terça-feira, 15 de março de 2016

JUSTIFICADOS

Concluímos, pois que o homem é justificado pela fé sem as obras da Lei.


Romanos 3.28


A Bíblia, sobretudo no Pentateuco, apresenta muitas regras e ordenanças. Os judeus deviam segui-las e ensinar aos seus filhos. E todos acreditavam que esta era a única forma de agradar a Deus. Paulo, entretanto, sabendo disso, chamou a atenção dos homens para o fato de que não é o cumprir que agrada a Deus, mas o modo de ser do coração.

Jesus contou a história de dois homens que foram ao templo. Um agradecia a Deus por não ser igual aos demais - ele era fiel, dava o dízimo, fazia caridade, etc.; Já o outro homem apenas abaixava a cabeça e rogava ao Pai que o perdoasse de todos os seus erros e falhas. A Bíblia termina esse relato dizendo que apenas um voltou para casa justificado: aquele que tinha o coração a certeza de que não era agradável a Deus seu modo de viver.

Existem muitas pessoas que imaginam que é o cumprir das ordenanças ou as obras que fazem a diferença diante de Deus. Tenho uma surpresa para você: Não é! O homem só pode ser agradável diante do Pai se houver fé em sua vida.

Não nos enganemos, pois é somente a crença de Jesus Cristo no coração . Não importa se ele é triste, perdido, sem esperança, ou alegre, feliz, bondoso que poderá justificar o homem diante de Deus...

Que Deus preencha cada alma da fé que salva, liberta e perdoa e justifica o homem. Sem essa fé nada do que o homem fizer adiantará de alguma coisa! Porque quando Deus esquadrinha o homem, a única coisa que o diferenciará do perdido é a fé. A fé em Jesus Cristo.

Nenhum comentário: