sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

VOCÊ TEM LUTADO PELAS PROMESSAS DE DEUS EM SUA VIDA?

Os que edificavam o muro, os que traziam as cargas e os que carregavam, cada um com uma das mãos fazia a obra e na outra tinha as armas. 

Neemias 4.17

Todos nós temos sonhos, desejos e necessidades. Alguns, aos olhos humanos, impossíveis. Mas isso não impede de que nós, diariamente, os lancemos aos cuidados do Pai. Conheço algumas pessoas que tem até chorado em oração pelo marido que abandonou a família, o filho que se afastou de Deus, a mãe que está longe...

Neemias também tinha uma missão, um desejo, um sonho. Era um sonho especial, pois o tinha herdado de Deus: construir os muros de Jerusalém. Talvez assim como você, Neemias estivesse cansado de ver tanta dor, de sentir o sofrimento e de ouvir tantas histórias tristes.

A atitude de Neemias de erguer os muros modificou a vida de todos os que moravam em Judá. Enquanto o povo de Israel se unia para construí-lo, os inimigos dos judeus se reuniram para impedir a construção. Sempre que eu leio este texto fico a pensar que Deus espera de nós mais do que palavras, orações e silêncio. Muitas vezes, é preciso se erguer, lutar pelas promessas de Deus em nossa vida.

Lutar significa construir os muros com uma mão e com a outra segurar uma arma. Não posso negar que sempre que você se empenhar em construir, inimigos se levantarão para destruir.

A pergunta que tenho que fazer ao seu coração é: O que você tem feito para conquistar a promessas de Deus em sua vida? Sentado e esperado! Lamento informar não é assim que as coisas funcionam. Você tem construído com uma mão e lutado com a outra? Ou você tem apenas deixado o vento levar seu barco para águas desconhecidas e aguardado pelo milagre de Deus? 

Deus luta por você, mas ele não fará se sua fé se resume apenas em reclamar e aguardar quando você tem a opção de lutar e de se empenhar na conquista das promessas.

Fandermiler Freitas

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

AMAREMOS AOS IRMÃOS

Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama a seu irmão permanece na morte.

I João 3:14

Nas catacumbas de Roma encontram-se maravilhosos atestados da graciosa fraternidade que prevalecia na igreja primitiva. Os corpos de membros da mais alta sociedade romana ali estão lado a lado com os despojos de humildes camponeses, e mesmo escravos. As inscrições naquelas sepulturas de cristãos primitivos não fazem referência a posição ou casta. Eram irmãos em Cristo - isso bastava.

Fonte: Mil ilustrações

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

CÃES DE CAÇA

Tais cães são gulosos, nunca se fartam;...

Isaías 56:11

Já os vi muito. É incrível como sentem o cheiro da presa a quilômetros de distância! Como percorrem a floresta escura, pulam pedras, rastejam sobre arbustos espinhentos, mergulham em rios e desaparecem na capoeira. Desejam matar, destruir, aprisionar. Adoram sangue, carne fresca. Consideram todos os outros animais inimigos seus.

Em casa, porém entre os familiares, é tão meigo, carinhoso. Ocorre uma mudança de personalidade: de um ser tão violento, cruel e sanguinolento a uma companhia adorável. Dorme muito, acompanha o dono para onde for, o protege contra possíveis perigos.

A mudança de ambiente pode determinar seu comportamento, mas nunca sua fidelidade. Ouvi falar de um cão que enfrentou uma onça enquanto seu dono fugia. Ele morreu, mas salvou a vida de seu amigo humano.

Um cão é imparcial, não se corrompe nem deseja coisas grandes: uma casa luxuosa, um dono rico, comidas caras, etc. se preocupa com as pequenas: carinho e atenção do dono, comida de cão, lugar para se proteger do frio e da chuva. Dando se lhe isto, ele amará sem nunca esquecer a quem lhe acolheu.

Quantas coisas podemos aprender com este ser! Quem nos dera amar a Deus, os amigos, a família, todos os que nos rodeiam com a mesma intensidade e fidelidade. Está pronto para paz e a guerra. Sê fiel, mesmo que custe a morte. Ah! Se o ambiente determinasse nossas ações, mas que fôssemos sempre fiéis a Deus. É triste quando uma pessoa apresenta um comportamento duplo: é um, na igreja, é outro no mundo.

Devemos sempre lembrar que alguém nos caça incansável, pula os obstáculos, destrói os empecilhos para nos matar, destruir e roubar. Ele é o Diabo, nosso adversário – é mais que um cão de caça a nos rodear - é um leão que tem por objetivo nos destruir.

Fandermiler Freitas

domingo, 25 de janeiro de 2015

O PREGUIÇOSO

Numa região montanhosa, havia uma caravana de pessoas, cada qual carregando sua cruz. Todas as cruzes eram do mesmo tamanho, porém, umas eram mais leves e outras mais pesadas.

Havia na fileira, um retardatário que preguiçoso e comodista carregava sua cruz com má vontade e rebeldia. Ele notou que os que estavam a sua frente se perdiam de vista.

Resolveu então parar e cortar um pedaço de sua cruz. Pensou: “Assim andarei mais rápido e passarei na frente de todos.”

Caminhou apenas alguns quilômetros com sua cruz, agora mais leve e deparou com um precipício. Ficou imaginando como os demais tinham atravessado.

Percebeu então que cada um tinha usado a sua própria cruz como ponte. Infelizmente a sua cruz estava cortada e não alcançava o outro lado do precipício. Assim, ele teve de retornar e apanhar uma nova cruz. 


(Adaptado do livro “Pensamento, Consciência, Evolução e Vida” de José de Freitas Filho”.)

O FALSO CHEGA A SER VERDADEIRO



sábado, 24 de janeiro de 2015

JUSTIÇA

Se sabeis que ele é justo, sabeis que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele. 


I João 2.29


Tenho observado assustado como temos perdido o senso de justiça. Nos últimos dias, tenho visto o desfecho de alguns casos que ganharam destaque na Mídia e me sinto incrédulo com o resultado.

O caso do goleiro Bruno pode até aparecer uma exceção, mas quando olhamos de perto, vemos que ainda há muitos traços de injustiças: sequestro, morte, destruição do corpo com tamanha crueldade. Uma pena de 17 anos  é muito pouco para quem fez tamanho mal a outro ser humano, a uma criança e a uma mãe sofrida.

O Apóstolo João nos aconselha a buscarmos a Justiça, a desejarmos a justiça e a esperarmos só a justiça. Ele diz que quem não anseia por ela não é de Deus. Mas o que vem a ser justiça? É um termo abstrato que significa o respeito ao direito de terceiro, que defende que todos são iguais. O Senhor Jesus resumiu isto dizendo: Tudo quanto quereis que os homens lhe façam, fazei vós a eles. MT 7.12

Como então me alegrar quando assassinos, bandidos, homens maus recebem penas tão brandas? Seria eu injusto? E se fosse minha família que estivesse sofrendo com a perda, a dor? Eu me contentaria com tão pouco? Alguém pode dizer: se fosse sua família que estivesse do outro lado? Eu não sei, mas a Bíblia me diz: Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus.

Que Deus nos ajude a educar nossos filhos a amar a justiça, a respeitar o próximo e, sobretudo está sempre perto de Deus.

NEUTRALIZAR O ÓDIO

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

BOTÃO DE ROSA

Maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.



Efésios 5.25
É dia dos Namorados. Um rapaz entra numa floricultura e pede:

- Por favor, senhor, providencie-me um bouquet de flores. O mais caro que o senhor tiver.

- E que tipo de flores você quer? - pergunta o florista.

- Qualquer tipo, só quero que seja algo que impressione uma mulher.

- Que tal um buquê de rosas?

- Ótimo!

- Quer escolher as flores?

- Não, escolhe o senhor mesmo! O senhor tem mais prática.

- Está certo! Vai querer um cartãozinho também?

- Não, senhor, não tem necessidade. Vou entregar pessoalmente.

- Você é quem sabe, mas um cartãozinho sempre ajuda.

- Estou muito atarefado hoje... sem cabeça pra escrever, entende? E estou com pressa. Ainda preciso mandar lavar meu carro. Por favor, seja rápido.

Logo após este rapaz ter saído, entra um outro moço na loja. Olha aqui, olha alí, compara os preços, indeciso.

- Pois, não, moço. Em que posso ajudá-lo?

- Senhor, preciso muito comprar algo especial para uma moça mais especial ainda, mas tenho pouco dinheiro. O senhor tem alguma sugestão?

- Dê-lhe um botão de rosa. Eu faço uma embalagem bem bonita. Garanto-lhe que ela vai gostar!

- Boa idéia! Posso escolher a flor?

- Claro, amigo. Fique à vontade. Vai querer um cartãozinho também?

- Não sei se meu dinheiro dá...

- A gente dá um jeito, disse-lhe o florista, piscando para ele. - É sua namorada?

- Ainda não... mas, se Deus quiser, vai ser! Eu daria um braço por ela.

- Boa sorte!

- Obrigado.

Quando o rapaz foi embora, o florista ficou mentalmente comparando os dois jovens. Se ele tivesse uma filha, gostaria que ela encontrasse alguém como este último. Sujeito devotado.

Alguns dias depois, o primeiro rapaz volta à loja.

- Bom dia, senhor, lembra-se de mim?

- Claro que sim. Mais flores pra namorada?

- Pra quela? Não.. que nada! É pra uma outra, aí.

- O quê houve com aquela?

- Ih... o senhor nem imagina... ela deu uma olhadinha no buquet que eu comprei aqui com o senhor e o devolveu pra mim na mesma hora. Fiquei tão bravo que o joguei no lixo... da casa dela!

- Mas, o quê houve, meu amigo?

- Sei lá, a única coisa que ela me disse foi que não podia aceitar minhas flores porque estava apaixonada por um botão de rosa. Dá pra entender?

- É coisa de mulher!


- É verdade! O senhor tem razão, é coisa de mulher.

CRESCIMENTO


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

O PERDÃO É CONDICIONAL

E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas. Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.

Marcos 11. 25,26

A gente sempre acha que o que nós sentimos é maior, pior ou não tem comparação com o que os outros sofrem. Que o que nos fizeram é mais grave do que o que nós fizemos. Existe até um provérbio que diz: "pimenta nos olhos dos outros e refresco."

Certa vez, há alguns anos, ouvi uma colega de trabalho dizer que nunca perdoaria o que lhe fizeram, nem que viessem de joelho. Intrigado, eu perguntei: "Você reza o Pai Nosso?" Quando ela me disse que sim. Indaguei se ela já tinha prestado atenção à letra desta oração. Ao responde-me que sim, então pedi-lhe que a recitasse. E sua voz ecoou pelo salão, dizendo:

"Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia dá-nos hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém!"

É incrível como as pessoas são capazes de se condenarem com a própria boca. Meu amigo, na oração do Pai Nosso, Jesus Cristo estava ensinando uma verdade profunda: a necessidade de perdoar para ser perdoado - perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores. Aos olhos de Deus, existe uma condição - ninguém recebe perdão, se primeiro não perdoar.

Se você foi traído, humilhado, acusado injustamente, alvo de mentiras, lhe fizeram grande mal. Você tem todo o direito de ficar chateado, se sentir magoado, mas lembre-se: você precisa perdoar, porque se não fizer isto, nunca receberá de Deus o perdão de seus erros.

Olhe para cruz e veja Jesus! Ele foi preso, açoitados, acusado de muitas coisas, cuspido, esbofeteado, teve suas roupas rasgadas, sua barba arrancada. Ele tinha mil motivos para odiar, mas antes de sua morte, ele disse: "Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem!"

Meu amigo, não existe escolha, só há perdão para você, se você perdoar o que os outros lhe fizeram, independente do mal que lhe causaram. O Perdão é condicional!

Que hoje alguém possa dizer: Perdoa-me por não ter te perdoado!

Fandermiler Freitas

PARA REALIZAR


segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

REPRIME A TUA VOZ DE CHORO

Pois, tantas quantas forem as promessas de Deus, nele está o sim.
II Coríntios  1.20

Certo dia, um de meus filhos desapareceu. Apenas seu carro foi achado. Mas, mesmo em meio a essa grande dor eu pude louvar e glorificar ao meu Deus.


Precisei ser forte para enfrentar sozinha essa situação, uma vez que meu esposo estava doente e eu não queria deprimir meus outros filhos.

Todavia, um dia eu não aguentei mais, chorei tanto que quase desmaiei. Buscando forças em Deus, abri a Bíblia ao acaso e bati os olhos em Jeremias 31:16-17: "Assim diz o Senhor: Reprime a tua voz do choro, e das lágrimas os teus olhos; porque há galardão para o teu trabalho, diz o Senhor, e eles voltarão da terra do inimigo. E há esperança para o teu futuro, diz o Senhor; pois teus filhos voltarão para os seus termos".

Pela fé apropriei-me deste texto bíblico como sendo uma promessa de Deus, e Deus fez o milagre.

Dias depois, quando levei meu esposo à Brasília para fazer alguns exames, encontrei meu filho convertido e batizado. O Senhor o havia arrancado das mãos do inimigo para testemunhar que Ele é um Deus vivo e que faz milagres.

Ao Senhor seja dada toda a glória.

A BUSCA DA ALEGRIA


sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

SOMOS ETERNOS

Sim, os homens, como os anjos, passaram a ser Eternos a partir da criação. É fato sabido que todos possuímos um espírito dentro de nós. Foi Deus quem soprou em nós esse espírito de vida que nos faz viver para sempre. E como um espírito não pode nunca morrer, nós - como os anjos - jamais morremos.

Também nisso somos semelhantes a Deus. Somos, agora, Eternos como Deus Eterno é. E teremos, futuramente - como Deus - um corpo Eterno para passarmos a Eternidade - junto Dele ou longe dele. Uma coisa é certa: jamais passaremos à inexistência outra vez.

Fomos criados para jamais morrermos. Ao deixarmos esse "tabernáculo"(como diz o apóstolo Pedro), passaremos, isto sim, a uma outra dimensão de vida na Eternidade, mas jamais deixaremos de existir. Vencida aqui nossa vida terreal, nosso espírito (diz-nos a Palavra) volta a Deus que o deu. E Ele, Deus - Senhor de todas as coisas - nos dará, por fim, o destino merecido...

Realmente Deus, o Criador, é o Único ""Totalmente"" Eterno - sempiterno! Não tem começo, meio e fim. Ele é o "Pai da Eternidade" (portanto, a "Eternidade" é sua ""filha"" - imagine!). Deus existe antes mesmo do tempo existir. Ele é - repito, e somente Ele - ""Eternamente Eterno"" - sempre existiu e sempre existirá!

E finalmente é bom que nos lembremos agora, que: na Eternidade vindoura; é com Esse Deus Eterno que haveremos de tratar... É bom refletirmos nisso.

Antonio Esteves

PALAVRAS SEM SENTIMENTO


MORREU ACABOU?

Se assim fora, no caso de seres morais, que têm plena consciência do valor do que é certo e do que é errado, e principalmente da sua existência, não haveria qualquer razão para temer um possível juízo futuro da parte de Deus.

Qual vantagem teria o que faz o bem sobre aquele que vive para praticar o mal?

Afinal, as vicissitudes da vida não atingem tanto a um quanto o outro?

Todavia, a nossa própria constituição moral e o tribunal instalado por Deus na nossa consciência, são os indicadores de um acerto de contas final, no qual haverá um julgamento de caráter eterno para recompensar os que praticam o bem com galardões e a vida eterna, e os que praticam o mal com castigos e uma condenação também eternos.

Concluímos então que não haveria qualquer sentido em sermos o que somos (seres morais) caso houvesse uma aniquilação total da nossa existência depois da morte física.

O espírito prossegue eternamente e comparecerá perante Deus para que suas obras sejam julgadas pela justiça perfeita divina.

Se não houvesse um juízo final de um Juiz perfeito, poderíamos dizer que isto configuraria a maior injustiça do universo, porque mesmo em nós, que somos imperfeitos, há uma clamor para que haja justiça tanto para recompensar o bem, quanto para punir o mal.

Por isso o próprio Deus puniu o pecado com um castigo de valor eterno e infinito, para que pudéssemos ser perdoados e satisfazer à demanda da justiça divina, quando Ele levou o seu próprio filho amado, Jesus Cristo, à cruz, para morrer no nosso lugar.

Silvio Dutra

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

DEUS ME AMA

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

João 3.16

Uma das maiores necessidade do ser humano é sentir-se amado. Conheço tantas histórias tristes de pessoas que tiveram a desventura de não serem amadas como desejaram e isso resultou em uma vida triste e, em alguns casos, amarguradas e com distúrbios.

O problema é que muitas vezes queremos algo que não é o amor, não pode ser amor! Já que o amor não é possessivo, destrutivo e corrupto. No amor não há a necessidade de ser correspondido  a altura do que sonhamos nem há a exigência de ser perfeito como nos sonhos. O amor é um sentimento do bem repleto de respeito, de verdade, de companheirismo.

Às vezes, as pessoas correm a vida inteira em busca de ser amadas e são constantemente decepcionadas ou desrespeitadas sem compreender que existe alguém que as ama com um amor puro, real e verdadeiro - Deus. E Ele foi capaz de provar o seu amor da forma mais dura possível - Deu seu filho para morrer numa cruz.

Fandermiler Freitas


THALLES ROBERTO - DEUS ME AMA


quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

VENDENDO GADO

Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não veem.

Hebreus 11.1

Pouco tempo depois de ter sido inaugurado, em 1924, o Seminário de Dallas quase fechou as portas. Estava à beira da falência.

Um dia, todos os credores reuniram-se para encerrar as negociações ao meio-dia.

Naquela manhã, os fundadores da escola reuniram-se no gabinete do reitor para orar. Harry Ironside encontrava-se na reunião. Quando chegou sua vez de orar, ele disse em sua maneira simples e humilde:

- Senhor, sabemos que o gado desta região te pertence. Por favor, Jesus, venda algumas cabeças e envie-nos o dinheiro.

Naquele mesmo instante, um vaqueiro texano, alto, trajando botas e camisa de malha, entrou no escritório e disse à secretária:

- Bom dia! Acabo de vender umas cabeças de gado em Fort Worth. Pretendia usar o dinheiro para fechar alguns negócios, mas não está dando certo. Sinto que Deus deseja que este dinheiro seja usado no seminário. Não sei se estão precisando ou não, mas aqui está o cheque.

A secretária pegou o cheque e, sabendo que cada minuto perdido poderia ser decisivo, dirigiu-se ao gabinete e bateu timidamente à porta. O Dr. Lewis Sperry Chafer, fundador e presidente da escola, abriu-a e recebeu o cheque das mãos dela. Ao olhar para a quantia, viu que era exatamente o valor da dívida. Então percebeu que o nome no cheque era de um fazendeiro da região. Virando-se para o Dr. Ironside, disse:

- Harry, Deus vendeu o gado.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

FUGINDO DE DEUS

E veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do Senhor para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor.

Jonas era um profeta a serviço do alto. Um homem que fora escolhido para levar a Palavra de Deus aos corações rebeldes e distantes do caminho do bem. O livro de Jonas inicia com Deus o enviando a Nínive. Ele tinha a missão de clamar contra ela e oferecer a possibilidade daquele povo se voltar para o Pai e reconhecer os seus erros.

No entanto, a Bíblia diz que ele fugiu da presença de Deus. Considerou sua missão errada e não quis fazer parte do projeto divino de salvar vidas. Diz o texto que ele se dispôs a não obedecer a Deus. E, ao invés de ir para Nínive foi para Társis. Em vez de ir para a direita foi para a esquerda para longe de onde Deus o tinha enviado.

Quantos neste mundo são Jonas. Sabem que tem uma missão, reconhecem que foram chamados para realizar uma obra em Nínive e estão em Társis ou a caminho de Társis. São pessoas tristes que vivem a realidade de serem desobedientes ao Pai e preferem o não compromisso com Deus a ser usado para curar, sarar e renovar corações e almas feridas e dilaceradas pelo mal.

Fandermiler Freitas

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

CREDENCIAIS ETERNAS

"Nisto conhecerão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns pelos outros"

Jo 13.35

Uma noite chegamos às muralhas da China, depois de terem cerrado o portão. Através do guichê do portão, o guarda pediu-nos nossa carteira de identidade. Logo o portão se abriu e nos foi permitido entrar.

Algum dia chegaremos às muralhas da Cidade Eterna. Que credenciais teremos a apresentar, a fim de que a porta se abra? Será o nosso conhecimento da Bíblia? Nossa certidão de batismo? Nossa carta de membro da Igreja? Uma carta de recomendação do pastor? Ou a ficha de nossa vida diária?

Jesus nos deu a única resposta. Disse ele: "Nisto conhecerão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns pelos outros". Eis a prova principal de que fomos redimidos pelo sangue de Jesus Cristo: "amarmos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos".

Leo K. Mader

NÃO PROVA NADA


domingo, 11 de janeiro de 2015

A VIDA DADA POR DEUS

"Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência."

Efésios 2:1

Nós, cristãos, precisamos compreender que o SENHOR já nos deu Vida. Outrora, estávamos mortos nos nossos delitos e pecados, mas hoje temos vida em CRISTO JESUS.

Na verdade somos Novas Criaturas, fomos RECRIADOS pelo Espírito Santo.

Em Colossenses 1:13 A Palavra nos diz que o SENHOR nos libertou do império das trevas e NOS TRANSPORTOU PARA O REINO DO FILHO DO SEU AMOR. Aleluia!!! Ele JÁ NOS TRANSPORTOU! Estamos no Reino de Cristo e só podemos desfrutar desse reino se tivermos FÉ.

O SENHOR diz que o "justo viverá pela fé". É pela Fé que tomamos posse de tudo que A Bíblia diz que temos e somos. E é pela Fé que aprendemos a Reinar em vida. Glória a Deus!

Rute

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

O NINHO

E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.

Lucas 9:58


Quando eu era pequeno, na fazenda de minha avó, por muitas vezes, encontrei um ninho cheio de ovos, alguns azuis, outros esverdeados, marrons, brancos. Eu ficava olhando para eles admirando seu tamanho, forma e beleza. O ninho era uma emaranhado complexo de folhas, galhos e capim. Parecia tão frágil, mas era o lugar perfeito para as pequenas aves nascerem.

O coração do homem tem a necessidade de encontrar um lugar onde ele se sinta bem, que signifique proteção, paz, felicidade. É como se ele fosse uma  ave a procura de seu ninho.

Ao ver um homem sair dentre a multidão e dizer que o seguiria para qualquer lugar, Jesus lhe disse que não tinha ninho, que não possuía um lugar certo para descansar. Na verdade, o que o Mestre almejava era testar o homem a respeito de sua determinação.

A vida de Jesus nos ensina que não é os bens materiais o nosso verdadeiro ninho. Nossas casas e posses jamais nos farão sentir o calor de um ninho. É no coração que o homem necessita ser acalmado. No coração que ele precisa encontrar a paz. Se assim for, a vida terá outro sabor, outra cor. E ainda que as tragédias da vida nos alcancem e que os nossos tesouros sejam destruídos, ainda haverá um lugar de paz, ainda haverá um ninho para descansarmos seguro.

Fandermiller Freitas

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

O CORPO É MAIS QUE O ALIMENTO

Por isso, eu vos advirto: não andeis ansiosos pela vossa vida... Porque a vida é mais que o alimento

Lucas 12.22-23

Por que o ser humano se preocupa tanto? A gente acorda, vai a luta, sofre, esforça-se, enfrenta os medos, põem a cara para bater, vence, perde. E para que se no final, a gente compreende que precisa de tão pouco para viver? Na verdade, as nossas preocupações, no geral, são vãs e desnecessárias.

A vida é assim... viver nunca foi fácil. Mas Jesus disse algo importante sobre as inquietações do homem - elas precisam obedecer uma ordem para que o coração não seja levado pelo medo do futuro.

1. O alimento não é mais do que o corpo - Quem descobre essa verdade, vive melhor. Não é influenciado pela tristeza de não ter uma boa comida, não fica frustrado com aniversários não realizados, nem com as ceias simples de natal. A felicidade não está no banquete, mas na amizade, no convívio, na oportunidade de viver em harmonia, em encontrar os amigos, a família, os irmãos.

Quando a gente compreende que existe algo maior nas "festas de fim de ano" ou nos encontros do que a comida, vamos aprender a viver melhor e a aproveitar melhor o tempo - As pessoas e suas complexas personalidades são as coisas mais importantes da sua vida!

Não é preciso se preocupar tanto! É preciso viver bem e conviver em paz, em harmonia e com alegria! Neste contexto é mais feliz quem ama mais as pessoas e se preocupa menos com as coisas.

Fandermiler Freitas

OS BARCOS


segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

INVERNO RIGOROSO

Deixai-os; são guias cegos; ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão no barranco.

Mateus 15.14

Certa vez os índios perguntaram ao novo cacique se o inverno seria rigoroso naquele ano.

Ao contrário do seu falecido pai, que nunca tinha errado uma única previsão do tempo em toda a sua vida, ele não tinha a menor ideia de como fazer isso, mas, para não ficar sem dar uma resposta, afirmou que o inverno seria rigoroso.

Imediatamente, todos saíram em busca de lenha para armazenar.

O rapaz, preocupado com a situação (afinal, a sua palavra estava em jogo), resolveu ligar para o serviço de meteorologia daquela região indagando como seria o inverno naquele ano: - Será rigoroso, responderam-lhe eles.

Com o endosso do serviço meteorológico, chamou os índios e reforçou sua previsão de um inverno rigoroso.

Os índios, então, intensificaram a coleta de lenha e passaram a se dedicar quase que exclusivamente só a isso.

Preocupado agora com o frenesi que se instalou na aldeia, o cacique consultou novamente o serviço de meteorologia: - O inverno vai ser muito rigoroso, confirmaram eles.

- Vocês têm certeza disso, é claro? - perguntou-lhes o jovem, tentando reencontrar sua paz interior.

- Sim, temos absoluta certeza! - respondeu-lhe o pessoal da meteorologia.

- Mas, como vocês podem ter tanta certeza? Como vocês fazem para prever o clima assim, com tanta antecedência, sem medo de errar?

A explicação daqueles meteorologistas quase matou o jovem cacique do coração:

- Escute, meu amigo, nossa estação meteorológica fica próxima de uma aldeia indígena que há décadas nos ajuda a fazer a previsão do tempo. Quando os índios começam a juntar muita lenha, é porque o inverno vai ser muito rigoroso. Pode confiar!

domingo, 4 de janeiro de 2015

LIBERDADE VERDADEIRA

Ele nos transportou do Império das trevas para o reino do Filho do seu amor.
Cl 1.13



Desde que o homem começou a registrar os seus conhecimentos, sentimentos, lutas, guerras e descobertas, é possível de se notar uma empreitada, um desejo ardente, independente do povo, da cultura e do tempo, pela liberdade.


Em nosso tempo, apesar da modernidade e das conquistas alcançadas pela sociedade, ainda é comum se ouvir o grito de liberdade ecoando pelas cidades, jornais, revistas, livros. Sempre tem alguém necessitando de algum tipo de liberdade.

A luta pela liberdade, sempre produziu morte, foi assim com Tiradentes, com centenas de seringueiros no Acre, etc. e nem sempre a sonhada liberdade produziu os frutos esperados.

A situação de todo homem diante de Deus, é de separado, de inimigo – Porque os vossos pecados fazem separação entre vós e o vosso Deus. Sendo assim, desde que o homem nasce, ele já nasce nessa situação e sem Deus no mundo, por isso, há uma grande necessidade de se conhecer a verdade.

E o que é a verdade? A verdade é que Deus amou ao mundo de tal maneira que Deus seu Filho Unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Assim se o homem conhecer essa verdade, e crer no poder que há na morte de Jesus Cristo, ele conhecerá a verdade, e ela o libertará de seu destino de pecador e de sua vida sem paz – isso significa que terá a vida eterna.

A liberdade verdadeira não é aquela que se preocupa em libertar o corpo, mas aquela que liberta a alma da condenação do inferno, o espírito das aflições psicológicas deste mundo e o coração das dúvidas e incertezas da vida. Quereis a verdadeira liberdade? Então, te aproxima de Deus e roga que te libertes.

sábado, 3 de janeiro de 2015

CAMINHO ERRADO

E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. 

Mateus 7:14

há alguns meses via a história de um jovem que foi acampar com  dois amigos e se perdeu na mata. Os bombeiros o procuraram por 20 dias e como não encontraram nenhum vestígios, desistiram das buscas. O pai do garoto, no entanto, nunca desistiu e após 71 dias de procura intensa encontrou o filho agonizando. Ele morreu em seus braços.

Essa história me faz lembrar do que Jesus nos disse no livro de Mateus: como é importante andarmos no caminho certo. Andando no caminho certo chegaremos ao destino certo. O mestre não estava falando literalmente das coisas dessa vida, algo muito maior, já que nessa caminhada, nós só temos uma única chance de acertar ou errar.

Mas como desassociar esse ensino da nossa vida? impossível! Mesmo assim fica o lembrete: Deus deseja que cada homem e mulher compreenda que a responsabilidade pelo futuro e destino eterno de cada um é consequencia do caminho, primeiro escolhido, depois trilhado por nós.

Fandermiler Freitas 

CAMINHOS MÁGICOS


sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

BUSCANDO O REINO DE DEUS

buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

Mateus 6:33

Hoje é o segundo dia do ano. Um dia especial, porque está iniciando uma nova era. E com o surgimento deste novo dia, sempre esperamos que as coisas melhorem e rogamos pela realização de nossos desejos – saúde, dinheiro, paz, segurança, emprego, tranquilidade, um amor, passar no vestibular, enfim a realização de todos os nossos sonhos. E Com os pensamentos fixo no futuro, olhamos nossa estrada e a vemos florida, alegre como um sonho ou o “mundo das ideias” de Platão.

No entanto, hoje, é preciso lembrar das palavras do Mestre: “No mundo passais por aflições” e entender o que o pregador escreveu em Eclesiastes que virão dias maus e estes dias, segundo ele mesmo, serão muitos.

Meu querido amigo e irmão, não sabemos o que futuro nos reserva nem ainda, que batalhas teremos que enfrentar! A única certeza que temos é que os dias vão passar, nossos ossos vão envelhecer, nossa fé será provada, nossa confiança em Deus testada, tentações virão, problemas existirão, tribulações tentarão nos enfraquecer e afastar-nos de Deus.

Diante disso tudo, cabe rogarmos ao pai – "Senhor, guarda-nos do mal, livra-nos da tentação e dar-nos força para resistir ao Diabo e ao mal. "

Por último convém indagar: “E se este novo ano for o meu último, se estivermos vivendo o nosso último dia dois de janeiro? O que fazer?”

1. “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e o mais ele fará”


2."Guardo no coração a tua palavra para não pecar contra ti”.

Fandermiler

MEIO MORTO

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

CONSTRUIR UM ANO NOVO

Hoje é o dia que dá início a um novo ano. É o dia primeiro. Todos queremos iniciar mais um ano com esperanças renovadas. É um momento de alegria e confraternização.

As rogativas, em geral, são para que se tenha muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender. Mas será que se tivermos tudo isso teremos a garantia de um ano novo cheio de felicidade?

Se Deus nos dá saúde, o que normalmente ocorre é que tratamos de acabar com ela em nome das festas. Seja com os excessos na alimentação, bebidas alcoólicas, tabaco, ou outras drogas não menos prejudiciais à saúde.

Não nos damos conta de que a nossa saúde depende de nós. Dessa forma, se quisermos um bom ano, teremos que fazer a nossa parte.

Se pararmos para analisar o que significa a passagem do ano, perceberemos que nada se modifica externamente.

Tudo continua sendo como na véspera. Os doentes continuam doentes, os que estão no cárcere permanecem encarcerados, os infelizes continuam os mesmos, os criminosos seguem arquitetando seus crimes, e assim por diante.

Nós, e somente nós podemos construir um ano melhor, já que um feliz ano novo não se deseja, se constrói.

Poderemos almejar por um ano bom se desde agora começarmos um investimento sólido, já que no ano que se encerra tivemos os resultados dos investimentos do ano imediatamente anterior e assim sucessivamente.

Poderemos construir um ano bom a partir da nossa reforma moral, repensando os nossos valores, corrigindo os nossos passos, dando uma nova direção à nossa estrada particular.

Se começarmos por modificar nossos comportamentos equivocados, certamente teremos um ano mais feliz.

Se pensarmos um pouco mais nas pessoas que convivem conosco, se abrirmos os olhos para ver quanta dor nos rodeia, se colocarmos nossas mãos no trabalho de construção de um mundo melhor, conquistaremos, um dia, a felicidade que tanto almejamos.

Só há um caminho para se chegar à felicidade. E esse caminho foi mostrado por quem realmente tem autoridade, por já tê-lo trilhado. Esse alguém nós conhecemos como Jesus de Nazaré, o Cristo.

No ensinamento "amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo" está a chave da felicidade verdadeira. Jesus nos coloca como ponto de referência. Por isso recomenda que amemos o próximo como a nós mesmos nos amamos.

Quem se ama preserva a saúde. Quem se ama não bombardeia o seu corpo com elementos nocivos, nem o espírito com a ira, a inveja, o ciúme etc.

Quem ama a Deus acima de todas as coisas, respeita sua criação e suas leis. Respeita seus semelhantes porque sabe que todos fomos criados por ele e que ele a todos nos ama.

Enfim, quem quer um ano novo repleto de felicidades, não tem outra saída senão construí-lo.

Importa que saibamos que o novo período de tempo que se inicia, como tantos outros que já passaram, será repleto de oportunidades. Aproveitá-las bem ou mal, depende exclusivamente de cada um de nós.

***

O rio das oportunidades passa com suas águas sem que retornem nas mesmas circunstâncias ou situação.

Assim, o dia hoje logo passará e o chamaremos ontem, como o amanhã será em breve hoje, que se tornará ontem igualmente.

E, sem que nos demos conta, estaremos logo chamando este ano que se inicia de ano passado e assim sucessivamente.

Que todos possamos aproveitar muito bem o tesouro dos minutos na construção do amanhã feliz que desejamos, pois a eternidade é feita de segundos.

Com base no livro Repositório de sabedoria

PRA SER FELIZ NO ANO NOVO