte: http://www.pregador.com.br

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

DEUS DEIXA SINAIS....



Conta-se que um velho cristão analfabeto orava com tanto fervor e com tanto carinho a cada noite, que certa vez um rico chefe de grande caravana chamou-o a sua presença e lhe perguntou:

- Por que oras com tanta fé? Como sabes que Deus existe, quando nem ao menos sabes ler? 

O fiel de Deus respondeu: - Grande senhor, conheço a existência de Nosso Pai Celeste pelos sinais dEle.

 - Como assim? - indagou o chefe, admirado. 

O servo humilde explicou-se: - Quando o senhor recebe uma carta de pessoa ausente, como reconhece quem a escreveu? 

- Pela letra.

 - Quando o senhor recebe uma joia  como é que se informa quanto ao autor dela?

 - Pela marca do ourives. 

O empregado sorriu e acrescentou: - Quando ouve passos de animais, ao redor da tenda, como sabe, depois, se foi um carneiro, um cavalo ou um boi?

- Pelos rastros - respondeu o chefe, surpreendido. 

Então, o velho crente convidou-o para fora da barraca e, mostrando-lhe o céu, onde a lua brilhava, cercada por multidões de estrelas, exclamou, respeitoso: - Senhor, aqueles sinais, lá em cima, não podem ser dos homens! Nesse momento, o orgulhoso caravaneiro, de olhos lacrimosos, ajoelhou-se na areia e começou a orar também. 

Deus, mesmo sendo invisível aos nossos olhos; deixa-nos sinais em todos os lugares: na manhã que nasce calma, no dia que transcorre com o calor do sol ou com a chuva que molha a relva... Ele deixa sinais quando alguém se lembra de você, quando alguém te considera importante... 

Deus te abençoe!

Fabiano Teixeira

LEMBRAR

domingo, 20 de janeiro de 2013

VENDO DEUS

Certa ocasião em alto mar, no meio da tripulação de um navio existia um marujo que pelo fato de ser crente, novo convertido, era motivo de insultos e zombarias por parte dos seus colegas. Num belo dia, o capitão do navio, reunindo os marinheiros no convés, pegou uma luneta e, de um lado para outro, começou a olhar no horizonte.

Olhava, olhava até que os marinheiros, curiosos, quiseram saber do que se tratava. Aí o capitão, tirando os olhos da luneta, dirigiu-se ao marujo crente e lhe disse: Olhei por todos os lados. Olhei e cansei de olhar, mas não consegui ver a Deus.

Então o marujo, levantando-se, tomou a Bíblia, e abrindo-a no livro de Mateus, capítulo 5, versículo 8, leu esta joia rara do Amado Mestre: "Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus".

Jamais aquele capitão poderia ver a Deus. Os males do seu pecado o deixaram em trevas, a ponto de não poder enxergar a Deus e adorá-lo em espírito e em verdade.

Tais pecados não só impedem que Deus nos ouça as orações e estenda-nos as mãos para nos abençoar, como também impedem nossa própria visão das coisas espirituais. Não é de admirar que exista muita gente que, apalpando espiritualmente, vive totalmente cega.

"Se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!" Mt 6.23.

"De ouvido, ouvireis e não entendereis; vendo, vereis e não percebereis.Porquanto o coração deste povo se tornou endurecido; com os ouvidos ouviram tardiamente e fecharam os olhos, para que jamais vejam com os olhos, nem ouçam com os ouvidos, para que não entendam com o coração, e se convertam, e por mim sejam curados". At 28. 26, 27

GRUPO JUARA COM CRISTO / JUARA - MT - BRASIL

sábado, 19 de janeiro de 2013

VALOR INCALCULÁVEL


A sua vida é valiosa demais para se jogar fora em meio à negatividade. O seu tempo é por demais precioso para ser preenchido com autopiedade, ira ou ressentimento. Peter Adams

Você, propositalmente, jogaria no fogo uma nota de cem reais? Obviamente que não. Portanto, não cometa o erro de, desnecessariamente, queimar, através da sua vida, aquilo que é mais valioso que dinheiro. Decida viver a sua vida com alegria, amor e significativo propósito. 

Não existe uma lei que diz que você deve reagir negativamente a situações negativas. A realidade é que você é quem decide viver da maneira que você decide viver. 

Portanto, viva em harmonia com os valores eternos de Deus. Em vez de permitir que as circunstâncias o definam, permita que o Pai celestial determine a sua maneira de agir. A sua vida tem um valor incalculável. Viva-a em toda a sua plenitude. 

Para Meditação: Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem. Romanos 12:21

Nélio DaSilva

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

NO ESCURO

Disse-lhes, pois, Jesus: A luz ainda está convosco por um pouco de tempo. Andai enquanto tendes luz, para que as trevas não vos apanhem; pois quem anda nas trevas não sabe para onde vai.

João 12.35

Quando o rio está enchendo, a força das águas destrói suas margens e árvores ribeirinhas caem no rio e são levadas pela correnteza. É comum vermos pequenos arbustos, árvores mortas e plantas centenárias descendo o rio rumo ao desconhecido.

No versículo acima, Jesus falava a uma multidão a cerca da importância de saber para onde se estar indo. Ele comparou a alguém que está de viagem em terra estranha e, de repente, a noite chega escura. Ele resume dizendo que está pessoa não saberá para onde vai.

Assim é a vida, estamos apenas de passagem, como uma caminhada sem volta, sempre para frente. No entanto Jesus falou que há dois tipos de caminhantes: os que andam na luz e sabem para onde vão e os que andam nas trevas e não sabem para onde vão.

Na verdade, o que Jesus falou aqui foi algo maior do que um futuro terreno, Ele abordou a necessidade de o homem preocupar-se com pós-morte. Nesse caso, não crer nisso, não muda o fato de que exista essa necessidade, muito pelo contrário, só faz o homem andar nas mais densas trevas.

Como está você? Andando na Luz ou nas trevas? Se há certeza em seu coração para onde vai após deixar esse mundo aqui, verdadeiramente está na luz. Quem está na luz não sabe o que acontecerá amanhã ou depois, mas tem a plena convicção  de qual é o seu destino eterno.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

UM PEQUENO CANTINHO


Para realizar grandes coisas não é necessário grandes esforços, apenas um modesto esforço repetido inúmeras vezes. Peter Dawson

Existe um pequeno cantinho na sua vida onde você pode fazer um pequeno aprimoramento no dia de hoje. Aproveite a oportunidade e faça o que você tem – e sabe – que deve fazer. Existe um pequeno cantinho neste mundo onde você pode fazer uma diferença hoje, agora. Vá em frente e seja essa pessoa que venha a fazer essa diferença. 

Um pequeno cantinho pode não parecer muito. Pode parecer que nem sequer valha a pena tamanho esforço por apenas um pequeno cantinho. Porém, quando você consegue fazer as coisas funcionarem bem naquele pequeno cantinho, alguma coisa maravilhosa acontece. Você passa a descobrir quão gratificante, quão inspirador e empolgante experiência essas realizações podem ser. 

Um pequeno cantinho aprimorado, em cima de outro cantinho também aprimorado, promove uma verdadeira mágica. Comece agora a aprimorar um pequeno cantinho e você estará a caminho de mudar o mundo. 

Para MeditaçãoClame a mim e eu responderei e lhe direi coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece. Jeremias 33:3

 Nélio DaSilva

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

VAMOS EM FRENTE


E disse-lhes: Vinde após mim..." (Mateus 4:19).

Quando Júlio César desembarcou no litoral da Inglaterra com suas legiões romanas, tomou um passo corajoso e decisivo para assegurar o sucesso de sua aventura militar. Ele ordenou a seus homens que se detivessem junto aos precipícios de Dover e olhassem para as águas abaixo. Para espanto de todos, o que se viu foram os navios utilizados para atravessar o canal completamente em chamas. César cortou, deliberadamente, qualquer possibilidade de retirada. Daquele momento em diante, nenhum de seus soldados poderia retornar ao continente. Eles só tinham uma opção: seguir em frente e conquistar! E foi isso que fizeram.

Não somos soldados de César, mas do Rei dos reis, do Senhor dos senhores, e Ele nos disse que somos mais que vencedores. Se temos objetivos a conquistar, vamos em frente... nós conquistaremos!

Não perca sua bênção por que ela está demorando; não perca seu estímulo porque algumas coisas estão saindo erradas; não perca sua esperança porque a primeira ou segunda tentativa culminou em fracasso. O Senhor nos chamou para segui-lo e é isso que estamos fazendo... é isso que vamos fazer daqui para a frente.

Há um hino muito antigo que diz: "Seguirei ao meu bom Mestre... onde me mandar irei". Foi para isso que fomos salvos; foi para isso que fomos chamados; para seguir ao Senhor... sempre... por toda a eternidade!

Muitas vezes demoramos a chegar ao nosso destino exatamente porque caminhamos um pouco e retrocedemos outro tanto. Caminhamos mais um pouco e retrocedemos novamente. Andamos e andamos e... não chegamos a lugar algum.

A palavra de Cristo, para todos nós é: "Vinde após mim..." Eu estou caminhando faz 38 anos e não pretendo deixar de seguir ao Senhor. Ele é minha força, minha paz, meu amparo em qualquer circunstância.

Eu estou muito feliz pelo privilégio de poder segui-Lo. E você, está fazendo o mesmo?

Paulo Barbosa

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

DIRIGINDO NO ESCURO


Ao andar à Luz da Palavra de Deus, você não tropeçará no escuro. 

“Lâmpada para os meus pés é a tua Palavra e, luz para os meus caminhos.” ( Salmos 119:105-112)

Sempre pensei que podia passar por qualquer dificuldade, se o Senhor me dissesse qual seria o resultado final.

Creio que “...todas as coisas cooperam para o bem...” (Romanos 8:28), mas eu me sairia muito melhor nas horas escuras se soubesse exatamente como seria esse “bem”.

Entretanto, Deus geralmente não nos mostra para onde está nos levando. Pede apenas que confiemos Nele. É como dirigir um carro à noite, Nossos faróis nunca iluminam todo o caminho; iluminam apenas uns 50 metros à frente. Isso, porém, não nos impede de avançar. Confiamos em nossos faróis. Tudo o que realmente precisamos é luz suficiente para seguir adiante.

A Palavra de Deus é como os faróis nas horas escuras. Está repleta das promessas necessárias para nos impedir de dirigir nossas vidas para dentro da vala da amargura e do desespero. Sua Palavra promete que Ele nunca vai nos deixar ou abandonar (Hebreus 13:5). 

Sua Palavra nos garante que Ele sabe que planos tem para nós, pensamentos de paz e não de mal, para nos dar um futuro e uma esperança (Jeremias 29:11). 

E Ele nos diz que nossas tribulações estão presentes para nos tornar melhores, não piores (Tiago 1:2-4). Portanto, da próxima vez em que se sentir dirigindo no escuro, lembre-se de confiar em seus faróis – a Palavra de Deus iluminará o seu caminho.

(Extraído do Devocional diário, vol. 8, Nosso Andar Diário – Publicações RBC)
Graça Maria da Cruz Nascimento

sábado, 12 de janeiro de 2013

MANTENDO A INTEGRIDADE

Anos atrás, durante um campeonato de golfe, a bola de Bobby Jones acabou caindo no campo de terra bem do lado de fora do gramado. Quando ele se preparou para dar a tacada, acidentalmente moveu a bola. Imediatamente, ele se voltou para os juízes e anunciou que tinha cometido uma falta. Os juízes não tinham visto a bola se mexer; nem as pessoas nas arquibancadas. Então, eles deixaram que Jones decidisse se deveria assumir a penalidade. Ele o fez.

Mais tarde, quando alguém o elogiuo por sua integridade, Jones respondeu:"Você elogia um ladrão de banco por não roubar um banco? Não. É assim que um jogo de golfe deveria ser jogado sempre". Jones perdeu o jogo naquele dia por uma tacada, mas manteve a sua integridade. Sua firmeza de caráter era tão conhecida que o prêmio pela prática de esportes da Associação de Golfe dos Estados Unidos veio a ser chamado de Prêmio Bob Jones. 

Portanto, faça a coisa certa, e continue fazendo. Mesmo que isso não o ajude a progredir a curto prazo, isso o protegerá e lhe servirá bem a longo prazo. Ou, como o Salmista diz: "Ele me guia pelas veredas da justiça, para dar glória ao Seu nome"(Salmo 23:3)

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

CONHECER A VOZ

João 10:4, 5 - "E as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz; mas de modo algum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos".

Na Palestina existem muitas cavernas onde os rebanhos de ovelhas podem se refugiar de uma tempestade ou abrigar-se durante a noite. Pela manhã, porém, o pastor não tem que procurar por marcas que venham a distinguir o seu rebanho. Ele passa ao longe, junto de outros pastores, e chama por suas ovelhas. Elas vêm direto a ele porque conhecem a sua voz.

E nós, ovelhas do Senhor, temos conhecido a voz do nosso Bom Pastor? Temos seguido Seus ensinos e caminhado por onde Ele nos dirige? Temos reconhecido o nosso lugar ou andamos perdidos, misturando-nos a outros rebanhos que não são guiados pelo nosso Pastor?

Quando entregamos nossa vida a Jesus, o Bom Pastor, nosso coração se enche de alegria e da certeza de que não existe nenhum outro que possa nos guiar com tanto amor, fidelidade, cuidados e atenção. O nosso prazer se concentra em seguir os Seus passos, desfrutar da beleza da paisagem mostrada nos lugares por onde Ele conduz, cantar hinos de paz que nos ensina a entoar e estar sempre por perto dele para receber o seu afago e as palavras de carinho e ânimo que a todo instante tem para nos dar.

Há muitos rebanhos caminhando por este mundo e muitas cavernas oferecendo "abrigo." Muitas delas são, na verdade, armadilhas que tem o objetivo de desviar o bom caminho das ovelhas, levando-as para longe da possibilidade de ouvir o chamado do Pastor.

Quando a ovelha conhece bem o seu Pastor e tem com Ele um relacionamento de fidelidade, poderá caminhar com segurança pelos pastos deste mundo e poderá entrar em cavernas, certa de que estará guardada e que ouvirá Sua voz assim que a chamar.

Você tem atendido apenas a voz do Bom Pastor? Ou ouve também a dos estranhos?

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

PARA ONDE ESTAMOS INDO?


"Mas eu perseverei em seguir ao Senhor meu Deus"

Josué 14:8

Matthew Henry, escritor cristão, indo a Londres, conheceu uma jovem de uma família nobre e tradicional. Logo se apaixonaram e ela foi perguntar a seu pai se ele permitia o casamento. A resposta de seu pai foi: "Querida, você conhece muito pouco do passado dele e nem mesmo sabe de onde ele vem." Então a filha respondeu: "Sim, papai, é verdade que não sei bem de onde ele vem, mas sei para onde está indo e eu quero ir com ele."

Ao caminhar pelas ruas deste mundo, fazemo-lo com a plena convicção de que sabemos para onde estamos seguindo? Temos buscado orientação para que jamais nos desviemos de nosso propósito e para assegurar que chegaremos lá?

As inquietações diárias, os obstáculos pela frente e as muitas frustrações experimentadas no passo a passo de nossa vida muitas vezes desviam o nosso olhar e corremos o risco de, mesmo sem perceber, entrar em atalhos que não nos levarão ao lugar proposto.

Se abrimos nossos corações para Jesus e o convidamos a caminhar conosco, então podemos ter a certeza de que nossos pés são iluminados e o percurso seguido, mesmo que apresente adversidades.

Quando sabemos para onde estamos indo e quando permitimos que o Senhor nos conduza nesta estrada, não apenas vencemos os obstáculos e ultrapassamos barreiras, mas também gozamos da alegria verdadeira que só Cristo nos dá. Sabemos encontrar o que é bom em todas as situações, o amor de Deus e a fé no Salvador nos fazem enfrentar os problemas com o sorriso de um vencedor e em meio às agruras de nossos tempos achamos a paz e a felicidade.

Deus preparou uma morada no céu para você. Siga com Cristo e você chegará lá.

Paulo Roberto Barbosa

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

A VIDA NÃO TEM RASCUNHO


“... Ao longo do tempo da minha vida estudantil fui desenvolvendo o habito de fazer provas e trabalhos para a escola à caneta, mesmo quando era possível fazer a lápis no papel rascunho. Com isso fui aprendendo a escrever mais atentamente e com menor índice de erro”.

Com a chegada dos computadores, temos a facilidade de nos concentrar nas idéias e escrever sem muita atenção para as palavras e frases, uma vez que a própria telinha do computador nos adverte os possíveis erros que as vezes cometemos.

Bem, se é verdade que na faculdade, no trabalho e em casa podemos lançar mão do rascunho ou das correções que os computadores nos oferecem quando preparamos um trabalho escolar ou no escritório, na escola da vida isso não é possível porque o que escrevemos, escrevemos.

Ainda bem que o perdão de Deus é poderoso para apagar aquilo que escrevemos errado.

Pense nisso: cada dia é uma folha em branco que você recebe de Deus para escrever uma historia linda e maravilhosa. Com um detalhe: sem folha de rascunho.”

Jorge Junior

domingo, 6 de janeiro de 2013

A MORTE DE CRISTO


Tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça e, na mão direita, um caniço; e, ajoelhando-se diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, rei dos judeus!

Mateus 27. 29
Hoje mais uma vez estamos relembrando a morte de Cristo. A Bíblia diz que devemos fazer esse exercício até que Jesus venha. Muitos não acreditam na vinda do Filho de Deus, mas em breve Ele virá.
Jesus Morreu na cruz há dois mil anos atrás e até hoje sua ação produz discussões, debates e especialmente esperança num lar melhor. Vivemos na esperança de um dia não somente vivermos em outra dimensão como também ver como é Jesus.
Quando Cristo morreu ele pode cumprir a obra mais perfeita estabelecida por Deus: Reaver a comunhão interrompida desde o Éden  Mas para essa tarefa era necessária uma morte de um justo em favor de não-justos, porém não havia um justo se quer então o próprio Deus concordou em entregar o Unigênito em nosso lugar.
Vamos nesse dia, juntos com milhares agradecer a Deus por mais uma oportunidade de lembrarmos desse data, mas mais que isso, vamos fazer uma reflexão sobre a doação que Cristo fez em nosso lugar.

sábado, 5 de janeiro de 2013

AFIANDO O MACHADO


"Preparado está o meu coração, ó Deus; cantarei, sim, cantarei louvores, com toda a minha alma" 

Salmos 108:1

"Se eu tivesse oito horas para derrubar uma árvore, gastaria seis horas afiando meu machado." (Abraão Lincoln)

Nós temos 365 dias no ano para realizar nossos sonhos, para alcançar grandes conquistas, para vencer os desafios, para atingir a tão esperada felicidade. Quantos estamos dispostos a gastar para nos preparar para tudo isso?

O grande segredo para evitar o fracasso em todos os nossos propósitos é buscar a orientação, a direção, a força e a companhia daquele que já nos prometeu que seríamos mais que vencedores.

É hora de começarmos a afiar nossos machados! Se desejamos derrubar a árvore das dúvidas e incertezas, afiemos o machado de nossa fé. Se as árvores da angústia, do desespero e da aflição impedem a nossa travessia em direção à paz e tranquilidade, devem ser abatidas e, para isso, precisamos afiar o machado da nossa esperança. Se a árvore do desânimo e da falta de perspectivas foi plantada no caminho de nossa vida abundante, vamos derrubá-la. Afiemos, imediatamente, o machado de nossa comunhão com o Senhor Jesus!

A nossa confiança em Deus não pode ser abalada. As nossas mãos não podem soltar, de maneira alguma, as mãos de nosso Salvador. Os nossos olhos devem estar fixos nEle e não podem se desviar em momento algum. Se as crises nos afrontarem durante o ano, serão abatidas e afastadas. Afinal, que são as crises diante do poder e do amor de nosso Deus? Que são as árvores de adversidades diante de um machado previamente afiado no Senhor?

O meu machado está afiado... o meu coração está preparado... este ano será um ano de bênçãos para mim. E para você?

Paulo Barbosa

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

OS SINAIS

E, pela manhã: Hoje haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Hipócritas, sabeis discernir a face do céu, e não conheceis os sinais dos tempos?

Mateus 16.3

Eu gosto de assistir ao CSI. São histórias de policiais decididos a desvendar crimes sem repostas.  É incrível como tudo pode se tornar evidências: um fio de cabelo, um inseto, uma luz, um bilhete, um som, um vegetal, solo. "As evidências falam" diz um dos personagens. As pistas põem sempre alguém na cena do crime, inocenta um suspeito, esclarece um fato, revela horas e datas.

Prestar atenção as evidências é muito importante, a Bíblia diz em Provérbios que "O prudente prevê o mal, e esconde-se; mas os simples passam e acabam pagando." Todos nós temos a capacidade de compreendermos o que está acontecendo em nossa volta e de decidirmos o que é melhor. Isso é sabedoria.

No entanto, vez ou outra, despercebidos do perigo e iludidos pelo caminho acabamos pagando o preço de ignorar os sinais. Lembro-me de um amigo que contou-me que certo dia, ao amanhecer, notou o céu diferente, nuvens grossas deslizavam no céu, levadas por um vento frio. Sua mãe ainda aconselhou: "João, a friagem está chegando, não viaje hoje." No entanto, eufórico pela aventura, disse: "Nada mãe, é só uma chuva". Ele terminou a história dizendo: "Passei o maior frio da minha vida".

No versículo acima, Jesus aconselha aos homens saber discernir os sinais dos tempos, sem isso, é impossível um viver de paz, amor e felicidade.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

OS FAVORITOS DE DEUS


Revi os textos bíblicos procurando características bíblicas comuns aos “favoritos de DEUS”. Por exemplo, o Anjo Gabriel disse ao profeta Daniel que ele era “muito amado” no céu. Ao falar com Ezequiel, o próprio DEUS confirmou isso, relacionando Nóe, Daniel e Jó como três de seus favoritos. Eles formam um trio interessante: um sobreviveu a uma inundação, o outro à cova dos leões e o último a um holocausto pessoal de sofrimentos. Abraão, chamado “amigo de DEUS”, passou a maior parte da sua vida esperando, impacientemente, que DEUS cumprisse SUAS promessas.

Em Hebreus, o autor registra, em detalhes terriveis, as lutas que podem sobrevir às pessoas fiéis, concluindo: “Homens dos quais o mundo não era digno”. Hebreus acrescenta ainda sobre este grupo impressionante: “Por isso DEUS não se envergonhou de ser chamado o DEUS deles”. Os santos atingem esta condição porque se apegam, teimosamente, à convicção de que DEUS merece nossa confiança, mesmo quando parece que o mundo está desabando. 

Paradoxalmente, a fé se desenvolve mais quando há incerteza e dúvida. Os favoritos de DEUS, eles em especial, não estão imunes a períodos de testes. 

Como disse Paul Tournier, onde não há mais oportunidade para duvidar, também não há mais oportunidade para crer.

Philip Yancey, em “PERGUNTAS QUE PRECISAM DE RESPOSTAS”

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

AMAR A DEUS ACIMAS DE QUALQUER COISA

Salmos 18.1 - “Eu amo o Senhor, força minha”.

O que deve caracterizar o adorador não é a sua maneira de cantar e louvar, mas sim, o profundo amor para com Deus. O que mais me chama a atenção nas vidas de homens como Abraão, Davi, os profetas e os discípulos de Jesus, é o profundo amor que eles expressavam para com Deus. No Salmo 18.1 Davi expressa: “Eu te amo, ó Senhor”. Jesus declarou o seu incondicional amor ao Pai, através de um viver inteiramente voltado à obediência. O amor ao Pai enriqueceu sua vida de devoção, adoração, submissão e, principalmente, na obediência e sacrifício – “A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra” João 4.34.

Quando falo sobre o amor, falo do amor “de Deus derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado” Romanos 5.5, amor que nos leva a uma comunhão que nada deste mundo pode quebrar.

Paulo, em Romanos 8.35, faz uma pergunta: “Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou a perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?”, e concluí nos versículo 38 e 39: “Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as cousas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem as alturas, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”.

Se esse amor está em nós, nosso coração transbordará em louvores.Entendo que esse amor do qual Paulo fala é um amor sobrenatural, que é a expressão da presença do Pai que vive em nós. É esse amor que nos faz amá-lo acima de todas as coisas. A prescrição de Moisés ao povo sob sua liderança foi: “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus” Deuteronômio 11.1.

É pela graça que, agora, nós podemos amar a Deus através do Espírito Santo. A minha constante pergunta é: O que é amar a Deus e, quanto eu o amo?”. O nosso amor é provado quando passarmos por provações.

E a adoração é uma resposta dada ao constante amor de Deus por nós. Esse amor deve ser incondicional, tal como foi o amor de Abraão para com Deus, dispondo-se entregar, em um sacrifício, o seu próprio filho. Foi, assim, da mesma forma e com a mesma intensidade de amor para conosco, que Deus deu ao seu próprio Filho para nos substituir no holocausto da cruz.

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

O CAMINHO É JESUS


Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o Caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

João 14. 6

Na antiguidade o Império Romano dominava absoluto no mundo de então. O chamado Velho Mundo, que era formado pela Europa, África e Ásia, era subjugado por Roma e vasto exercito que controlava o mundo civilizado, então se dizia que: “Todos os caminhos levam à Roma”.

O Império que controlava o mundo já não existe mais a não ser os vestígios de uma época que se foi. Roma perdeu sua fama de outrora e seu poder sobre as nações, agora outras nações detêm o controle do mundo. É interessante pensarmos na máxima que regia o velho mundo; dada a sua importância todos podiam chegar à Roma pelas várias estradas criadas por eles mesmos.

Na vida, muita gente está tentando chegar à Deus por vários caminhos, é como se todas as vias pudessem levar o homem ao Criador, certamente os que pensam assim estão infelizmente errados. Não se chega à Deus por qualquer caminho, só por Jesus é possível ir ao Pai.

Muitos estão divulgando que o céu é possível por diferentes formas, isso não é verdade! A revelação de Deus aos homens que é a Bíblia, nos diz que Cristo Jesus é o Caminho e a Verdade e a Vida, e mais ninguém pode ir a Deus senão for por Jesus, todos os caminhos não levam à Deus. É importante saber como chegar a Deus e a resposta é o Filho de Deus, Jesus, Ele é o intercessor entre Deus e os homens e não há outro.