sábado, 30 de novembro de 2019

QUANDO O SOL SE PÕE


"Nas tendas dos justos há jubiloso cântico de vitória" 

Salmos 118:15

Refletir é crescer no conhecimento. Reflita enquanto admira uma flor, enquanto eleva os olhos até o céu estrelado, enquanto sente a brisa suave tocando em seu rosto. Reflita enquanto o sol se põe, majestoso, no horizonte. Alguém disse que o astrônomo incrédulo está louco. "O que você vê?" um amigo perguntou a um botânico famoso que estava examinando uma flor. "Eu vejo Deus," foi a resposta reverente. Um médico escocês escreveu com seu dedo na terra de seu jardim as letras do nome de seu filho pequeno, semeou agrião nos sulcos e cobriu de terra, tornando o solo liso. Dez dias mais tarde, seu filho correu para ele, surpreso, e disse que seu nome estava crescendo no jardim e insistiu que seu pai fosse ver. "Foi por acaso que meu nome apareceu no jardim?"

perguntou ao pai. "Não, alguém deve ter preparado deste modo. Olhe para você mesmo," disse o médico. "Considere suas mãos, dedos, pernas, pés; você surgiu aqui por acaso?" "Não, alguém deve ter me feito." "E quem é este alguém?" Como não soube responder, o pai lhe disse o nome do grande Deus que criou a ele e todo o mundo. Ele nunca esqueceu aquela lição.

Muitos momentos difíceis já enfrentamos na caminhada aqui neste mundo. Passamos por sérios problemas e duras lutas.

Foram dias dolorosos e aflitivos, o desânimo quase nos dominou, mas podemos nos regozijar porque fomos vitoriosos em todos aqueles dias.

E nem todos foram ruins. Os problemas não estiveram presentes em todos os dias do passado. Aliás, se continuarmos a refletir com tranquilidade, veremos que os dias maus foram muito poucos. Grandes foram os tempos de júbilo e alegria, de satisfação e conquistas, de bênçãos diante do nosso Deus.

Estamos no início de um novo ano, provavelmente teremos momentos de contentamento e de tristezas, mas uma coisa é certa, o Senhor Jesus estará ao nosso lado, seja qual for a situação. Quando chegarmos ao seu final, refletindo ao pôr do sol, novamente concluiremos que em todas as circunstâncias, fomos mais do que vencedores.

Paulo Roberto Barbosa

BOLSOS CHEIOS


sexta-feira, 29 de novembro de 2019

O SENHOR É QUEM TE GUARDA

J. W. Bashfor foi um homem  que se deleitava em servir ao seu Mestre onde quer que o dever o chamasse. Por isso, depois de haver servido a uma grande congregação como pastor e também a uma grande universidade, como presidente, deixou tudo e foi para a China. Ali fazia jornadas longas e difíceis, e, muitas vezes, perigosas.

Um incidente em sua vida indica a fonte de sua força: Chegou certa noite a uma aldeia e achou o hotel já todo ocupado. O hoteleiro, entretanto, ofereceu-lhe uma cama-de-vento e lhe deu licença para dormir debaixo das árvores. Avisaram-lhe, porém, que havia ladrões por ali.

Ficando acordado por algum tempo, pensava nestas palavras: "...aquele que guarda Israel, nem cochila nem dorme. Jeová é quem te guarda" (SI 121). Então orou: -"Bendito Senhor, não há necessidade de nós ambos ficarmos acordados", e dormiu em seguida.

No outro dia, ao acordar, viu um homem perto dele, em pé: um chinês que nem era cristão o havia guardado durante toda a noite.

"0 Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. O sol não te molestará de dia nem a lua de noite. O Senhor te guardará de todo o mal; Ele guardará a tua alma. O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre" (SI 121.5-8)

DEMORA


quinta-feira, 28 de novembro de 2019

ESPERANÇA

A história registra que certa vez o grande pregador inglês, Charles Spurgeon, apelidado no seu tempo de “o príncipe dos pregadores”, recebeu um exemplar de um “Comentário de Levítico”, da autoria de um renomado teólogo da época, chamado Andrew Bonar.

Spurgeon auferiu muitas bênçãos com a leitura do livro, e resolveu escrever ao Dr. Bonar, informando-lhe da edificante experiência que tivera no estudo do comentário. Aproveitou para pedir ao autor que autografasse o livro, o qual havia mandado também, e que, se possível, enviasse também uma fotografia sua.

Spurgeon foi atendido no seu pedido, e, junto, recebeu um bilhete que dizia: 

“É uma pena que o irmão tenha tanta pressa em reler o meu livrinho; se pudesse esperar mais um pouco, eu lhe enviaria outra fotografia, mais vistosa, quando tivesse contemplado a Cristo e me tornasse semelhante a Ele!”. 

Quantos podem expressar-se com essas mesmas palavras? Quantos podem ter essa mesma esperança? Todos que já foram justificados diante de Deus pela fé em Jesus, pela entrega da vida a ele, podem ter essa esperança. - 

Pr. Walmir Vigo Gonçalves

MINHA ESPERANÇA


quarta-feira, 27 de novembro de 2019

O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO?

Certa vez Rabi Levi Yitschak de Berditchev notou um homem que andava freneticamente no mercado. Perguntou-lhe: “Desculpe-me, mas o que você está fazendo?”

O homem continuou movendo-se apressadamente , enquanto respondia: “Sinto muito, Rabi, mas estou muito ocupado e não tenho tempo para conversar com o senhor agora.”

O mestre acompanhou-o no mesmo passo, insistindo na pergunta: “Por favor, diga-me o que é que você está fazendo?”

O homem respondeu rudemente: “Não pode ver? Estou tentando ganhar meu sustento; isto é o que estou fazendo!”

Rabi Levi Yitschak falou calmamente: “Não, meu amigo. Isto é o que Deus está fazendo. O que quer que seja que você eventualmente receba em ganhos, já lhe foi pré designado, e seus atos frenéticos não afetarão este fato. Seu sustento é o que Deus está fazendo por você. O que Deus não está fazendo por você, e o que é sua obrigação fazer, é o estudo da Bíblia, as preces e o cumprimento das Leis Divinas. Esta é a razão da minha pergunta, ´O que é que você está fazendo?´”

PASSO DA LIDERANÇA


terça-feira, 26 de novembro de 2019

SUSSURRO DE DEUS

Conta-se que um amigo levou um índio para passear no centro de São Paulo. Seus olhos não conseguiam acreditar na altura dos edifícios e ele mal conseguia acompanhar o ritmo frenético das pessoas indo e vindo. Espantava-se com o barulho ensurdecedor das sirenes, dos automóveis, as pessoas falando em voz alta. De repente o índio falou:

- Ouço um grilo...

O amigo espantado retrucou:

- Impossível ouvir um inseto tão pequeno nessa confusão!

O índio insistiu que ouvia o cantar de um grilo. Tomando o seu cicerone pela mão, levou-o até um canteiro de plantas. Afastando as folhas, apontou para o pequeno inseto.

- Como? 

-Perguntou o amigo, ainda sem crer.

O índio pediu-lhe algumas moedas, e então as jogou na calçada. Quando elas caíram e se ouviu o tilintar do metal, muita gente se voltou:

- Escutei o grilo porque o meu ouvido está acostumado com este tipo de barulho. As pessoas aqui ouvem o dinheiro caindo no chão porque foram condicionados a reagirem a esse tipo de estímulo. Depois arrematou:

- A gente ouve o que está acostumado ou treinado a ouvir. 

Vivemos em um mundo materialista. A vida nos impõe que sejamos muitas vezes duros. Acabamos nos tornando céticos. A voz de Deus não é ouvida senão por aqueles que tem o ouvido sensível. Muitas vezes a correria da vida e as agitações da nossa alma inquieta não nos permitem perceber o Divino. Treinamos os nossos sentidos para reagir apenas aos impulsos da sobrevivência, mas há realidades que só se percebem com o espírito. Aqueles que aquietam o coração e se deixam tocar pelo Eterno, escutam o sussurro de DEUS.

Autor desconhecido

A VERDADE


segunda-feira, 25 de novembro de 2019

O HOMEM E A ÁGUA

O rei queria casar sua filha com um homem sábio. Então ele fez um concurso em que o candidato teria que dar uma grande demonstração de sabedoria. Porém, aos candidatos foi dito somente, que venceria o concurso, aquele que levasse à princesa um presente que refletisse um desejo do próprio candidato. Foi dito também que o escolhido teria o seu desejo realizado pelo próprio rei. 



Os fidalgos se prepararam, pois a bela princesa era muito cortejada. No dia da festa realizada para a ocasião, viu-se muitos presentes e entre eles alguns muito cobiçados. De todos, três chamaram mais atenção:

O primeiro levou um pote de ouro e disse que o seu desejo era ter 10 vezes o peso da princesa em ouro. O rei então perguntou o porque daquele desejo. 

- Este é para que não falte riqueza para sua filha majestade. 

O segundo levou o mapa de suas terras e disse que seu desejo era ter todo o reino em suas mãos. E o rei perguntou-lhe o porque do desejo. 

- Quero ter todas as terras para dar muitos poderes a princesa.

O terceiro entrou com um lindo e grande jarro bordado com fios de ouro, porém só continha água. E todos riram. Ele disse que o seu desejo era ser igual a água. O rei não entendeu, mas, perguntou o motivo do desejo. E o jovem continuou. 

- Majestade, a água pode ser sólida, líquida, gasosa e se adapta a qualquer superfície. Tem o maior poder de flexibilidade. E assim terei a condição ideal para me adaptar a qualquer circunstância que a vida requerer, para atender aos desejos da princesa: No inverno, tomarei posse de todas as terras como o gelo do continente. Teremos então muito poder. Na primavera, serei líquido para garimpar nos córregos e rios as pepitas de ouro que guardam seus leitos. Teremos então muita riqueza. No verão, serei as nuvens que regarão as plantações, para alimentar os rebanhos e o nosso povo. Assim não faltará alimento no reino. 

Todos ficaram em silêncio quando o rei perguntou. - E no outono?
- No outono promoverei festas ao meu povo, mostrando-lhes com minha presença constante, que faço parte de suas vidas. É como a água, presente em todos os lugares e corpos. Nesta forma, teremos o reinado de maior comunhão com o povo e por isso, o mais próspero. 

-Mas esse desejo eu não posso lhe conceder. 

-Isto não é preciso meu rei, basta me conceder o que puder e desejar, que eu deverei me adaptar. 

Todos então se curvaram diante daquele jovem, quando o rei o escolheu para desposar a princesa, reconhecendo, que embora tivesse pouco para dar naquele momento, teria muito a contribuir para o reino ao longo de sua vida. 

FERIDAS


domingo, 24 de novembro de 2019

SOCORRO

"Mas quanto a mim eu buscaria a Deus, e a ele dirigiria a minha fala. Ele faz coisas tão grandiosas, que se não podem esquadrinhar; e tantas maravilhas que se não podem contar"

Jó.5.8,9

Certa noite, em um bar de uma grande cidade, Pedro conheceu uns jovens. Depois de algum tempo, alguns lhe convidaram a ir para outra cidade a fim de se divertirem. É claro que ele aceitou.

Quinze minutos depois, o motorista do veículo fez uma curva e parou em um estacionamento escuro. Os jovens sacaram uma faca e exigiram que Pedro lhes desse dinheiro. Aterrorizado, conseguiu fugir. Atravessou correndo as duas pistas da estrada e levantou as mãos pedindo ajuda. Mas nenhum carro parou. Por fim, um veículo se aproximou e freou.

Pedro correu até ele, entrou, fechou a porta e gritou: "Corre, corre, aí vem eles!"

O motorista, um cristão que ia para casa depois de uma reunião evangelística, disse: "Não se preocupe, Deus vai cuidar de nós."

No caminho, Pedro começou a contar sua história. Então o cristão explicou por que havia chegado naquele momento ao lugar onde o jovem estava.

– Pois saiba que o meu Senhor Jesus Cristo permitiu que eu errasse o caminho para que pudesse ajudar você. Deus conhece as dificuldades pelas quais você está passando. Entregue sua vida ao Senhor Jesus Cristo, que morreu na cruz pelos pecadores.

Depois de uma longa conversa, Pedro quis ouvir mais acerca do Deus que desprezara por tantos anos. Ele teve uma chance de escapar da morte e de se voltar para Deus.

É óbvio que se Pedro soubesse o que aconteceria, jamais teria aceito o convite daqueles jovens. A vida não é assim? Não sabemos o que nos está reservado. Portanto, não despreze o tempo que Deus lhe tem dado para receber a salvação! Volte-se para Deus hoje mesmo.

Extraído do devocional Boa Semente

NÃO ABANDONARÁ


sexta-feira, 22 de novembro de 2019

SEMPRE HÁ UMA SAÍDA

Não há impossíveis para Deus em relação àqueles que n`Ele creem.

Jesus deixou isto bem claro em Seu ministério terreno, e ainda o continuar demonstrando sempre, desde a Sua ressurreição e ascensão, no que tem feito a milhões de necessitados no mundo, especialmente no que se refere à salvação da alma. 

Ele sempre disse e ainda diz que tudo é possível ao que n`Ele crê. 

Por maior que seja o nosso problema, dificuldade, fraqueza, será somente n`Ele que acharemos a resposta adequada, seja para a solução, seja para suportarmos o problema com paciência mediante o poder da Sua graça. 

Teremos aflições, passaremos pela morte física, caso Ele não venha antes para nos arrebatar juntamente com todos os que Lhe amam, mas uma coisa é certa: jamais nos abandonará ou desamparará, e sempre estará conosco, conforme a Sua promessa. 

Isto é um fato. 

Minha vida e a de muitos é um testemunho desta verdade.

"Sou pobre e necessitado mas o Senhor cuida de mim." Sl 40:17 

Silvio Dutra

AVIVAMENTO


quinta-feira, 21 de novembro de 2019

PELO ATALHO NÃO SE ACHARÁ A PAZ

Isto tem sido visto inclusive no que se refere ao relacionamento com Jesus Cristo, que é a fonte de toda verdadeira Paz de espírito.

Todavia a Sua Paz nunca será achada no atalho, senão no Caminho que é o próprio Cristo, e que é definido objetivamente por Ele como sendo a prática da Sua Palavra. 

Ele disse que a construção segura e apta para a Paz é aquela que é feita sobre a Rocha da citada prática.

Tudo o mais é construir sobre a areia movediça que não é um fundamento adequado para nos manter em segurança e em paz quando a adversidade vem sobre nós. 

Resta então definir qual é a palavra de Cristo que importa ser praticada. 

Não há qualquer dificuldade para identificá-la porque Ele a transmitiu aos seus apóstolos e lhes disse que o Espírito Santo lhes conduziria à lembrança de tudo quanto lhes havia ensinado, como também lhes ensinaria tudo o mais relativo à verdade, que eles não poderiam suportar enquanto estivera com eles.

Dentre estas coisas podemos citar a clara compreensão entre a diferença marcante que há entre a Antiga Aliança do Velho Testamento à qual estavam apegados pela tradição, e a Nova Aliança, feita no Seu sangue derramado por nós na cruz, que substituiria a Antiga. 

Este ensino, foi registrado por escrito (os 27 documentos do Novo Testamento), pela ordenança e inspiração do Espírito Santo, pelos apóstolos e por alguns daqueles que estavam associados a eles em seus ministérios, e foram reunidos aos 39 livros que compunham o Velho Testamento. 

Vale lembrar todavia, que não será na mera leitura destes escritos que acharemos a paz e a salvação porque o próprio Senhor Jesus Cristo afirmou em seu ministério terreno aos fariseus, que eles examinavam as Escrituras, pensando que no somente fazê-lo teriam a salvação de suas almas.

As Escrituras do Velho Testamento testificam de Cristo. Se os fariseus se convertessem de fato a Deus eles teriam seus olhos espirituais abertos para o reconhecimento desta verdade na leitura que faziam das Escrituras. 
Todavia, não é por se ler a Bíblia que somos salvos, mas por irmos a Cristo.

É na comunhão com Ele em espírito, que achamos a salvação e a paz, e que somos capacitados a guardar a sua santa palavra. 

Silvio Dutra

PREFIRO A VERDADE


quarta-feira, 20 de novembro de 2019

A FLOR

Durante algum tempo, em todos os domingos uma pessoa me deu um botão de rosa para colocar na lapela do meu terno. Como eu sempre recebi a flor pela manhã, realmente nunca pensei muito naquilo. Foi um belo gesto que apreciei, mas tornou-se rotina. Contudo, em um domingo, o que eu considerava comum tornou-se muito especial.

Quando eu saía da igreja, um garoto veio em minha direção e disse:

- Senhor, o que vai fazer com essa flor? Em princípio eu não soube do que ele estava falando, mas depois compreendi.

- Está falando disto? - perguntei, apontando para a rosa em minha lapela.

- Sim - respondeu ele. - Gostaria que me desse, se for jogá-la fora. Então eu sorri, disse-lhe que poderia ficar com a flor e perguntei casualmente o que pretendia fazer com ela.

O garoto, que provavelmente tinha menos de dez anos, ergueu os olhos para mim e respondeu:

- Vou dá-la para a minha avó. Minha mãe e meu pai se divorciaram no ano passado. Eu estava morando com a minha mãe, mas quando ela se casou novamente, quis que eu fosse morar com o meu pai. Morei com ele durante algum tempo, mas ele disse que eu não podia ficar, por isso me mandou ir morar com a minha avó. Ela é muito boa. Cozinha para nós dois e cuida de mim. Tem sido tão boa que eu quero dar-lhe essa linda flor para que fique feliz comigo.

Quando o garotinho terminou, eu mal podia falar. Meus olhos encheram-se de lágrimas e eu soube que ele tocara nas profundezas da minha alma. Eu tirei a flor da lapela. Com a flor na minha mão, olhei para ele e disse:

- Filho, essa é a coisa mais bonita que eu já ouvi, mas você não pode ficar com esta flor porque não é o suficiente. Se olhar para o púlpito da igreja, verá um grande buquê de flores. Famílias diferentes o compram para a igreja todas as semanas. Por favor, leve aquelas flores para a sua avó, porque ela merece as melhores.

Como se não bastasse a minha emoção, ele proferiu uma última frase da qual sempre me lembrarei:

- Que dia maravilhoso! Pedi apenas uma flor, mas recebi um lindo buquê!

Autor: desconhecido

É MAIS FÁCIL ENGANAR


terça-feira, 19 de novembro de 2019

O SENHOR É A MINHA BANDEIRA

E Moisés edificou um altar e lhe chamou: O SENHOR É Minha Bandeira.

Êxodo 17.15

Uma bandeira representa as lutas e conquista de um povo. As cores, os desenhos e as frases não são por acaso, foram escolhidas com uma intenção e elas gritam ao vento quando hasteada num pavilhão que um povo existe e tem sonhos, histórias e glórias. Quando alguém segura uma bandeira, ele declara ao mundo que um país é representado por ele.

Quando Moisés disse que o Senhor é a minha bandeira, ele anunciava que o povo de Israel lutava e se empenhava por Deus, e que por isso, deveriam dedica-se de corpo, alma e coração, e que se assim procedessem nada poderia afastá-los da vitória. Neste pensamento, o apóstolo Paulo declara que "Somos mais que vencedores" e "Deus não nos deu o espírito de covardia, mas de poder," e desafia a todos os que amam ao Senhor a se apresentar para o combate e a levantar sua bandeira.

No contexto do versículo acima, Amaleque lutava por seus deuses, famílias e tesouros e Israel pelo Senhor. A guerra foi grande e violenta. Mas Israel venceu com espadas e oração. Numa guerra, não basta apenas coragem e armas poderosas, se faz necessário alcançar as bênçãos e o auxílio de Deus. E está é a razão, de muitas vezes o fracasso chega até nós. Querendo decidir logo, tropeçamos, por não buscarmos o auxílio e a orientação do Senhor.

Meu amigo qual tem sido a tua bandeira: dinheiro, fama, festas, prazeres, família? O que tem sido mais importante para ti? Pelo que tens tu te espelhado e guerreado neste mundo? lembre-se de que Jesus disse uma vez para os seus discípulos: "que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?" Já pensou, passar a vida toda lutando para conquistar o mundo e quando morrer perder a sua alma? É triste, não é? Mas assim tem sido a vida de muitos.

Minha oração é que realmente nós possamos dizer: o Senhor é a minha bandeira e por Ele eu vou guerrear!
Fandermiler Freitas

UM HOMEM BOM



segunda-feira, 18 de novembro de 2019

AMANDO O INIMIGO

Certa vez um homem foi visitar o pastor dizendo que queria se divorciar da sua mulher.

O pastor disse: “Mas a Bíblia diz que você deve amar sua esposa como Cristo amou a igreja.” (Efé 5:25).

O homem respondeu: “Mas, eu não consigo. E, de qualquer forma, eu não sou perfeito como Cristo.”

O pastor respondeu: “Então, se você não consegue agir assim, lembre que Jesus nos mandou amar o nosso próximo. Você não pode continuar a amar ela como seu próximo?” (Mar 12:33)

O homem falou:  “Mas, ela me traiu, ela não me trata como próximo dela. Não consigo amar ela como meu próximo.”

“Então,” - disse o pastor: “Só tenho mais uma palavra do Senhor para você. ‘Amai os vossos inimigos’.” (Mat 5:44; Luc 6:27)

Fonte:Erwin Lutzer, “Aprendendo a Amar”, (Learning to Love”) Preaching Today (Pregação Para Hoje), Tape No. 99

ALMA MALIGNA


domingo, 17 de novembro de 2019

MEUS PECADOS

Uma senhora foi certa vez ao seu pastor, em grande amargura de espírito, levando nas mãos um punhado de areia molhada.

– O senhor está vendo o que é isto? – perguntou.
 
– Sim, é areia molhada.
 
– Mas o senhor não sabe o que ela significa, não?
 
– Não, não o posso dizer. Que significa?
 
– Sou eu – respondeu ela, chorando. – É a grande multidão dos meus pecados, que não podem ser numerados.
 
– Onde conseguiu essa areia? – perguntou o pastor.
 
– Lá em baixo, na praia.
 
– Volte lá – disse ele – e tome consigo uma pá. Ajunte um grande monte de areia e faça-o tão alto quanto possa. Então volte à beira da praia e fique observando o que vai acontecer quando a onda vier.

Dentro de uma hora ela voltou e relatou o seguinte:

– Pastor, a onda passou por sobre o monte de areia que fiz e levou-o completamente!
 
– É justamente assim – respondeu o pastor – quando pedimos ao nosso Pai celestial, por amor de Jesus, que nos perdoe os pecados.

Semelhantemente, podemos aprender com perdão de Cristo e aplicá-lo no relacionamento conjugal, removendo todo e qualquer obstáculo que impede um relacionamento sólido e duradouro.

Tome posse do perdão de Deus para sua vida.

A VIDA SE ENCARREGARERÁ


sábado, 16 de novembro de 2019

AQUI TUDO É ILUSÃO

Um diácono de nossa Igreja ajudou a servir a santa ceia no domingo. Depois ficou uma semana sem aparecer nos cultos, achávamos que ele estivesse viajando, visitando as suas filhas, já que morava sozinho. Na segunda feira de manhã ficamos sabendo que a polícia havia sido chamada até a casa do irmão, o mau cheiro exalava por todo redor. Ele estava já em estado de decomposição. 

Um horror, um quadro triste. Teve que ser enterrado rapidamente, sem velório, apenas com as filhas, poucos familiares, alguns irmãos com os pastores. Na verdade, ele já havia falecido há três dias, por causa de um infarto. Os vizinhos sentiram o cheiro desagradável, e suspeitaram de algo errado. O semblante do irmão era assustador. 

No cemitério avisaram que seria necessário enterrar o mais rápido possível, senão iria estourar. Que situação! 

Vaidade de vaidades, diz o Pregador; vaidade de vaidades, tudo é vaidade. Eclesiastes 1:2. 

De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é dever de todo homem. Eclesiastes 12:13. 

Verdadeiramente é o que nós precisamos fazer. Temer a Deus e guardar os seus mandamentos. A morte pode vir em qualquer momento, e ela virá de um jeito ou de outro para todos. Porque tanta vaidade, tanto orgulho? Somos feito do pó, e voltaremos para o pó. Logo que uma pessoa acaba de falecer já cheira mau. Aqui tudo é ilusão é passageiro. 

O que realmente importa é a nossa alma estar ligada ao nosso Criador, é a certeza de que quando a morte vier, ainda que estejamos sozinhos ou não, é com Jesus, que nós desfrutaremos da graça eterna. 

Porque este Deus é o nosso Deus para todo o sempre; ele será nosso guia até a morte. Salmos 48: 14. 

Precisamos estar preparados. Entregar a nossa vida para Deus e descansar Nele. Estar em comunhão com o nosso coração voltado para as coisas do Pai. Não podemos viver de qualquer maneira, despreparados. 

Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Lucas 12:20. 

Que todos nós, possamos viver sempre de modo agradável para o Senhor. Mantendo o nosso coração limpo e em ordem, livre dos pecados, livre de tudo o que nos afasta de Deus. Que tenhamos nossa consciência tranqüila. Sem medo, na paz. Na dependência do Senhor. 

Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida. João 5:24. 

Aquele que está em Cristo, tem certeza da vida eterna, mas é preciso ficar alerta para não perder a benção. 

Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. Mateus 24:42. 

O que mais importa é a nossa Salvação, nada mais. O hino diz:

“ Ao findar o labor desta vida.
Quando a morte ao teu lado chegar.
Que destino há de ter tua alma. 
Qual será o futuro teu lar. 
Meu amigo hoje tu tens a escolha. 
Vida ou morte tu vais aceitar. 
Amanhã pode ser muito tarde. 
Hoje Cristo te quer libertar...”

Hoje, não deixe para amanhã!



Valéria Belotti

TORNAR A VIDA MAIS FELIZ

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

A ORAÇÃO

Um amigo estava lutando há várias horas para consertar os canos em seu banheiro. Por mais que ele tentasse, nada funcionava. O filho de quatro anos o observava porque queria ajudar, mas não sabia o que fazer. Ele estava prestes a tentar mais uma coisa, mas antes de fazê-lo, olhou para o filho e disse:

— Por favor, ore. 

O menino não sabia o que dizer, então começou com os pedidos que costumava fazer para noites:

— Senhor, abençoe papai, abençoe mamãe, abençoe Sara, abençoe Julia. Amém. 

Ele tentou mais uma vez resolver o problema e conseguiu. 

Muitas vezes nos sentimos como aquela criança, não sabemos o que dizer. Mas ainda assim nos voltamos para o Senhor com a nossa necessidade, porque nossa confiança reside, não em nós ou em nossa intercessão, mas no Espírito Santo. Ele ouve e conhece nossos corações, mas também ouve e conhece o coração de Deus Pai.

George Mac Donald escreveu: "Pai ,. . . olhe fundo, mais fundo, no meu coração, e lá, além do que eu sei, você lê a oração."

Fonte: Carnaval de Osvaldo