terça-feira, 27 de maio de 2014

CONSTRUÇÃO

Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;...E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;

Mateus 7.24 e 26


Jesus terminou o sermão da montanha comparando os seus ouvintes com homens que construíam casas. Eram construtores que erguiam suas casas sobre a rocha e na areia.

Na verdade estes homens não são construtores de casas, mas de vidas. Eles levantavam suas vidas sobre terrenos diferentes. Um era sólido - rocha e o outro era  frágil - areia. O que eu aprendo com isso é que o terreno da construção é o coração humano. Quando praticamos os ensinos do Mestre o terreno no qual construímos é uma rocha e quando não levamos em consideração as suas Palavras, erguemos nossas vidas sobre um terreno frágil e inseguro - areia.

A gente imagina que esta construção só tem haver com nossas ações. No entanto, a Bíblia deixa claro que tudo tem haver com o que acontece no coração. Nossas intenções, pensamentos, desejos, atitudes e ações tem o mesmo peso na balança de Deus.

Para Deus, Odiar tem a mesma intensidade que matar, desejar tem o mesmo valor que adulterar e quem não ajunta espalha. Deus olha o coração e vê, de fato, o que está nele. E isso é a razão única para a nossa casa cair ou permanecer em pé após as tempestades da vida.

Fandermiler Freitas

 

Nenhum comentário: