segunda-feira, 6 de março de 2017

O SANGUE QUE CURA

Quando a enfermeira missionária, Lily Pinneo, estava na África Ocidental, contraiu uma doença fatal chamada febre de Lassa. Depois de Lily ter sido levada a Nova Iorque para tratamento, a sua temperatura subiu aos 42ºC. Para reduzir a febre, os médicos cobriram-na de gelo e alimentaram-na por via intravenosa. A febre subsistiu. Nove semanas depois ela tinha perdido 13 Kg e a maior parte do cabelo. Apesar disso, sobreviveu. 

Num laboratório, o Dr. Casals, cuidadosamente, isolou e analisou o vírus de Lassa. Mas ele também ficou doente devido à exposição à doença. Na altura, não era conhecido nenhum tratamento eficaz. Felizmente, a enfermeira Pinneo melhorou, criando anticorpos para a terrível doença. Ela doou ao Dr. Casals plasma do seu sangue e ele também recuperou. O sangue dela salvou-lhe a vida. 

Todos nós estamos infectados pela doença fatal do pecado (Rm. 6:23). Só existe uma cura. Está no poder purificador do sangue derramado de Jesus Cristo. Paulo escreveu: "Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo Seu sangue, seremos por Ele salvos da ira" (Rm. 5:9). A justa ira de Deus contra o pecado ficou totalmente satisfeita na morte de Jesus em nosso lugar. Tudo o que precisamos é de arrependermo-nos, reconhecê-l'O como nosso Salvador, e recebermos a cura espiritual do pecado. Já tomaste essa decisão? - 

Dennis Fisher

Nenhum comentário: