sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

DEIXA O SOL ME AQUECER

Seu nome era Diógenes. Destacou-se entre os sábios gregos e chegou a ser professor de Alexandre da Macedônia. Um dia, começou a questionar os costumes do seu tempo e a necessidade dos bens materiais. Adotou uma vida totalmente desprendida e ficou morando dentro de uma barrica, tendo para seu uso pessoal somente uma cuia com água. Até as roupas ele dispensou!

Depois de algum tempo, descobriu que nem mesmo da cuia ele precisava, pois usando suas duas mãos poderia pegar água para beber ou para limpar-se. Jogou a cuia fora.

Quando Alexandre invadiu a Grécia, fez questão de visitar aquele seu antigo professor. Encontrou-o sob o sol, junto à barrica, entregue aos seus pensamentos, e lhe disse: "Você já deve saber que conquistei a Grécia e que todas estas terras agora fazem parte do meu império. Como você foi meu professor e sempre o admirei, quero recompensá-lo de alguma forma. Me diga: o que você deseja?"

Houve um momento de silêncio. Alexandre e todos os integrantes de sua escolta aguardavam com curiosidade a resposta do filósofo.
"Posso pedir mesmo?" – disse Diógenes.

"Sim, peça."

"O que lhe peço é que você saia da frente do sol, pois está impedindo que os raios solares toquem o meu corpo."

Alexandre não respondeu. Apenas saiu da frente do sol, e nesse pequeno gesto tentou compreender a filosofia de vida do seu antigo mestre. Olhou mais uma vez para Diógenes em sua barrica, olhou para seus soldados, retomou as rédeas do seu cavalo e seguiu seu caminho, rumo à conquista da Ásia.

(Esta história é contada no livro "Vida com Qualidade")

Nenhum comentário: