sábado, 21 de outubro de 2017

POR DENTRO E POR FORA

"O que habita no esconderijo do Altíssimo, e descansa à sombra do Onipotente, diz ao Senhor: Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu, em quem confio." 

Salmo 91.1-2

Da mesma maneira como ocorrem catástrofes no mundo, também ocorrem catástrofes em nosso coração. Poucos de nós estão conscientes disso. E também muitos filhos de Deus não estão protegidos e guardados interiormente. Chama a atenção como o Senhor, em diferentes situações, fala primeiro do lado de dentro.

Quando Noé, por exemplo, teve que construir a arca, o Senhor ordenou que ele a pintasse com piche "por dentro e por fora." Isso contradiz o nosso pensamento lógico. Nós diríamos: primeiro se deve pintar por fora, pois vindo um temporal, o barco deve estar à prova d'água. 

Mas aqui o texto é bem claro: primeiro o interior e depois o exterior. Todos nós nos preocupamos com nossa aparência, mas não nos preocupamos, senão raramente, com o fato de que o nosso coração continue protegido e guardado pelo sangue de Jesus. Por isso, nós, como filhos de Deus, muitas vezes sofremos inutilmente e passamos por situações que nada têm a ver com o sofrimento por amor ao Senhor.

Extraído do livro Pérolas Diárias

Um comentário:

Levy Souza disse...

Deus não se importa com as aparências, podemos ver isso em muitas passagens das escrituras.Não importa quanto tempo gastamos orando, louvando ou cultuando se tudo estiver sendo feito com o nosso interior sujo e vazio, tudo será em vão.
Deus não quer orações, louvores ou cultos que sejam feitos ao ponto de alegrar os corações humanos por um momento, e no final de tudo, todos continuarem com seus corações vazios. Deus quer orações, louvores e cultos que sejam capazes de preencher o coração humano e mover o Seu próprio coração.

"Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim" (Mateus. 15)