domingo, 12 de fevereiro de 2017

TEMPESTADES

Nos Andes há ocasiões em que um pesado silêncio desce sobre a montanha. As aves param de cantar, as abelhas cessam a colheita do mel, as árvores não se mexem. Os moradores desses lugares sabem o que está acontecendo: é a tempestade que se aproxima.

Quando isso acontece, os habitantes da região também começam seus preparativos. A tempestade deve ser enfretada com coragem e prudência. Não é preciso enfrentá-la, mas proteger-se dela.

Assim é a nossa vida. As tempestades sempre virão. É inevitável. Quando os seus sinais forem vistos na nossa montanha é preciso proteger-se do vento, da chuva, dos raios e da neve. O melhor lugar para passar uma tempestade é nos branços do Pai. No entanto, se a sua paz não é a de Cristo, mau sinal. Sinal de tormenta e destruição.

Nenhum comentário: