terça-feira, 27 de setembro de 2022

UMA PESCARIA INESQUECÍVEL

Ele tinha onze nos e, cada oportunidade que surgia, ia pescar no cais próximo ao chalé da família, numa ilha que ficava em meio a um lago.

A temporada de pesca só começaria no dia seguinte, mas pai e filho saíram no fim da tarde para pegar apenas peixes cuja captura ainda estava liberada.

O menino amarrou uma isca e começou a praticar arremessos, provocando ondulações coloridas na água. Quando o caniço vergou, ele soube que havia algo enorme do outro lado da linha. O pai olhava com admiração, enquanto o garoto habilmente, e com muito cuidado erguia o peixe exausto da água. Era o maior que já tinha visto, porém sua pesca estava proibida até o dia seguinte.

O garoto e o pai olharam para o peixe, tão bonito. O pai, então, acendeu um fósforo e olhou para o relógio. Eram dez da noite, faltavam apenas duas horas para a abertura da temporada.

Em seguida, olhou para o peixe e depois para o menino, dizendo:

– Você tem que devolvê-lo, filho!

– Mas, pai… reclamou o menino.

– Você pega outro depois, filho.

– Não tão grande quanto este, choramingou a criança.


O garoto olhou em volta do lago. Não havia outros pescadores ou embarcações à vista.

Voltou novamente o olhar para o pai. Mesmo sem ninguém por perto, sabia, pela firmeza em sua voz, que a decisão era inegociável.

Devagar, tirou o anzol da boca do enorme peixe e o devolveu à água. O peixe movimentou rapidamente o corpo e desapareceu. E, naquele momento o menino teve certeza de que jamais veria um peixe tão grande.

Isso aconteceu há trinta e quatro anos, Hoje, o garoto é um arquiteto bem-sucedido. O chalé continua lá, na ilha em meio ao lago, e ele leva seus filhos para pescar no mesmo cais.

Sua intuição estava correta. Nunca mais conseguiu pescar um peixe tão maravilhoso como aquele. Porém, sempre vê o mesmo peixe repetidamente todas as vezes que depara com uma questão ética. Porque, como o pai lhe ensinou, a ética é simplesmente uma questão de certo e errado. Agir corretamente, quando se está sendo observado, é uma coisa. A ética, porém, está em agir corretamente quando ninguém está nos vendo. Essa conduta reta só é possível quando, desde criança, aprendeu-se a devolver o PEIXE À ÁGUA.

A história valoriza não como se consegue ludibriar as regras, mas como, dentro delas, é possível fazer a coisa certa.

Uma pescaria inesquecível!

Autor desconhecido

Fonte: Lísia Freitas Carvalho.

NECESSIDADES

 

segunda-feira, 26 de setembro de 2022

O AMANHÃ PERTENCE A DEUS

Alfred Hitchcock (1899-1980), famoso diretor de filmes de suspense, contou uma parábola para a revista Guideposts (1959) sobre o desconhecido. 

"Houve, certa vez, um rei a quem foram concedidos dois desejos. Seu primeiro pedido foi ver o futuro. Porém, quando ele viu tudo que aconteceria adiante - a beleza e a dor - ele imediatamente pediu seu segundo desejo: que o futuro fosse ocultado. "Eu agradeço ao Céu", proclamou o mestre do suspense, "o amanhã não pertence a qualquer homem. O amanhã pertence a Deus". 

Muitas vezes estamos tão preocupados com o dia de amanhã que esquecemos de viver o dia de hoje. Angustiamo-nos por ver demorar os nossos sonhos e anseios, concluímos que o nosso futuro é incerto, que nada dará certo para nós, e perdemos grandes oportunidades de viver felizes com as incontáveis bênçãos que o Senhor nos dá hoje. 

O amanhã pertence a Deus e precisamos confiar que será maravilhoso, mesmo que o momento atual não apresente sinais de que será assim. Deus é amor e tudo que faz por nós está baseado em amor. Se não o experimentamos é porque a nossa afobação em alcançar a pretensa felicidade por nossos próprios méritos e esforços, por vezes, nos leva a atalhos fora da vontade do Senhor, impedindo, assim, que encontremos as bênçãos que Deus preparou e colocou à nossa disposição. A nós cabe viver o dia de hoje da melhor maneira possível. 

Se a vontade do Senhor é que vivamos em amor, procuremos fazê-lo em todos os dias de nossa vida. Se a vontade do Senhor é que creiamos que Ele cuida de nós hoje e continuará cuidando por toda a eternidade, descansemos sem jamais duvidar disso. Se a vontade do Senhor é que testifiquemos da Sua grandeza aqui na terra, empenhemo-nos em fazer a nossa vida brilhar para a glória e honra do nome de Jesus. O amanhã a Deus pertence, e será repleto de felicidade para nós que vivemos com alegria e dedicação cada minuto do dia de hoje.

O FUTURO


domingo, 25 de setembro de 2022

SALVAMENTO EM YUBA GAP

E, naquele dia, se dirá: Eis que este é o nosso Deus, a quem aguardávamos, e ele nos salvará; este é o SENHOR, a quem aguardávamos; na sua salvação, exultaremos e nos alegraremos.  

Isaías 25.9

No dia 13 de janeiro de 1952 o trem de excursão City of San Francisco (Cidade de São Francisco) deixou Donner Summitt e começou a descer a montanha. Os 226 passageiros esperavam alcançar a cidade logo à tarde. Três dias depois eles ainda estava na montanha, surpreendidos que foram pela pior nevasca que as altas serras haviam conhecido há cem anos. 

Em Yuba Gap o trem deslizou para um desfiladeiro, parou, e procurou tomar de novo o caminho através de gigantescas acumulações de neve. Afinal a máquina diesel parou por completo. 

O condutor anunciou que um limpa-neve estava a caminho e que estariam em São Francisco ao cair da noite. À tardinha eles ainda estavam em meio à ofuscante nevasca. Dois removedores de neve que saíram para ajudá-los haviam sido soterrados por 

Logo os que estavam retidos no trenzinho entraram em pânico. 

Acabara-se a comida. As baterias elétricas haviam-se esgotado. Acabara-se também a água potável. A situação parecia sem esperança. Imagine-se você sentando em completas trevas, com neve a cair ao redor e sentindo-se como se tivesse sido esquecido! 

As pessoas em Yuba Gap não estavam esquecidas. Esquiadores conseguiram chegar até eles com alimentos de emergência. Um transporte de socorro estava a caminho com auxílio, viajando à velocidade de quilômetro e meio por hora! Outro removedor de neve tinha recomeçado o trabalho. Finalmente, na manhã do quarto dia, eles viram a fumaça do trem de socorro. Um grito de alegria percorreu de carro a carro. Chegara o livramento! 

Nosso velho mundo é como este trem de excursão. Durante séculos ele vem como que se arrastando por entre escolhos, através de obstáculos ameaçadores representados pelo pecado que o domina. Os passageiros - toda a humanidade - olham ao redor e só vêem tragédias, ruínas, desesperança. Mas o socorro está a caminho. Logo Jesus estará chegando para salvar os que O esperam, e nesse dia todo coração sincero que se tiver preparado para este acontecimento poderá exclamar com alegria: "Eis que este é o nosso Deus, a quem temos estado aguardando, e Ele nos salvará!"

Fonte: www.4tons.com

COMO TRATAR OS AMIGOS

 

sábado, 24 de setembro de 2022

SOFRENDO JUNTOS

Se uma parte sofre, todas as outras sofrem com ela… 

I Coríntios 1.26

James McConnell, veterano da Marinha Real Britânica, morreu aos 70 anos em 2013. Ele não tinha família e os funcionários da casa de repouso temiam que ninguém comparecesse ao funeral. O oficiante do culto memorial de McConnell postou esta mensagem no Facebook: “Hoje em dia é uma tragédia alguém deixar este mundo sem ninguém para lamentar sua morte, mas esse homem um dia teve sua família. Se você puder vir prestar homenagens a um ex-irmão de armas, tente estar presente”. Duzentos fuzileiros navais compareceram!

Esses compatriotas exibiram uma verdade bíblica: estamos ligados um ao outro. “O corpo não é feito de uma só parte, mas de muitas…”, diz Paulo em 1 Coríntios 12:14. Não estamos isolados. Exatamente o oposto: estamos unidos em Jesus. As Escrituras revelam nossa interconexão orgânica: “Se uma parte sofre, todas as outras sofrem com ela…” (v.26). Como cristãos, membros da nova família de Deus, aproximamo-nos uns aos outros na dor, na tristeza, naqueles lugares obscuros onde temeríamos ir. Mas, felizmente, não vamos sozinhos.

Talvez a pior parte do sofrimento aconteça quando sentimos que estamos nos afogando no escuro e sozinhos. Deus, no entanto, cria uma nova comunidade onde, se um sofre, todos sofrem juntos. Uma nova comunidade onde ninguém deveria ser deixado sozinho.

Por:  Winn Collier
Fonte: https://paodiario.org

EM TODAS AS COISAS, O AMOR


sexta-feira, 23 de setembro de 2022

“JISU MASIH KI JAI”: LIBERTO DAS GARRAS DE KALI

"Sahib, este é o dia mais feliz da minha vida!", exclamou Lachman, um indiano. "Quando aceitei Jesus Cristo como meu Salvador, uma grande luz iluminou meu coração e o fez puro e, então, eu vi quão fraco eu era em adorar Kali Mata (Mãe Preta), e roubar, e matar."

O autor destas palavras pertencia a uma quadrilha de assaltantes, que por muitos anos assolava os viajantes, atacando-os e roubando-lhes tudo que possuíam. Invocavam as bênçãos da sanguissedenta deusa Kali, e dividiam os lucros com os seus sacerdotes. Mas chegou o dia em que Lachman ouviu o evangelho de Jesus Cristo, cuja mensagem de amor e perdão o fez uma nova criatura, estimada e apreciada por todos. Nesta ocasião, seu único filho, um esbelto rapaz de quinze anos, acabara de fazer a sua profissão de fé, na Igreja de Cristo. 

O grupo de cristãos da vila ergueu sua voz num cântico alegre, dizendo: "Jisu Masih ki jai", que significa "vitória por Jesus Cristo".

Theodor C. Badley (Índia)
N. de Barros Almeida - Coletânea de Ilustrações

AFASTA-SE DA VERDADE

 


quinta-feira, 22 de setembro de 2022

VOCÊ JÁ SE CANSOU DE ORAR POR UMA ALMA PERDIDA? - LC 18

Nas planícies do Oeste dos Estados Unidos, vivia um mineiro doente. Muito cedo na vida passara ele o desgosto de perder a esposa e a primeira filha. Tornou-se um revoltado. Enquanto estava doente, uma senhora crente administrava-lhe os cuidados de enfermeira e orava por ele. Uma noite, a filhinha desta senhora lhe disse:

— Mamãe, tu não oraste por aquele homem hoje; já desanimaste?

— Creio que sim - responde a mãe.

— E Deus já desanimou, também?

— Creio que não - respondeu a mãe.

— Mamãe, é justo que nós desanimemos, enquanto Deus não desanima? - inquiriu acriança.

Naquela noite, orou novamente a mãe pelo homem, endurecido na sua obstinação.

No dia seguinte ela levou consigo a filhinha para visitar o enfermo. Chegando lá, acriança começou a conversar com ele e lhe disse:

— O senhor já teve uma filhinha, não é verdade? Deus a levou para o céu, mas o senhor vai se encontrar com ela lá.

— Não, não creio que vá, pois sou um homem mau - replicou ele.

— Mas Jesus veio a este mundo para fazê-lo um homem bom - acrescentou a criança, arguta e crente. 

E foi através daquela criança de fé que o homem obcecado se converteu.

F. S. Eitelgeorge / N. de Barros Almeida - Coletânea de Ilustrações

IGREJA

 

quarta-feira, 21 de setembro de 2022

MÁRTIR - TRILHAS MISSIONÁRIAS NA ÁFRICA

Na África, nos primórdios da obra missionária, certo evangelista vivia só, numa choupana que levantara com as próprias mãos. Os nativos daquela região mostravam hostilidade, e ele esperava um ataque a qualquer momento. 

Certa manhã, olhando pelas frestas do pau-a-pique, constatou que doze homens, em círculo, se aproximavam da choupana. Vinham munidos de suas armas rústicas e se mostravam dispostos à violência. Num ímpeto, pegou o fuzil e verificou que estava carregado; poderia, com apenas doze balas, liquidar todos e manter-se vivo. Mas orou a Deus e chegou à conclusão de que, se matasse um daqueles nativos, nunca mais admitiriam missionário algum para pregar-lhes o evangelho. Pendurou a arma no gancho e esperou. 

De repente, veio o assalto. Algumas bordoadas, mais uns golpes de lança e o missionário rendia a alma a Deus. Felizes com a facilidade do sucesso, aqueles homens passaram ao saque. Descobriram, então, a arma carregada e ficaram admirados: "Por que ele não atirou? Teria sido por causa da religião?" 

Dias depois, dois nativos daquela tribo procuraram a igreja cristã da cidade mais próxima, pedindo que lhes fosse enviado um novo missionário.

N. de Barros Almeida - Coletânea de Ilustrações

O BEM E O MAL

 

terça-feira, 20 de setembro de 2022

NÃO SE DEIXE ENGANAR

 [O diabo] é mentiroso e pai da mentira. 

João 8:44

A mosca de lanterna manchada é um lindo inseto com asas externas salpicadas e manchas vermelhas nas asas internas que piscam ao voar. Sua beleza é enganadora, e foi visto pela primeira vez nos EUA em 2014. Considerado invasor que tem potencial para prejudicar o meio ambiente e a economia. Ela “come as entranhas de praticamente qualquer planta lenhosa”, incluindo cerejas e outras árvores frutíferas. Deixa uma gosma pegajosa que provoca o mofo, mata completamente as árvores ou as deixa com pouca energia para produzir frutos.

Aprendemos sobre um tipo diferente de ameaça na história de Adão e Eva. A serpente, Satanás, enganou o casal e os fez desobedecerem a Deus e comerem o fruto proibido, dizendo-lhes que, como Deus, “conheceriam o bem e o mal” (Gênesis 3:1-7). Mas por que ouvir a serpente? Suas palavras sozinhas atraíram Eva ou havia também algo atraente na serpente? As Escrituras afirmam que Satanás foi “modelo de perfeição” (Ezequiel 28:12). No entanto, Satanás caiu pela mesma tentação com que atraiu Eva: “serei como o Altíssimo” (Isaías 14:14; Ezequiel 28:9).

Qualquer beleza que Satanás tenha agora é usada para enganar (Gênesis 3:1; João 8:44; 2 Coríntios 11:14). Assim como ele caiu, ele tenta derrubar os outros ou impedi-los de crescer. Mas temos alguém muito mais poderoso ao nosso lado! Podemos correr para Jesus, nosso maravilhoso Salvador.

Por:  Alyson Kieda
Fonte: https://paodiario.org

O QUE É BOM?


 

segunda-feira, 19 de setembro de 2022

IÇAR A VELA

Não por força nem por violência, mas pelo meu Espírito’, diz o Senhor dos Exércitos

Zacarias 4:6

Jesus nos convida a içar a vela. O cristianismo de barco a remo esgota e frustra. Aqueles que tentam, ficam esgotados e desesperados com a tentativa. Aqueles que permitem que o Espírito faça a obra, encontram um novo poder. A vida ainda tem tempestades, mas eles não são deixados para enfrentar a fúria sozinhos.

A obra da salvação está feita. Posso exortá-lo, se ainda não o fez, a crer naquele que Deus enviou? Confie em Jesus para fazer o trabalho que só ele pode fazer. Confie no Espírito Santo para vivificar com você um novo espírito, uma nova criação. Venha a ele na luz de um novo dia, no poder de um novo você.

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “Hoist the Sail”

PACIÊNCIA


 

domingo, 18 de setembro de 2022

O AMOR DE DEUS


Alguma vez você já parou para pensar o quanto Deus te ama? O quanto seu carinho e cuidado são grandes por você? Muitas vezes nós encontramos tão religiosos que não damos a verdadeira importância ao Amor de Cristo! Talvez você esteja assim, talvez você seja convertido a tanto tempo que esqueceu a unção do primeiro Amor, esqueceu que o verdadeiro cristão não vive só de cultos aos domingos, redes de jovens aos sábados e acampamentos, um verdadeiro cristão vive como filho de Deus, que tem, e busca intimidade com o Pai, que se preocupa em adorá-lo em espírito e em verdade!

Eu não sei como anda a sua vida nesse exato momento mais sei de uma coisa O NOSSO DEUS sabe e está querendo fazer uma verdadeira reforma em tudo que a religiosidade desgastou! Deus quer uma vida nova pra você! Deus quer te usar e fazer de você mais que vencedor! Hoje eu quero que você pense na sua vida com Deus e em como você tem servido ao nosso Senhor, será que aquele fogo do Espírito ainda continua aceso em você? Ou infelizmente o tempo e a religiosidade o apagaram? Se agora você se encontra frio na fé se derrame diante do nosso Deus e peça a Ele que faça uma reforma em você, uma reforma no seu amor e principalmente no seu propósito de servi-lo com intimidade!

Eu não sei onde você está precisando de restauração mais Jesus sabe e está disposto a te ajudar, está disposto a fazer com que você tenha uma vida de santificação pois o que Ele realmente quer é fazer maravilhas em sua vida!!! Acredite no que Deus tem pra você, Ele te ama e quer te usar!

Patrícia Alves

CAPRICHOS


sábado, 17 de setembro de 2022

DEIXE A RAIVA SECAR

Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males. O Senhor lhe pague segundo suas obras.

II Timóteo 4.14

Certa vez uma menina ganhou um lindo brinquedo no dia do seu aniversário, mas uma amiguinha o levou para sua casa sem permissão e o destruiu antes mesmo dela brincar uma única vez com ele. Ela ficou muito brava e queria porque queria ir até a casa da amiga para brigar com ela. Mas a mãe ponderou:

- Você se lembra daquela vez que você chegou em casa com lama no seu sapato? Você queria limpar imediatamente aquela sujeira, mas sua avó não deixou. Ela lhe disse para deixar o barro secar, pois assim ficaria mais fácil limpar.

- Sim, mamãe, eu me lembro.

- Pois é, meu amor, com a raiva é a mesma coisa. Deixe-a secar primeiro, depois fica bem mais fácil resolver tudo.

Mais tarde, a campainha tocou: era a amiga trazendo um brinquedo novo, em reposição ao que havia quebrado, pelo que se desculpou. E a menina respondeu:

- Não faz mal, não, minha raiva já secou!

Anônimo

SINCERIDADE E VERDADE


sexta-feira, 16 de setembro de 2022

CURADO DA AMARGURA

Eu o via em tudo muito implacável.

Cheio de zelo pela santidade do Senhor, mas com muito pouca misericórdia para com os pecadores.

Aquilo me doía, porque sabia que não era um caminho adequado e agradável para se chegar a um bom resultado.
Quanto mais as pessoas eram condenadas por causa dos seus erros e pecados, mais elas pioravam, e quanto afastamento da graça de Deus isto produzia.

Então orei, e pedi a Jesus que mudasse aquele quadro.
E para minha surpresa, o caminho da cura providenciado, foi o de permitir que a citada pessoa fosse confrontada com a necessidade de perdoar um grave pecado de alguém muito próximo.

Aleluia! Pode parecer até uma blasfêmia dar glórias a Deus num contexto tão difícil e insuportável.

Mas foi justamente o único modo que a graça encontrou para quebrar toda justiça própria e dureza que dantes havia, de modo que aquela pessoa que vivia em tristeza e amargura de alma, agora possui um semblante que transmite perdão, alegria, longanimidade e calma.

Silvio Dutra

ORGULHO

 



quinta-feira, 15 de setembro de 2022

ABRA SEU MINISTÉRIO PARA AS INTERRUPÇÕES - E OUÇA DEUS FALAR

Jesus estava sempre sendo interrompido — por homens cegos, leprosos, fariseus que se encontravam com ele à noite, pais desesperados com filhos endemoninhados ou morrendo, mulheres pecadoras pegas em adultério ou colocando perfume em seus pés. E ele estava sempre interrompendo outros — coletores de impostos contando dinheiro, pescadores remendando redes ou puxando-as para cima, perseguidores indo para Damasco. Muito de seu ministério transformador aconteceu por meio de interrupções.

Muitos de nós que pregamos somos os sacerdotes e levitas na história que Jesus contou do bom samaritano. Estamos tão inflexivelmente focados nos nossos deveres com o templo que perdemos o que Deus tem para nós à beira da estrada. A única cura que conheço é o comprometimento diário e intencional da espera por Deus nas interrupções. (Enquanto eu escrevia isto, Deus interrompeu a minha agenda três vezes. Dois telefonemas, um de um homem à margem da fé salvadora e precisando de um pouco de atenção extra; o outro de um homem de outro credo interessado em realizar um trabalho para a igreja. A terceira interrupção foi de uma mulher pedindo alimento. Ela e seu filho não tinham nada para comer. "Eu vim a você faminto”, Jesus disse. "Você percebeu?". Eu estava tão ocupado que quase não percebi). 

Viver uma teologia de interrupções abre minha alma para o vento fresco que reacende a minha chama.

Mark Buchanan – do livro A arte e o ofício da pregação bíblica

AVALIAÇÃO

 

quarta-feira, 14 de setembro de 2022

A VITÓRIA DE RAY

"Quem, Senhor, habitará no Teu tabernáculo? ... O que... de coração, fala verdade." 

Salmo 15:2.

O Jogo da Liga Nacional de Hóquei do dia 26 de março de 1969, entre o Chicago Black Hawks e o New York Rangers foi o que os aficionados do Hóquei chamaram de "jogo de nada". O Black Hawks estava em sexto lugar e nada do que acontecesse nessa noite poderia impedir a vitória e liderança do Rangers.

Entretanto, algo aconteceu nessa noite que pôde ser considerado mais importante do que ganhar ou perder uma partida esportiva. O Black Hawks estava na extremidade do rinque do Rangers. Stan Mikita estava por trás da rede. O disco foi atirado para o homem da defesa, Ray McKay, em pé junto à linha azul. Ele conseguiu um tiro certeiro. Stan Mikita se estendeu para a frente e mandou o bastão justo em tempo de encaixar o disco entre as pernas do goleiro do Rangers. O gol foi válido.

"Gol de Ray McKay. Primeiro ponto de sua carreira na Liga Nacional", o anunciador informou à multidão. Houve um Hurra! de aprovação da parte da multidão presente.

Os aplausos soaram como coisa agradável para Ray, mas ele sabia que não os merecia. Não fora ele o autor do tento, mas Mikita. Muitos teriam deixado isso passar e aceitariam o louvor da multidão por um tento que não fora seu. Afinal quem poderia perceber o que houve?

Mas Ray era um jovem que falava "verazmente em seu coração". Se ninguém mais o houvesse percebido, Deus o sabia, e ele sabia, e assim tema de viver com isto na consciência pelo resto de sua vida.

Com os gritos de aclamação ainda soando através do campo gelado Ray deslizou até Stan Mikita e disse: "Você marcou este gol, não foi?" 
"Sim", Stan o confirmou.

"Não foi gol meu", Ray disse então aos oficiais. "Stan Mikita foi quem empurrou o disco para dentro do gol." 

Foi feita a mudança no placar e anunciado ao público. E o jogo continuou Ray McKay perdeu o tento, mas ganhou uma grande vitória no jogo da vida.

Deus espera fidelidade de nossa parte mesmo nas menores coisas. Não importa quão pequena seja uma mentira, ela é bastante grande para nos deixar fora do Céu. Peça a Deus hoje que lhe dê aquela espécie e vitória como a que obteve Ray McKay. Peça-Lhe que o ajude a falar a verdade mesmo quando isto possa significar perda para você Peça-Lhe que faça de você uma pessoa capaz de ser veraz "em seu coração".

I Play to Win, Stan Mikita, Pocket Books. Nova lorque, 1970, págs. 1-14.

RENOVADO

 

terça-feira, 13 de setembro de 2022

FAZENDO SUA MÚSICA

…o Espírito, nos transforma […] à sua imagem gloriosa, deixando-nos cada vez mais parecidos com ele. 

2 Coríntios 3.18

Arianne Abela, regente de coral, passou a infância escondendo as suas mãos. Nascida com os dedos ausentes ou fundidos nas duas mãos, também não tinha a perna esquerda e faltavam-lhe os dedos do pé direito. Amante da música e cantora lírica, ela planejava estudar gestão política. Mas um dia sua professora de coral pediu-lhe que ela o regesse. A partir desse momento, Arianne descobriu sua carreira, passando a reger coros de igrejas e hoje ela é a diretora dos corais em outra universidade. “Meus professores viram algo em mim”, ela explica.

Sua história nos faz questionar: O que Deus, nosso santo Mestre, vê em nós, independentemente de nossos “limites”? Mais do que tudo, Ele se vê. “Deus criou os seres humanos à sua própria imagem, à imagem de Deus os criou; homem e mulher os criou” (Gênesis 1:27).

Como portadores da Sua imagem, quando outros nos veem, devemos refleti-lo. Para Arianne, isso significa Jesus, não os seus limites físicos. E para nós também. “Portanto, todos nós, dos quais o véu foi removido, podemos ver e refletir a glória do Senhor, e o Senhor, que é o Espírito, nos transforma gradativamente à sua imagem…” (2 Coríntios 3:18).

Também podemos conduzir nossa vida pelo poder transformador de Cristo (v.18), oferecendo-lhe um cântico de vida que honre a Deus.

Por:  Patricia Raybon
Fonte: https://paodiario.org

O CAMINHO DA PERFEIÇÃO

 

segunda-feira, 12 de setembro de 2022

UM LEMBRETE DO ESPÍRITO SANTO

Lembro-me de uma tarde no início de meu ministério quando o convite de Jesus aos cansados se tornou o convite de Jesus a Max. Eu deveria estar estudando, mas não conseguia me concentrar. Eu achava que tinha que resolver os problemas de todos, arcar com os fardos de todos e nunca me cansar de fazer isso. Depois de alguns momentos, abaixei a cabeça e suspirei e esta escritura me veio à mente: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mateus 11:28 NASB). 

Foi o pronome eu que me pegou. Eu estava me voltando para tudo e todos, menos ele. Agora, por que esse versículo veio à mente? Simples. O Espírito Santo, meu professor, me lembrou. E o Espírito de Cristo fará isso por você, meu amigo. 

Max Lucado 
Tradução por Dennis Downing 
Em Inglês: “A Reminder from the Holy Spirit”

NUNCA NO QUE TEMOS, SEMPRE NO QUE NOS FALTA


 

domingo, 11 de setembro de 2022

2. RESOLVA OS PROBLEMAS CEDO

Deixe-me contar-lhe a história de um casal: alguém que eu amo muito estava varrendo o quintal de sua casa. A vassoura, no quintal, pegou sol, chuva, vento; seu cabo estava cheio de grandes farpas. Então, ao varrer, uma grande farpa entrou em seu dedo da mão direita. Ele tentou tirá-la, mas como era destro, quanto mais ele tentava tirá-la, mais ela entrava. A farpa era muito grande e dolorosa. Ele pensou em pedir ajuda a sua esposa, com quem havia acabado de discutir, mas ela é uma mulher com temperamento forte, que quando se irrita pode demorar semanas saboreando o doce líquido de seu anticongelante espiritual. Semanas nas quais ele se tornava, para ela, o homem invisível. Quando sua esposa finalmente falou, e pode ajudar, ela examinou seu dedo de má vontade, mas a farpa já havia entrado tão profundamente em seu dedo que não estava mais visível. E, apesar de não estar mais visível, ele não conseguiu mais voltar a dobrar seu dedo da mesma forma. Por isso, Paulo disse em Efésios 4:26: "Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira." Se você deixa o sol se por ainda sentindo a ira, quando acordar já não vai mais encontrar a farpa, e essas farpas o envenenam. Se você tiver que corrigir alguma coisa com seu cônjuge, mesmo que seja com grande esforço, não vá dormir sem resolver o problema. No dia seguinte, mesmo tendo sido difícil, você se sentirá melhor. Quem se acostuma a dormir sem resolver o problema, na esperança de que a noite "apague" as coisas, pode acabar fazendo seu cônjuge sentir o gosto do ressentimento.

http://familia.com.br

LEMBRAI-VOS


sábado, 10 de setembro de 2022

DECIDA ACREDITAR

A fé acontece quando depositamos a nossa confiança em Deus. É uma decisão de confiar inteiramente na força de um Salvador vivo e amoroso. E, na medida que fizermos isso, teremos “vida em seu nome”. Este é o propósito dos milagres. O Apóstolo João relembrou os sinais nesta promessa: que você e eu nunca estamos sós.

Isso não foi uma das últimas promessas de Cristo? Antes que ele subiu ao céu, ele assegurou seus amigos, “Eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos” (Mateus 28:20 NVI). Estas palavras deviam significar tudo para João. Você consegue imaginar o apóstolo já idoso enquanto ele conta do dia em que, há umas seis décadas e a milhares de quilômetros, Jesus o convidou a largar a sua rede de pesca e seguí-Lo? João podia. Você também pode. Lembre-se amigo. Você nunca está só.

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “Decide to Believe”

CREIA


 

sexta-feira, 9 de setembro de 2022

TÃO SOMENTE CONFIA

Assim, Elias, a mulher e a família dela tiveram alimento para muitos dias. 

1 Reis 17:15

Trezentas crianças estavam prontas para o café da manhã, e uma oração de agradecimento foi oferecida pelo alimento. Mas não havia comida! Isso era comum para o missionário e diretor do orfanato George Mueller (1805–98). Era mais uma oportunidade de ver como Deus os proveria. Minutos após a oração, um padeiro que não dormira na noite anterior apareceu à porta. Pensando que o orfanato poderia precisar do pão, ele os trouxe. Logo depois, o carrinho do leiteiro quebrou na frente do orfanato. Não querendo que o leite estragasse, ele o doou a Mueller.

É normal experimentar crises de preocupação, ansiedade e autopiedade quando não temos recursos essenciais para o nosso bem-estar; comida, abrigo, saúde, finanças, amizades. Deus nos lembra que a Sua ajuda pode vir de fontes inesperadas, como uma viúva necessitada, “não tenho um pedaço sequer de pão em casa. Tenho apenas um punhado de farinha que restou numa vasilha e um pouco de azeite no fundo do jarro” (v.12). Antes disso, era um corvo que providenciava para Elias (vv.4-6).

Nossas preocupações podem nos levar a buscar em várias direções. Pode ser libertador ter a confiança em Deus como o Provedor que promete suprir nossas necessidades. Antes de buscarmos soluções, tenhamos o cuidado de procurar primeiro o Senhor. Fazer isso pode economizar tempo, energia e frustração.

Por:  Arthur Jackson
Fonte: https://paodiario.org/BR

CORAÇÃO PEQUENO

 

quinta-feira, 8 de setembro de 2022

CORAGEM - DESTEMOR EM MISSÃO

O grande pioneiro batista na Alemanha, Pr. Johann Gerhard Oncken (1800 - 1884),que chegou a ser chamado de “o apóstolo dos batistas europeus”, sofreu muito pela fé: perseguições duras e até prisões. 

Ele conta que foi levado uma vez perante o Tribunal de Justiça da cidade de Hamburgo, e o juiz, levantando o dedo, disse-lhe:

— Está vendo este dedo? Enquanto eu tiver força de movê-lo, o senhor será vencido.

O pastor respondeu-lhe: 

— Vejo, sim, o seu dedo. Mas vejo também um braço que o senhor não pode ver, e enquanto meu Deus estende-me o seu braço forte, o senhor não poderá vencer-me!

N. de Barros Almeida - Coletânea de Ilustrações (adaptado)

ALMAS E NÃO CORPOS

 


terça-feira, 6 de setembro de 2022

OBEDEÇA À LEI MAIS DIFÍCIL

Talvez, o mais difícil de tudo seja, simplesmente, esquecer. Todos conhecemos a história do homem que foi mordido por uma cobra venenosa. Só há tempo para uma coisa: remover o veneno e sobreviver ou então, procurar a cobra para matá-la, e aí os dois morrem. 

Uma antiga lenda judaica diz que, depois de muito tempo, Caim e Abel voltam a se encontrar, em uma noite fria, em frente a uma fogueira. Ambos permanecem um longo tempo em silêncio, cada um no seu lado do fogo, até que Abel diz: "Eu não me lembro, por favor, diga-me: fui eu quem lhe matou ou você que me matou?" Essa é, na minha opinião, a verdadeira medida do perdão.

Amargura e ressentimento são venenos que acabam com qualquer felicidade e, às vezes, o melhor que podemos fazer, mesmo que tenhamos sido feridos por nosso cônjuge, é deixar de desenterrar o passado, solucionar as coisas cedo e esquecer. Às vezes, sentimo-nos fracos, sem forças para perdoar, para tomar esse remédio do esquecimento. Se precisar da ajuda de uma transfusão espiritual, peça por ela. Isso se chama oração. Orar é um remédio espiritual poderoso. As instruções para seu uso se encontram nas Escrituras.

Como disse recentemente o grande mestre, Henry B. Eyring, não existem duas famílias iguais, por isso não existem conselhos específicos que funcionem, mas há um caminho para a felicidade. E esse caminho é seguir todos os mandamentos. Isso se aplica a todos. Quando perguntaram a Jesus qual era o mandamento mais importante dos dez, disse dois que não estavam entre eles, e que podem resumir-se em um: "Ame". Certamente, isso vai levar ao perdão, e esse à paz.

Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original ¿Tienes resentimiento hacia tu pareja?, de Oscar Pech.

http://familia.com.br

ATITUDE

 

segunda-feira, 5 de setembro de 2022

MINHA ADMIRAÇÃO POR TOMÉ, O DISCÍPULO QUE DUVIDOU

Quando prego em algumas igrejas e digo que admiro Tomé, o discípulo que duvidou de Jesus ter ressuscitado, um ar de espanto paira no ar, e a maioria me olha com olhos arregalados, imaginando que vou pregar alguma heresia, ou incentivar alguém a descrença.

Explicando melhor, a qualidade que admiro em Tomé é a sua sinceridade! Não o princípio da dúvida, do "ver para crer", mas o da honestidade. Quantos na igreja o pastor pergunta: "-Quem aqui está sentindo a presença de Deus?" - E todo mundo levanta a mão!!! Será?! Outros, ao invés de viverem o que a carta aos Efésios ensina: "Falai a verdade cada um para com o seu próximo" (Ef. 4), e dizer ao pastor o que acha de errado na igreja, o que concorda e discorda, ou mudarem de igreja, vivem na maior falsidade, sorrindo e abraçando, e no íntimo fica: "-Queima ele, Jesus...queima ele..."

Será que o povo de Deus é ensinado a ser falso, com medo de pecar?! Será que uma capa, um fingimento, pode ser colocado no lugar da sinceridade para com o próximo?? No mesmo episódio de Tomé, o Senhor Jesus não agiu como alguns líderes, que do púlpito flamejam indiretas para os que não se sintonizam com seus interesses. O Mestre, no intuito não somente de repreender, exortar, mas de corrigir Tomé, foi claro, direto: "Vem cá Tomé...põe a mão aqui...vê que sou Eu mesmo..." Não alugou os ouvidos dos outros que não tinham nada a ver com a história, com piadinhas, do tipo: "-Há pessoas aqui em nosso meio que duvidam que eu ressuscitei...sei não..."

Nós somos o Povo de Deus. Um povo eleito, escolhido, para fazermos diferença neste mundo não somente em roupas, aparências, com "não pode isso...não pode aquilo...", mas com caráter de cristão, espelhado em Cristo, vivendo em verdade, sinceridade e honestidade com o próximo.

Denis de Oliveira
Pastor
Assembleia de Deus, RJ

A SI MESMO




 

domingo, 4 de setembro de 2022

NENHUM MAL ESTÁ ALÉM DO ALCANCE DE DEUS

Vê a cruz no monte? Você consegue enxergar os soldados baterem os pregos? Os inimigos de Jesus sorriem maldosamente. “Dessa vez”, Satanás sussurra. “Dessa vez eu ganharei.” Pois parecia que ele teria uma sexta-feira triste e um sábado silencioso. O que Satanás pretendia como mal absoluto, Deus usou para o bem absoluto. Deus rolou a pedra. Jesus andou domingo de manhã. E se você olhar de perto, verá Satanás fugindo do cemitério com o rabo de garfo entre as pernas. “Será que algum dia vencerei?”, ele resmunga. Não. Ele não vencerá.

Você acredita que nenhum mal está além do alcance de Deus? Que Ele pode redimir qualquer cova, incluindo a na qual você se encontra? Confie em Deus. Ele fará você superar essa. Será fácil ou rápido? Eu espero. Mas raramente é. Porém, Deus lhe trará o bem desse caos. Esse é o trabalho dEle.


Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “No Evil Is Beyond God’s Reach”

TER TEMPO


 

sábado, 3 de setembro de 2022

ANOS DEPOIS


O generoso será abençoado, porque dá do seu pão ao pobre. 

Provérbios 22:9.

Muito tempo atrás, um rapaz que estava viajando para a região Oeste dos Estados Unidos chegou a uma fazenda e pediu uma acomodação onde pudesse passar a noite. O proprietário recebeu-o com boa vontade. Pouco depois, outro viajante e sua esposa pararam e perguntaram se poderiam pernoitar ali. O jovem marido, que sofria de tuberculose, explicou que tinha somente quatro dólares para pagar o alojamento. O fazendeiro convidou-os a entrar e disse que não cobraria nada pelo pernoite.

O primeiro rapaz, sentindo pena do viajante enfermo, ofereceu-lhe sua cama e disse que dormiria no celeiro, o que ele realmente fez. Na manhã seguinte, quando o homem doente e sua esposa estavam partindo, o fazendeiro colocou 100 dólares na mão dele e disse que os usasse, sem preocupar-se no caso de não poder devolvê-los.

Vinte anos se passaram. O primeiro rapaz viajava perto da fazenda onde havia pernoitado tantos anos atrás e decidiu ver se o proprietário ainda morava no mesmo lugar. Morava. Enquanto recordavam aquele dia, outro visitante bateu à porta. Por uma dessas coincidências únicas na vida, era o outro viajante! Havia recuperado a saúde, e a fortuna lhe havia sorrido. Tomara conhecimento, recentemente, de que seu generoso anfitrião havia sofrido sérios reveses financeiros. Estava passando por ali para pagar a generosidade dele.

- Amigo - disse ele ao fazendeiro - você me deu 100 dólares quando eu estava necessitado, e agora quero pagar-lhe 100 dólares para cada dólar que me deu.
Bem que eu gostaria de saber os nomes das pessoas dessa história, mas não sei. Tudo o que sei é que ela foi "contada pelo rapaz que chegou primeiro àquela casa de fazenda".

A generosidade tem suas recompensas, até mesmo nesta vida. Jesus disse: "Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão." S. Luc. 6:38. Mas não espere que sempre aconteça dessa maneira. Seja generoso porque isso faz parte da regra áurea - e espere bênçãos espirituais, não materiais.

UMA AÇÃO SUPERIOR

 

sexta-feira, 2 de setembro de 2022

QUEM NOS SUPERARÁ?

"Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?" 

Romanos 8:35

Pensamento: Nada pode nos separar do amor de cristo. Nada pode nos impedir de viver esse amor. O cansaço, a pobreza ou a riqueza, a doença, as ocupações do dia a dia, as dificuldades que enfrentamos, nada pode nos impedir de viver esse amor. Preste atenção nisso: NADA e NINGUÉM pode nos separar do amor de Cristo, somente nós mesmos. A escolha é nossa, temos o livre arbítrio. Um amor que nos é dado gratuitamente, abundantemente.

Oração: Pai, me perdoa por ter perdido a direção, eu sei que pequei contra Ti. Deixei que as tribulações do dia a dia fizessem eu esquecer que o Senhor derramou todo o Seu precioso sangue na cruz, porque me ama. Me perdoa, porque eu esqueci que o Senhor carregou o fardo que era para ser meu, levou sobre Si todo sofrimento, toda tribulação, para que hoje eu pudesse viver debaixo da Tua graça. Obrigado pelo Teu amor. Ajuda-me a me livrar desta inquietação, rogo para que o Senhor traga paz ao meu coração. Eu oro em nome de Jesus. Amém.

Fonte:https://www.devocionaldiario.com.br/