segunda-feira, 30 de novembro de 2020

DEUS VAI AJUDAR

Quando você se sente desamparado, para onde pode virar? Eu sugiro que você vire para uma das mensagens mais intrigantes de Jesus sobre oração.

Lucas conta a história de um vizinho persistente buscando pão emprestado à meia noite. Imagine que é você quem está tocando a campainha. A porta abre. “O que está fazendo aqui?” ele pergunta. Você responde “Um amigo meu chegou para visitar e eu nada tenho para ele comer.” Finalmente, ele lhe leva para a dispensa dele. E, como resultado, sua visita surpresa não terá que ir para cama com fome. Tudo porque você pediu ajuda por outra pessoa.

Isso é a oração intercessora na sua forma mais pura. Essa oração chama a atenção de Deus. Se até seu vizinho emburrado e descontente te ajuda, quanto mais Deus poderá fazer?

MAX LUCADO
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “God Will Help”

TESOUROS

 

domingo, 29 de novembro de 2020

A VIDA DADA POR DEUS

"Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência."

Efésios 2:1

Nós, cristãos, precisamos compreender que o SENHOR já nos deu Vida. Outrora, estávamos mortos nos nossos delitos e pecados, mas hoje temos vida em CRISTO JESUS.

Na verdade somos Novas Criaturas, fomos RECRIADOS pelo Espírito Santo.

Em Colossenses 1:13 A Palavra nos diz que o SENHOR nos libertou do império das trevas e NOS TRANSPORTOU PARA O REINO DO FILHO DO SEU AMOR. Aleluia!!! Ele JÁ NOS TRANSPORTOU! Estamos no Reino de Cristo e só podemos desfrutar desse reino se tivermos FÉ.

O SENHOR diz que o "justo viverá pela fé". É pela Fé que tomamos posse de tudo que A Bíblia diz que temos e somos. E é pela Fé que aprendemos a Reinar em vida. Glória a Deus!

Rute

NASCER DE NOVO

 

sábado, 28 de novembro de 2020

CONFIANÇA E CONSAGRAÇÃO

Existe na costa da Inglaterra um perigoso rochedo. Sobre ele construiu-se, em 1686, um farol. Nele pôs o construtor a orgulhosa inscrição: "Uivai, ó ventos! Eleva-te, ó mar! Desencadeai-vos, ó elementos, e provai minha obra!"  Mas a torre e a inscrição não ficaram ali por muito tempo. Depois de quatro $nos, numa noite tempestuosa, ruiu a orgulhosa construção.

No mesmo lugar um engenheiro famoso ergueu outro farol. Este foi destruído por um incêndio.

Um terceiro arquiteto construiu sobre o penedo nova torre. Nos alicerces escreveu as palavras do Salmo 127:1 – "Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam". Esse farol ainda hoje resiste e mostrou aos muitos milhares de marujos o caminho do salvamento, em tenebrosa noite de tempestade.

Também em nossas atividades e esforços trabalharemos em vão se o Senhor não nos construir a casa, com Sua graça e auxílio. Cumpre-nos, com humildade, contratá-lo para nosso Arquiteto.

Krupka, Begegnung mit Gott.

AS RIQUEZAS TERRENAS

 

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

O PONTO DECISIVO

"Oxalá ouvísseis hoje a Sua voz! Não endureçais o vosso coração." 

Salmo 95:7, 8

No dia 3 de julho de 1863, as forças do Norte estavam dominando a ponte do cemitério em Gettysburg. O general George Pickett levou suas tropas a um ataque ao morro sob pesado fogo inimigo. Seus homens irromperam através das linhas das forças da União, e os soldados combateram corpo a corpo. Antes que o sol se pusesse nesse dia, dois terços dos homens de Pickett tinham sido mortos ou capturados, e os restantes haviam fugido.

Os livros de História dizem que esta batalha foi um dos maiores acontecimentos da história americana. Foi um ponto decisivo no resultado final da Guerra Civil. A partir desse momento o Norte começou a ter o domínio. O Sul jamais voltou a ter o poder que tivera antes desta batalha.

Em todas as guerras, seja entre nações ou dentro do coração humano, chega um momento decisivo para o bem ou para o mal.

Para José, o ponto decisivo pode ter, sido o momento em que ele foi vendido como escravo para o Egito. É-nos dito: "Sua terrível calamidade transformara-o de uma criança amimada em um homem ponderado, corajoso e senhor de si." - Patriarcas e Profetas, pág. 216.

Ao contemplar José os montes que circundavam sua casa e vê-Ios desaparecer na distância, seu coração se rompeu em pranto. Voltaria ele um dia a rever seu pai? Que lhe estaria reservando o futuro?

Finalmente José parou de chorar e procurou recordar as histórias que seu pai lhe contava a respeito de Deus. Lembrou-se de como os anjos tinham estado com Jacó quando ele era peregrino numa terra estranha. Isto o fez sentir-se melhor. Ele se convenceu de que o Deus de seu pai cuidaria dele também.

No caminho para o Egito José se dedicou inteiramente ao Senhor, e orou para que Sua presença estivesse com ele na estranha terra para onde ia. Nessa estrada ele se determinou a ser fiel a Deus a despeito de quaisquer circunstâncias. Esse dia se tornou o ponto decisivo na vida de José.

Deus está falando a você hoje. Ao responder-Lhe, alguma coisa verdadeiramente real pode acontecer em sua vida. Você pode colocar-se a si mesmo e ao seu futuro em Suas mãos, tal como José o fez.

Hoje pode ser o ponto decisivo em sua vida.

What Happened When. pág. 211.

SEMPRE LEMBRAR

 


quinta-feira, 26 de novembro de 2020

AGRADECENDO A DEUS

Exalte o Senhor, ó Jerusalém! Louve o seu Deus, ó Sião. (Salmos 147.12)

Nós devíamos nos envergonhar de sermos tão preguiçosos a ponto de precisarmos ser estimulados a louvar a Deus ou ser acordados para fazê-lo, como se estivéssemos dormindo. Recebemos chuvas de bênçãos todos os dias e estamos sempre usando o que Deus nos dá. Por que precisamos ser lembrados continuamente sobre as coisas maravilhosas que Deus faz por nós? Devíamos ter a capacidade de nos lembrar de agradecê-lo sem os lembretes dos Salmos. Os presentes de Deus, por si só, deviam nos estimular a louvá-lo. Mas isso não acontece. Precisamos que alguém grite conosco antes de começarmos a louvar ao Senhor. As palavras precisam ser escritas para nós e dadas de mão beijada, como esse salmo faz.

Mais chocante ainda é que aquele que nos dá todas essas bênçãos precisa ser apontado para nós. Jerusalém precisa ser advertida: “Exalte o Senhor”, e Sião precisa ouvir: “Vá em frente e louve ao seu Deus”. Todos nós usamos as bênçãos do Senhor todos os dias, mas nunca pensamos na origem delas – Deus. Ele é quem nos dá tudo. Em vez disso, aceitamos seus presentes como se eles simplesmente aparecessem do nada ou como se nós os tivéssemos obtido por meio dos nossos próprios esforços, diligência ou sabedoria. Pensamos que Deus, de alguma maneira, nos deve essas coisas, e, portanto, não precisamos agradecer a ele. Nem mesmo os animais vivem tão vergonhosamente. Os porcos reconhecem a pessoa que lhes dão seu alimento. Eles correm atrás dela e choram. Mas o mundo nem mesmo reconhece a Deus, muito menos o agradece e o louva por essas bênçãos. Se até o povo de Deus deve ser encorajado a louvá-lo, como podemos esperar que o mundo faça melhor? É espantoso ver quão relutantes as pessoas são em reconhecer o que Deus tem feito por elas e louvá-lo por isso.

>> Retirado de Somente a Fé – Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

O BEM QUE A RIQUEZA PODE FAZER

 

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

FINAL FELIZ

Adicionar legenda
"E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna" 

Mateus 19:29

Foi dada a um pequeno menino a oportunidade de escolher um cãozinho como presente em seu aniversário. Na loja de animais de estimação lhe mostraram vários filhotes. Ele escolheu um que sacudia o rabo sem parar. O pai lhe perguntou o motivo pelo qual havia escolhido aquele cãozinho em particular e o menino respondeu: "Eu preferi o que me mostrava um final feliz."

Que futuro podemos esperar diante das escolhas que temos feito? O que tem motivado as nossas decisões, um entretenimento passageiro, uma prosperidade ilusória ou a certeza de que, tomando aquele caminho estaremos garantindo a felicidade para sempre? 

Muitas ofertas com que deparamos neste mundo são enganosas.
Estão embrulhadas com papel brilhoso e colorido, mas não passam de armadilhas que tirarão o nosso sono, a paz que desejamos e a alegria nos dias vindouros.

Se desejamos alcançar uma vida com final feliz, não precisamos perder muito tempo com escolhas. Basta que aceitemos Jesus Cristo como Senhor e Salvador e que o sigamos diariamente. Nós nos regozijaremos na vida eterna que nos aguarda.

Quando colocamos o Senhor em primeiro lugar em nossa vida, o nosso relacionamento com pais, filhos e irmãos se torna muito mais agradável e abençoado. Nossa casa se transforma, a alegria é abundante e a harmonia é total. Quando escolhemos servir ao Senhor a vitória está assegurada.

Escolha Jesus e você terá o mais feliz dos finais!

Paulo Roberto Barbosa

ARREPENDIMENTO E REGENERAÇÃO


 

terça-feira, 24 de novembro de 2020

CONSTRUA COM AS PEDRAS!


Sabemos que para construir uma casa, precisamos primeiramente de um engenheiro, de um mestre de obras, de pedreiros, de serventes e principalmente do cascalho, para retribuição aos trabalhadores. .

A construção começa com um sonho, depois você parte para a realidade. Mas, antes é preciso que sonhe e depois o torne em realidade. 

Na vida estamos sempre dando pedras e recebendo-as. As pedras da vida, elas vem e vão. Existe uma lei física que o que você lança para cima, ele retorna. É uma lei da física. Há, também uma lei espiritual, pelo qual, todos a utilizamos, principalmente pela palavra. 

Quando você recebe as pedras do seu próximo, nem sempre ele tem intenção de ajudá-lo. Quando as pedras vêm de um amigo, você diz: Tudo bem! E quando vem do seu adversário. O que você faz?

Todas as pedras, podemos dizer, que serve para a construção de Cosmo melhor, todavia, muitos não sabem nem aproveitar as investidas do adversário que não quer que você seja feliz!.

Mas, alguém, uma ocasião disse: “As pedras que você está atirando, eu vou fazer uma fortaleza”, outro não me recordo o autor, disse: “Com essas pedras, vou construir os degraus da glória, para que você assista de pé a minha vitória”. 

São formas de aproveitar as pedras da vida. Elas podem se tornarem pérolas. Dependem como você consegue poli-las, transformá-las em belo a sua vida. Muitos cristãos se aborrecem. Suas emoções ficam em baixa. Perderam a oportunidade de transformar algo em um bem precioso. 

Isso está inserido nos evangelhos. A prática do retornar sempre o bem em vez do mal. Mas, também sempre se aproveita as pedras “do mal”, para redundar em glória ao Senhor Jesus. 

Portanto amigo(a)! A forma como você aproveitará as pedras que lhe são lançadas, depende exclusivamente de você. As pedras irão e virão. Por que sempre haverá uma necessidade em alguém. Elas servem, mesmo praticado numa ação contrária a você, elas podem ser aproveitadas para construção de mundo que seja sempre perfeito e agradável a Deus. 

Um Grande abraço.
No Senhor Jesus.

Élcio Cunha

FRACOS EM TUDO

 

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

QUANTA JUSTIÇA BASTA?

Imagine o seu inimigo amarrado a um poste para ser chicoteado. Quantas chicotadas? Quanta justiça é o suficiente? Quando seu inimigo cai para o chão você vai embora. Está feliz? Mas em pouco tempo outra memória irá surgir, e outra chicotada será necessária… quando é que tudo isso para? Para quando você leva a sério as palavras de Jesus: “Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas.” (Mateus 6:14-15).

Deus lhe tratará do jeito que você tratar os outros! Você quer paz? Então pare de provocar o seu vizinho. Quer gozar da generosidade de Deus? Então deixe os outros experimentarem generosidade de você. Quer a segurança de que Deus lhe perdoa? Eu acho que você já sabe o que precisa fazer.

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “How Much Justice Is Enough?”

SEM INTERFERÊNCIA

 

sábado, 21 de novembro de 2020

VIVOS

Para o ser humano, lutar é parte da vida, capaz de mantê-lo vivo e com o olhar sempre atento para o que o cerca. Desistir de lutar é o mesmo que desistir de viver.

Um historiador contou que um barco pesqueiro, na Europa, realizava seu trabalho e depois retornava com os tanques cheios de bacalhaus vivos. Mas sempre, ao terminar a viagem, muitos bacalhaus no tanque estavam mortos. No entanto, certa vez, foi pescado, por engano, um enorme bagre e colocado no tanque. Ele começou a atacar violentamente os bacalhaus para comê-los. Ao fim da viagem todos os bacalhaus estavam vivos; é que lutando pela sobrevivência não tinham tido tempo de morrer.

Nós, muitas vezes, precisamos dos problemas, das dificuldades e dos obstáculos da vida para nos manter sóbrios, atuantes e determinados. Sabedor disso, Deus não deixa que os nossos dias sejam monótonos demais e sempre permite que tenhamos algo pelo que lutar.

APENAS NO TRIBUNAL DE CRISTO


 

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

FALTA UM TESTEMUNHO

Conta-se que uma vez, um grande maestro estava executando uma peça com centenas de vozes e instrumentos musicais. Quando o coro cantava em alta voz, o poderoso órgão se expandia, o tambor, as cornetas, e os címbalos soavam. O homem que tocava a flauta, e que estava bem escondido entre os músicos, disse para si mesmo: "Entre todo este ruído, não tem importância o que toco." E deixou de tocar.

Repentinamente, o diretor ergueu sua batuta em sinal de silêncio, e de pronto tudo se quedou em completa quietude. Então ele perguntou em voz alta: "Que aconteceu com a flauta?" O ouvido do diretor havia notado que nem todos estavam tocando e que alguma coisa faltava.

Ó minha alma! Faça sua parte com todo o seu poder!

Você pode ser pequeno e insignificante, e estar bastante escondido entre os homens, porém, Deus busca a sua adoração, e a grande música de Seu Universo se tornará mais rica e mais doce se você Lhe render um preito de louvor.

– M.G. Pearse

VISÃO ESPÍRITUAL

 

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

PELA FÉ

 "Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo de que aquilo que se vê não foi feito do que é visível." 

Hebreus 11:3

Pensamento: Por mais que a humanidade avance em seus conhecimentos, descobertas e invenções, uma análise científica de inúmeros textos e profecias bíblicas nos revela o quanto a Palavra de Deus continua sendo atual e verdadeira. Tanto a narrativa da criação registrada por Moisés quanto as mais modernas teorias científicas da formação do Universo apontam para a obrigatória existência de um Criador.

Oração: Senhor Deus, agradeço por todas as coisas que o Senhor criou neste mundo com tantos detalhes, com tanta perfeição, e com tanta beleza. Isso tudo mostra o amor que o Senhor tem para cada um de nós. E é incrível pensar que o Céu será ainda mais maravilhoso. Obrigado meu Deus e Criador de todas as coisas. Oro em nome de Jesus. Amém.

PLANEJANDO FALHAR

 

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

RADIOGRAFANDO O CORAÇÃO HUMANO

O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo?

Jeremias 17:9

É dito que quando Marcus Whitman pregava aos índios encontrou no coração destes a mesma rebelião contra a cruz que encontrara em toda parte. Whitman explicou que Cristo morreu na cruz para nos salvar do pecado porque o homem havia pecado contra Deus. Uma vez que o homem é um pecador, necessita de um Salvador do pecado. Mas os índios protestaram e pediram que o missionário pioneiro do Oregon lhes pregasse "palavra boa".

– Diga-nos que somos homens bons, homens bravos.

Os deseducados índios se ressentiam da condenação da cruz tal como o faziam os chamados homens civilizados.

Isso parece ser comum aos homens em toda parte, quer vivam como canibais nas selvas, quer como homens de negócios em nossas grandes cidades, ou mesmo como professores de uma Universidade.

O homem é demasiado orgulhoso para concordar que necessita de um Salvador. Prefere ter o ego lisonjeado com a afirmação de que ele é bom, é "bravo".

Fonte: http://www.iasdemfoco.net

VIGIAR

 

terça-feira, 17 de novembro de 2020

O SENHOR LEVANTA OS ABATIDOS

O SENHOR ABRE OS OLHOS AOS CEGOS; O SENHOR LEVANTA OS ABATIDOS; O SENHOR AMA OS JUSTOS.? Salmo 146. 8.

ABATIDO: Prostrado, enfraquecido, deprimido.

A afirmativa acima, do salmista, é um tremendo lenitivo para a alma daqueles que estão abatidos. Mesmo após termos aceitado Jesus Cristo como Salvador e Senhor das nossas vidas, continuamos sujeitos a momentos ou até mesmo períodos de abatimento da alma e físico. A grande diferença é que hoje nós temos uma fonte segura, onde podemos procurar alívio para os males da alma e do espírito. Quando estamos de ?moral baixa?, há uma certeza absoluta que o Senhor Jesus está sempre pronto a nos socorrer, Ele é o Deus, que nas ocasiões em que estamos abatidos, é poderoso para nos levantar.

Existem momentos em nossas vidas, que muitos poderão até chegar ao desespero, mais ainda assim há esperança, pois o nosso Deus está sempre de braços abertos para nos consolar, conforme afirma o apóstolo Paulo: MAS DEUS, QUE CONSOLA OS ABATIDOS... II Coríntios 7. 6a . Se você que está lendo este devocional, está triste, decepcionado, sem rumo na vida, sentindo-se completamente abatido, creia de todo o seu coração e de toda sua alma: O SENHOR LEVANTA OS ABATIDOS !

Pr. João da Cruz Parente

É PRECISO DE REDES


segunda-feira, 16 de novembro de 2020

UM AMIGO ESTÁ ESPERANDO

Hebreus 10:12 diz “Mas quando este sacerdote acabou de oferecer, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à direita de Deus.” 

Claro que Jesus se sentou. Tudo que precisava ser feito havia sido feito. Para que você pudesse receber o grande milagre da misericórdia. Deixe a graça de Deus fluir sobre você como uma cascata purificadora, limpando todos os sedimentos de culpa e vergonha. Amigo, nada separa você de Deus. Sua consciência pode lhe acusar, mas Deus lhe aceita. Outros podem vasculhar o seu passado, mas Deus não faz isso. Para ele, a obra foi concluída de uma vez por todas.

Continue correndo a corrida. E, enquanto você correr, fique seguro de que tem um amigo lhe esperando no final da corrida. E quando você cruzar a linha de chegada, ele lhe receberá em seus braços. Não fique surpreso se ele disser de novo o que ele disse naquela época: “Está consumado!” Lembre-se, amigo, você nunca está só.

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “A Friend Is Waiting”

É IMPOSSÍVEL

 

sábado, 14 de novembro de 2020

VOTO COM PRINCÍPIO

Tomai homens sábios, inteligentes e experimentados, segundo as vossas tribos (portanto irmãos em Cristo) para que os ponhais por vossos cabeças.” (Dt 1.13)

Estamos em um momento decisivo para a história de nosso país e da Igreja do Senhor. Há um mês das eleições, cabe revermos alguns conceitos, que ao longo dos anos tem levado a decepções e injustiças. Ao longo das próximas semanas estaremos debatendo estes conceitos. Leia e deixe Deus falar no seu coração.

Em primeiro lugar fomos “ensinados” a ver as eleições como uma competição em que o importante é simplesmente ganhar. Votamos em candidatos apenas porque a maioria está votando, porque um amigo pediu, porque um político mais antigo disse que ela é boa; mas em momento algum olhamos para sua história, seus projetos, naquilo que acreditam e defendem.

Uma eleição não é apenas uma disputa, é o momento em que determinamos nosso futuro. Não vote para ganhar a eleição, vote para ter um Brasil melhor. Talvez você diga: e se meus candidatos não ganharem? Você terá a consciência tranqüila que fez o melhor.

Seu voto é livre, mas pertence a Deus, assim como você é livre, mas também é d’Ele. Ore a Deus e peça a Sua direção. Lembrando que Ele NUNCA vai orientá-lo (a) a votar contra Sua Palavra e Seus princípios. Deus tem o melhor para esta nação e nós através do voto podemos tornar isso realidade.

Por isso é necessário o VOTO COM PRINCÍPIO!

Pr. Everton Gianordoli Filho

PROMOVER A CORRUPÇÃO

 

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

UMA PESCARIA INESQUECÍVEL

Ele tinha onze nos e, cada oportunidade que surgia, ia pescar no cais próximo ao chalé da família, numa ilha que ficava em meio a um lago.

A temporada de pesca só começaria no dia seguinte, mas pai e filho saíram no fim da tarde para pegar apenas peixes cuja captura ainda estava liberada.

O menino amarrou uma isca e começou a praticar arremessos, provocando ondulações coloridas na água. Quando o caniço vergou, ele soube que havia algo enorme do outro lado da linha. O pai olhava com admiração, enquanto o garoto habilmente, e com muito cuidado erguia o peixe exausto da água. Era o maior que já tinha visto, porém sua pesca estava proibida até o dia seguinte.

O garoto e o pai olharam para o peixe, tão bonito. O pai, então, acendeu um fósforo e olhou para o relógio. Eram dez da noite, faltavam apenas duas horas para a abertura da temporada.

Em seguida, olhou para o peixe e depois para o menino, dizendo:

– Você tem que devolvê-lo, filho!

– Mas, pai… reclamou o menino.

– Você pega outro depois, filho.

– Não tão grande quanto este, choramingou a criança.


O garoto olhou em volta do lago. Não havia outros pescadores ou embarcações à vista.

Voltou novamente o olhar para o pai. Mesmo sem ninguém por perto, sabia, pela firmeza em sua voz, que a decisão era inegociável.

Devagar, tirou o anzol da boca do enorme peixe e o devolveu à água. O peixe movimentou rapidamente o corpo e desapareceu. E, naquele momento o menino teve certeza de que jamais veria um peixe tão grande.

Isso aconteceu há trinta e quatro anos, Hoje, o garoto é um arquiteto bem-sucedido. O chalé continua lá, na ilha em meio ao lago, e ele leva seus filhos para pescar no mesmo cais.

Sua intuição estava correta. Nunca mais conseguiu pescar um peixe tão maravilhoso como aquele. Porém, sempre vê o mesmo peixe repetidamente todas as vezes que depara com uma questão ética. Porque, como o pai lhe ensinou, a ética é simplesmente uma questão de certo e errado. Agir corretamente, quando se está sendo observado, é uma coisa. A ética, porém, está em agir corretamente quando ninguém está nos vendo. Essa conduta reta só é possível quando, desde criança, aprendeu-se a devolver o PEIXE À ÁGUA.

A história valoriza não como se consegue ludibriar as regras, mas como, dentro delas, é possível fazer a coisa certa.

Uma pescaria inesquecível!

Autor desconhecido

Fonte: Lísia Freitas Carvalho.

quinta-feira, 12 de novembro de 2020

O MELHOR GOVERNO

 


VAIDADE

Embora não nos seja desconhecida a tentativa de desarraigar a Deus no tempo da Revolução Francesa, colocando em Seu lugar a "deusa da Razão", desejo referir-me a ela, para mostrar que tudo aqui é vaidade e aflição de espírito.

Em meio da agitação ateísta, vitoriosa na França durante o Regime do Terror, foi colocada num carro de triunfo uma atriz de nome Maillard, sendo adamada "deusa da Razão"... Isto foi em 1793.

Quinze anos mais tarde, em 1808, foi chamado o Dr. Ristorini, que residia perto de Nápoles, para socorrer uma cliente em estado desesperador. Ao chegar, foi levado ao sótão de um bar, onde sobre esteiras e farrapos se achava uma mulher na ânsia da morte, ainda pintada, o que fazia desaparecer a cor pálida da criatura prestes a despedir-se deste mundo. Depois do exame médico, o Dr. Ristorini perguntou-lhe quem era ela, e com espanto e atônito ouviu estas palavras da moribunda: "Eu sou a deusa da Razão."

Encruzilhada da Vida

Fonte: http://www.iasdemfoco.net

OS QUE GOVERNAM


quarta-feira, 11 de novembro de 2020

PLANTANDO VIDA E NÃO MORTE


"Não matarás" (Êxodo 20:5)

Uma professora da Escola Bíblica estava ensinando às crianças de sua classe de 5 e 6 anos de idade sobre os Dez Mandamentos. Depois de explicar o andamento "Honrarás pai e mãe", ela perguntou: "Existe algum mandamento que nos ensine a tratar com nossos irmãos e irmãs?" Com muita convicção, um pequeno menino respondeu: "Não matarás."

Parece apenas uma história de crianças, mas, muitas vezes, tornamos aquela resposta verdadeira. Quando tratamos um irmão com indiferença, sem o carinho que ele merece, podemos matar seu entusiasmo e sua determinação. Quando o vemos angustiado e desanimado e não lhe confortamos com as maravilhosas promessas do nosso Deus, podemos matar suas esperanças. Quando não o abraçamos e não seguimos o caminho de mãos dadas com ele, podemos contribuir com sua fraqueza e, de certa forma, matar o crescimento espiritual da igreja.

Quando não testemunhamos do amor do Senhor, que morreu na cruz para nos redimir e para pagar o preço de nossos pecados, podemos estar impedindo que uma vida incrédula conheça o Salvador e, dessa forma, estamos matando a sua oportunidade de encontrar o caminho para a vida eterna. Quando não colaboramos com os nossos irmãos em seus programas evangelísticos e missionários, podemos estar ajudando a fazer morrer um canal que é o mais importante na obra de Deus: a busca das almas perdidas.

Precisamos compreender que o Senhor nos chamou para levar a vida e não a morte. Ele nos chamou para encher o mundo de sorrisos e não de tristezas. Ele nos convocou para semear fé e não dúvidas. Ele nos comissionou para iluminar os ambientes e não para torná-los ainda mais tenebrosos.

Eu quero caminhar nesse mundo arrancando as sementes da morte e plantando, em seu lugar, sementes de vida. E você?

Paulo Roberto Barbosa

NOS BRAÇOS DA MISERICÓRDIA

 

terça-feira, 10 de novembro de 2020

A CRISE DA DEMORA

“No entanto, quando ouviu falar que Lázaro estava doente, (Jesus) ficou mais dois dias onde estava” 
 
João 11:6 NVI
 
A crise da enfermidade foi exacerbada pela crise da demora. Dias passaram. Nada de Jesus. Lázaro começou a definhar. Nada de Jesus. Lázaro morreu. Nada de Jesus. A crença rabínica de Israel ensinava que por três dias uma alma vagava fora do corpo, mas no quarto dia o deixa de forma permanente. Jesus estava um dia atrasado, ou parecia. Versículos 21-22 “Disse Marta a Jesus: ‘Senhor, se estivesses aqui meu irmão não teria morrido. Mas sei que, mesmo agora, Deus te dará tudo o que pedires’.”

Talvez você, assim como Marta, ficou desapontado. Você falou para Jesus da sua enfermidade. Você esperou no leito do hospital. Agora a morte vem. Você conseguiria imitar a fé de Marta? Você poderia dizer, “Mesmo agora, acredito em Deus”? Lembre-se, amigo, você nunca está só.

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “Crisis of Delay”

SABNER OBEDECER

 

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

LONGA JORNADA?

Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras. 
Lucas 24.45

Quando Deus está prestes a fazer alguma coisa grande Ele começa com uma dificuldade. Quando Ele está prestes a fazer algo verdadeiramente magnífico, Ele começa com uma impossibilidade. 
Armin Gesswein

Quando a jornada é longa e o alvo parece muito distante, tenha isto em mente: Apesar de você ter uma grande jornada pela frente, o que realmente importa é que você está prosseguindo em sua caminhada. A cada dia você está um passo mais perto do seu sonho. Não apenas você está mais próximo, mas cada passo da jornada faz com que o destino final se torne muito mais valorizado.

Nunca haverá razões suficientes para que você se desencoraje em razão daquilo que você ainda tem que enfrentar para prosseguir em sua jornada. Pelo contrário, ao pensar na caminhada que tem pela frente, seja grato a Deus por lhe haver dado um sonho, bem como saúde e a oportunidade de prosseguir rumo ao alvo. Ao reagir dessa forma você descobrirá uma nova alegria, e se encherá de um renovado entusiasmo.

Apesar de você ainda não estar lá, prosseguir firme e decididamente fará com que você se torne uma pessoa capaz de fazer uma enorme diferença, não apenas na sua vida, mas na de muitos ao seu redor.

Para Meditação: Pois contigo desbarato exércitos, com o meu Deus salto muralhas. O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; ele é escudo para todos os que nele se refugiam. Salmos 18:29-30

Nélio DaSilva

A FÉ QUE SALVA

 

domingo, 8 de novembro de 2020

APENAS OBEDEÇA

Certo navio procedia do Oriente e singrava nas proximidades do litoral da América do Sul. A viagem fora longa. O suprimento de água fora insuficiente e, aquela altura, acabou-se. Ali estavam, em pleno oceano, sem água potável, com a terrível ameaça de morrer de sede.

Felizmente, um navio de bandeira brasileira aproximou-se o bastante para que o barco em dificuldade pedisse por sinais: “Por favor, cedam-nos um pouco de água potável”. A resposta do navio brasileiro foi imediata: “Desçam os baldes onde estão”. O aflito capitão pensou em tratar-se de uma ordem descabida e repetiu o pedido. E, de novo, o sinal com as mesmas palavras: “Desçam os baldes onde estão”. Obedecendo ao sinal, um balde então foi baixado e mergulhou no oceano. Içado para bordo, o capitão tocou com eles a língua e constatou que a água era doce. O que não sabia é que estavam no centro da larga corrente de água doce, que a força das águas do rio Amazonas empurra para o Atlântico!

PREFIRO OBEDECER

 


sábado, 7 de novembro de 2020

POVO DE DEUS

 

"Feliz a nação cujo Deus é o SENHOR, e o povo que ele escolheu para sua herança." 

Salmos 33:12

Pensamento: Muitos pensam que esta nação é um reino, um país ou uma pátria, mas na verdade, feliz é a nação cujo Deus é o Senhor, o povo que Ele escolheu, então podemos dizer que esta nação é a Igreja. Isso mesmo, somos a nação eleita do Senhor, comprada pelo precioso sangue de Jesus. Portanto, nós que nascemos de novo, devemos nos portar de modo digno da nossa nova pátria; que sejamos dela embaixadores, peregrinos nesse mundo estranho, até que o Senhor nos conceda ir para o céu, e lá nos alegraremos no nosso Deus e Salvador.

Oração: Obrigado Pai por ter me alcançado e me convidado para fazer parte dessa grande nação eleita. E o Senhor diz que somos felizes, pois nosso Deus é o Senhor. Obrigado mesmo Pai por nos ter escolhido para Sua herança. Eu oro em nome de Jesus. Amém.


DESCANSAR NA PROMESSAS DE DEUS


 

sexta-feira, 6 de novembro de 2020

A FÉ E AS OBRAS

O Sr. Walter Scott, tendo de atravessar um dos lagos da Escócia, tomou um dos botes para esse serviço. No momento em que principiava a remar em busca da margem oposta, notou que um dos remos tinha gravada a palavra "Fé" e o outro "Obras".

Perguntou curiosamente o que significava aquilo, ao que o barqueiro não respondeu mas tomou o remo que tinha a palavra "Obras" e remou com força. O resultado foi que o bote só dava voltas e mais nada. Deixando este remo tomou o que tinha a palavra "Fé" e remando fortemente com este obteve o mesmo resultado. O homem que procede assim em sua vida terá pouco poder nela e viverá sempre em confusão.

Finalmente, tomando ambos os remos, "Fé" e "Obras", começou a remar e imediatamente o barco, empurrado por aquelas forças, atravessou o lago chegando com uma marcha rápida ao porto de destino.

A fé precisa ir acompanhada sempre das obras porque as obras são o fruto da fé. – J.R.C.

OBEDIÊNCIA DA FÉ

 

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

QUEM É O CULPADO?

 "Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho."

Mateus 7:5

Um homem da Carolina do Norte acusou a sua esposa, de quem estava separado, de estar casada com dois homens. Quando a mulher foi presa, ela não negou a acusação de bigamia. Ela não somente reconheceu a sua culpa, como disse às autoridades que ela devia ter estado louca ao casar segunda vez sem se ter divorciado nem enviuvado.

Mas isto é só metade da história. O que a surpreendeu, foi que tenha sido o seu marido a denunciá-la, já que ele também era culpado do mesmo crime. Quando as contra alegações foram averiguadas, o marido admitiu que ele também estava ilegalmente casado com duas mulheres.

O marido é um exemplo daquilo que Jesus descreveu em Mateus 7:1-5. Enquanto tinha uma 'trave' no seu olho, o homem apontou de uma forma crítica para o 'cisco' no olho da esposa. Ambos tinham infringido a lei ao estarem casados com duas pessoas ao mesmo tempo. Contudo, o pecado dele era maior devido à sua arrogância em pensar que podia julgar outra pessoa por cometer o mesmo pecado que ele estava cometendo.

A mensagem é clara. Cristo nos revela misericórdia quando reconhecemos o nosso pecado, mas Ele julga a nossa hipocrisia e orgulho quando nos recusamos a sermos humildes na Sua presença.

Aprendamos a lidar com o nosso próprio pecado e não a nos tornarmos especialistas em apontar os pecados dos outros. - Mart De Hann

MUITOS DE NÓS VEMOS BEM AO LONGE - VEMOS OS PECADOS DOS OUTROS MAS NÃO OS NOSSOS.

Fonte: Ministérios RBC