segunda-feira, 4 de abril de 2016

COPO VAZIO


"antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana" 

(Filipenses 2:7).

Um jovem marcou um encontro com seu pastor, no gabinete da igreja. O pastor, após ele entrar na sala, olhou-o fixamente e esperou que falasse. O jovem começou: "Pastor, eu creio que já tenho conhecimento bíblico suficiente para debater com qualquer outra pessoa da igreja. Sou capaz de fazer análises e exegese bíblica usando os originais em hebraico e grego. Prego constantemente em outros lugares e todos me admiram. Quero ser cheio de Deus e ser um grande líder aqui na igreja. Que devo fazer?" O pastor, antes de lhe responder, perguntou se desejava um copo de água. O jovem aceitou e o pastor colocou o copo diante dele. Começou então a derramar água dentro do copo e não parou quando este já estava cheio. O copo começou a transbordar e a água estava escorrendo para o chão. O jovem gritou: "Pare! Está entornando! Não há lugar para mais água no copo". O pastor, então, respondeu à sua pergunta: " assim como este copo, você está cheio de si mesmo e não há lugar para Deus em sua vida a não ser que se esvazie."

Amados, temos deixado Deus tomar nossas vidas e dirigi-las conforme Sua vontade? Temos reconhecido que nada somos sem ele e que o pouco que produzimos é para Sua honra e glória? Temos nos esvaziado de toda vaidade, de toda prepotência, de tudo que é carnal para que Ele possa habitar em nossos corações e brilhar em todos os lugares por onde passarmos? Temos nos oferecido para servi-lo, não por que somos capazes, mas porque confiamos que Ele pode fazer qualquer coisa através de nós?

Quando as nossas virtudes aparecem mais do que as do Senhor, quando a nossa verdade ecoa mais alto que a Verdade bíblica, quando reivindicamos os direitos por nossos méritos, estamos dizendo ao mundo que não precisamos de Cristo, que não existe mérito no que Ele fez e faz por nós, que somos autossuficientes e não há lugar para Ele em nossos corações.

Se queremos ser cheios de Deus, precisamos esvaziar o copo de nossas vaidades. O seu está cheio ou vazio?

Paulo Barbosa

Nenhum comentário: