quinta-feira, 30 de abril de 2015

O MUNDO ESTÁ POBRE

"Com efeito, passa o homem como uma sombra; em vão se inquieta; amontoa tesouros e não sabe quem os levará" (Salmos 39:6).

"O mundo está pobre porque seu tesouro está enterrado no céu. Só os mapas desse tesouro estão na terra." (Calvin Miller)

O mundo não tem nada a oferecer para nós. Tudo que existe de verdadeiro valor está no Céu, e nós aguardamos o dia em que estaremos com o Senhor, em Suas moradas celestiais, desfrutando dos tesouros que Ele nos preparou, que estão relatados na Sua Palavra e gravados em mapas no nosso coração.

Nós somos ricos porque sabemos onde estão guardados os tesouros. Somos felizes porque sabemos que o Senhor colocou esses tesouros à nossa disposição. Descansamos perfeitamente porque sabemos que esses tesouros não podem ser roubados e nem consumidos por ferrugem ou traças.

Não somos pobres, como o mundo, porque não somos do mundo. Somos cidadãos dos Céus, herdeiros em Cristo, filhos benditos de Deus. Nossa vida no mundo é passageira, mas, nos Céus de glória, será eterna. Que grandiosa bênção!

Os mapas dos tesouros celestiais estão disponíveis para todos. Todos que amam ao Senhor; todos que têm prazer em ler a Sua Palavra; todos que compreendem que o mundo é enganoso e nada tem a oferecer. Os tesouros existentes na terra são falsos, provocam discórdia, semeiam egoísmo, levam à morte. Seu tempo de duração e a alegria que trazem duram muito pouco.

Os mapas dos falsos tesouros são difíceis de encontrar. Os mapas dos tesouros celestiais, pelo contrário, são encontrados facilmente. Deus quer que todos nós tenhamos os Seus tesouros, que nos alegremos neles, que os tenhamos para sempre.

Eu já tenho esses tesouros. E você?

Paulo Barbosa

PERFUME

quarta-feira, 29 de abril de 2015

DESEJAR O MAL

A alma do perverso deseja o mal; nem o seu vizinho recebe dele compaixão.

Pv. 21. 10

Nosso mundo vive dias difíceis. Guerras, assassinatos, carros incendiados, tiros, prisões, mortes. Cenas de guerra são transmitidas pela TV. Tudo isso, porque o homem mal tem manifestado cada vez mais suas obras.

O salmista diz que o perverso deseja o mal. Sua alma procura fazer coisas ruins. Sua mente planeja que o mal ocorra. Já ouvi histórias de pessoas que ao ir a festas levam armas e as escondem nos arredores, para mais tarde  atentar contra a vida de alguém.

Há algumas semanas, esqueci de travar o carro e ia sendo alvo de um roubo. Outro dia, a empregada flagrou um guri que entrou lá em casa. E-mails falsos, cobranças bancárias inexistentes, golpes por telefone, comunicado de um banco da África do Sul sobre um dinheiro que eu tenho lá, já fui sorteado no SBT, no Faustão. Já fui alvo de tudo isso este ano.

É incrível como a mente humana tem planejado o mal, como sua alma deseja o que é mal! No entanto, a busca do bem é fato raro, poucas são as pessoas que tem se dedicado a levar o bem ao próximo, a ajudar ao necessitado. Lembremos que a alma do perverso deseja coisas ruins. O que a sua alma tem desejado?

Fandermiler Freitas

terça-feira, 28 de abril de 2015

PAZ MULTIPLICADA

Graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus, e de Jesus Nosso Senhor;

2 Pedro 1.2

O maior anseio da humanidade nos tempos modernos é a paz. O homem anseia pela paz em seu íntimo. Vivemos em guerra com o próximo, com o distante, consigo mesmo. Na realidade, o mundo está inundado em guerras, brigas, discórdias, divórcios, assassinatos, roubos e mortes. Tem dias que até parece que a vida é feita só maldade.

No entanto, o Apóstolo Pedro afirma algo grandioso para o coração daqueles que encontraram Deus: A paz está no conhecimento de Deus. Quanto mais perto de Deus eu me encontrar, quanto mais dEle eu me propuser a conhecer, maior será a minha paz interior e exterior.

Será impossível eu amar a guerra, odiar meus irmãos e está propenso a confusão se o Pai estiver ao meu lado, me ensinando a viver e a conviver. Por isso, o Apóstolo Pedro afirma que Graça e paz são multiplicadas pelo conhecimento de Deus.

Fandermiler Freitas

A VERDADEIRA PAZ

segunda-feira, 27 de abril de 2015

JOGADA DE MESTRE

“Aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância.”, escreveu o apóstolo Paulo na prisão. Naturalmente ele preferia o conforto em lugar da agonia e a saúde em lugar da fraqueza, mas passou a acreditar que o SENHOR poderia usar tanto as circunstâncias boas quanto as ruins para realizar SUA vontade. Quando um Grande Mestre joga contra um enxadrista amador, a vitória é certa, seja qual for a configuração do tabuleiro.

A Bíblia celebra o uso, por parte de DEUS, de fatos ruins para servir ao Seu propósito desejado. Por exemplo, Paulo usou tudo que estava ao seu alcance para executar sua missão. Nas estradas romanas, construídas pelos césares para facilitar o governo sobre os povos dominados, levou a mensagem do amor de DEUS a todo o império. Recorreu à justiça romana para proteger-se em momentos cruciais. Mesmo depois que ele, a maioria dos 12 discípulos e o próprio JESUS morreram nas mãos dessa “justiça”.

O padrão irônico de DEUS prevaleceu. A execução de JESUS concretizou a salvação do mundo: “A tristeza de vocês se transformará em alegria”, prometeu. Para os que confiam em DEUS, ELE promete exatamente o mesmo, ou seja, usar TODAS as circunstâncias a seu favor.

Philip Yancey, em “O DEUS (IN)VISÍVEL.”

NAS MÃOS DE DEUS

domingo, 26 de abril de 2015

A ORDEM É RENUNCIAR

Será mesmo, que existem pessoas que crêem que seja possível seguir a Cristo, sem antes negar a si mesmo? 

Será mesmo, que alguém crê que seja possível desassociar o Evangelho da Cruz?

O ensino de Cristo sobre a indispensável abnegação (renúncia de si mesmo) do Cristão é claro.

Lucas 9.23 - Em seguida dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz, e siga-me.

Celso Ricardo

APRENDER SEMPRE


O MILAGRE DA PÁSCOA

PROFUNDIDADE DA VIDA

sexta-feira, 24 de abril de 2015

A CADEIRA

O sacerdote foi chamado para orar por um homem muito enfermo. Quando o sacerdote entrou no quarto, encontrou o pobre homem na cama com a cabeça apoiada num par de almofadas. Havia uma cadeira ao lado da cama, fato que levou o sacerdote a pensar que o homem estava aguardando a sua chegada.

- Suponho que estava me esperando? - disse o sacerdote.

- Não, quem é você? - respondeu o homem enfermo.

- Sou o sacerdote que a sua filha chamou para orar por você; quando entrei e vi a cadeira vazia ao lado da sua cama, imaginei que você soubesse que eu viria visitá-lo.

Ah sim, a cadeira! Entre e feche a porta. Então o homem enfermo lhe disse:

- Nunca contei para ninguém, mas passei toda a minha vida sem ter aprendido orar. Não sabia direito como se deve orar. E nunca dei muita importância para a oração. Pensava que Deus estava muito distante de mim.

- Assim sendo, há muito tempo abandonei por completo a idéia de falar com Deus. Até que um amigo me disse:

“José, orar é muito simples. Orar é conversar com Jesus, e isto eu sugiro que você nunca deixe de fazer... você se senta numa cadeira e... ...coloca outra cadeira vazia na sua frente. Em seguida, com muita fé, você imagina que Jesus está sentado ali, bem diante de você. Afinal Jesus mesmo disse: - “Eu estarei sempre com vocês”.

- Portanto, você pode falar com Ele e escutá-lo, da mesma maneira como está fazendo comigo agora.

- Pois assim eu procedi e me adaptei à idéia. Desde então, tenho conversado com Jesus durante umas duas horas diárias. Tenho sempre muito cuidado para que a minha filha não me veja... pois me internaria num manicômio imediatamente.

O sacerdote sentiu uma grande emoção ao ouvir aquilo, e disse a José que era muito bom o que estava fazendo e que não deixasse nunca de fazê-lo.

- Em seguida orou com ele e foi embora.

Dois dias mais tarde, a filha de José comunicou ao sacerdote que seu pai havia falecido. O sacerdote então perguntou: Ele faleceu em paz?

- Sim, quando eu estava me preparando para sair, ele me chamou ao seu quarto. Ele disse que me amava muito e me deu um beijo. Quando eu voltei das compras, uma hora mais tarde, já o encontrei morto. Porém há algo de estranho em relação à sua morte, pois aparentemente, antes de morrer, chegou perto da cadeira que estava ao lado da cama e encostou a cabeça nela. Foi assim que eu o encontrei. Porque será isto?

O sacerdote, profundamente emocionado, enxugou as lágrimas e respondeu:

- Ele partiu nos braços do seu melhor amigo... Ele foi para os braços do Pai...

quarta-feira, 22 de abril de 2015

METAMORFOSE

E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial... Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
I Coríntios 15:49,53

Uma lagarta se fecha em seu casulo protetor. Parece mais com um tipo de caixão. Mas não! Devido a um misterioso fenômeno, os tecidos do bicho vão desaparecendo e a lagarta se transforma numa magnifica borboleta.

Que maravilhosa mudança! o inseto que se arrastava agora voa; que se alimentava de folhagem, agora sugar o néctar das flores; que era repugnante no estado de larva, tornou-se um dos mais belos espécimes da natureza.

Assim como lagarta, o homem se arrasta no mundo; como a ninfa inerte no casulo, o corpo dorme em uma tumba; como a borboleta, renascerá mediante a ressurreição.

os negam a ressurreição dos corpos e perguntam, zombando: "como os mortos ressuscitarão? Com que corpo virão?", são enterrada, o corpo semeia em corrupção, em desonra e em debilidade; mas ressuscitará em incorrupção, em glória e em poder (1 coríntios 15:35-43). Os crentes ressuscitarão quando o Senhor Vier. No final, os incrédulos também ressuscitarão, mas para comparecer em juízo (apocalipses 20:11-15).

Aprendamos a ler o grande livro da natureza. Para nosso ensino, o Criador ocultou nela alguns dos mais fantásticos segredos.

Devocional Boa Semente

AME A VIDA

terça-feira, 21 de abril de 2015

DEUS LEVANTA

O Senhor firma os passos do homem bom e no seu caminho se compraz; se cair, não ficará prostrado, porque o Senhor o segura pela mão.

Salmo 37.23-24

Quando criança, minha mãe disse-me que precisava ir ao mercado e fez-me prometer não brincar na rua enquanto ela não voltasse. É claro que eu respondi: "sim, senhora". Mas, quando ela virou a esquina, eu me esqueci da promessa feita e sair para jogar bola com os amigos.

Já aconteceu com você, esquecer das promessas feitas? Aposto que sim. Eu posso recordar não uma nem duas, mas várias vezes que não cumprir o que prometi. E você?

Eu me lembro que enquanto corria atrás da bola escorreguei e cai, ralando o peito no tijolo. Imediatamente retornei para casa chorando, tomei um banho e deitei-me numa rede a espera de minha mãe. Foi uma longa espera...

Quando todas as desculpas se tornam impossíveis de usar, a gente se sente frágil demais. Parece que somos pequenos e completamente dependentes. Quando chegamos a esse lugar de dor e tristeza, nosso coração olha para dentro de nós e revela-nos o que nos tornamos.

Quando minha mãe voltou, encontrou-me dengoso e choroso naquela rede, então, olhou-me com carinho e cuidou do meu ferimento. Essa minha experiência faz-me recordar da Parábola da ovelha perdida. O pastor encontra sua ovelha ferida, estende-lhe seus braços de amor, cuida de seus ferimentos e a leva para casa.

Se você caiu, se feriu, lembre-se: o Senhor está a tua procura, deixa ele te levantar pela mão, curar tuas feridas e te levar para casa. Não existe erro que Ele não possa perdoar. Em todo tempo e qualquer situação Deus levanta o homem.

Fandermiler Freitas

É PREFERÍVEL


segunda-feira, 20 de abril de 2015

MAIS CINCO MINUTOS

No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem em um banco perto do playground.

- Aquele, logo ali, é meu filho. Ela disse, apontando para um pequeno menino usando um suéter vermelho e que deslizava no escorregador.

- Um bonito garoto. O homem respondeu e completou:

- Aquela usando vestido branco, pedalando sua bicicleta, é minha filha. Então, olhando o relógio, o homem chamou a sua filha.

- Melissa, o que você acha de irmos?

E Melissa suplicou: Mais 5 minutos, pai. Por favor. Só mais 5 minutos.

O homem concordou e Melissa continuou pedalando sua bicicleta, para alegria de seu coração. Os minutos se passaram e o pai levantou-se e novamente chamou sua filha.

- Hora de ir agora?

Outra vez Melissa pediu: Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos.

O homem sorriu e disse: Está certo!

- O senhor é certamente um pai muito paciente!

O homem sorriu e disse: O irmão mais velho de Melissa, Tommy, foi morto por um motorista bêbado no ano passado quando montava sua bicicleta perto daqui. Eu nunca passei muito tempo com Tommy e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele. Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa. Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-la brincar.

Em tudo na vida estabelecemos prioridades; quais são as suas prioridades? Dê a alguém que você ama mais cinco minutos de seu tempo hoje!

Dê a Jesus 5 minutinhos do seu dia!

HUMANOS

domingo, 19 de abril de 2015

PROMESSAS NA HORA DO MEDO

Realçamos o que Deus disse a Josué, líder de Israel no tempo da conquista, diante de inimigos que precisavam ser enfrentados: "Não os temas, porque os tenho dado na tua mão; nenhum deles te poderá resistir".

Aplica-se esta promessa a nós? É claro que sim.

No entanto, quero chamar a atenção para o fato de que o Evangelho não é um baú de promessas. As promessas do Antigo Testamento pressupõem dois compromissos por parte do ouvinte delas: santidade e sabedoria.

Santidade e sabedoria indicam que a ajuda do Alto não é autoajuda. Autoajuda é aquele varandão de frases feitas, dizendo que vamos vencer e que Deus está conosco. Ajuda do Alto é o conjunto das sinceras promessas de Deus, que, para serem recebidas, demandam santidade e sabedoria.

O santo, ao levar Deus a sério, fica habilitado a compreender a Sua vontade para conosco, mesmo em meio às tribulações.

O sábio ouve Deus falando na Sua Palavra e evita as armadilhas. A sabedoria é uma espécie de bênção antecipada de Deus, ao evitar problemas, que Deus não precisará mais resolver.

Fonte: http://www.prazerdapalavra.com.br/

NÃO PERCA A FÉ

sábado, 18 de abril de 2015

UM CAMINHO LIMPO

"Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele" 

Provérbios 22:6


Uma pequena menina seguia seu pai que vistoriava uma nova plantação. Ela andava exatamente por onde seu pai andava. Em determinado momento ela fala ao pai: "Papai, se você conseguir evitar a lama em seus pés eu também não me sujarei de lama!" O pai que ama a seus filhos procura andar em um caminho limpo.

Estamos nós conscientes de que somos responsáveis pela vida e futuro de nossos filhos? Temos procurado ser um modelo ou exemplo para eles? Temos nos esforçado para lhes dar uma educação correta a fim de que sejam vitoriosos e felizes?

Os filhos costumam seguir os passos dos pais. Vêem o que eles fazem e tentam imitá-los. Eles são seus heróis, as pessoas que julgam perfeitas e tentam, de todas as formas, parecer com eles.

Um pai que vive bêbado pode conduzir os filhos ao mesmo caminho. Um pai que não respeita a ninguém não poderá impedir que seus filhos sejam iguais. Um pai que mente na frente dos filhos não conseguirá fazer com que estes sejam sempre verdadeiros. Ele pode ser a razão de um futuro vitorioso ou pleno de derrotas para a sua casa.

Precisamos cuidar de nossos filhos, conduzi-los pelos caminhos da honestidade e respeito, da verdade e da retidão, da pureza e da humildade. Precisamos iluminar os caminhos por onde irão passar e, com muito amor e dedicação, ensinar-lhes o caminho de Deus. Seguros nas mãos do Senhor, eles caminharão em segurança, fortalecerão as esperanças, crescerão em fé, realizarão os bons sonhos, serão mais que vencedores e viverão satisfeitos. 

Se você deseja que seus filhos sejam felizes e abençoados, evite os "caminhos de lama"... ande por "caminhos limpos."

Paulo Roberto Barbosa

SÃO CURADAS


sexta-feira, 17 de abril de 2015

VONTADE E CORAGEM DE CORRIGIR


DERROTANDO GIGANTES

Um guerreiro chamado Golias, que era de Gate, veio do acampamento filisteu. Tinha dois metros e noventa centímetros de altura.

I Reis 17.4

De repente, as coisas não acontecem como planejamos e grandes obstáculos surgem na nossa vida. São muralhas e  gigantes que precisamos derrotar se ainda quisermos continuar caminhando.

Davi também teve um dia desses. Planejara visitar seus irmãos, saber como eles estavam e retornar para casa. Mas as coisas não aconteceram como ele pensava  e  a mudança iniciou no momento em que viu Golias desafiar a Israel: "escolhei dentre vós um homem que desça contra mim".

Diz a Bíblia que todos os homens de guerra tremeram e fugiram. Mas Davi, não era um homem comum, tinha o Espírito de Deus em sua vida e não agia como os outros. Ele tinha a visão da fé e a certeza da vitória dos que se acompanham com Deus. Eu nem preciso contar o resto da história.

Assim como Davi, todos nós temos os nossos gigantes para guerrear. Eu não sei qual é o seu Golias nem o poder e a força que ele tem. Mas saiba que se você confiar e esperar em Deus, gigantes foram feitos para tombarem. Talvez, você não saiba, mas a hora do gigante cair vai chegar, você só precisa está preparado e avançar ao encontro dele. Escolha as pedras no riacho de Deus e grite: "Eu vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos."

Deus já marcou a hora em que a pedra sairá de sua mão e atingirá a fronte do seu gigante, ele tombará no chão e você jamais será o mesmo. Foi assim com Davi, será assim contigo se tiveres fé. Diz a Bíblia que o Pai nos fez mais que vencedores. Você acredita nisso? Então pare de chorar e reclamar! Creia em Deus e veja o poder do Pai agindo ao teu redor!

Lembre-se: A cruz de Jesus Cristo é a fonte da nossa vitória e gigantes não são nada diante do poder de Deus. Por isso levante-se e em nome do Senhor dos Exércitos e destrua o gigante que te oprime.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

SEM ESPERANÇA

Os meus dias são mais velozes do que a lançadeira do tecelão e se findam sem esperança.


Jó 7:6

Dizem que a esperança é a última a morrer e que o homem sem esperança está condenado ao fracasso.
 
Há algum tempo, ouvi a história de um homem que seguiu para uma terra distante com o intuito de trabalhar. Deixou a família no interior do Ceará e prometeu voltar o mais breve possível. No entanto as coisas não deram certo. Ele tentou conseguir um emprego, mas o que ganhava só dava para se manter. Aos poucos, movidos pela saudade e solidão se envolveu com o álcool e as drogas e se afastou de vez da família, do trabalho e se viu jogado na rua a mendigar. Aquele homem tornara-se um a pessoa sem esperança.
 
O que é a esperança? É a fé que brota da alma e faz o homem acreditar na possibilidade de resultados positivos relacionados a eventos e circunstâncias pessoais. É acreditar que algo é possível mesmo quando há indicações do contrário.
 
Um homem sem fé é um homem sem esperança e nada espera de bom da vida. O filho pródigo se viu assim quando estava numa terra distante, alimentando porco. Notou que sua vida, do jeito que seguia, não tinha um fim satisfatório e se viu sem esperança. Mas naquele fim de poço viu uma luz, surgiu uma pequena esperança: voltar para casa e pedir o perdão de seu Pai.
 
Talvez eu esteja falando com alguém que está sem esperança, cansado das curvas da vida e do resultado de cada dia. Já tentou com suas forças encontrar uma saída, mas as portas sempre estão fechadas e está a ponto de desistir, porque não há mais esperança no coração. Faça como o filho pródigo procure Deus e lhe´peça para abrir a portas e caminhar ao seu lado. 

Fandermiler Freitas
 
Clipe de hoje: Esperança - Diante do Trono
 

LUTAR

quarta-feira, 15 de abril de 2015

O ÚLTIMO DIA

Naquela manhã, sentiu vontade de dormir mais um pouco. Estava cansado porque na noite anterior fora deitar muito tarde. Também não havia dormido bem. Teve um sono agitado. Mas logo abandonou a ideia de ficar um pouco mais na cama e se levantou, pensando na montanha de coisas que precisava fazer na empresa.

Lavou o rosto e fez a barba correndo, automaticamente. Não prestou atenção no rosto cansado nem nas olheiras escuras, resultado das noites mal dormidas. Nem sequer percebeu um aglomerado de pelos teimosos que escaparam da lâmina de barbear. "A vida é uma seqüência de dias vazios que precisamos preencher", pensou enquanto jogava a roupa por cima do corpo.

Engoliu o café da manhã e saiu resmungando baixinho um "bom dia", sem convicção. Desprezou os lábios da esposa, que se ofereciam para um beijo de despedida. Não notou que os olhos dela ainda guardavam a doçura de mulher apaixonada, mesmo depois de tantos anos de casamento. Não entendia por que ela se queixava tanto da ausência dele e vivia reivindicando mais tempo para ficarem juntos.

Ele estava conseguindo manter o elevado padrão de vida da família, não estava? Isso não bastava? Claro que não teve tempo para esquentar o carro nem sorrir quando o cachorro, alegre, abanou o rabo. Deu a partida e acelerou. 

Ligou o rádio, que tocava uma canção antiga do Roberto Carlos, "detalhes tão pequenos de nós dois... "Pensou que não tinha mais tempo para curtir detalhes tão pequenos da vida. Pegou o telefone celular e ligou para sua filha. Sorriu quando soube que o netinho havia dado os primeiros passos.

Ficou sério quando a filha lembrou-o de que há tempos ele não aparecia para ver o neto e o convidou para almoçar. Ele relutou bastante: sabia que iria gostar muito de estar com o neto, mas não podia, naquele dia, dar-se ao luxo de sair da empresa. Agradeceu o convite, mas respondeu que seria impossível. Quem sabe no próximo final de semana? Ela insistiu, disse que sentia muita saudade e que gostaria de poder estar com ele na hora do almoço. Mas ele foi irredutível: realmente, era impossível.

Chegou à empresa e mal cumprimentou as pessoas. A agenda estava totalmente lotada, e era muito importante começar logo a atender seus compromissos, pois tinha plena convicção de que pessoas de valor não desperdiçam seu tempo com conversa fiada.

No que seria sua hora do almoço, pediu para a secretária trazer um sanduíche e um refrigerante diet. O colesterol estava alto, precisava fazer um check-up, mas isso ficaria para o mês seguinte. Começou a comer enquanto lia alguns papéis que usaria na reunião da tarde.

Nem observou que tipo de lanche estava mastigando. Enquanto engolia relacionava os telefonemas que deveria dar, sentiu um pouco de tontura, a vista embaçou. Lembrou-se do médico advertindo-o, alguns dias antes, quando tivera os mesmos sintomas, de que estava na hora de fazer um check-up. Mas ele logo concluiu que era um mal-estar passageiro.

Terminado o "almoço", escovou os dentes e voltou à sua mesa. "A vida continua", pensou. Mais papéis para ler, mais decisões a tomar, mais compromissos a cumprir. Nem tudo saía como ele queria. Começou a gritar com o gerente, exigindo que este cumprisse o prometido. Afinal, ele estava sendo pressionado pela diretoria. Tinha de mostrar resultados. Será que o gerente não conseguia entender isso?

Saiu para a reunião já meio atrasado. Não esperou o elevador. Desceu as escadas pulando de dois em dois degraus. Parecia que a garagem estava a quilômetros de distância, encravada no miolo da terra, e não no subsolo do prédio.

Entrou no carro, deu partida e, quando ia engatar a primeira marcha, sentiu de novo o mal-estar. Agora havia uma dor forte no peito. O ar começou a faltar... a dor foi aumentando... o carro desapareceu... os outros carros também... Os pilares, as paredes, a porta, a claridade da rua, as luzes do teto, tudo foi sumindo diante de seus olhos, ao mesmo tempo em que surgiam cenas de um filme que ele conhecia bem. Era como se o videocassete estivesse rodando em câmera lenta. Quadro a quadro, ele via esposa, o netinho, a filha e, uma após outra, todas as pessoas que mais gostava.

Por que mesmo não tinha ido almoçar com a filha e o neto? O que a esposa tinha dito à porta de casa quando ele estava saindo, hoje de manhã? Por que não foi pescar com os amigos no último feriado? A dor no peito persistia, mas agora outra dor começava a perturbá-lo: a do arrependimento. Ele não conseguia distinguir qual era a mais forte, a da coronária entupida ou a de sua alma rasgando.

Escutou o barulho de alguma coisa quebrando dentro de seu coração, e de seus olhos escorreram lágrimas silenciosas. Queria viver, queria ter mais uma chance, queria voltar para casa e beijar a esposa, abraçar a filha, brincar com o neto... queria... queria... mas não deu tempo.

Como está sua vida? Qual o tempo que tem dedicado às coisas pequenas , mas importantes , da vida ? E Deus , em que lugar você o coloca? Será que ...?

Lembre-se, são poucas as pessoas que tem uma segunda e "nova oportunidade" de vida para mudar e ... Pense nisso .

Fonte: http://www.jesusvoltara.com.br/

segunda-feira, 13 de abril de 2015

O QUE FAZER COM O SOFRIMENTO?

1. Aceite-o. Sofrer faz parte da vida. Todo mundo sofre, de um jeito ou de outro, com menor ou maior intensidade. Mas, sofrer é um mal comum.

2. Suporte-o. A segunda coisas mais importante a fazer é ser resistente. Suporte o peso da dor.

3. Ore. Fale com Soberano sobre o desconforto que está sentindo.

4. Peça ajuda. Ninguém precisa sofrer sozinho. Procure alguém que ame você e compartilhe sua dor.

5. Não se renda. A vida é dura para quem é mole. Se não for possível ser um campeão, pelo menos venda sua derrota caro.

6. Fique quieto. Passarinho na muda não canta. Quem sofre em silêncio sofre com dignidade.

7. Adore. Não murmure. Cale-se quando sentir vontade de praguejar. Estufe o peito só para glorificar ao Senhor. Em tudo daí graças, pois esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.

8. Suplante-o. Tente lembrar quantas vezes o Senhor te levantou, tente! Dessa vez, não será diferente. Grite, bem alto: a vitória é minha, em nome de Jesus!

Escrito pelo Pr Geraldo Magela

AÇÕES E RESULTADOS


domingo, 12 de abril de 2015

O AMANHECER EM CRISTO


"Os céus anunciam as obras de Deus e o firmamento as obras de suas mãos"

Salmo 19.1

Acordar de manhã sempre faz bem para a alma, principalmente quando se quer pensar em Deus! Ver o silêncio da madrugada sendo quebrado lentamente, o sol afugentando o negrume da noite, ouvir o canto dos pássaros faz bem a alma. Parece que ao amanhecer podemos está mais perto de Deus.


Assim também Davi pensava. Ele diz que “Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite”.O homem não precisa se esforçar muito para conhecer o poder de Deus, basta olhar com atenção para o mundo e verá que cada árvore, cada raio de sol, cada gota de chuva não pode acontecer por acaso – são declarações de Deus para a humanidade, revelando seu poder, amor e cuidado.


Às vezes, eu fico observando o caminhar desastroso do mundo, tudo parece muito ruim. As notícias tristes dos jornais, as tragédias da vida real e fico a imaginar que quase tudo poderia ser diferente se Jesus estivesse no coração dos homens.


A palavra de Deus nos diz: “O mandamento do Senhor é puro e alumia os olhos”.


Oxalá! Se todos conhecessem o Pai de verdade, se sentissem o poder transformador da Palavra de Deus e desejassem ardentemente obedecer ao que Jesus ensinou, os olhos da humanidade seriam abertos para as coisas que realmente fazem sentido. Então, o mundo, a vida teria um novo sentido e o amanhecer seria sempre um momento especial com Deus.

Fandermiler Freitas

A VIDA E O MEDO


sexta-feira, 10 de abril de 2015

JESUS É O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA

Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

João 14.6
Todos nós andávamos desgarrados por causa dos nossos pecados, mas Jesus veio para nos dar a vida. Ele é a fonte da vida!

Todos nós estávamos perdidos, cada um seguia os seus próprios passos, mas Jesus veio para nos conduzir por um bom caminho. Ele é o único caminho!

Todos nós estávamos sem esperança, presos, confiados em nossos próprios pensamentos, mas Jesus veio para nos libertar através da verdade. Ele é a verdade que liberta!

Se você está seguindo seus próprios passos, saiba que eles te levarão a um caminhos sem esperança. Só Jesus é a nossa esperança. Ele guarda os nossos pés e dirige os nossos passos por um caminho de descanso.

Se você está confiante em seus próprios pensamentos, saiba que será confundido e não acharás a verdade. Só Jesus é o nosso refúgio, nele está a verdade e a certeza de não sermos confundidos.

Em Jesus estamos seguros. Ele nos conduz a um caminho de esperança

Em Jesus somos livres. Ele tem a verdade que liberta.

Em Jesus temos vida. Ele é a fonte da vida eterna.

Jesus é o caminho, a verdade e a vida.

Luzivana Marinho Freitas

NOBREZA


quinta-feira, 9 de abril de 2015

PAZ

Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo. Aquele que deste modo serve a Cristo é agradável a Deus e aprovado pelos homens.

Rm 14.17-18

Vivemos dias difíceis, de violência sem limites: assaltos, homicídios, tráfico de drogas, sequestros, brigas, agressões, etc. O homem de leste a oeste anda perdido sem paz.

A Bíblia diz que nos últimos dias os homens seriam implacáveis e sem domínio de si (2 Tm. 3:3). Vivemos hoje, dias semelhantes aos registrados em Ezequiel 7:23: “Fazes cadeia, porque a terra será cheia de crimes de sangue, e a cidade,  cheia de violência”.

Se em Rm 14.17, o apóstolo Paulo diz que o Reino de Deus é paz, então, que reino é esse que estamos vivendo? Um reino dominado pela corrupção, maldade, impunidade e muita violência . Este Reino não é o de Deus! Mas  um Reino dominado pelo príncipe que atua nos filhos da desobediência (Ef. 2:2).

O desafio que surgi para nós é o de “seguir as coisas da paz” (Rm. 14:19). A Paz da Bíblia não é apenas interior nem ilusória, ela é construída em cima de valores e princípios específicos. Você a vive, você a cultiva, você a espalha,  você a  divide. Acima de tudo a paz completa e perfeita foi estabelecida mediante o sangue da Jesus (Cl. 1:20).

quarta-feira, 8 de abril de 2015

ALERTA

Qual é o propósito de sua vida? Qual é sua grande missão, aquela que dá sentido a sua existência? Se você tem uma resposta para essas perguntas, acrescento ainda outra: o que falta para sua missão estar completada?

Na história de Naamã aparece uma menininha cativa. Separada dos pais, levada à força para uma nação estrangeira de hábitos e religião esquisitos. Diferentemente de outros cativos famosos, como José e Daniel, ela não chegou a galgar altos postos na hierarquia Síria. Nenhum biógrafo se demorou muito nela. Sua história é contada para as criancinhas como exemplo de como uma criança pode ser útil, mas não vai muito mais longe do que isso. Será que ela cumpriu sua missão? Será que sua vida teve um propósito?

Em outra ocasião aqui contei a história de uma amiga gaúcha que em um momento particularmente negro de sua vida, precisou fazer uma viagem solitária a Belo Horizonte; ela chegou à igreja central no dia em que havia toda uma programação voltada para homenagear um casal que havia falecido dias antes em um acidente aéreo. O sermão daquela manhã a tocou profundamente, arrancou lágrimas aos litros e lavou uma parte dolorida de sua alma. Além disso, ela foi notada, mesmo em uma igreja tão grande, por duas famílias diferentes em momentos diferentes; uma delas a levou para almoçar, outra para passear pela cidade e depois acordaram de madrugada para levá-la ao distante aeroporto de Confins.

Enquanto ficamos esperando algo grandioso acontecer, enquanto ficamos aguardando nos encontrar numa situação ideal para podermos brilhar, a vida vai acontecendo. Agora mesmo. Deus chama todos Seus filhos para trabalhar e lhes concede os mais variados dons e as mais variadas tarefas também. Há as grandes e há as pequenas também. Ele espera que estejamos prontos a responder sim a qualquer tipo de chamado, em qualquer situação. Para minha amiga deprimida, o sermão foi uma tábua de salvação, mas aquelas pessoas dispostas a identificar um rosto estranho na multidão e agir de forma solidária, inclusiva e terna foram as cordas que terminaram de tirá-la da escuridão em que se encontrava. Não é só o Pr. Bullón que faz o serviço de Deus, a pessoa que está ao lado daquela alma em frangalhos e a abraça é tão parte do corpo de Deus quanto o pregador.

Mas é preciso estar atento aos chamados dEle para sermos Suas mãos, Seus pés, Seus olhos, Sua voz mesmo agora, pelos caminhos que caminhamos distraidamente, esperando algo acontecer em um futuro longínquo...

Levi de Paula Tavares

O MEDO


terça-feira, 7 de abril de 2015

VENCEDORES

Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.

Romanos 8.37

É sempre muito bom vencer! O peso da taça é sempre menor e mais saboroso do que o da derrota. Mesmo que alguns afirmam que é ali, no insucesso, que está o maior dos ensinos e se consegue ver claramente os verdadeiros detalhes, eu prefiro alcançar a vitória mil vezes a ser derrotado uma.

Mas infelizmente, ninguém conseguirá, nesta vida, vencer todos os dias. Haverá dias de derrotas profissionais, esportivas, amorosas. Alguém já disse que a vida é uma eterna despedida, portanto feita de lágrimas e perdas.


No versículo supracitado, o apóstolo Paulo afirma categoricamente que aquele que está em Cristo Jesus tem uma vitória eterna e que nada poderá afastar ou tirar essa vitória.


Quando o homem encontra-se com Deus e o aceita, Jesus Cristo vem habitar em seu coração e ali faz morada e vive com ele. O homem passa a ter o Espírito Santo em seu coração, o orientando e o auxiliando. Portanto tem ao seu lado o maior poder do universo. Em resumo, nada o poderá derrotar se ele obedecer e viver a Palavra de Deus.


Se você ainda não aceitou Jesus como seu Salvador, você está sem Deus no mundo e por mais que seja vencedor nesta vida, é um eterno derrotado e não alcançará nada de bom quando todos os seus dias findares. "Porque sem mim nada podeis fazer."

Fandermiler Freitas

A ARTE DE CONVERSAR

segunda-feira, 6 de abril de 2015

MUNDANÇA

"Quando eu era jovem e minha imaginação não tinha limites, sonhava mudar o mundo. Quando fiquei mais velho e mais sábio, descobri que o mundo não mudaria: então restringi um pouco minhas ambições, e resolvi mudar apenas meu país. Mas o país também me parecia imutável. No ocaso da vida, em uma última e desesperada tentativa, quis mudar minha família. Mas eles não se interessavam nem um pouco, dizendo que eu sempre repeti os mesmos erros. Em meu leito de morte, enfim descobri: se eu tivesse começado por corrigir meus erros e mudar a mim mesmo, meu exemplo poderia transformar minha família. O exemplo de minha família talvez contagiasse a vizinhança, e assim eu teria sido capaz de melhorar meu bairro, minha cidade, o país, e, quem sabe, mudar o mundo"

... Palavras escritas no túmulo de um bispo anglicano, em uma catedral na Inglaterra.

MUDAR DE VIDA

sábado, 4 de abril de 2015

AO AMOR E A MORTE


MAIOR CRIME OU MAIOR AMOR?


Sendo este entregue pelo determinado desígnio
 e presciência de Deus, vós o matastes...

At 2.23

A morte de Cristo foi o maior crime da história. Mataram-no por motivo torpe, a inveja. As testemunhas que o acusaram eram falsas. Seu julgamento foi um gritante erro jurídico. O juiz que o sentenciou à morte estava convencido de sua inocência. Judas o entregou por ganância. Os sacerdotes o prenderam por inveja. Pilatos o sentenciou por covardia. Esse maior crime da história, entretanto, não foi um acidente, mas uma agenda. Jesus foi entregue pelo determinado desígnio e presciência de Deus.

Esse auspicioso fato, porém, não isentou seus executores de responsabilidade, pois o apóstolo Pedro afirmou: “... vós o matastes, crucificando-o por mãos de iníquos”. Esta foi a faceta sombria acerca da morte de Jesus Cristo. Há outra e, gloriosa: A morte de Cristo foi a maior expressão de amor. Jesus não foi para a cruz porque Judas o traiu, nem porque os judeus o entregaram, nem mesmo porque Pilatos o sentenciou. Ele foi para a cruz porque o Pai o deu por amor. Ele foi para a cruz porque se entregou, voluntariamente, como sacrifício pelo nosso pecado.

ORE: " Senhor Deus, para ti não há acasos. A história se desenrola sob o comando da tua palavra. E eu creio que a morte de Cristo foi a execução de um plano eterno de amor. Em nome de Jesus.

Fonte: http://www.lpc.org.br

sexta-feira, 3 de abril de 2015

A MORTE DE JESUS

Jesus foi o plano perfeito de Deus! Jesus foi o presente do Criador enviado a todos os homens. Deus depositou sobre seu Filho a esperança de levar o homem ao santuário e abrir o acesso ao céu.

Jesus Nasceu em Belém para cumprir as profecias. Fugiu para o Egito. Foi batizado no Rio Jordão e iniciou seu ministério com milagre, curas, sinais e poder. Seu trabalho consistia em anunciar o Reino de Deus aos homens.

Morreu numa cruz como sacrifício pela humanidade. Deus exigia um cordeiro sem defeito e foi isso que Jesus fez ao se entregar a si mesmo. Tornou-se o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Hoje, convém mergulhar o coração em gratidão e, lembrar que Deus aceitou o sangue de Cristo para que eu tivesse a liberdade de me aproximar dEle. Louvemos a Jesus por sua morte remidora.

CORAL KEMUEL, Leonardo Gonçalves e Daniela Araújo - "Eli Eli Lamá Sabactâni" e "Vitória"

quinta-feira, 2 de abril de 2015

QUINTA-FEIRA

Quinta-feira chegara, os discípulos se reuniram numa casa em Jerusalém. Foi feita uma ceia. Todos estavam à mesa. Eles comiam tranquilamente como foi um dia normal, mas Jesus pegou o pão, partiu e falou sobre sua dor sofrimento e morte. Depois, encheu um cálice com vinho e comparou-o com seu próprio sangue.

A Bíblia narra que cantaram um hino e Jesus os conduziu ao monte das Oliveiras. Uma lua cheia iluminava as parreiras. Foi ali que o Mestre proferiu João Capítulo 15, comparando o Pai com o agricultor e cada um de nós com um ramo. Alguns secos em sem frutos; outros verdes e repletos de cachos de uvas.

Não sei o que passou no coração de Judas para trair Jesus, mas não posso julgá-lo, pois eu mesmo, muitas vezes, também o faço e, às vezes, por menos de 30 moedas de prata. Judas traiu-o com um beijo e eu?

A multidão cercou Jesus e o levou preso. Quinta-feira termina assim... Os discípulos dispersos, Judas com suas moedas, Jesus na casa do Sumo sacerdote. O plano de Deus seguia calmamente em direção a salvação.

Hoje, mais de dois mil ano, precisamos agradecer a Deus por todo o sofrimento e por Jesus permanecer firme no propósito de nos oferecer a possibilidade de entra pela porta que conduz o homem ao céu.

Fandermiler Freitas

TEMPO DA MENTIRA


quarta-feira, 1 de abril de 2015

O PREÇO DA MENTIRA

Certa vez um jovem foi a um homem sábio, pedir conselhos. O homem sábio disse que só queria saber uma coisa.

Ele propôs uma situação imaginária. Ele disse - “Imagine que você nunca seria pego e ninguém seria machucado. Ninguém perderia nada. Se estas circunstâncias fossem garantidas, você mentiria por $10,000 dólares?”

O jovem pensou um pouco e respondeu. “Sim, por $10,000, se ninguém saberia e ninguém seria machucado! Eu mentiria!” O sábio balançou a cabeça e disse. “Tenho outra pergunta. Você mentiria por dez centavos?”

Furioso, o jovem indagou “Que tipo de pessoa você acha que eu sou?!”

O sábio respondeu. “Eu já sei que tipo de pessoa você é. Estou apenas tentando estabelecer seu preço.”

jornal - Does God Exist? (Será que Deus Existe?) July/Aug 96, pp. 22-3