quarta-feira, 22 de junho de 2016

PRESO NUMA CAVERNA

"Amados, se Deus de tal maneira nos amou, devemos nós também amar uns aos. outros." 

I S. João 4:11

No dia 31 de janeiro de 1925, Floyd Collins decidiu investigar uma caverna arenosa na fazenda Estes no Kentucky central. Numa profunda ravina, debaixo de uma rocha suspensa, ele encontrou a entrada.

Floyd rastejou para dentro e desapareceu na escuridão.

Na manhã seguinte ele não havia ainda saído, de modo que um dos filhos Estes, 17 anos de idade, saiu para verificar. Floyd tinha ficado preso lá dentro. Seus rastros puderam ser seguidos até um estreito túnel aberto na parede da caverna, e ele foi encontrado com uma grande pedra prendendo sua perna. Os primeiros esforços para libertá-lo foram inúteis.

Jornais e rádios levaram ao público as novas da situação de Floyd.

Repórteres e jornalistas correram para o local. A Cruz Vermelha chegou com um grupo de pessoas treinadas para este tipo de salvamento. Dinheiro, equipamentos e telegramas chegaram em quantidade.

Pessoas de toda a América estavam orando pelo salvamento de Floyd Collins.

Um túnel paralelo de 18 metros foi cavado diretamente na rocha.

Pouco depois do meio-dia de 16 de fevereiro eles chegaram a Floyd. Mas era muito tarde. Ele estava morto.

Durante os serviços fúnebres o Pastor Roy Biser disse: "Nenhum outro incidente de que me lembre deu motivo a tantas orações da parte de toda uma comunidade em favor de um companheiro." E era verdade. Milhares de dólares foram gastos. Centenas de homens trabalharam mais de duas semanas para salvar um único homem terá valido a pena?

"Quem pode calcular o valor de uma alma? Se quiserdes conhecê-lo, ide ao Getsêmani, e vigiai lá com Cristo durante aquelas horas de angústia, quando suava grandes gotas de sangue. Contemplai o Salvador crucificado!... Vede a fronte ferida, o lado traspassado, os pés perfurados! Lembrai que Cristo tudo arriscou! Para a nossa redenção o próprio Céu esteve em jogo. Recordando ao pé da cruz que Cristo teria dado Sua vida por um único pecador, podeis apreciar o valor de uma alma." - 

Parábolas de Jesus, pág. 196.
Fonte: http://www.4tons.com

Nenhum comentário: