quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

SE UM CACHORRO FOSSE SEU PROFESSOR

Você aprenderia coisas assim:

Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.
Nunca perca uma oportunidade de ir passear de carro.
Permita experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.
Quando está a seu favor, pratique a obediência.
Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.
Tirar uma sonequinha no meio do dia e espreguiçar-se antes de levantar.
Correr, pular e brincar todos os dias.
Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocar.
Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.
Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore.
Quando você está feliz, dance e balance todo o seu corpo
Não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta culpado...volte e faça as pazes novamente.
Aproveite o prazer de uma longa caminhada.
Se alimente com gosto e entusiasmo.
Coma só o suficiente.
Seja leal.
Nunca pretenda ser o que você não é.
Se você quer se deitar embaixo da terra, cave fundo até conseguir.
E o MAIS importante de tudo...
Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silencio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar.

FALTA SENTIDA


domingo, 25 de fevereiro de 2018

O MECÂNICO E O CARDIOLOGISTA

Um mecânico está desmontando o cabeçote de uma moto quando vê na oficina um cirurgião cardiologista muito conhecido. Ele está olhando o mecânico trabalhar. O mecânico pára e pergunta:

- Hei, doutor, posso fazer uma pergunta pro senhor?
O cirurgião um tanto surpreso concorda e vai até a moto na qual o mecânico está trabalhando.

O mecânico se levanta e começa:

- Doutor, olhe este motor. Eu abro seu coração, tiro válvulas, conserto-as, ponho-as de volta e fecho novamente e, quando eu termino, ele volta a trabalhar como se fosse novo. Por que é, então, que eu ganho tão pouco e o senhor ganha tanto se o nosso trabalho é praticamente o mesmo?

O cirurgião dá um sorriso, se inclina e fala baixinho ao mecânico:

- Tente fazer isso com o motor funcionando.

* Deus muda o nosso coração de carne em outro enquanto o velho está funcionando. Maravilhosa graça!

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

CORAÇÕES DISTANTES

O ódio excita contendas, mas o amor cobre todas as transgressões.

Pv 10.12

Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos: Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?

— Gritamos porque perdemos a calma disse um deles.

— Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado? Questionou novamente o pensador.

— Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo.

E o mestre volta a perguntar: Então não é possível falar-lhe em voz baixa?

Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador. Então ele esclareceu:

— Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecido? O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito. Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente. Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância. Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas? Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê? Porque seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena. Às vezes estão tão próximos seus corações, que nem falam, somente sussurram. E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta. Seus corações se entendem. É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas. Por fim, o pensador conclui, dizendo:

— Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta.


Anônimo

DOR


quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

A MULHER E A BALANÇA

Uma pobre senhora, com visível AR de derrota estampado no rosto, entrou num armazém, se aproximou do proprietário conhecido pelo seu jeito grosseiro, e lhe pediu fiado alguns mantimentos. Ela explicou que o seu marido estava muito doente e não podia trabalhar e que tinha sete filhos para alimentar. 

O dono do armazém zombou dela e pediu que se retirasse do seu estabelecimento. pensando na necessidade da sua família ela implorou: "Por favor senhor, eu lhe darei o dinheiro assim que eu tiver..." ao que lhe respondeu que ela não tinha crédito e nem conta na sua loja. 

Em pé no balcão ao lado, um freguês que assistia a conversa entre os dois se aproximou do dono do armazém e lhe disse que ele deveria dar o que aquela mulher necessitava para a sua família por sua conta.

Então o comerciante falou meio relutante para a pobre mulher:  "Você tem uma lista de mantimentos?" 

— "Sim". 

— "Muito bem, coloque a sua lista na balança e o quanto ela pesar, eu lhe darei em mantimentos"! 

A pobre mulher hesitou por uns instantes e com a cabeça curvada, retirou da bolsa um pedaço de papel, escreveu alguma coisa e o depositou suavemente na balança. Os três ficaram admirados quando o prato da balança com o papel desceu e permaneceu embaixo. Completamente pasmado com o marcador da balança, o  comerciante virou-se lentamente para o seu freguês e comentou contrariado: "Eu não posso acreditar!". 

O freguês sorriu e o homem começou a colocar os mantimentos no outro prato da balança. Como a escala da balança não equilibrava, ele continuou colocando 
mais e mais mantimentos até não caber mais nada. 

O comerciante ficou parado Ali por uns instantes olhando para a balança, tentando entender o que havia acontecido... Finalmente, ele pegou o pedaço de papel da balança e ficou espantado pois não era uma lista de compras e sim uma oração que dizia: "Meu Senhor, o senhor conhece as minhas necessidades e eu estou deixando isto em suas mãos..." 

O homem deu as mercadorias para a pobre mulher no mais completo silêncio, 
que agradeceu e deixou o armazém. O freguês pagou a conta e disse: "Valeu cada centavo..." 

Só mais tarde o comerciante pode reparar que a balança havia quebrado. Entretanto, só Deus sabe o quanto pesa uma oração... 

NENHUMA DESCULPA


quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

INVESTIMENTO VALIOSO


"Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração" (Hebreus 4:12).

Andrew Young, antigo embaixador americano para as Nações Unidas, persuadiu os formandos da Universidade de Maryland a adquirir uma Bíblia e ler um capítulo por dia. "Não trará danos a vocês", disse ele no início de seu discurso, "e lhes dará mais iluminação e propósito na vida". É melhor investir 15 dólares em uma Bíblia, agora, do que 25 dólares por hora em um psiquiatra, mais tarde."

Quando investimos nas coisas celestiais, estamos acumulando um tesouro que valerá mais do que todo o ouro e prata do mundo. Quando buscamos, na Palavra de Deus, uma forma de viver abundantemente, não desperdiçamos nosso tempo, não corremos o risco de nos arrepender lá adiante, não colhemos frustrações e decepções, e jamais diremos: "Foi tudo em vão".

Quando investimos somente em sucesso e fama; em poder e riquezas; em rancor e ressentimento; em avareza e mesquinharia; em mentiras e hipocrisia; não recebemos as bênçãos do Senhor, não alcançamos as vitórias almejadas, não encontramos a verdadeira felicidade, não temos vida e só temos um pensamento: "De que adiantou?"

A Bíblia nos ensina a amar e a viver o amor de Deus. Ela nos motiva a crer e esperar sempre pela vitória. Ela nos faz perseverar, confiar sempre e não desistir jamais. Ela nos enche de fé para aguardar, com grande gozo, o cumprimento das promessas do Senhor.

Em que você está investindo o seu tempo? Quando investimos no Senhor, tudo o mais poderá ser alcançado, não por nossa força, mas, através do poder e das bênçãos de nosso Deus.

Paulo Barbosa
tprobert@terra.com.br 

MAIS ALEGRIA


segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ELES O PERDERAM

Procuraram um Leão, Ele veio como um Cordeiro... e eles O perderam.

Procuraram um Guerreiro, Ele veio como um Pacificador... e eles O perderam.

Procuraram um Rei, Ele veio como um Servo... e eles O perderam.

Procuraram pela libertação de Roma, Ele submeteu-se à cruz Romana... e eles O perderam.

Procuraram um que se ajustasse a seu molde, Ele era o criador de moldes... e eles O perderam.

O que procurar? O leão? O guerreiro? O rei? O libertador? O que procurar?

Procuraram encontrar suas necessidades temporárias, Ele veio mostrar sua necessidade eterna... e eles O perderam.

Ele veio como um cordeiro para ser sacrificado por seu pecado... Você O perderá? 

Ele veio para construir a paz entre Deus e os homens... Você O perderá?

Ele veio modelar e servir toda a humanidade... Você O perderá?

El e veio para que possamos ter a liberdade verdadeira... Você O perderá?

Quando nos submetermos ao Cordeiro, encontraremos o Leão.

Quando nos unirmos ao Pacificador, encontraremos o Guerreiro.

Quando trabalharmos com o Servo, encontraremos o Rei.

Quando andarmos com o Submetido, encontraremos o Libertador.

Quando nos preocuparmos com o Eterno, teremos o temporário.

Se Ele não se ajusta ao molde que você tem, então vá ao criador de moldes e receba um novo.

Submeta-se a Seu plano para a sua vida e você encontrará primeiro as suas necessidades eternas então todas as outras coisas que você precisa virão também

João Ferreira da Costa

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

COMO UMA ÁRVORE FRUTÍFERA

"Vós não me escolhestes a mim mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda" 

João 15:16

Um Brâmane comparou o missionário Cristão a uma mangueira.
Quando seus galhos estão carregados de frutas é atacada com pedras e paus pelos transeuntes que por ela passam. E como responde a esses ataques? Colocando suas frutas aos pés daqueles que a atingem. Ao término da estação das frutas, ela está danificada, cheia de cicatrizes, suas folhas rasgadas, seus galhos quebrados. Mas no ano seguinte ela produz mais frutos do que no anterior.

Nós, em mansidão, devemos agir da mesma forma no mundo. Ao sermos atacados por palavras ou atitudes cruéis devemos nos ocupar em produzir frutos, oferecendo-os para alimentar aos nossos agressores. Esta é a vontade do Senhor que nos enviou exatamente para produzir frutos que permaneçam para sempre.

Ao revidarmos um ataque, seja ele qual for, estaremos nos igualando àqueles que nos atacam, entristeceremos o coração de Deus e, com o espírito abatido e desanimado, poderemos ver os galhos de bênçãos de nossa árvore secarem e se tornarem improdutivos.

Se alguém feriu você de tal maneira que deixou em sua vida cicatrizes, responda com amor e misericórdia. Logo o Senhor restaurará a sua alegria, você se esquecerá completamente da agressão sofrida e todas as marcas desaparecerão. E o melhor você continuará produzindo frutos e vivendo abundantemente. 

O amor é o melhor adubo para tornar nossa vida mais e mais frutífera.

Paulo Roberto Barbosa

NÃO ESCOLHA NENHUM


quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

GUIADOS PELO ESPÍRITO

"Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais sob a lei." 

Gálatas 5.18

Por que em muitos filhos de Deus demora tanto até que acontece uma clara tomada de poder pelo Espírito Santo em suas vidas? Tomemos como exemplo a política, para entender melhor esse assunto. Muitos governos não têm liberdade de ação porque no país não existe um partido político que detém a maioria. Na vida de muitos filhos de Deus não acontece uma clara tomada de poder pelo Espírito Santo porque em seu coração não existe "decisão por maioria" para o Espírito Santo.

Desarmonia interior surge porque várias forças disputam a hegemonia na vida dessas pessoas, e tais forças podem ser orgulho, inveja, presunção, fofocas ou outros vícios obscuros que procuram assumir o domínio em sua vida. O Espírito Santo não age com violência! Ele governa, mas quando duvidamos, Ele se retrai. Quando o Espírito Santo não pode dominar o coração de um filho de Deus, não traz apenas desarmonia interior como conseqüência, mas também exteriormente se notam as seqüelas. 

Por isso sua vida de fé é uma luta constante. Isso se observa em muitos filhos de Deus. Seguir o caminho do Senhor se torna um grande esforço, e isso é justamente o contrário daquilo que o Senhor quer dar. Quando o Espírito Santo governa a vida de uma pessoa, seguir o Seu caminho não é uma obrigação, mas uma felicidade.

Extraído do livro Pérolas Diárias/Wim Malgo

O FIM DA FÉ


segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

RECONHECER-SE PERDIDO

Eu apascentarei as minhas ovelhas, e eu as farei repousar, diz o Senhor... A perdida buscarei, e a desgarrada tornarei a trazer 

Ezequiel 34:15,16

Que homem dentre vós tendo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e não vai após a perdida até que venha a achá-la? 

Lucas 15:4

Certa noite, o salão em que se pregava o Evangelho estava cheio de gente. Sem que se soubesse o porquê, uma criança distanciou-se de sua mãe. Quando ela se deu conta, enlouquecida, pôs-se a procurar a pequena, perguntando a uns e outros, mas sem sucesso. Finalmente falou de sua angústia ao pregador, que anunciou pelo microfone: - Uma mãe perdeu a sua pequena Maria. Esta criancinha deve vir aqui agora. - Não houve resposta. Quando acabou a reunião, as pessoas foram para casa e então foi achada a pequena Maria tranquilamente sentada num banco. Então lhe perguntaram: - Por que não respondeu quando te chamaram? - Eu pensei que procuravam outra Maria. Eu não estava perdida - disse a pequena.

Muitas pessoas se parecem com a pequena Maria! Deus as busca, mas elas pensam que o chamado não lhes diz respeito. Ainda que leem no Evangelho que o Senhor Jesus "veio buscar e salvar o que se havia perdido" (Lucas 19:10), não respondem, porque não aceitam o fato de que estão perdidas. Quando o apóstolo Paulo declara que Cristo morreu pelos ímpios - os pecadores e inimigos de Deus -, protestam dizendo que não fazem parte desse grupo. Contudo, se acreditam poder se apresentar diante Deus sem terem sido purificadas pelo sangue de Cristo, mediante a fé em Sua obra expiatória, estão perdidas.

Extraído do devocional Boa Semente 2005


domingo, 4 de fevereiro de 2018

UM GIGANTE SEM RUMO



Quem quiser, pois, salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á.

Marcos 8.35

A verdadeira felicidade encontra-se na abnegação.


Certo homem, muito desanimado e desesperado, encaminhou-se para o Lago de Michigan, com a intenção de ali terminar com a sua triste existência. Ao andar pelas ruas, com fisionomia cerrada, passou por um dos bairros pobres da cidade. Na calçada, em frente de uma casa aparentemente abandonada, viu sentada uma menina a chorar.

Ele deteve-se e perguntou: "Menina, por que estás a chorar? O que tens?" "Nada, senhor", respondeu ela. "Então, por que choras? Perdeste-te no caminho para casa?" "Não senhor". "Diz-me, onde moras?" "Nesta casa", respondeu. "Então, por que não entras? O que se passa? Não queres dizer-me?" "Estou com fome e sinto tanto frio" – confessou ela entre soluços – "também, a minha mãe está tão doente e não temos nada em casa para comer." "Posso acompanhar-te até junto da tua mãe?”, perguntou o homem bondosamente.

Ambos entraram, ali, num quarto sobre um colchão jazia a mãe doente. Não havia calor, o armário estava vazio. Por todo o lado via-se a pobreza e a miséria. Tendo verificado a condição triste daquele lar, saiu calmamente do aposento, desceu as escadas e foi ao armazém mais próximo. Ali comprou víveres e em seguida foi comprar carvão. Voltou, e ao chegar, com o cesto cheio de alimentos, imaginem a alegria que encheu os corações da mãe e da filha. Também prometeu ajudá-las futuramente e, despedindo-se, retirou-se.

Quando chegou à rua parou e perguntou a si mesmo porque tinha vindo a esta rua? "Estava decidido ir ao lago para atirar-me à água". Naturalmente deixou de fazê-lo. Por auxiliar a outros, achou o caminho para a felicidade. Afinal ele era um gigante e não sabia! E tu?

Fonte: http://enfrentegigantes.blogspot.com  

UM CRISTÃO DE JOELHOS


sábado, 3 de fevereiro de 2018

QUE MENTALIDADE...

Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aguentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma.


Tiago 2.14-17
 
Eu tive fome, e tu formaste um grupo para discutir o problema.

Estive presa, e tu te retiraste para a tua capela para orar por minha libertação.

Estive nua, e tu questionaste a moralidade da minha aparência.

Estive enferma, e tu te ajoelhaste agradecendo a Deus por tua saúde.

Estive desabrigada, e tu falaste de abrigo espiritual em Deus.

Estive solitária, e tu me deixaste sozinha para orar por mim.

Tu parecia tão santo, tão próximo de Deus!

Mas eu ainda estou com fome, presa, nua, enferma, desabrigada e sozinha.

do livro "Mentalidade Cristã", de John Stott..

UM ENGANO


sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

A ROSA BRANCA

EU sou a rosa de Sarom, o lírio dos vales.


Cantares 2:1   


Certa noite, em Londres, um evangelista seguia ao longo do Tâmisa em direção ao local onde deveria pregar. Um estranho pressentimento o fazia andar com lentidão, até que se deteve a contemplar a água tranquila, pensando nos séculos de história com seus dramas dos quais esse rio havia sido testemunha.


Desejava continuar seu trajeto, quando teve sua atenção despertada para uma jovem que caminhava em direção ao rio.


- Desculpe! - diz ele tranquilamente.



A jovem voltou-se e olhou assustada em redor de si, como se procurasse fugir.

- Queira perdoar que um estranho lhe fale - continuou. - Sou um Ministro do Evangelho, e vou ao salão de cultos que fica na primeira rua. Vejo que está abatida e perturbada. Não deseja ouvir a Palavra de Deus? Poderá achar descanso em Cristo que está pronto a ser seu amigo.

- Não. Não quero ir à sua reunião. Não quero nada com a sua religião. Deixe-me! respondeu ela.

- Quer então aceitar esta rosa branca? Talvez seja para você um símbolo, para lhe recordar que há, naquela sala, pessoas amigas que gostariam de ajudá-la, se ali for.

- Não. Oh! não - disse ofegante a moça, mas estendeu a mão e agarrou a rosa.

As lágrimas deslizavam-lhe pelo rosto. O homem de Deus seguiu para o salão e, nessa mesma noite, quando concluía o sermão, a mesma jovem que encontrara penetrou no recinto! Com a voz embargada, declarou, dirigindo-se ao pastor:

- Eu ia jogar-me ao rio, porque não mais podia continuar... Mas o senhor me falou com grande amor e me convidou a vir a este salão. Indelicadamente, me recusei. Então o senhor me ofereceu esta rosa branca, que é semelhante à que minha mãe me deu quando abandonei a casa há cinco anos.

Não foi difícil ao pregador responder: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".

A jovem escutou atentamente. Então, desatando em soluços, ajoelhou-se. Quando se levantou, era "uma nova criatura em Cristo Jesus", e seu primeiro desejo foi regressar ao lar para ver a mãe.

Você gostaria de achar essa "Rosa Preciosa" e, como diz o hino, "provar o seu excelente odor"?

Então abra o seu coração e receba o Senhor Jesus, que lhe dará salvação eterna. Leia a Bíblia Sagrada e assista a cultos em qualquer igreja evangélica que professa o verdadeiro Salvador, Jesus.

LUTA


quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

NÃO MATARÁS

Eu sou o Senhor, o teu Deus... Não matarás. 

Êxodo 20. 2, 7

Lurdinha, de nove anos, chegou da aula exausta. Mal avistou a mãe e já saiu desabafando: Mãe, não agüento mais o Lucas! Um dia ainda esgoelo ele! Lurdinha!, exclamou a mãe, eu nem te conheço mais! Você não aprendeu na Escola Dominical que devemos amar nossos colegas e fazer tudo pelo bem deles? É, mãe... Mas o Lucas é muito chato!

Em nossa relação com outras pessoas há sempre alguém que não suportamos. Se você reparar bem, notará que a pessoa que é muito chata para nós pode ser benquista por outros. Onde está o problema? Está no outro ou em nós mesmos?

Por isto estudaremos o mandamento do Senhor que afirma Não matarás. O que significa isto? Lutero deu a seguinte explicação para este mandamento: Devemos temer e amar a Deus e, portanto, não causar dano ou mal algum ao nosso próximo em seu corpo; mas devemos ajudar-lhe e favorecê-lo em todas as necessidades corporais.

Você percebe o que Deus espera de nós? Não é o desprezo, a rejeição ou a morte das pessoas indigeríveis. Pelo contrário, ele exige um esforço especial de nós, para vermos os outros como criaturas amadas por Ele e a quem devemos amar.

Sabe por que Deus coloca pessoas chatas em nosso caminho? Para nos dar uma oportunidade de aprender a amar. Se amarmos apenas quem nos ama, o que temos de especial?

Senhor, ajuda-me a olhar e ver todas as pessoas com os olhos compassivos de Jesus. Amém. 

Ministério Encontrão (http://www.me.org.br)

SENTIDO NA MENTE