domingo, 19 de fevereiro de 2012

CONTROLE DE POTÊNCIA

Em seu livro "Pronto para decolar", o piloto veterano Bob Griffin conta que os aviões da 1ª Guerra Mundial não eram equipados com controle de potência em seus motores, de forma que os mesmos estavam sempre operando com máxima potência. Isso fazia com que a vida útil dos motores fosse bastante reduzida, e os pousos e decolagens fossem sempre uma aventura. Em contraste com estes aviões, Bob conta que voou em um avião com um possante motor Lycoming, com controle de potência. As instruções diziam: "A potência de decolagem (potência máxima) deve ser usada por no máximo 5 minutos". O piloto era instruído à retornar a uma potência média assim que possível, caso contrário poderiam haver problemas no motor. 

Da mesma forma, Deus não nos criou para viver em velocidade máxima todo o tempo. Nós podemos voar alguns ter alguns dias com "força total", emendando compromissos e dormindo pouco, mas se não "diminuirmos a potência" depois de algum tempo estamos correndo o risco de sofrer um acidente ou "pifar" em pleno ar.

Um comentário:

R.C.BRANDAO. disse...

AONDE CONSIGO COMPRAR ESTE LIVRO...PROCUREI NA NET, MAS Ñ OBTIVE SUCESS