segunda-feira, 9 de junho de 2014

VIVER BEM

"... Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que as vestes”? 
Mateus 6.25b

Conta-se a história de que Sócrates estava passeando numa rua que dava para um mercado de grande movimento na Grécia. Suas lojas, as novidades que esse país exportava para o velho mundo de então. Nesse passeio, um discípulo de Sócrates flagrou seu mestre defronte a uma dessas lojas e observando-o jovem filósofo indagou ao seu professor: Mestre o senhor está escolhendo alguma coisa para comprar ou está admirando as belezas desse mercado? Sócrates, sabiamente respondeu – Estou apenas observando o que eu não preciso para viver.

Que lição esse jovem aprendeu naquele dia. Diferentemente de Sócrates, muitas pessoas vivem superficialmente, são capazes de trocar o excelente pelo bom, e nesse pensamento vivem sempre procurando novidades que preencham o vazio de suas vidas. Esse filósofo que viveu antes de Cristo, já alertava sobre o viver futilmente, desprezando as coisas boas da vida como, por exemplo, contemplar a beleza de uma paisagem.

O pensamento de um grupo de pessoas resume-se a modismos e coisas do tipo que tornam o cidadão alienado e acostumado a consumir indiscriminadamente e às vezes, de forma irresponsável. Jesus também já alertava o povo de sua época sobre essas questões. Ele disse: “Não é a vida mais do que o alimento?" Ou seja, antes de se preocupar em vestir-se ou comer caviar, há uma vida que clama por um estilo menos pesado.

Comer, beber, vestir-se são essenciais, mas muitos tem se ocupado em valorizar esses elementos que são perecíveis, e se esquecem que nossa vida suplica por coisas menos triviais. Muitos abastados vivem em depressões profundas, enquanto que os privados de muitas opulências vivem uma vida de felicidade e tranquilidade. Jesus fala: “Não é o corpo mais que as veste”?

Uma vida feliz não se mede pela quantidade de roupas presente no meu guarda-roupa, pela classe social a que se pertence ou pela conta bancária, mas pela paz de espírito que domina seu ser.

Fandermiler Freitas

Nenhum comentário: