quarta-feira, 10 de julho de 2013

O SENTIDO DA VIDA

O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância. Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas
João 10:10-11


Alguém falou com propriedade: “Hoje em dia a falta de um verdadeiro sentido para a vida impulsiona milhares de pessoas para as drogas, a violência, o desespero e o suicídio”. Um jovem de 16 anos escreveu em sua carta de despedida: “Queridos pais, por favor, não se culpem. Vocês me deram tudo o que podiam. Vocês não têm culpa. Mas é insuportável para mim não ter resposta para o sentido da minha vida. Já não posso agüentar esse absurdo. Por que devo viver se minha vida não serve para nada?”

A solução para o problema da falta de sentido para a vida começa com a aceitação do fato de que não somos produto do acaso. Deus é nosso Criador. Ele nos deu a vida. Querido leitor, você já pensou alguma vez que o próprio Deus quer que você viva? Além disso, Deus o fez com exclusividade, porque Ele não repete Suas obras. E Ele ama você.

Nisso se mostrou o AMOR de Deus: em que não tenha abandonado Suas criaturas à própria sorte quando caíram no pecado e se rebelaram contra Ele. Ao contrário, o Senhor pensou em salvá-las e para isso enviou Seu Filho como homem a este mundo como sacrifício pelo pecado. Jesus Cristo, o único que não cometeu pecado, morreu em lugar dos pecadores. Com o sacrifício de Sua vida pagou as culpas de todo aquele que clama pelo perdão divino.

Junto com o perdão, o pecador arrependido recebe uma nova vida, selada com o Espírito Santo. Uma vida totalmente nova, a vida do próprio Deus, que dá ao ser humano motivos para viver de maneira que agrade seu Criador e Senhor.

Fomos feitos para a glória de Deus. E esse é o sentido da vida. Qualquer outro propósito para o qual devotemos nossa existência será inútil, não trará satisfação nem significado. Pare um pouco e pense: qual o sentido da minha vida? Eu vivo para quê? Pergunte para Deus porque Ele criou você. Talvez você se surpreenda…


Extraído do devocional Boa Semente

Nenhum comentário: