sábado, 30 de abril de 2022

QUANDO COMEÇAR A PREGAR?

O missionário Hudson Taylor nos conta de um pastor chinês que questionava um jovem convertido. Tal pastor perguntou-lhe se era verdade que ele conhecesse o Senhor Jesus há apenas três meses. Ele respondeu:

— Sim, felizmente, é assim.

O pastor continuou:

— E quantas pessoas você ganhou para Jesus?

— Oh! — disse o recém convertido —, eu sou apenas um aprendiz, e nunca possuí sequer um Novo Testamento, até ontem. 

O zeloso pastor chinês respondeu:

— Você usa velas em sua casa?

— Sim.

— Você espera que a vela comece a iluminar somente quando estiver já meio consumida?

— Não; assim que é acesa ela brilha.

O jovem convertido compreendeu a lição e começou a trabalhar. Em seis meses, vários de seus vizinhos foram salvos.

Sigueme.net

O QUE TE FALTA?

 

sexta-feira, 29 de abril de 2022

A MISSÃO ESTÁ À SUA PORTA (IMIGRANTES E REFUGIADOS)

Maria orou por doze anos para que Deus a fizesse missionária em terras estrangeiras.

Um dia o Pai Celestial respondeu:

- Maria, pare de perguntar e responda: Onde você nasceu?

- Na Alemanha, pai.

- Onde vives?

- Na América, pai.

- Você não é então... uma missionária agora? Pense: quem mora no andar de cima?

- Uma família sueca.

- E quem acima deles?

- Outra família, mas italianos.

- E ao seu lado?

- Bem, alguns jovens indianos.

- E naquela casa verde, próxima à mercearia da esquina?

- Bem, alguns chineses ...

- E você nunca lhes ofereceu uma palavra falando sobre meu Filho? Você acha que eu vou mandar você tão longe para trabalhar com amor para os perdidos se você os tem tão próximos e os ama tão pouco?

Web de Recursos Cristianos

O AMOR E A VERDADE

 

quinta-feira, 28 de abril de 2022

DEZ EM TEOLOGIA E ZERO EM MISSIOLOGIA (JONAS)

Não deveria eu ter pena dessa grande cidade? 

 Jonas 4.11.

Jonas era ótimo em teologia e péssimo em missiologia. Para ele Deus é misericordioso, compassivo, muito paciente, cheio de amor e pronto para perdoar(4.2). A Assembleia de Westminster deve ter se inspirado nele quando declarou que Deus “é amantíssimo, graciosíssimo, misericordiosíssimo, longânimo, cheio de bondade e verdade, e perdoa a iniquidade, a transgressão e o pecado”.

Em missiologia, o profeta era quadrado, fechado, apagado, reprovado, etnocêntrico, nacionalista e bairrista, além de arrogante e vingativo. Até parece que Deus é amor, mas só para Israel e mais ninguém.

Se para o jovem rico só faltava uma coisa (vender todos os seus bens em favor dos pobres), para Jonas também faltava uma coisa só: consciência missionária. O profeta nada sabia sobre a teologia de missões embutida na chamada de Abraão “Por meio dele' (de Abraão) 'todas as nações da terra serão abençoadas” (Gn 18.18) — e explícita nos Salmos: “Proclamem entre as nações os seus feitos” (Sl 9.11).

Não posso trazer todo mundo a Cristo, mas devo levar Cristo ao mundo todo.

Refeições Diárias com os Profetas Menores (Editora Ultimato)

CRÍTICOS

 

quarta-feira, 27 de abril de 2022

PRÓXIMO DE DEUS

Aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura.

Hebreus 10:22


Se aproximar de Deus é o desejo de muitos, no entanto o homem esbarra na pergunta: como? O seu coração está continuamente a procura de uma maneira.

A Bíblia narra a história de Caim que o quis fazer através de sacrifícios. Ele ofereceu o que considerava bom e agradável, mas foi rejeitado porque Deus observa além das intenções a obediência; E nisso Caim falhou.

Outro homem que buscou a Deus foi o Jovem rico que tentou aproximar-se de Jesus usando as boas ações, mas que terrível engano, as boas ações de nada servem para encontrar Deus. Elas falam que você é uma boa pessoa, que tem um coração compadecido. No entanto, Deus não está no final de uma boa ação.

Existiu uma mulher, chamada Jezabel, que tentou encontrar Deus, nas muitas religiões. Ela construiu templos, fez cultos e permitiu cerimônia religiosas consagradas a muitos deuses. Mas no final de sua vida descobriu com tristeza que Deus não está numa religião. Só se pode encontrar Deus através de Jesus. E Jesus não é uma religião.

Se seu coração tem desejado aproximar-se de Deus, saiba que não será através de boas ações, nem de uma religião ou de sacrifícios que Ele se revelará a você, mas através de Jesus. Se encontrares a Jesus, encontrará a Deus.

Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

Fandermiler Freitas

É MELHOR

 

terça-feira, 26 de abril de 2022

MUNDO DE FORMIGAS

“Demas, tendo amado o presente século, me abandonou…”

2 Timóteo 4:10

Um dos pontos altos do meu trabalho como presidente de uma faculdade é o dia da formatura. Um ano, ao caminhar para a cerimônia de graduação, estava animado por pensar que nossos formandos estavam prontos para sair incumbidos de espalhar pelo mundo o conhecimento sobre o poder transformador do reino de Cristo. No caminho, percebi algumas diligentes formigas ocupando-se da sua rotina. Pensei: “Há coisas muito maiores acontecendo do que a construção de montes de terra!”

É fácil, para nós, nos perdermos no “mundo de formigas” — tão ocupados com nossas rotinas, nossa segurança e paz da comunidade e igreja local, que perdemos a alegria de nos envolver pessoalmente com o restante do grande trabalho de Deus ao redor do mundo. A atuação do Espírito está varrendo a América do Sul, milhares na África estão encontrando Cristo diariamente, os cristãos perseguidos estão aumentando e a costa asiática está latejante com o pulsar do evangelho! Por outro lado, o secularismo e a perseguição à igreja crescem em outros pontos do mundo, e exigem uma reação. Esses pensamentos chegam a capturar o seu coração? Sua vida de oração? Seu talão de cheques?

Nossa preocupação com coisas de pouca importância traz-me à mente o relato de Paulo, de que “Demas, tendo amado o presente século, me abandonou…” (2 Tm 4:10). Fico imaginando se Demas se arrependeu por abandonar o evangelho e preferir os montes de terra deste mundo.

Saiamos do “mundo de formigas” e engajemos os nossos corações e vidas na difusão do evangelho de Jesus Cristo. Não permita que as pequenas distrações o afastem do trabalho maior de Deus ao redor do mundo.

 Joe Stowell / Devocional Pão Diário (adaptado)

 

segunda-feira, 25 de abril de 2022

QUANDO TUDO MUDA

Em 
Romanos 6:9 o apóstolo Paulo diz “Quando Jesus foi levantado dos mortos, isso foi um sinal de que a morte não seria mais o destino final.” (MSG)

A ressurreição de Jesus é um sinal explosivo que anuncia para todos os que buscam com sinceridade que é seguro crer. Por causa da ressurreição, tudo muda. A morte muda. Antes era o final; agora é o começo. O cemitério muda. As pessoas antes iam lá se despedir, mas agora vão para dizer “estaremos juntos outra vez”. Até o caixão muda. Não é mais uma caixa onde escondemos corpos, agora é um casulo no qual o corpo é guardado até Deus nos libertar para voar.

Em João 14:3, Jesus diz “Voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver.” E para provar que ele falava sério sobre esta promessa, a rocha foi tirada e seu corpo foi ressuscitado dos mortos!

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing

O PREÇO QUE FOI PAGO


domingo, 24 de abril de 2022

UM SOM POR UM PERFUME

Um pobre viajante parou ao meio-dia para descansar à sombra de uma frondosa árvore. Ele viera de muito longe e sobrara apenas um pedaço de pão para almoçar. Do outro lado da estrada, havia um quiosque com tentadores pastéis e bolos; o viajante se deliciava sentindo as fragrâncias que flutuavam pelo ar, enquanto mascava seu pedacinho de pão dormido. Ao se levantar para seguir caminho, o padeiro subitamente saiu correndo do quiosque, atravessou a estrada e agarrou-o pelo colarinho.

- Espere aí! - gritou o padeiro. - Você tem que pagar pelos bolos!

- Que é isso? - protestou o espantado viajante. - Eu nem encostei nos seus bolos!

- Seu ladrão! - berrava o padeiro. - É perfeitamente óbvio que você aproveitou seu próprio pão dormido bem melhor, só sentindo os cheirinhos deliciosos da minha padaria. Você não sai daqui enquanto não me pagar pelo que levou. Eu não trabalho à toa não, camarada!

Uma multidão se juntou e instou para que levasse o caso ao juiz local, um velho muito sábio. O juiz ouviu os argumentos, pensou bastante e depois ditou a sentença.

- Você está certo - disse ao padeiro. - Este viajante saboreou os frutos do seu trabalho. E julgo que o perfume dos seus bolos vale três moedas de ouro.

- Isso é um absurdo! Objetou o viajante. - Além disso, gastei meu dinheiro todo na viagem. Não tenho mais nem um centavo.

- Ah... - disse o juiz. - Neste caso, vou ajudá-lo. Tirou três moedas de ouro do próprio bolso, e o padeiro logo avançou para pegar. - Ainda não - disse o juiz. - Você diz que esse viajante meramente sentiu o cheiro dos seus bolos, não é?

- É isso mesmo - respondeu o padeiro.

- Mas ele não engoliu nem um pedacinho?

- Já lhe disse que não.

- Nem provou nem um pastel?

 Não!

 Nem encostou nas tortas?

- Não!

- Então, já que ele consumiu apenas o perfume, você será pago apenas com som. Abra os ouvidos para receber o que você merece.

O sábio juiz jogou as moedas de uma mão para outra, fazendo-as retinir bem perto das gananciosas orelhas do padeiro: - Se ao menos você tivesse a bondade de ajudar esse pobre homem em viagem - disse o juiz -, você até ganharia recompensas em ouro, no Céu.


Desconhecido

SE É A VERDADE DE DEUS


 

sexta-feira, 22 de abril de 2022

QUER ENCONTRAR SUA MISSÃO? TENTE VER O MUNDO DE CABEÇA PARA BAIXO

"...Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes." 

Mt 9.12

Na Índia eu cultuei a Deus entre pacientes leprosos. A maioria dos avanços da medicina no tratamento da lepra surgiu como resultado de médicos missionários que se dispuseram a viver entre os pacientes e a arriscar-se à exposição à pavorosa doença. Como resultado, desenvolvem-se igrejas na maioria dos grandes centros de lepra. Em Mianmar visitei casas de órfãos aidéticos onde voluntários cristãos tentam substituir a afeição dos pais que a doença já roubou. No Chile e no Peru, visitei os cultos mais avivados no interior de uma penitenciária federal. Entre os simples, os desprezíveis, os oprimidos - os rejeitados deste mundo - o reino de Deus cria raízes.

Levar a sério algo designado por Deus significa que precisamos aprender a olhar para o mundo de cabeça para baixo, como Jesus fez. Em vez de buscar pessoas com recursos que possam nos fazer favores, procuramos pessoas com poucos recursos. Em vez dos fortes, encontramos os fracos; em vez do saudável, o doente. Em vez do espiritual, o pecador. Não é assim que Deus reconcilia o mundo consigo? "...Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes [...] pois não vim chamar os justos, e sim pecadores" (Mateus 9:12,13).

Para ganhar uma nova perspectiva, olhe para o mundo de cabeça para baixo, como Jesus o fez.

Philip Yancey / Devocional Pão Diário

 

quinta-feira, 21 de abril de 2022

UMA GRANDE DESCOBERTA

Jesus disse: "Eu vos afirmo que, de igual modo, há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende." 

Lucas 15.10

Estava no centro de reciclagem, separando as latas, garrafas de vidro, jornais e embalagens plásticas que acumulara. Para minha surpresa, encontrei meu celular num pacote de jornais e latas. Por semanas procurara no carro, na casa e no jardim. O celular era importante para minha comunicação profissional e pessoal. Receara tê-lo perdido para sempre e fiquei encantado ao recuperá-lo. 

Quando estamos perdidos, Deus nos procura com mais fervor do que procurei meu celular. Numa arrogante autossuficiência, afasto-me de Deus como se não precisasse Dele. Em teimosia, sigo meu próprio caminho em vez de prestar atenção ao meu Criador. Mas quando me dou conta da minha tolice e retorno para Deus, arrependido de meu orgulho pecaminoso, Ele me acolhe de volta com prazer. Embora me sinta tentado a me condenar, o Senhor me restaura ao serviço. Deus valoriza uma relação próxima comigo muito mais do que prezo meu celular. A parábola da moeda perdida ensina que os céus regozijam quando nos afastamos do pecado e buscamos o Senhor. 

Oração: Deus gracioso, graças por valorizares um relacionamento íntimo conosco. Graças por nos estimares, pessoas comuns que somos, como Teus. Em nome de Jesus. Amém.

Pensamento para o dia: O Senhor comemora quando pedimos direção e perdão.

Oremos pelas pessoas que se sentem desvalorizadas.

Clifford B. Rawley (Missouri, EUA)

CICATRIZES

 

quarta-feira, 20 de abril de 2022

CAUTELA PESSOAL

"Quem, SENHOR, habitará no teu tabernáculo? Quem há de morar no teu santo monte? O que vive com integridade, e pratica a justiça, e, de coração, fala a verdade" 

Salmos 15:1, 2

"Acautele-se contra aqueles que não costumam transformar as suas palavras em ações."

Estava lendo este pensamento e refleti que deve ser real em nossas próprias atitudes. Temos tido o cuidado para que nossa vida seja genuína, autêntica, verdadeira? Temos vivido o que pregamos ou nossas palavras são apenas da "boca para fora"? Queremos que todos cumpram o que dizem, mas, não percebemos que nada cumprimos do que falamos.

O verdadeiro cristão prega o amor e, especialmente, deve demonstrar amor em seu coração. Fala para as pessoas que não devem desanimar, que devem perseverar em seus planos e sonhos, mas, principalmente, deve mostrar sua esperança e fé sempre ativas em qualquer circunstância. Fala que Cristo é a Verdade e que a Verdade liberta, porém, em especial, deve brilhar como uma pessoa honesta e verdadeira, seja qual for a situação.

O mundo será transformado pelo poder de Deus quando nós, servos do Senhor, levarmos a sério nosso chamado. As trevas começarão a desaparecer quando nossas ações acompanharem nossas palavras. A Verdade libertará quando nós, que fomos libertos, praticarmos o que experimentamos.

Você fala de Cristo a seus amigos? E o que mais você faz, além de falar?

Paulo Barbosa

POR QUE NÃO ORAMOS?

 

terça-feira, 19 de abril de 2022

O LUTO ACABOU

Jim e Jamie Dutcher, cineastas conhecidos, afirmam que, quando os lobos estão felizes, agitam suas caudas e brincam. Mas, se morre um membro da matilha, eles sofrem por semanas. Visitam o local onde o animal morreu e demonstram tristeza com as caudas caídas e uivos tristes.

O luto é uma emoção poderosa que sentimos com a morte de alguém querido ou de uma preciosa esperança. Maria Madalena a experimentou, pois era uma entre os apoiadores de Cristo e viajava com Ele e Seus discípulos (Lucas 8:1-3). Mas a Sua morte cruel na cruz os separou. O único que lhe restara fazer por Jesus era terminar de ungir Seu corpo para o sepultamento, uma tarefa que o sábado havia interrompido. Mas imagine como Maria se sentiu ao chegar ao túmulo e encontrar não um corpo sem vida e mutilado, mas o Salvador vivo! Embora ela não tivesse inicialmente reconhecido o homem diante de si, o som do nome dela falado por Ele lhe confirmou quem era, Jesus! Instantaneamente, a dor se transformou em alegria. Maria agora tinha boas notícias para compartilhar: “Vi o Senhor!” (João 20:18).

Jesus veio a nós para trazer-nos liberdade e vida. Sua ressurreição é uma celebração pelo fato de Ele ter realizado o que se propôs a fazer. Como Maria, podemos celebrar a ressurreição de Cristo e compartilhar as boas novas de que Ele está vivo! Aleluia!

Por:  Linda Washington
Fonte: paodiario.org

TRAIR A VERDADE

 

segunda-feira, 18 de abril de 2022

DEPENDÊNCIA RADICAL NA GRAÇA

Confissão. É uma palavra que evoca muitas imagens – algumas não tão positivas! A confissão não é dizer a Deus o que ele não sabe. Isso é impossível. Não é apontar o dedo para os outros sem apontar nenhum para mim. Isso pode sentir bem, mas não promove a cura.

A confissão é uma confiança radical na graça – uma confiança na bondade de Deus. A verdade é que os confessores encontram uma liberdade que os negadores não encontram. A Escritura diz: “Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Mas se confessarmos nossos pecados, ele os perdoará, porque podemos confiar que Deus fará o que é certo. Ele nos purificará de todos os males que cometemos” (1 João 1:8-9).

Diga a Deus o que você fez. Novamente, não é que ele já não saiba, mas vocês dois precisam concordar. Então deixe a água pura da graça fluir sobre seus erros!

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “Radical Reliance on Grace”

A VIDA

 

domingo, 17 de abril de 2022

MAIOR CRIME OU MAIOR AMOR?


Sendo este entregue pelo determinado desígnio
 e presciência de Deus, vós o matastes...

At 2.23

A morte de Cristo foi o maior crime da história. Mataram-no por motivo torpe, a inveja. As testemunhas que o acusaram eram falsas. Seu julgamento foi um gritante erro jurídico. O juiz que o sentenciou à morte estava convencido de sua inocência. Judas o entregou por ganância. Os sacerdotes o prenderam por inveja. Pilatos o sentenciou por covardia. Esse maior crime da história, entretanto, não foi um acidente, mas uma agenda. Jesus foi entregue pelo determinado desígnio e presciência de Deus.

Esse auspicioso fato, porém, não isentou seus executores de responsabilidade, pois o apóstolo Pedro afirmou: “... vós o matastes, crucificando-o por mãos de iníquos”. Esta foi a faceta sombria acerca da morte de Jesus Cristo. Há outra e, gloriosa: A morte de Cristo foi a maior expressão de amor. Jesus não foi para a cruz porque Judas o traiu, nem porque os judeus o entregaram, nem mesmo porque Pilatos o sentenciou. Ele foi para a cruz porque o Pai o deu por amor. Ele foi para a cruz porque se entregou, voluntariamente, como sacrifício pelo nosso pecado.

ORE: " Senhor Deus, para ti não há acasos. A história se desenrola sob o comando da tua palavra. E eu creio que a morte de Cristo foi a execução de um plano eterno de amor. Em nome de Jesus.

Fonte: http://www.lpc.org.br

DEUS E O HOMEM


 

sábado, 16 de abril de 2022

MARÉ REVELADORA

Portanto, nada julgueis antes do tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o louvor" (1 Coríntios 4:5).

Um homem foi morto às margens do Lago Michigan e seu corpo foi jogado nas águas. O assassino foi embora, mas, três dias depois, o corpo foi encontrado em frente à sua cabana. O culpado, tomado pela consciência, entregou-se às autoridades e confessou o crime. "Eu sei que foram as marés que fizeram isso! eu sei que foram as marés que fizeram isso!" era tudo o que o assassino conseguia dizer. Quando as marés da memória, consciência e razão começarem a chegar, no dia do juízo, tudo que está oculto será revelado. (Howard W. Ferrin)

O que as marés de nossa consciência nos revelam? O que revelam aos que nos rodeiam? O que revelam a Deus? A nossa vida tem sido transparente, verdadeira, sincera? Ou temos mantido muitas coisas ocultas, escondendo-as de todos que nos conhecem? E de Deus, temos tentado esconder alguma coisa?

O Senhor conhece nossas atitudes, nossos corações, nossos pensamentos. Nada podemos ocultar-Lhe e, se imaginamos que isso seja possível, enganamo-nos completamente.

Muito melhor é colocar tudo diante do Senhor, buscar perdão pelos erros e ajuda para alcançar os bons propósitos. Melhor é crer que Ele tem a solução para nossos problemas e o caminho certo para a realização de todos os nossos sonhos.

Quando a verdade de Deus está em nossas vidas, nada temos a temer, nenhuma dúvida nos inquieta, nenhuma tempestade pode impedir que a luz do sol brilhe nos lugares por onde passamos.

No dia do juízo as coisas ocultas serão reveladas. Que elas mostrem apenas a pureza de nossos corações transformados e a alegria de sermos filhos de Deus.

O que revelam as marés de Deus sobre você?

Paulo Barbosa

O QUE A MORTE PODE FAZER

 

sexta-feira, 15 de abril de 2022

CRISTO VESTIU NOSSO PECADO

Escrituras muitas vezes descrevem nosso comportamento como as roupas que vestimos. 1 Pedro 5:5 nos exorta a nos “vestirmos de humildade”. No Salmo 109:18, Davi fala de pessoas más que “se vestem de maldição”. As vestes podem simbolizar o caráter e, como sua vestimenta, o caráter de Jesus era a perfeição ininterrupta. Da Palavra de Deus à resposta de Jesus. Tudo uma peça.

Mas quando Cristo foi pregado na cruz, ele tirou seu manto de perfeição sem costura e assumiu um guarda-roupa diferente, o guarda-roupa da indignidade. Despido diante de sua própria mãe. Envergonhado diante de sua família. A indignidade do fracasso. Por algumas horas cheias de dor, os líderes religiosos foram vitoriosos e Cristo apareceu como o perdedor.

Pior de tudo, ele usava a indignidade do pecado. As Escrituras dizem: “Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro”. O manto de Cristo na cruz? Pecado – seu e meu. Os pecados de toda a humanidade.

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing

LIBERTAÇÃO DE VERDADE


 

quinta-feira, 14 de abril de 2022

ENTRANDO PELAS PORTAS

Dos mais básicos aos mais avançados usuários da tecnologia digital, quantos têm condições de pagar o valor dos softwares necessários ao seu uso? Citando alguns, a começar pelo sistema operacional, quantos dispõem de R$800,00 para comprar o Windows 10? Quantos dispõem de R$794,00 para comprar uma licença do Camtasia? Quantos tem na conta R$1.400,00 para pagar pelo Sony Vegas?

Portanto, é uma tentação irresistível poder ter estes programas funcionando em nosso computador como se fossem autênticos a um custo zero. Formas de burlar sistemas e quebrar códigos são criados constantemente para que isto seja possível. 

Durante muitos anos até mesmo as igrejas tinham seus computadores funcionando com sistemas operacionais e outros programas ativados de forma ilegal. Sou usuário de computador há mais ou menos quinze anos e fiz uso de muitos programas com ativação ilegal.

Quantas vezes, ao formatar meu computador e reinstalar o sistema operacional, segui a instrução: “instale com a internet desligada” para que a Microsoft não detecte a instalação. E em determinado momento, é exigido uma conta da Microsoft. Mesmo que eu tenha uma conta, não quero que ela seja solicitada. Tenho que entrar clandestinamente, depois ativar o sistema para que ele se comporte como se fosse autêntico. Esta é a experiência de milhares de pessoas que usam o sistema da Microsoft.

O ano de 2016 foi o ano em que comecei a me questionar e orar pedindo a Deus caminhos e condições financeiras para pagar pelos programas que uso. Alguns desenvolvedores baratearam seus produtos, outros propuseram pagamentos mensais a um valor mensal amigável o que me levou a adquirir algumas licenças.

Quando foi sugerido aos usuários do Windows que migrassem para a versão 10, recebi um e-mail da Microsoft oferecendo uptdate gratuito. A oferta foi anunciada na Net no início de 2015 até meados de julho de 2016 para quem quisesse instalá-lo gratuitamente mesmo que usasse uma versão pirata . Imediatamente, entrei no site da Microsoft, fiz o download e instalei no meu computador. Mas não abandonei a preocupação antiga de instalar com a internet desligada para que minha conta não fosse solicitada e depois, como sempre, correr atrás da ativação ilegal.

Para minha feliz surpresa, após instalá-lo verifiquei que ele já estava ativado. Descobri, após algumas formatações e reinstalações, que instalar com a internet ligada e fornecer minha conta, é uma forma de autenticá-lo e informar aos desenvolvedores quem eu sou. 

Imaginemos a cena: eu instalando o sistema de forma legal e autêntica e o dono do outro lado perguntando “quem é você?” e eu, através da minha conta, me identificando. O dono respondendo: “já sei quem é você, pode prosseguir”. Sem peso na consciência, sem culpa termino minha instalação. O dono carimba: “autêntico e ativado”. Agora você tem direito a proteção, atualizações e suporte.

Tudo isto me fez meditar sobre a autenticidade da salvação, sobre nossa identidade em Cristo. Através de Jesus ganhamos o direito de sermos chamados filhos, nos tornamos herdeiros, temos acesso direto a Deus. 

Quando reflito no capítulo 7 de Apocalipse duas passagens me fazem pensar. Primeiro diz que a “salvação pertence ao nosso Deus” e Ele gratuitamente no-la outorgou. Segundo, quando é perguntado “quem são estes que estão vestidos    de branco, e de onde vieram?”. A resposta foi imediata e direta: “estes são os que vieram da grande tribulação e lavaram suas vestes e a branquearam no sangue do Cordeiro. Por isso eles estão diante do trono de Deus e o servem dia e noite no seu santuário”. 

Eles foram identificados pela sua origem e pelas vestes. Não eram clandestinos, ilegais ou invasores; não burlaram sistema nem quebraram códigos. Através de Jesus, entraram pelas portas da frente. Ouviram o “vinde, benditos de meu Pai”. Por isto estavam diante do trono e serviam a Deus.

Quem não instalou o Windows 10 na época em que foi oferecido gratuitamente, até hoje tem que ativá-lo de forma ilegal. Talvez porque não acreditaram na oferta ou porque não quisessem deixar a versão com a qual estavam acostumados. Mas, mais cedo ou mais tarde, temos que migrar. 

Deus nos oferece: “Todos os que tem sede, venham às águas cristalinas. E quem não tem dinheiro nem recursos, vem agora, compra e coma! Vem adquirir vinho e leite sem pagamento e sem custo!”. A oferta é de tão grande generosidade que nos custa acreditar ser verdadeira. 

O Pai não nos quer mais na clandestinidade, passando necessidade de coisas que Ele nos tem para dar com abundância e sem nada exigir a não ser que acreditemos e venhamos.


Vítor de Oliveira

O SANGUE DE CRISTO

quarta-feira, 13 de abril de 2022

LEÕES OU ELEFANTES?

Passeando pelos canais da TV, uma cena me chamou a atenção. Apareceu um enorme elefante, daquele tipo "super" super grande, super agitado e super imponente.

O narrador dizia: "este é um raro macho, daqueles que lideram uma enorme quantidade de elefantes". Mostrou então um elefantinho abandonado num descampado sendo atacado por seis leões. O narrador dizia então: "Este pobre elefante já tem seu destino traçado - morrerá porque ficou abandonado e não tem a menor chance de sobrevivência num ataque deste tipo - é uma pena..."

Mas o elefantinho, mesmo com um leão agarrado em sua perna e outro montado sobre seu corpo continuava correndo, lutando para sobreviver. Até que parou. Os leões então avançaram. Um na orelha, outro nas costas, um no pescoço. "É o fim deste..."

De repente, o inesperado: o elefantinho se levantou e saiu correndo novamente. Os leões, que também eram jovens e inexperientes, já estavam cansados e não conseguiam mais acompanhar o perseverante elefante.

o narrador, então, falou: "Este elefante conseguiu sobreviver porque nunca se entregou - com certeza será um daqueles super líderes". Apareceu então a imagem do grande elefante e do elefantinho correndo sozinho pelo descampado, com toda uma vida vitoriosa pela frente.

Que tipo de pessoa você é? Do tipo "elefantinho", que dentro de si tem um Deus enorme e maravilhoso que lhe fortalece em todas as situações, ou você é do tipo "leão inexperiente" que se cansa a toa e desiste fácil?

NÃO SATISFAZEM


terça-feira, 12 de abril de 2022

O PERDÃO VENCEU

Por que é tão difícil perdoar? Tão difícil esquecer um mal nos causado? Eu não sei porque o coração não consegue só seguir em frente, ele fica como que vivendo do passado, se apegando a um mal a esperar de um momento de revidar. 

Durante uma guerra, no Oriente, um moço com sua irmã corriam rua abaixo, perseguidos por um soldado turco. O rapaz foi ferido e acabou morrendo. A moça, no entanto, conseguiu fugir e, pulando um muro, escapou. 

A jovem era enfermeira e mais tarde foi obrigada pelas autoridades turcas a trabalhar num hospital militar. Um dia, deixaram aos seus cuidados o mesmo soldado que matara seu irmão. Estava bem mal, e um pouquinho de descuido assegurar-lhe-ia a morte. 

A moça mais tarde, quando já livre de perigo, na América do Norte, confessou a luta amarga que se travara em seu íntimo. Satanás gritava: "Vingança", mas o Espírito de Cristo dizia: "Amor". Felizmente, para ela e para o soldado, Cristo venceu, e ela cuidou do turco com imparcialidade. 

Mas tarde, o turco soubera do ocorrido, e movido pela curiosidade perguntou a jovem porque não o deixara morrer. Ela disse: "Sou discípula daquele que disse: 'Amai vossos inimigos... Fazei bem aos que vos odeiam' (Mat. 5:44).

O soldado ficou em silêncio por alguns instantes. Depois, disse: "Nunca ouvi falar de tal religião. Se é assim a sua religião, fale-me mais, pois também a quero para mim". 

Só amor de Deus pode fazer um coração cheio de ódio ser transformado em perdão que não nasce de palavras, mas vive de ações. O verdadeiro perdão é expresso com o amor e o bem.

AVIVAMENTO

 

segunda-feira, 11 de abril de 2022

VIVO NOVAMENTE

O terremoto de 1989 na Armênia só precisou de quatro minutos para matar trinta mil pessoas! Um pai se recusou a acreditar que seu filho estava morto. Ele cavou nos escombros – recusando-se a parar. Depois de trinta e oito horas, puxou uma rocha e ouviu a voz do seu filho! O pai chamou o nome de seu filho, e a voz respondeu “Pai, sou eu!” Daí, o filho acrescentou estas palavras de valor incalculável: “Eu disse aos outros meninos para não se preocuparem – se o senhor estivesse vivo, o senhor me resgataria, e quando me resgatasse, eles estariam salvos também. Porque o senhor prometeu!”

Deus fez a mesma promessa para nós em 1 Coríntios 15:22-23. “Cristo, ressuscitará primeiro; depois, quando ele vier, os que lhe pertencem.” A ressurreição de Cristo é a pedra central no arco da fé Cristã. Sua morte é real. Sua ressurreição é garantida! Confie nele. 

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “Alive Again”

MAIS TE AMA

 

domingo, 10 de abril de 2022

PEQUENO ENIGMA

Buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

Mateus 6.33

Num culto de inauguração de uma nova igreja, o pregador enfia a mão no bolso, pega alguma coisa, retira a mão do bolso e a levanta para o alto:

- Tenho algo valioso escondido aqui em minha mão direita, alguém tem um palpite do que é?

- Uma moeda, arrisca um.

- É algo muito mais valioso do que uma moeda! E vou dá-lo a quem acertar o que é.

- É um anel de diamantes, arrisca outro, em meio às risadas do público.

- É muito mais valioso que um anel de diamantes!

As pessoas ficam em silêncio, tentando decifrar o enigma.

- Vou lhes dar umas dicas, diz o pregador, o que eu tenho escondido aqui em minha mão direita é valioso o bastante para movimentar a economia de um país. Se for devidamente cuidado pode gerar indústrias e empregos, trabalho e renda. E cabe aqui, na palma da minha mão. E agora, alguém tem um bom palpite?

Um adolescente levanta e mão e diz com convicção:

- É uma semente!

O pregador abre a mão e mostra para os ouvintes um grão de milho. Todos aplaudem o jovem!

- Esta igreja que se inaugura neste dia também é uma semente. Se vocês cuidarem dela com amor, se investirem nela seu tempo, esforço e talentos, se a colocarem como prioridade em suas vidas, ela irá gerar muitas bençãos para vocês mesmos e para suas famílias, amigos e vizinhos.

PELA FÉ


sábado, 9 de abril de 2022

NINGUÉM ESTÁ OLHANDO

Reputação é o que as pessoas pensam ao meu respeito. Caráter é o que eu sou quando
ninguém está me olhando. D. L. Moody

O que você faz quando ninguém está olhando? Você trabalha tão intensamente quando ninguém está lhe observando? Você é confiável e responsável, mesmo quando nenhum par de olhos estão a lhe observar?

Uma vida bem sucedida depende do que você faz quando se tem absoluta certeza de que ninguém está lhe observando. Isto porque as coisas que você faz quando ninguém está olhando, são impulsionadas por aquelas coisas que você espera de você mesmo. E tudo aquilo que você espera de você mesmo é exatamente aquilo que você se torna.

As sementes de grandes e preciosas realizações são semeadas quando ninguém está olhando. O atleta olímpico que ganhou uma medalha de ouro, e que teve a sua performance assistida por milhões de pessoas ao redor do mundo, é o mesmo que investiu muitos anos de treinamento quando ninguém estava olhando. O milionário e bem sucedido empreendedor investiu anos e anos de trabalho quando ninguém estava olhando. O que você está fazendo hoje, quando ninguém está olhando?

Para Meditação:

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno. Salmos 139.23-24

Por Nélio DaSilva - missionário da SEPAL 

FRACO

 

sexta-feira, 8 de abril de 2022

NO MEIO DAS BAGUNÇAS DA VIDA


Quando a vida torna-se sombria e tempestuosa, será que Deus se importa? A resposta, nos milagres poderosas do evangelho de João, é um “sim” em alto e bom som. Você acredita num Jesus, que não só tem poder, mas um amor apaixonado pelos fracos e machucados deste mundo? Você acha que ele se importa o suficiente para lhe encontrar nas solitárias salas de espera, nos centros de recuperação e nos abrigos desta vida?

Você e eu ansiamos por alguém que nos encontrará no meio das bagunças da vida. Se este for o seu desejo, olhe de perto as palavras de João e os milagres de Cristo e veja se não alcançam o seu alvo declarado: “Para que vocês creiam que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus e, crendo, tenham vida em seu nome” (João 20:31). Lembre-se amigo, você nunca está só.

Max Lucado
Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “In the Midst of Life’s Messes”

quarta-feira, 6 de abril de 2022

FORÇA NO SOFRIMENTO

Em 1948, Haralan Popov, pastor de uma igreja subterrânea, foi preso para um “interrogatório”. Após duas semanas, ele foi interrogado ininterruptamente sem receber alimento por dez dias. Cada vez que negava ser espião, ele era espancado. Popov sobreviveu a esse tratamento severo e conduziu outros prisioneiros a Jesus. Finalmente, onze anos depois, ele foi liberto e continuou a compartilhar sua fé. Depois de dois anos, Popov foi capaz de deixar o país e reunir-se à família. Ele continuou a pregar e levantar recursos para distribuir Bíblias em países fechados para o evangelho.

Como inúmeros cristãos, Popov foi perseguido por sua fé. Cristo, muito antes de Sua tortura, morte e da subsequente perseguição de Seus seguidores, disse: “Felizes os perseguidos por causa da justiça, pois o reino dos céus lhes pertence” (Mateus 5:10). E acrescentou: “Felizes são vocês quando, por minha causa, sofrerem […] e quando outros, mentindo, disserem todo tipo de maldade a seu respeito” (v.11).

“Felizes”? O que Jesus quis dizer com isso? Ele estava se referindo à totalidade, alegria e conforto encontrados no relacionamento com Ele (vv.4,8-10). Popov perseverou porque sentiu a presença de Deus infundindo força nele, mesmo no sofrimento. Quando andamos com Deus, independentemente das circunstâncias, também podemos experimentar a Sua paz. Ele está conosco.

Por:  Alyson Kieda

MUDADAS

 



terça-feira, 5 de abril de 2022

INFLUÊNCIA DE UMA VIDA PIEDOSA

Conta-se a história de que John Angel James (1785 - 1859), que foi um dos mais populares e influentes ministros da Inglaterra, foi ganho para Cristo ao ver um companheiro de quarto ajoelhado em oração. Mais tarde, referindo-se ao caso, disse: "Aquela cena despertou minha consciência adormecida, e foi como uma seta ao meu coração. Seguiu-se logo depois minha conversão. Quase meio século se passou; mas aquele quartinho e aquele jovem prostrado em oração, ainda os tenho na memória, e jamais serão esquecidos, mesmo em meio aos esplendores do Céu e através dos séculos da eternidade."

Muitos estudantes foram levados a engrandecer ao Senhor mediante a fidelidade de um companheiro de quarto.  

Quando o futuro missionário John Everett Clough (1836 - 1910) entrou para a Academia em Burlington, e descobriu que seu companheiro de quarto era um jovem de oração, disse: "Neste quarto não quero que haja oração." Entretanto, o estudante crente traçou com giz uma linha dividindo o quarto em duas partes, e disse então a John que ele fizesse o que desejasse no seu lado, mas do outro lado ele havia de ler a Bíblia e fazer oração. E foi a fidelidade a suas devoções diárias que afinal ganhou o estudante rebelde. E John Everett Clough tornou-se o grande missionário que se lhe uniu em engrandecer ao Senhor. 

Será que já alguém mais engrandeceu ao Senhor do que o missionário David Livingstone? Olhem para dentro daquela cabana onde se ajoelhou para buscar ao Senhor pela última vez. São 4 horas da madrugada. Seu servo africano, Majwara, deixara a vela acesa, em cima de um caixão. A bruxuleante luz da vela desenha o vulto de um homem ajoelhado ao lado da cama, cabeça enterrada nas mãos, sobre o travesseiro. É o Dr. David Livingstone, morto enquanto orava, tal qual Alexander Cruden (autor de afamada Concordância Bíblica), de joelhos. Estes engrandeceram o Senhor em sua vida e, afinal, na morte.

Às vezes o mesmo ato de buscar a Deus pode levar outros a Ele e assim participamos da alegria em Deus, ao vermos almas se salvarem.

D. P. Silva - Mil Ilustrações