sábado, 31 de maio de 2014

VERDADE E MENTIRA

"Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição"

Mateus 7:13

"Uma mentira pode viajar metade do mundo enquanto a verdade está colocando seus sapatos." Mark Twain

A mentira é mais fácil, mais atraente, mais difundida no mundo em que vivemos. Ela caminha com maior velocidade porque a porta por onde passa é larga e espaçosa. O grande problema é que a porta é larga mas o caminho após passar por ela vai se estreitando até sufocar, destruir.

A verdade parece mais difícil de manter. A porta por onde passa é estreita, mas, o caminho que se apresenta vai se alargando, vai mostrando campos verdes, águas tranquilas, bênçãos e salvação. Quem faz opção pela verdade pode dormir tranquilamente e sabe que caminha em direção à felicidade, pois, caminha com Aquele que é a Verdade: Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador.

De que adianta caminhar rapidamente por meio mundo se não se sabe para onde vai e nem se chegará a algum lugar? De que serve a facilidade se não existe algo proveitoso a alcançar? De que adianta luzes coloridas e atraentes se logo se apagarão transformando todo o caminho em profundas trevas?

A mentira corre e a verdade caminha devagar. A mentira engana e a verdade esclarece. A mentira semeia discórdia e a verdade amor. A mentira destrói e conduz ao inferno, a verdade edifica lares e vidas e nos leva para o Céu e a vida eterna.

Aquele que firma sua conduta na mentira, não tem paz, não tem alegria, não tem esperança, não tem Deus no coração. O que prefere ouvir a voz do Senhor e se firmar na verdade, vive sorrindo, ilumina o caminho por onde passa, engrandece e glorifica o nome de Jesus.

Qual tem sido seu modo de vida, mentira ou verdade?

Paulo Barbosa

ESCRAVO


sexta-feira, 30 de maio de 2014

EMANUEL

Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco) 

Mateus 1.23

Quando o profeta Isaías anunciou o nascimento de Jesus, a setecentos anos antes de acontecer, ele falou de um menino que teria a missão de resgatar o povo de Israel de uma grande opressão e O chamou de Emanuel que significa: Deus conosco.

O povo acreditava que Jesus seria um grande homem político que dominaria o reino pelo uso da força e da espada. Mas esta não era a sua missão . Ele era homem do povo, simples, pobre sem ambições políticas. Sua missão era fazer a vontade de Deus, por isso, demonstrou com palavras e feitos que Ele era Deus vivendo entre os homens.

Perto de sua Ascensão aos céus, Jesus disse aos seus discípulos: "E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século."

Jesus é Deus conosco. Ele nos ajuda nas dores e dificuldades da vida, nas desilusões e tristezas, nos ampara quando cansados e desanimados e nos orienta nas caminhadas. Aquele que tem Jesus em sua vida pode dizer que Ele está sempre por perto, que Ele é Deus conosco.

Nívea Soares - Emanuel

VAZIO

quinta-feira, 29 de maio de 2014

DIZIMISTAS DO MUNDO

No final da década de 80, acho que no ano de 1986, eu trabalhava numa agência bancária na cidade de Valença, estado da Bahia. E num belo dia do mês de junho, um empregado do bar do “seu” Júlio me procurou no banco, durante meu expediente, e trazia em suas mãos vários “vales” assinados por mim.



Eram vales de contas “penduradas” no bar, onde bebia com a turma após o expediente e a cobrança era feita “in loco” e o pagamento em dinheiro. Tinha esse hábito: bebia, pendurava a conta e autorizava o “seu” Júlio me cobrar todo final de mês.



Não lembro o valor total daqueles vales, mas lembro de que chegava a quase 18% do meu salário. Todo mês era assim, entre 15% e 20% do meu salário eram separados para as farras, as bebidas. Que absurdo!!!



Pagava a conta numa boa e no mesmo dia, após o expediente de trabalho, passava no bar e bebia algumas cervejas “renovando” a minha conta para o mês seguinte. E eu via muitos dos meus “amigos de copo” fazendo o mesmo: pagavam e renovavam a “conta birita”. E muitos o fazem até hoje, em todo o Brasil, em todo o mundo...



Na realidade agindo assim eu era um fiel dizimista do mundo, pois eu dava (ou rasgava) bem mais dos 10% que hoje, com alegria, damos de dízimos para a casa do SENHOR. Mas naquela época eu era, e muitos ainda o são hoje, dizimista do mundo!

Sidney Moreira da Silva

terça-feira, 27 de maio de 2014

CONSTRUÇÃO

Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;...E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;

Mateus 7.24 e 26


Jesus terminou o sermão da montanha comparando os seus ouvintes com homens que construíam casas. Eram construtores que erguiam suas casas sobre a rocha e na areia.

Na verdade estes homens não são construtores de casas, mas de vidas. Eles levantavam suas vidas sobre terrenos diferentes. Um era sólido - rocha e o outro era  frágil - areia. O que eu aprendo com isso é que o terreno da construção é o coração humano. Quando praticamos os ensinos do Mestre o terreno no qual construímos é uma rocha e quando não levamos em consideração as suas Palavras, erguemos nossas vidas sobre um terreno frágil e inseguro - areia.

A gente imagina que esta construção só tem haver com nossas ações. No entanto, a Bíblia deixa claro que tudo tem haver com o que acontece no coração. Nossas intenções, pensamentos, desejos, atitudes e ações tem o mesmo peso na balança de Deus.

Para Deus, Odiar tem a mesma intensidade que matar, desejar tem o mesmo valor que adulterar e quem não ajunta espalha. Deus olha o coração e vê, de fato, o que está nele. E isso é a razão única para a nossa casa cair ou permanecer em pé após as tempestades da vida.

Fandermiler Freitas

 

LADRÃO

domingo, 25 de maio de 2014

TERMÔMETRO OU TERMOSTATO?

“Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação. Tudo posso naquele que me fortalece” 

Fp 4:10-23

Existem dois tipos de pessoas: as que são termômetro, e as que são termostato. Um termômetro não muda nada ao seu redor, limita-se a registrar a temperatura. Sempre sobe e desce. O termostato também sente a temperatura, mas além disto ele a regula, ele muda o ambiente.

Você é um termômetro ou um termostato?

Paulo era um termostato. Em vez de ter altos e baixos em decorrência do que lhe acontecia, fazia seu trabalho com fidelidade e alegria. Por experiência, Paulo aprendeu a viver contente e seguro da providência do Senhor, ele sabia que “Tudo colabora para o bem daqueles que amam a Deus” Rm 8:28, por isso, não havia razão para desespero, medo, aflição.

Paulo encontrara sua suficiência em Jesus, encontrara seu ancoradouro em Cristo. O apóstolo sabia que Deus cuida de tudo detalhadamente, muito melhor do que qualquer um de nós. Conhecia também o Poder indescritível do Senhor que mantém o curso da história em Suas mãos. Finalmente, Paulo aprendeu a confiar na fidelidade de Deus, que cumpre as Suas promessas no tempo adequado.

Esta palavra nos desafia a não olhar para as circunstâncias, mas para o Senhor, que conhece a nossa vida e sabe do que temos necessidade. Ela também nos desafia a sermos gratos a Deus, na fartura e na carência. Finalmente, o testemunho de Paulo também nos desafia a ver as necessidades ao nosso redor e contribuir com alegria, disposição e otimismo para amenizar o sofrimento dos nossos irmãos, em suma, cumprir a função de um termostato.

Que o Senhor nos dê firmeza para não nos deixar determinar pelos fatos, mas pelo Seu Amor. Ele sabe que muitas vezes só conseguimos ser meros termômetros a reclamar do “calor” ou do “frio”. Que Ele nos conceda ser termostatos pelos quais Ele interfere nas circunstâncias, amém!

Fonte: Devocional Orando em Família
http://salmo37.wordpress.com/

ÚLTIMO DIA

sábado, 24 de maio de 2014

OS NÓS DA CORDA

Havia um homem que vivia sempre sereno e atraía a atenção de todos que paravam para conversar com ele. Todos, pois, estavam curiosos para saber qual era o motivo de sua constante alegria e bondade. Um dia, o rei o procurou e falou-lhe: 

- Você sempre está alegre. Será que nunca fica preocupado com alguma coisa? Não se preocupa com o seu destino? Será que nunca pensa nos pecados dos quais Deus vai lhe pedir conta? Afinal, nesta vida, todos somos pecadores!

Ao que o homem respondeu: "Vossa Majestade tem toda a razão em dizer que a gente deve dar conta do mal que faz. Eu, por mim, penso e ajo assim: imagino que a gente está amarrado a Deus com uma corda."

- Como assim? - perguntou o rei.

- Quando a gente peca, corta essa corda. Mas quando a gente se arrepende e
pede perdão, o que Deus faz? Ele pega as duas pontas da corda e faz um nó para reatá-la. Desse jeito a corda fica mais curta e a gente fica mais perto de Deus. Os anos passam e a gente, apesar do esforço, continua falhando, mas Deus vai fazendo mais nós na corda e a gente acaba chegando cada vez mais perto dele... Então, por que devo me preocupar ou me entristecer?

O rei ficou muito admirado com a sabedoria do homem e entendeu a situação daqueles que, embora pecadores, conhecem e amam a Deus.

"Aumente em mim, Pai querido, com a força do seu Espírito, a disponibilidade em acolher a sua Palavra que, apesar de minhas falhas, você continua a semear em minha história, para que eu produza bons frutos e revele a todos a esperança segura que me guia ao seu Reino Eterno. Amém!"

sexta-feira, 23 de maio de 2014

O PÁSSARO E A ORAÇÃO

Você já viu um passarinho dormindo num galho ou num fio, sem cair?

Como é que ele consegue isso? Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair e quebrar o pescoço. O segredo está nos tendões das pernas do passarinho.

Eles são construídos de forma que, quando o joelho está dobrado, o pezinho segura firmemente qualquer coisa. Os pés não irão soltar o galho até que ele desdobre o joelho para voar. O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa.

É uma maravilha, não é? Que desenho incrível que o Criador fez para segurar o passarinho!

Mas, não é tão diferente em nós. Quando nosso “galho” (segurança) na vida fica precário, quando tudo está ameaçado de cair, a maior segurança, a maior estabilidade nos vem de um joelho dobrado, dobrado em oração.

Se você algumas vezes, se vê num emaranhado de problemas que o fazem perder a fé, desanimar de caminhar, perdeu os sonhos e a esperança, não caminhe sozinho.

Jesus quer fortalecê-lo e caminhar com você por toda sua vida!

É Ele quem renova suas forças e sua fé; e se cuida de um passarinho, imagina o que não fará por você Seu filho amado, basta você CRER! (Mateus 6.25-34).

I Pedro 5.7 diz: “Lancem sobre ele (Jesus) toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês”.

“Busquem o Senhor enquanto é possível achá-lo; clamem por ele enquanto está perto” Isaías 55.6.

Dobre os seus joelhos, em oração, para que seus pés sejam firmados na Rocha que é Cristo.


Fonte: http://estudoscristaos.com/2011/06/reflexao-crista-o-passaro-e-a-oracao.html/passaro-na-mao

FALTA SENTIDA


quinta-feira, 22 de maio de 2014

DISCÓRDIA

Aqui e acolá temos nossos desentendimentos, isso é normal em um relacionamento, seja ele amoroso, profissional ou social. Afinal, nós humanos, também somo feitos de dúvidas, esperanças, crenças e convicções. E elas interferem em nosso modo de ver o mundo.

Mas quando um desentendimento vira discórdia (falta de acordo, desavença sem entendimento) temos um sério problema. Afinal, Deus não é de confusão (I Cor. 13.33). Pelo contrário, de paz, amor, perdão e comunhão. O sangue de Jesus Cristo nos capacita a negar o nosso eu, desejos, pensamentos, sonhos. O apóstolo Paulo declara uma verdade que norteia o autêntico filho de Deus: já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim.

Por isso, quando Paulo e Barnabé se desentenderam, diz a Bíblia, que eles se separaram (Atos 15.39). Cada um seguiu para o seu lado. As vidas desses homens não se cruzaram mais com a mesma intensidade. Mas o evangelho continuou sendo pregado por eles, só que depois disso em duas direções diferentes. É como se ouvíssemos eles dizendo: Vamos nos separar, você continua sem mim e eu sem você, mas em momento algum, o evangelho deve sofrer baixa.

O que eu e você precisamos saber é que Deus nunca aprovou a discórdia. O apóstolo Paulo, alertando aos coríntios diz: Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões. Que cada um tenha claro que o Pai deseja a harmonia entre os seus filhos e que saiba em Cristo reconhecer a vontade de Deus: se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens;

Fandermiler Freitas

UMA VIDA FELIZ


quarta-feira, 21 de maio de 2014

ENFRENTAR A TRISTEZA

A gente costuma levar tudo muito a sério e ficar de mal por quase nada. É incrível como o mal tempo, a comida, o calor do dia, o frio da noite, a bagunça dos filhos, a falta de tempo... tudo é motivo para reclamarmos. Não sei por que nossos olhos nunca veem o lado bom das coisas e só conseguem enxergar a vida numa escala cinza.

Estamos constantemente cercados pelas nuvens da tristeza, sem falar das tempestades da depressão, que segundo a OMS, atinge cerca de 350 milhões de pessoas ao redor do mundo e é a doença que mais incapacita as pessoas para o trabalho. Como viver de modo que o coração não seja influenciado de todo por isso?

Certa vez, o Senhor Jesus disse aos seus discípulos ao saber que eles passariam por grande tristeza: Não se turbe o vosso coração, credes em Deus, credes também em mim"

O Segredo da vida é sempre ter um sorriso nos lábios, confiar em Deus e acreditar na beleza da vida. No Livro de Salmos, O Salmista desafia a si próprio a reagir a tristeza: "Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face, e o meu Deus."

Que Deus nos ajude a não nos abater sobremaneira pelas circunstâncias, mas a ter sempre a confiança em Deus, sem a qual se torna difícil enxergar a vida com esperança.

Fandermiler Freitas 

COM UM SORRISO


terça-feira, 20 de maio de 2014

CORREÇÃO - UM FRUTO DE AMOR

porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo filho a quem recebe." (Hebreus 12:6)
É a maravilha das maravilhas que Deus ame os pecadores - e ainda, isto é um fato glorioso. Nada está mais claramente revelado em Sua Palavra - mas é algo muito difícil de acreditar, por vezes.

Quando nossas almas estão em trevas, quando os nossos assuntos temporais estão debaixo de confusão, e quando os nossos corpos estão com dor - então não é fácil acreditar que Deus nos ama. No entanto, nossas próprias tribulações fluem do Seu amor, e são uma prova disso!

Sim, Deus ama o Seu povo - não porque Ele veja qualquer beleza ou excelência neles - mas simplesmente porque Ele escolhe amá-los. E porque Ele os ama – Ele os corrige por suas loucuras, e os açoita por seus pecados! Todos os Seus filhos precisam de disciplina, e todos eles a recebem - alguns mais, outros menos; alguns, de uma forma - e alguns de outra.

Se o Senhor não nos amasse - Ele nos permitiria que continuássemos no pecado, e para encher a medida de nossas iniquidades. Se Ele nos amasse menos do que Ele nos ama - Ele poderia nos corrigir menos; mas porque o Seu amor por nós é infinito, terno e eterno - Ele parece lidar severamente conosco.

Vamos tomar cuidado para não confundirmos a natureza de nossas aflições, ou interpretar mal o projeto de Deus em nossos problemas. Em vez disso, vamos nos esforçar para crer no Seu amor, descansar em Suas promessas, levar-Lhe todos os nossos pensamentos, sentimentos e temores ao Seu trono, e dizer: "Ainda que Ele me mate – n`Ele confiarei!" (Jó 13:15).

Atribulado crente, Deus te ama! Ele te ama apesar de sua fé ser pequena, e seus temores fortes. Ele te ama apesar de suas fraquezas serem muitas. Ele vai mostrar o Seu amor por você - de qualquer maneira que ele julgar ser a melhor!
Ó Pai, derrama Teu amor em meu coração - e assim enche meu coração com amor por Ti! Ajuda-me a bendizer-Te por Teu amor e louvar-Te por cada golpe de Tua vara de correção!

" Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te." (Apocalipse 3:19)

Texto de James Smith, traduzido por Silvio Dutra.

COMO ME SINTO


segunda-feira, 19 de maio de 2014

ESTAMOS SENDO PREPARADOS

Todos conhecemos o sentimento de espera e a frustração que vem quando o que desejamos parece bem longe do alcance. Assim, pegamo-nos pedindo ao Senhor para se apressar em nos atender, então nos lembramos que é Ele quem está no comando, e sabe exatamente o que está fazendo. Ele não se atrasará para atender à nossa causa, mas chegará na hora certa com a bênção esperada, proporcionando-nos maturidade e glória ao Seu nome.

Muitos cristãos estão sempre esperando por mudanças bruscas em suas vidas, ficam deprimidos quando nada de novo acontece logo após suas orações. Acredito que boa parte das transformações que experimentamos é resultado de uma fé constante, persistente e perseverante, que encara os desafios e as provações da forma como se apresentam. Neste processo, a fé e a maturidade crescem gradualmente até o momento em que recebemos aquilo que pedimos passionalmente há tempos.

Se parece que Deus está demorando muito para intervir na sua causa, não se angustie, não se preocupe, não se apresse. Continue acreditando na sabedoria do Pai. O Senhor está preparando você primeiro, amadurecendo-o espiritualmente, para receber a bênção. Quando alcançamos a devida fé e maturidade aguardada por Deus, Ele nos concede o que tanto almejamos ou necessitamos.

Myles Munroe, em “RE-DESCOBRINDO A FÉ”
http://salmo37.wordpress.com/

INFLUENCIAR

sexta-feira, 16 de maio de 2014

PRUDÊNCIA

A palavra prudência vem do latim “prudentia” que quer dizer: virtude que leva o Homem a prever e a evitar os erros e os perigos.

A bíblia está repleta de referencias diretas e indiretas a virtude da prudência e seus grandes benefícios. Porém, é nos ensinamentos e na vida de Jesus que a prudência ganha maior destaque. Jesus era prudente, sabia a hora de falar e a hora de calar, a hora de agir e a hora de se recolher para orar, soube esperar o momento certo para começar seu ministério e o momento exato para partir para o calvário, tudo feito com perfeição, sem erros, sem falhas, sem prejuízos. Em seus discursos o mestre exaltou a prudência, foi essa virtude que diferenciou as dez virgens de uma de suas mais impactastes parábolas, as cinco virgens néscias ficaram de fora do céu, mas as cinco prudentes, souberam armazenar azeite e puderam entrar na gloriosa e eterna festa. Foi também a prudência que salvou o mordomo infiel da ira de seu patrão, na parábola de Lc 16, e ao fim da parábola Jesus se lamenta dizendo: “Os filhos das trevas são mais prudentes na sua geração que os filhos da luz”

A igreja do Senhor precisa com urgência tomar uma injeção de prudência, Conversava com alguns irmãos sobre o surto brasileiro de febre amarela, e mais uma vez os servos de Cristo se acomodam, enquanto os ímpios lotam os postos de saúde em busca de vacina. O nosso Deus não nos guarda? Sim, e como guarda, mas Ele sempre deixou bem claro que temos de fazer nossa parte, fazer o que nos cabe.

Tenho pregado em muitos lugares, e sempre que sou movido por Deus oro por curas. E o que tenho visto se repete, a maioria dos problemas de saúde que afeta o povo de Deus deriva da falta de prudência. O que mais vejo é obesidade, diabetes, hipertensão, problemas de coluna, coisas que poderiam ser resolvidas ou no mínimo amenizadas com uma boa alimentação e a pratica de exercícios físicos.

Recebo dezenas de e-mails de pessoas desesperadas com o acumulo de dívidas, quando vamos ver ao fundo o que gerou o problema, não há surpresas, quase sempre a raiz é a ausência de planejamento e os gastos demasiados. Falta a prudência das virgens que armazenaram o azeite.

Ainda vale ressaltar os inúmeros casos de pessoas decepcionadas com o “Evangelho”, pois mergulharam de cabeça em um mundo de “profecias e revelações” sem discernir o que vem e o que não vem de Deus, dão ouvido a tudo, agindo de maneira irresponsável e depois pagando um alto preço.

Tenho visto Deus curar, tenho visto Deus desafogar muitos que estão afundados em dívidas, tenho visto Deus levantar muitos “decepcionados, tenho visto Deus usar verdadeiros profetas. Mas o que mais tenho aprendido, é que com um pouco de prudência podemos evitar muito sofrimento.

Mt 10.16 Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas

Aos que desejarem se aprofundar na virtude da prudência além da indispensável leitura bíblica, recomendo o livro “A ARTE DA PRUDÊNCIA” de Baltassar Gracián, publicado no Brasil pela editora Sextante. E claro, como toda literatura extra bíblica, sigamos o conselho do apóstolo Paulo:  “Examinai Tudo. Retende o que é bom” 1 Te 5.21

Diogo Dantas

quinta-feira, 15 de maio de 2014

PERSISTÊNCIA

Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçamo-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos com perseverança, a carreira que nos está proposta.

Mateus 10:16

Quão triste de ser para um atleta desistir de uma maratona a poucos metros da linha de chegada.

Todos nós já desistimos de alguma coisa; porém, depois de algum tempo, lembramos que se tivéssemos resistido mais um pouco, teríamos conseguido finalizar.


Perseverança é a palavra que define a atitude de permanecer firme. A palavra era usada no mundo grego para definir a capacidade que uma planta possui de sobreviver em circunstâncias desfavoráveis.

Os hebreus estavam querendo abandonar a confiança em Cristo (Não lanceis fora a vossa confiança, que tem uma grande recompensa Hb 10:35), por isso o autor desta carta os exorta a perseverar (porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa HB 10:36). Ele dá duas razões porque os hebreus deveriam perseverar: a primeira razão era o estímulo dos santos (“tão grande nuvem de testemunhas”) , e a segunda, o exemplo de Cristo que suportou a cruz.

Quando olhamos para a situação de Jesus na cruz, não vemos, humanamente, uma situação favorável. Pregos foram cravados em suas mãos e pés, a multidão blasfemava contra ele, feriram-no com uma lança em seu lado, e até desafiaram-no a descer da cruz. Se ele não tivesse resistido, suportado, perseverado, teria descido da cruz.

O exemplo de Jesus Cristo deve está bem vivo em nossa mente, para não descermos da cruz. Sempre podemos suportar um pouco mais. Lembre-se disso para chegar ao final.

Pr. Roberto

quarta-feira, 14 de maio de 2014

O FAROL - SIMPLESMENTE FASCINANTE

Minha mente viaja no passado, navega nos idos anos da minha meninez... Conduz-me até a infância - tempo incomparável - me leva até meu pai, que a saudade (em vislumbres) insiste em me fazer ver...

No farol, lá está meu velho a cumprir sua rotina de vigilância: ele é íntegro, seguro, uma referência... embora solitário, como o próprio farol.

Meu pai se orgulha de ser quem é, ele é a luz dos mares, a bússola dos navegantes, a última esperança para os nautas apavorados e perdidos... Ele é quem mantém o foco luminoso da sinaleira, por isso, se sente o próprio farol, naquelas densas noites sem lua e sem estrelas...

Mas durante o dia, que agonia! quanto tédio ficar ali, mas isso foi até o dia em que eu cresci um pouquinho, e pude acompanhá-lo, e a minha presença fez meu pai aprender a sorrir...

Meu pai tinha muitos planos que me envolviam: sonhava em me fazer um comandante do mar, e fez pra mim um barquinho maneiro, e me ensinou as primeiras braçadas com o remo, para então eu saber como ir, como também saber voltar.

Ali da passarela de acesso ao farol, me aguardava ansioso, e quando me avistava era uma festa de arrepiar... Ah, que ternura! que amor imenso, e que cangote gostoso pra me carregar... O resto do dia era só chamego, e ele, inspirado e contente, me ensinava outra arte: traduzir com os dedos as emoções que é do peito, que se tornavam em canções de ninar... e de amar.

Tempos depois ganhei uma lancha, depois um pesqueiro, e ai um pequeno iate, em seguida um maior... e eu também já era grande, um rapazote apaixonado, inteiramente apaixonado, a navegar...

Não demorou e eu já tinha um navio (meu pai era incrível na arte de negociar, e eu, na arte de aprender pilotar), e cada vez navegava mais longe, e quanto mais longe, mais demorava a voltar...

Imagino a angústia do meu paizinho, novamente sozinho, de dia na plataforma, esperando notícias, com o olhar perdido no horizonte, e a noite no seu farol, emitindo sinais pra que eu o encontre... Mas eu estava afastado demais... há dias, meses e anos de distância... e o meu pobre pai, ainda me esperando.

Ah, que vontade revê-lo! preciso ir, preciso arranjar um jeito, e decidido fui (os compromissos que me perdoem), meu pai necessita muito mais de mim e dos meus zelos.

Avisto o farol, mas cadê meu velho? Acostumei tanto a retornar e vê-lo, mas desta vez só o vazio me recepcionou, tão cruel e frio...

Cartas pelo chão, a plataforma parece longa demais... Cadê meu pai? Cadê seu grito de euforia e boas-vindas? Cadê seu sorriso? Cadê seu colo? Cadê seu semblante sereno e bonito!!! Cadê?

O farol está triste, meio apagado, meio de luto... Meu pai deitado, fraco, febril, quase se despedindo... Que cena lastimável, que dor, que pavor repentino... o que fazer, meu Deus? como agir? Socorre-nos, oriente-me, abraça-nos com Teu imenso Amor Divino.

Orei... Deus me deu forças. Papai ao me ver esboçou um sorriso, ajoelhei ao seu lado, e me senti outra vez seu menino...

Vamos pai, levante-se! quero recuperar o tempo perdido, voltar a ser como antes - concluir a canção de nossas vidas, escrever novos versos e compor a melodia mais linda... que já é um sucesso!!!

Toque o piano ai, pai, deslize seus velhos dedos com toda a leveza do seu ser... dedilhe seu amor, tire o som do seu coração... Toque pai! toque ai... PAI? PAPAI? Não me deixe por favor, abra os olhos, abra os olhos... PAI!!! (...)

Enfim o verão, o inverno se foi - é vida que segue - é preciso continuar navegando... é preciso ensinar os caminhos do mar...

Novas gerações chegam, outras se vão, mas o farol continua ali, imponente, dando luz pra gente, e iluminando com lampejos a escuridão...

Meu herdeiro precisa saber disso: o marujo precisa do mar como também precisa do farol. Meu filho vai, e eu fico... fico aqui a zelar pelas suas noites escuridão afora, e a esperá-lo voltar quando quem lhe orienta é o sol.

"Barcos maiores vão cada vez mais longe... e quanto mais longe, mais se demora a voltar. A gente cresce, e assim a vida segue..."

""Apegue-se à instrução de seu pai, não a abandone; guarde-a bem, pois dela depende a sua vida" (Provérbios 4: 13)



Cícero Volney
Fonte: http://www.webservos.com.br/

VIBRARÁ NA ETERNIDADE

terça-feira, 13 de maio de 2014

MALDITA INGRATIDÃO

Sabe criança mimada, que tem tudo mas que não dá valor a nada? Sabe aquelas pessoas que focam tanto no "mais" que esquecem do "restante"? Sabe aquelas pessoas que tem o muito, mas não dão valor ao pouco? Sabe aquelas pessoas que só olham para o "amanhã" e esquecem o "hoje"?

Não tem nada a ver com você, certo?

Pois é, talvez tenha só a ver comigo...é a chamada maldita INGRATIDÃO!

Temos vida e esquecemos de ser gratas por ela!

Temos teto e esquecemos de ser gratas por ele!

Temos roupa e alimento e esquecemos de ser gratas por eles!

Porquê? Porque já faz parte do normal, já faz parte do que consideramos estar em nosso controle...

Engano nosso!!!

A ingratidão nos impede de valorizar esse "normal" como extremamente valioso, a ingratidão nos faz olhar só "o do outro", a ingratidão nos faz achar que ainda é pouco, a ingratidão nos faz dizer que poderia ser melhor...

A ingratidão traz consigo sentimentos de inveja, cobiça, luxuria, raiva, competição... Nos torna pessoas insensíveis, amargas que NUNCA vão estar contentes, NUNCA vão achar que está bom, que é suficiente... E claro, NUNCA irão sentir-se FELIZ!

Pare um pouco, dê um refletidinha... o quanto você tem...comece a enumerar, desde a possibilidade de respirar, enxergar, ouvir, até suas conquistas materiais... aos olhos de muitos pode parecer pouco, e óbvio, é sempre bom traçar metas para alcançar mais, o problema é não ser grata a cada degrau que se dá, achando que somente amanhã, você estará feliz e satisfeita...

Quem não sabe ser contente hoje, não saberá ser contente amanhã... e gratidão está intimamente ligada a ser contente...ser completa...satisfeita...

Procure a cada final do dia, avaliar todos os grandes e pequenos motivos que você teve para ser GRATA!!! Com certeza você irá se surpreender...não deixe os planejamentos e metas roubarem a alegria da vida... Planeje, trace metas, objetivos, mas sempre com gratidão a cada passo dado, até porque se você está lendo este post, alguém muito mais soberano que você te deu a oportunidade de estar aqui mais esse dia...

Sorria, agradeça, sorria novamente, respire...Seja grata a cada dia de sua vida, com certeza você viverá mais e mais leve, pois sua vida será regada por uma GRATIDÃO BENDITA!!!

"Bendiga ao Senhor a minha alma! Bendiga ao Senhor todo o meu ser!

Bendiga ao Senhor a minha alma! Não esqueça de nenhuma de suas bênçãos!

É ele que perdoa todos os seus pecados e cura todas as suas doenças, que resgata a sua vida da sepultura e o coroa de bondade e compaixão, que enche de bens a sua existência, de modo que a sua juventude se renova como a águia." Salmos 103:1-5

Mirella Paris

segunda-feira, 12 de maio de 2014

GUARDA A TUA LÍNGUA

"Guarda a tua língua do mal, e os teus lábios de falarem dolosamente" 

Salmos 34:13

Rãs são animais pequenos com longas línguas pegajosas que elas usam para capturar sua presa. Suas línguas operam tão rápido que dificilmente podem ser vistas. Em um movimento rápido, elas as estendem e agarram suas distraídas vítimas que lhes servem de alimento.

Da mesma maneira que a língua é a maior arma da rã para pegar sua presa, muitas pessoas usam suas línguas como arma, causando grande dano e fazendo muitas vítimas. Algumas palavras indelicadas, um comentário irônico ou uma dúvida sutil pode provocar um grande estrago na vida de outra pessoa e encerrar uma amizade até então bem firmada.

A língua, diz-nos a Palavra, está cheia de peçonha mortal. Ela pode devorar sua vítima rapidamente. Seu veneno é resultado da maldade que permitimos instalar-se em nossos corações. É dele, disse Jesus, a fonte de tudo que fala a nossa boca.Se o nosso coração está cheio de bondade e amor, nossa boca transmitirá palavras de vida e bênção. Se o que ali houver estiver contaminado com as maldades e enganos deste mundo, então nossa língua emitirá palavras de intriga e destruição.

Que possamos guardar-nos de todo o mal, convidando Jesus para entrar em nossos corações. Ao tomarmos essa decisão, Ele arrancará todas as sementes malignas que ali encontrar, substituindo-as por sementes de fé e esperança, de bondade e misericórdia.

Como filhos de Deus, devemos usar nossas bocas apenas para abençoar.

domingo, 11 de maio de 2014

O VALOR DE UMA DONA DE CASA

Ontem recebi um e-mail com um mensagem muito importante sobre o valor e a importância das senhoras que trabalham no lar e gostaria de compartilhá-los com todos vocês.

Um homem chegou a casa, após o trabalho, e encontrou seus três filhos brincando do lado de fora, ainda vestindo pijamas. Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida entregue em casa.

A porta do carro da sua esposa estava aberta. A porta da frente da casa também. O cachorro estava sumido, não veio recebê-lo. Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça.

A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e encostado na parede. Na sala de estar, a televisão ligada aos berros num desenho animado qualquer, e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.

Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos; ainda havia café da manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida de cachorro no chão e até um copo quebrado em cima do balcão. Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.

Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja. 'Será que a minha mulher passou mal?' ele pensou.

'Será que alguma coisa grave aconteceu?' Daí ele viu um fio de água correndo pelo chão vindo do banheiro. Lá ele encontrou mais brinquedos no chão toalhas ensopadas, sabonete líqui espalhado por toda parte e muito papel higiênico na pia. A pasta de dente tinha sido usada e deixada aberta e a banheira transbordando água e espuma.

Finalmente, ao entrar no quarto de casal, ele encontrou sua mulher ainda de pijama, na cama, deitada e lendo uma revista. Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou: "O que está aconteceu aqui em casa? Por que toda essa bagunça? "

Ela sorriu e disse: "Todo dia, quando você chega do trabalho, me pergunta: 'Afinal de contas, o que você fez o dia inteiro dentro de casa?' - Bem... Hoje eu não fiz nada, FOFO!!!!"

Marco Antonio Vedovelli

sexta-feira, 9 de maio de 2014

SE UM CACHORRO FOSSE SEU PROFESSOR

Você aprenderia coisas assim:

Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.
Nunca perca uma oportunidade de ir passear de carro.
Permita experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.
Quando está a seu favor, pratique a obediência.
Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.
Tirar uma sonequinha no meio do dia e espreguiçar-se antes de levantar.
Correr, pular e brincar todos os dias.
Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocar.
Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.
Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore.
Quando você está feliz, dance e balance todo o seu corpo
Não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta culpado...volte e faça as pazes novamente.
Aproveite o prazer de uma longa caminhada.
Se alimente com gosto e entusiasmo.
Coma só o suficiente.
Seja leal.
Nunca pretenda ser o que você não é.
Se você quer se deitar embaixo da terra, cave fundo até conseguir.
E o MAIS importante de tudo...
Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silencio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar.

quinta-feira, 8 de maio de 2014

O TEMPO CERTO

"Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares." 
Josué 1.9

Quando Deus fala palavras como estas, ditas a Josué, o coração fica repleto de felicidade. São as promessas de Deus que nos fortalecem nos momentos difíceis da caminhada. Todos nós queremos receber de Deus estas Palavras, porém poucos de nós estão dispostos a agir como Josué, veja:

- Primeiro: Josué era um homem de fé. Demonstrou isto inúmeras vezes. Ele não se importava com o tamanho do gigante, sua preocupação era unicamente acreditar e pronto. O restante Deus providenciaria, pois Ele prometeu que lhes daria a terra que manava leite e mel.

- Segundo: Josué obedeceu a Voz de Deus que nos versículos anteriores disse: "Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares. Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido." (Josué 1.7-8)
 
Precisamos entender que as Promessas de Deus para nossas vidas estão sempre ligadas a Fé [é preciso acreditar], a se Esforçar [e ter Bom Ânimo], Manter-se no caminho certo [sem se desviar] e Meditar na Palavra de Deus [de dia e de noite].
Cumpridos estes quatro pontos podemos ter a plena convicção que o Deus que abençoou a Josué estará conosco, pois Ele nos ama com o mesmo amor, e nos protege com o mesmo cuidado. Então Esforça-te e tem Bom Ânimo, pois o que é impossível para homens, é Possível para Deus. É Ele que te dará a vitória, faça no entanto a sua parte: Acredite nEle!

Giliard Lima

quarta-feira, 7 de maio de 2014

ESCUTA DEUS

Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus. 
João 8.47


É intrigante como nós só ouvimos aquilo que queremos ou que nos seja benéfico. Ouvi, certa vez, um homem contar que um dos seus filhos só o procurava quando precisava de sua ajuda. É triste a condição humana de buscar sempre o seu próprio interesse. O egoísmo invadiu a alma de todos os homens e as coisas necessárias a alma foram abandonadas pelo prazer do corpo e dos olhos.

Jesus disse certa vez aos judeus que o cercavam que eles não o ouviam porque eram incapazes de ouvir sua linguagem ou eram insensíveis as coisas de Deus. Na verdade, o que Jesus queria dizer é que os judeus estavam concentrados demais com as coisas desta vida e não tinham tempo nem espaço para ouvi o Pai Celeste.

Deus nos fala de diversos modos e usa vários códigos. No entanto, somos nós que não queremos ouvi-lo, preferimos ouvir o que queremos ou o que nos satisfaz. Nossos ouvidos se inclinam para aquilo que alegra o coração, mesmo que seja ilusão ou mentira.

Uma coisa é certa: quem é de Deus sempre reconhecerá a Sua voz e a ouvirá ainda que as palavras não sejam agradáveis. O que importa não são as palavras, mas quem falou e porque falou.

Fandermiler Freitas

terça-feira, 6 de maio de 2014

JONAS NA BALEIA??

Certa professora conversava com os alunos acerca de baleias, quando aproveitou para dar uma alfinetada nas crianças que criam na Bíblia, disse ser fisicamente impossível uma baleia engolir um ser humano, pois a garganta é estreita, apesar do tamanho que tem.

Uma garotinha disse que sabia de alguém que fora engolido por uma baleia: Jonas.

A professora reiterou, irritada, que é fisicamente impossível um ser humano ser engolido por uma baleia.

Aí a menininha retrucou: "Pode deixar, que quando eu chegar no céu, eu pergunto a ele"!

A professora, achando que poderia acabar com a "petulância" da aluna, perguntou: "E se Jonas foi para o inferno?"


A garotinha, sem pestanejar, respondeu: "Aí a senhora pergunta pra ele, combinado?"

chelle Recife

segunda-feira, 5 de maio de 2014

O CORAÇÃO PRESENTE E VALIOSO

"Firme está o meu coração, ó Deus! Cantarei e entoarei louvores de toda a minha alma" 

Salmos 108:1

Um pequeno menino, de uma família muito pobre, costumava ir à igreja com uma vizinha, mãe de um amiguinho seu. Apesar de ser apenas uma criança, gostava muito das músicas, da Escola Bíblica e até das reuniões próprias dos adultos. Só uma coisa o incomodava: na hora das ofertas, ele nada tinha para dar. Um dia ele teve uma ideia -- desenhou um coração em uma folha de papel, escreveu dentro o seu nome e, quando chegou a hora das ofertas, depositou no local apropriado o seu coração desenhado, dizendo baixinho: "Jesus, eu estou dando para você o meu coração. É o que tenho e Lhe dou com muita alegria".

Que doação maravilhosa! Aquele menino, com certeza, deu a melhor oferta daquela manhã. Deu o que tinha de mais precioso, de mais valioso, de mais bonito em sua jovem vida. A felicidade de todos, naquela igreja, seria maior se dessem o que o menino deu para o Senhor: o seu coração.

Há muitas coisas que podemos dar ao Senhor.Um pouco do nosso dinheiro, para a obra de evangelização. Um pouco de nosso tempo, para as programações da igreja. Um pouco de nosso talento, para os diversos serviços ministrados nas reuniões. Um pouco do nosso amor, para ajudar a tantos necessitados de uma atenção maior em suas vidas. Tudo isso é muito importante e glorifica o nome do Senhor Jesus. Mas, o que temos de mais importante para dar ao Senhor é o nosso coração. Quando damos as outras coisas, estamos dando apenas um pouco do que temos, mas, quando damos o coração, damos "tudo" o que temos.

Quando oferecemos o coração para Jesus, ele se mantém firme e feliz e os nossos lábios entoam cânticos de louvor e gratidão. Nossa vida se mostra repleta de amor e fé e Cristo é glorificado em nossas atitudes.

Aquele menino ofereceu o coração para o Senhor. Eu também já ofereci o meu. E você, já fez o mesmo?

Paulo Barbosa

JESUS É

sábado, 3 de maio de 2014

OS DOIS REINOS

Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do filho do seu amor,

Colossenses 1.13

Conta-se a história de uma viajante, que no início do século XX foi visitar uma amigo na Ásia, em Lanzhou, interior da China. O navio chegou a Shanghai e o jovem senhor dirigiu-se a um hotel que fora indicado pelo amigo. Lá o gerente entregou-lhe um mapa e indicou Lei Chen para levá-lo em segurança a Lanzhou. Durante a viagem, uma forte tempestade de areia os atingiu por dias e só foi possível seguir a viagem em segurança porque o mapa descrevia bem a região.

No versículo acima, o apóstolo Paulo fala de dois reinos: o império das trevas e o reino do Filho do seu amor (Deus). Esses dois reinos não estão em mapa algum. Não adianta procurá-los, porque fisicamente eles não existem. 

Como, então, reconhecer estes Reinos? Jesus disse para os Fariseus (Lucas 17.20-21) "O reino de Deus não vem com aparência exterior. Nem dirão: ei-lo ali ou aqui porque o Reino de Deus está entre vós."

A primeira coisa que temos que compreender é que estes reinos são puramente espirituais. Só existem quando Deus olha para o coração do homem e ver lá luz ou trevas.

Como você tem vivido? O que tem feito? Como tem reagido aos problemas e tragédias da vida? Qual o sentido da vida? Quais os virtudes que guiam a sua caminhada terrena? A resposta destas perguntas é a compreensão de que Reino você faz parte. Afinal, todo homem rege suas ações baseado no que determina as leis do Reino das trevas ou de Deus. 

Fandermiler Freitas

sexta-feira, 2 de maio de 2014

CAMINHOS




Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele.
Isaías 30:21
“Havia uma pedra no meio do caminho”, assim descreveu Carlos Drummond de Andrade o seu caminho em seu poema.
“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz para os meus caminhos”. Deus retirando a pedra dos caminhos.

“Deus escreve certo em linhas tortas”, assim fizeram os homens em seus provérbios.

Todos os caminhos dos homens são puros aos seus olhos”, diz a Bíblia sobre o modo dos seres humanos verem o seu caminho, sem se preocuparem com o que Deus lhes tem preparado.

“Os vossos caminhos não são os meus caminhos”, Deus comparando o caminho do homem ao Seu para provar quão errôneo é a nosso modo de pensar.

“Há caminhos e Caminhos” disse uma vez um sábio, falando da diferença existente entre os caminhos.

“Há caminhos que ao homem parecem direito, mas ao cabo dá em caminho de morte”, Provérbio fala do quanto o homem se engana quando analisa os caminhos.

“Todos os caminhos levam a Roma”. Assim disseram os antigos.

Estreita é a porta e apertado o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela.” No sermão do monte, o Filho de Deus, nos declara que nem todos os caminhos levam a Roma. Cuidado!

“Eu sou caminho, a verdade e a vida” disse Jesus em seu discurso aos discípulos em João 14, apontando o único caminho que se deve seguir.