quinta-feira, 29 de novembro de 2018

CRER PORQUE ELE PROMETE

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.

1 João 1:9

Um jovem desanimado acerca de sua recente conversão, que ameaçava fracassar, procurou o conselho de seu pastor.

– Quando me converti, na semana passada, confessou o jovem, senti-me maravilhosamente bem. Gozava uma impressão de cume de montanha. Mas nestes últimos dias fiquei completamente desanimado.

– Ótimo! exclamou o homem de Deus; na semana passada você confiava nos sentimentos. Agora Deus está procurando ensinar-lhe a confiar nEle e em suas promessas.

Meditações Matinais.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

DEMOS A DEUS UMA OCASIÃO

Ah, se um de vocês fechasse as portas do templo. Assim ao menos não acenderiam o fogo do meu altar inutilmente. Não tenho prazer em vocês", diz o Senhor dos Exércitos, "e não aceitarei as suas ofertas.

Malaquias 1:10

Talvez vocês perguntem como é possível dar uma ocasião a Deus. De maneira simples, eu lhes digo que confiar nEle equivale a oferecer-Lhe um ensejo.

Quando a gente está sentindo uma dor violenta, geralmente chama o médico que faz a diagnose do mal e sugere o meio de extirpá-lo; é grande aventura entregar-se nas mãos de outrem; no entanto, o cirurgião obtém sua oportunidade pela confiança que lhe foi depositada.

Um viajante pretende chegar a certa hora da noite; a companhia lhe comunica que um determinado trem o conduzirá à cidade desejada e o viajor, embora não conheça o maquinista nem o caminho e nada saiba da ligação dos vagões, embarca, confiando inteiramente na companhia, dando-lhe, assim, uma ocasião.

Confiem no cirurgião e na companhia da estrada de ferro e ambos terão a sua oportunidade.

De igual modo, quando nos entregamos nas mãos de Deus, estamos concedendo-Lhe a ocasião que Ele tanto deseja para curar-nos e conduzir-nos a uma cidade muito mais bela do que Londres, cidade eterna e celestial onde não há noite. 

Dr. George H. Morrison.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

O PERIGO DA DEMORA

Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, Não endureçais os vossos corações,Como na provocação, no dia da tentação no deserto.

Hebreus 3:7,8

Um jovem engenheiro construía no nordeste dos Estados Unidos uma ponte sobre um precipício nas montanhas. Depois de semanas e meses de trabalho com um grupo de operários a obra já estava quase terminada.

Numa tarde ele disse aos seus empregados:

– Venham depois da ceia e terminaremos isto em uma hora. Então eu lhes pagarei o solário de um dia por esta hora extra.

Mas eles responderam:

– Nós fizemos outros planos.

– Venham depois da ceia – insistiu o engenheiro – e lhes pagarei o preço de dois dias.

– Por que nos obriga a voltar? – disseram.

– Porque, se vier uma tempestade esta noite, sobre as montanhas, a ponte será arrastada, pois não está bem firme.

E eles saíram dizendo que não choveria durante alguns meses.

Mas as nuvens estavam densas e se arremessaram em chuva sobre as montanhas, numa torrente indômita que arrastou a ponte em seu furor.

Ó homens e mulheres! Este é um quadro vivo que nos ensina que não devemos tardar em garantir nossas almas.

 George W. Truett.

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

DECISÃO

Conta-se que um rei antigo, desejando recompensar um amigo favorito, disse: "Pede o que você quiser e eu lhe darei." O jovem amigo ponderou: "Se eu pedir para ser general, prontamente o obterei. Se a metade do reino, ele me dará. Vou pedir alguma coisa que traga junto todas estas coisas." E disse ao rei: "Dá-me sua filha por esposa." 

Por esta sábia escolha, tornou-se herdeiro de toda a riqueza e honras do reino.

Assim ocorre quando escolhemos a Cristo. NELE obtemos tudo. Será que já fizemos esta grande escolha? Revelam todas as nossas decisões menores total entrega ao Salvador?

Fonte: www.iasdemfoco.net

sábado, 24 de novembro de 2018

AS LÁGRIMAS PERGUNTAM

As minhas lágrimas têm sido o meu alimento dia e noite, enquanto me dizem continuamente: O teu Deus, onde está? 

Salmo 42.3

Quem já passou uma noite em claro sob o poder das lágrima sabe que cada uma delas tem a sua pergunta. Quando a tristeza e a dor chegam ao coração não vêm só, trazem a dúvida, a angústia e muitas indagações.

"Onde está o teu Deus que te permite tanto sofrimento?" Você já ouviu isso? Eu já! Em várias ocasiões. O problema das perguntas é que elas acontecem quando estamos em meio a grandes lutas. É na fragilidade e no abatimento que elas ganham forças e buscam aniquilar a confiança em Deus.

Um amigo me ensinou que o importante não é as perguntas, mas as respostas. É preciso, antes de mais nada, confiar em Deus e esperar pelo tempo. A mais bela resposta a ser dada é a da fé, a do amor e a da confiança.

Na realidade, o homem de Deus não precisa responder nada, basta a paciência e a espera pela resposta do Criador. Ela virá, sempre vem. Aprender a usar o silêncio a seu favor é fator fundamental na vida. Já que as lágrimas não podem derrotar o homem de Deus, é preciso compreende com naturalidade que elas são usadas pelo Pai para nos conduzir a algo maior. 

Vencer ou Vencer - Gisele Nascimento.

CONSTRUA ASSIM MESMO


sexta-feira, 23 de novembro de 2018

A MORTE DE AGOSTINHO

Agostinho foi um dos maiores líderes desta era. Seus escritos apresentavam as tremendas maravilhas do nosso Deus, sendo citados por mais de mil anos. Uma de suas maiores obras chama-se A Cidade de Deus.

Em seu leito de morte, cercado por seus amigos mais próximos enquanto partia lentamente para estar com o Senhor, a respiração de Agostinho cessou, seu coração parou, e uma maravilhosa sensação de paz encheu o quarto. De repente, seus olhos se abriram novamente, e com o rosto brilhando ele declarou aos que estavam presentes: “Vi o Senhor. Tudo que escrevi não passa de palha“.

Então ele partiu para o seu eterno lar.

Autor: Livro: O Temor do Senhor, John Bevere

EXISTEM VITÓRIAS


quinta-feira, 22 de novembro de 2018

TOMATES MADUROS

Quando tentamos amadurecer as frutas na base dos dedos, elas ficam com um gosto ruim. Você já comeu tomates amadurecidos quimicamente? Talvez já os tenha comprado no mercado. 

Se os verdureiros colhessem os tomates e os despachassem logo, chegariam amassados ao mercado; por isso, apanham tomates verdes (talvez eu esteja revelando um segredo comercial aqui) e os borrifam com CO2 antes de ser mandados para o mercado. O gás amadurece os tomates verdes muito rapidamente. Não há nada de errado com esses tomates. Mas, se você já comeu um tomate amadurecido naturalmente, não há comparação. lLeva tempo para o fruto amadurecer. 

E Deus precisa de tempo para amadurecer o fruto do Espírito em nossa vida. (Rick Warren, em "Poder Para Ser Vitorioso", pg 39 - Ed Vida).

MUDAR


quarta-feira, 21 de novembro de 2018

SOMOS UMA CARTA LIDA POR TODOS

Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração.

2 Coríntios 3:3

Um missionário perguntou certa vez a um notável converso o que fora que mais o influenciara a se tornar seguidor de Cristo. O crente, que antes de se converter fora muito ímpio, deteve-se um momento antes de responder.

– Estes olhos já viram muitos males – começou ele lentamente – e estas mãos praticaram muito pecado e violência. Minha mente estava constantemente premeditando e forjando o mal. Mas... (aqui o converso fez prolongada pausa e depois continuou): Mas, Sr. F., quando meus amigos que haviam sido ladrões deixaram de roubar, quando mentirosos começaram a dizer a verdade, quando homens cruéis se tornaram bondosos, concluí que devia haver em sua religião cristã algo de valor. Vi isso não no templo mas na vida deles.

Sem dúvida haverá maior número de pessoas no reino de Deus, por terem visto sermões, do que por os terem ouvido. Paulo diz que somos "carta... conhecida e lida por todos os homens".

Meditações Matinais.

HOMENS HONESTOS

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

É NECESSÁRIO PROVAR

Um gabola divertia-se numa praça pública cercada de curiosos. Tinha facilidade de linguagem, fazia questão de ressaltar sua condição de ateu, e, gratuitamente, ofendia os presentes interrogando:

- Quem quer discutir comigo? - pastor, padre, médico, advogado ou um simples crente, suba aqui!

Só um respondeu à insistência do sabichão e se dirigiu a ele. Era um senhor de trajes humildes. Nada nele demonstrava capacidade nem erudição. O orador, bazofiando, ainda tentou humilhá-lo, baseando-se em sua aparência.

O desafiado subiu ao palco, sentou-se e, indiferente às provocações, tirou uma laranja de um embrulho, descascou-a e chupou-a...

O pregador continuou seus desaforos:

- Veio falar comigo, ou fazer um piquenique? Depois de chupar a laranja, perguntou ao desafiante:

- O senhor quer me dizer se a laranja que eu chupei estava doce ou azeda?

- Bem desconfiei que o senhor é meio maluco, respondeu o orador. Foi o senhor que chupou a laranja, como quer que eu saiba se estava doce ou azeda?

Nesta altura dos acontecimentos era grande a expectativa geral. Todo o auditório queria saber como terminaria aquilo.

- Justamente isso é que fala em meu favor. Se quem chupou a laranja foi eu, só eu sei se ela estava doce ou azeda. O senhor não pode falar da experiência da salvação em Cristo se não passou por ela - continuou - Antes de me converter eu era um beberrão, mau esposo, mau pai: não valia nada. Um dia experimentei a graça do Evangelho e me tornei outra criatura. Por isso posso falar de ambas as coisas. Eu conheci ambas as coisas. O senhor só conhece o seu lado ateu. Não pode falar sobre Deus.

"Provai, e vede que o Senhor é bom: bem-aventurado o homem que nele confia" (SI 34.8).

LIVRES


sábado, 17 de novembro de 2018

OLHAI PARA CIMA

Eduardo tinha ido com seu pai a uma loja. À tarde eles desceram da montanha onde moravam em sua casinha, e caminharam na planície até à cidade. Havia muito que ver, e muitas compras a fazer na grande loja, onde se encontrava tudo que se queria.

Jantaram num restaurante, para alegria de Eduardo, e finalmente se puseram a caminho de casou. A escuridão cobria a Terra quando chegaram ao sopé da montanha. Eduardo procurou cuidadosamente no bolso o precioso canivete e a corrente que seu pai lhe havia comprado. Estavam em segurança. Depois, ele começou a difícil tarefa de subir o trilho daquela áspera e escura montanha.

E a cada minuto que se passava, escurecia mais. O pai, um pouco adiante, carregava um saco nos ombros. O saco continha as compras que eles haviam feito na loja. Eduardo desejava poder andar com pés tão seguros como o pai.

Ele tropeçava, porque suas pernas estavam trêmulas. Seus olhos, acostumados a estar fechados a esta hora, doíam e ele tentava enxergar os troncos e pedregulhos antes de cair neles. Mas quanto mais olhava, menos via.

Finalmente, Eduardo segurando a mão livre do pai, pôs nele a sua confiança para guiá-lo no caminho. Isto melhorou a situação e finalmente viram a luz brilhante de sua própria casa no cimo da montanha. Eduardo não tinha falado muito, até agora. Ele tinha que economizar fôlego para andar.

"Papai", disse ele com admiração, "eu desejaria poder andar pelo escuro sem tropeçar e cair. Como é que o senhor consegue?"

O pai parou imediatamente. Eduardo percebeu que estava olhando para ele com seus olhos bondosos.

"É assim, meu filho. Você tropeça porque olha sempre para seus pés". E pôs o saco no chão, tomou a cabeça de Eduardo em suas duas mãos voltando-a para cima. "Olhe para lá. Você vê onde o Céu está mais claro? É porque cortaram as árvores ali para fazer a estrada. Eu olho sempre para cima quando ando. Torna o caminho mais fácil."

Sim, torna o caminho mais fácil o olharmos para cima. A estrada está muito escura hoje. Se só olharmos em nosso redor ficaremos desanimados.

O olhar para cima é o olhar de fé em Deus. "Olhar para cima" é confiar nEle para obter direção quando tudo se acha em trevas e não vemos o caminho e as dúvidas nos assaltam, sentimos "medo do escuro". Nós nunca olharemos em vão, quando sinceramente olharmos para cima.

"Olhai para cima" é um esplêndido lema. 

Brado de Guerra.

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

VOCÊ ESQUECEU?

"Acaso, nas trevas se manifestam as tuas maravilhas? E a tua justiça, na terra do esquecimento?" 

Salmos 88:12

Um morador de rua disse a outro companheiro de infortúnio: "Eu ouvi um cristão falar em uma praça, há mais de um ano atrás, que Deus ama e cuida de todos os Seus filhos. Eu creio que Ele mandou alguém nos ajudar, mas... certamente essa pessoa se esqueceu."

Quem sabe Deus chamou você para levar uma palavra de consolo a um vizinho, que perdeu um ente querido, mas... você não foi. Provavelmente você se esqueceu. Deus mandou o pai daquele menino preso com drogas, ensiná-lo, desde criança, o caminho de Jesus, mas... é provável que ele tenha se esquecido de fazer isso. Quem sabe Deus nos mandou orar e vigiar, amar até os que nos odeiam e perseguem, caminhar uma segunda milha após nos obrigarem a caminhar uma, prometendo que teríamos uma vida abençoada e feliz se o obedecêssemos, e nós, distraídos, esquecemos. Perdemos a alegria, perdemos a bênção, perdemos o regozijo de ver pessoas sendo transformadas pelo poder do Senhor e... o pior, perdemos a oportunidade de ouvir o nosso Deus dizer: "Servo bom e fiel".

O mundo pode ser melhorado, os lares podem ser edificados, as ruas de nossa cidade podem ser iluminadas, mas... nada disso está acontecendo por nosso "esquecimento" espiritual.

Por que não vemos as promessas do Senhor serem cumpridas? Porque somos esquecidos! Por que não há mais salvação de perdidos em nossas igrejas? Porque continuamos esquecendo nosso chamado! Por que os campos não estão mais brancos e a violência tem ocupado todos os lugares? Porque esquecemos de arar a terra e semear o amor de Deus!

Está na hora de acordarmos de nosso esquecimento e de lembrarmos que somos filhos do Deus Altíssimo e é através de seus filhos que Deus dissipará as trevas do mundo.

Paulo Barbosa

NÃO PERMITA


quinta-feira, 15 de novembro de 2018

O AMANHÃ QUE TALVEZ NUNCA CHEGUE

O amanhã é o dia mais maravilhoso... É quando os homens cumprem seu dever. É o tempo da colheita de boas intenções. Amanhã os maus hábitos serão resolutamente vencidos; o mau temperamento, subjugado. Amanhã O seguirão e dedicar-se-ão inteiramente ao Seu serviço ...

A quarta parte da raça humana morre antes de atingir os sete anos; a metade, antes dos dezessete. Dentre cem pessoas somente seis chegam aos sessenta anos. De quinhentos, apenas uma vive até aos oitenta. É seguro retardar a decisão da mais importante de todas as questões para um tempo mais conveniente?

Tarbell's Teacher's Guide.

SER VITORIOSO

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

PUXE A CORDA DO SINO


"Alegre-se o coração dos que buscam ao Senhor. Buscai ao Senhor e a sua força; buscai a sua face continuamente"

1 Crônicas 16:10, 11


"A oração puxa a corda embaixo e o grande sino toca em cima junto às orelhas de Deus. Alguns tocam o sino fracamente, pois, suas orações são desanimadas; outros dão apenas um puxão ocasional na corda. Porém, aquele que se comunica com o Céu é o homem que pega a corda corajosamente e puxa continuamente com toda a sua força."

Com que disposição temos puxado a corda do grande sino de comunicação com nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo? Quanto mais puxamos essa corda, mais comunhão temos com Deus. Quanto mais comunhão temos com o nosso Pai celestial, mais bênçãos recebemos aqui neste mundo. E essa é a razão de nossa grande felicidade.

Se estamos desanimados, mais motivos temos para puxar a corda do sino. As mãos estendidas do Senhor nos estimulam, nos alegram o coração, nos mostram que sempre haverá esperanças e que a vitória logo chegará. Portanto, nada de tristeza ou frustração -- puxemos com força a corda do sino.

Quer esteja alegre ou triste, busque ao Senhor. Quer tenha os sonhos já realizados ou muitos ainda por realizar, busque ao Senhor. Ele é o nosso socorro, nosso Amigo verdadeiro, nosso companheiro em qualquer situação.

Se você começar a sentir que está se cansando de tudo, puxe a corda do sino. Se a paz está lhe fugindo, puxe a corda do sino. Se seu amor a Deus e ao próximo está cada vez mais fraco, puxe a corda do sino. Se está se sentindo cada vez mais só, puxe a corda do sino. Deus ouvirá você, lhe socorrerá e um manancial de júbilo começará a jorrar de seu interior. Enquanto o sino estiver tocando, o sol das bênçãos de Deus estará brilhando intensamente em sua vida.

Não desanime jamais -- puxe a corda do sino.

Paulo Roberto Barbosa

PALAVRA CERTA


terça-feira, 13 de novembro de 2018

INSISTIR COM DEUS É SINAL DE TEIMOSIA?

Todos nós convivemos com dois tipos de pessoa na vida: os íntimos e os distantes. Quando consideramos alguém amigo, temos liberdade de pedir ao mesmo um favor e sentimo-nos à vontade diante de tal pessoa. 

Para muita gente, Deus é um alguém distante, a quem tratam quase como um estranho. Todavia, quando alguém vê Deus como Pai, como amigo e tem um relacionamento de comunhão com Ele, tal pessoa tem a liberdade de aproximar-se de Deus como uma "santa ousadia".

Isso é possível quando crescemos no conhecimento de Deus em nossa vida. Abraão conhecia o coração misericordioso de Deus, e por isso insistiu, ainda que respeitosamente, com Deus em favor dos habitantes de Sodoma. É importante observar que, em nenhum momento, Deus o repreende por isso.

Texto Base - GÊNESIS 18.23-32

23 - E chegou-se Abraão, dizendo: Destruirás também o justo com o ímpio?

24 - Se porventura houver cinqüenta justos na cidade, destruirás também, e não pouparás o lugar por causa dos cinqüenta justos que estão dentro dela?

25 - Longe de ti que faças tal coisa, que mates o justo com o ímpio; que o justo seja como o ímpio, longe de ti. Não faria justiça o Juiz de toda a terra?

26 - Então disse o Senhor: Se eu em Sodoma achar cinqüenta justos dentro da cidade, pouparei a todo o lugar por amor deles.

27 - E respondeu Abraão dizendo: Eis que agora me atrevi a falar ao Senhor, ainda que sou pó e cinza.

28 - Se porventura de cinqüenta justos faltarem cinco, destruirás por aqueles cinco toda a cidade? E disse: Não a destruirei, se eu achar ali quarenta e cinco.

29 - E continuou ainda a falar-lhe, e disse: Se porventura se acharem ali quarenta? E disse: Não o farei por amor dos quarenta.

30 - Disse mais: Ora, não se ire o Senhor, se eu ainda falar: Se porventura se acharem ali trinta? E disse: Não o farei se achar ali trinta.

31 - E disse: Eis que agora me atrevi a falar ao Senhor: Se porventura se acharem ali vinte? E disse: Não a destruirei por amor dos vinte.

32 - Disse mais: Ora, não se ire o Senhor, que ainda só mais esta vez falo: Se porventura se acharem ali dez? E disse: Não a destruirei por amor dos dez.

Danival de Jesus Motta

GRANDE PARTE DO MAL


segunda-feira, 12 de novembro de 2018

QUERO VOLTAR A CONFIAR!

Fui criado com princípios morais comuns: Quando eu era pequeno, mães, pais, professores, avós, tios, vizinhos adultos, eram autoridades dignas de respeito e consideração. Quanto mais próximos ou mais velhos, mais afeto. Era inimaginável responder de forma mal educada aos mais velhos, aos professores, e ou autoridades... Confiávamos nos adultos porque todos eram pais, mães ou familiares das outras crianças da nossa rua, do bairro, ou da cidade...

Tínhamos medo apenas do escuro, de sapos, dos filmes de terror...

Hoje me deu uma tristeza infinita por tudo aquilo que perdemos. Por tudo o que meus netos um dia enfrentarão... Pelo medo no olhar das crianças, dos jovens, dos velhos e dos adultos.

Que lástima ver hoje: Direitos humanos para criminosos, e deveres ilimitados para cidadãos honestos. Não levar vantagem em tudo, significa ser idiota. Trabalhador digno e cumpridor dos deveres virou otário. Pagar dívidas em dia é ser tonto... e o grito de guerra é: “Anistia para os corruptos e sonegadores”...

O que aconteceu conosco? Professores maltratados nas salas de aula; Comerciantes ameaçados por traficantes; Grades em nossas ja-nelas e portas... Que valores são esses???

Automóveis que valem mais que abraços; Filhas querendo uma cirurgia como presente por passar de ano; Filhos esquecendo o respeito no trato com os pais e avós, e no lugar de “senhor”, “senhora”, ficou o “oi cara!”, “como está coroa?” Celulares em mochilas de crianças; O que vais querer em troca de um abraço?

Hoje, a diversão vale mais que um diploma; Uma tela grande ou as gírias virtuais valem mais que uma boa conversa; Mais vale uma maquiagem que um sorvete... Mais vale PARECER do que SER...

Quando foi que tudo despareceu ou se tornou ridículo?

Quero arrancar as grades da minha janela para poder tocar as flores! Quero me sentar na varanda e dormir com a porta aberta nas noites de verão! Quero a honestidade como motivo de orgulho! Quero a retidão de caráter! A cara limpa e o olhar olho-no-olho. Quero sair de casa sabendo a hora que estarei de volta – sem medo de assaltos ou de balas perdidas...

Quero a vergonha na cara e a solidariedade: onde uma palavra valia mais que qualquer documento assinado.
Quero a esperança, a alegria, a confiança de volta! Abaixo o TER, viva o SER!

Viva o retorno da verdadeira vida, simples como a chuva, limpa como o céu de primavera, leve como a brisa do mar, e, definitivamente bela como cada amanhecer!

Vamos voltar a ser “gente”, ter a indignação diante da falta de ética, de moral, e de respeito... Construir um mundo melhor, mais justo e mais humano, onde as pessoas respeitem as pessoas.

Utopia? Quem sabe! O certo é que precisamos realmente tentar...

(Por: ARNALDO JABOR)

PERDER A PACIÊNCIA


domingo, 11 de novembro de 2018

UMA BÍBLIA NUM PÃO

Conta-se que há muitos anos, na França, nos tempos em que se perseguiam atrozmente os crentes protestantes era muito difícil obter a Bíblia, e mais difícil ainda conservá-la, pois os padres dominavam o país e proibiam que alguém possuísse a Escritura.  Costumavam revistar a casa das pessoas que julgavam a estivessem lendo, de maneira que esses bons cristãos tinham de manter-se vigilantes e esconder a Bíblia quando se aproximassem os padres.

Um dia um padre chegou a certa casa, e uma das crianças correu para dentro a avisar a mãe. Não dispunha ela de muito tempo para agir, mas teve muita presença de espírito. Tomou o precioso Volume e embrulhou-o, colocando-o  na massa que estava preparando. Levou-a depois ao forno.

O padre olhou em toda parte, mas nem sonhou em suspeitar da massa, de aparência tão inocente. Assim seguiu o seu caminho, e aquela pequena família deu suspiros de alívio. O Livro foi tirado do forno, sem ter sofrido o mais leve dano. Mais tarde, a família emigrou para a América, onde teve liberdade de adorar a Deus segundo os ditames de sua consciência. Os pais levaram consigo a Bíblia e entregaram-na aos filhos, que por sua vez a preservaram para seus descendentes, até que afinal foi posta num museu, onde ainda é conservada para que os visitantes leiam sua singular história.  

 H. Humphries.

ALCANÇAR OS TRONOS DE DEUS


sábado, 10 de novembro de 2018

AMOR AO DINHEIRO

Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores. Tu, porém, ó homem de Deus, foge destas coisas; antes, segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão.

I Tim. 6:10, 11 

O Dr. R. Newton relata a triste história de um marinheiro que se demorou numa pequena pousada na aldeia da Normândia. Pagou o jantar e o alojamento de uma noite. O proprietário e sua esposa eram anciãos e de aparência pobre. O marinheiro convidou-os a jantar com ele e durante a refeição lhes perguntou algo sobre seus familiares, principalmente sobre o filho que desde muito jovem se tornou marinheiro. Os pais supunham que estava morto, pois durante muito tempo não ouviram nada dele. Na hora de dormir, a mulher conduziu o marinheiro até seu quarto. Este lhe disse boa noite e deslizou em sua mão uma moeda de ouro. Ela mostrou ao marido e ambos se deleitaram olhando-a. Sabiam que o marinheiro possuía mais ouro. Durante a noite o assassinaram em sua cama e tomaram todo seu dinheiro.

Muito cedo, na manhã seguinte, dois parentes dos proprietários vieram perguntando onde estava o marinheiro. Ambos responderam que havia ido embora. "Não é possível – disseram os parentes – porque era filho de vocês, o filho que voltou ao lar para passar a vida com vocês. Disse-nos que permaneceria com vocês uma noite, sem dizer-lhes que era seu filho, para ver quão bondosos vocês poderiam ser com estranhos". Tinham assassinado seu próprio filho, pelo abominável amor ao dinheiro!

Quantos estão dispostos a vender sua alma ao diabo por uma bolsa de ouro! – Keith L. Brooks.

Fonte: http://www.iasdemfoco.net

CONTRADIÇÃO COM A VIDA NO LAR


sexta-feira, 9 de novembro de 2018

FAROL E TOCHA

E o anjo de Deus, que ia diante do exército de Israel, se retirou, e ia atrás deles; também a coluna de nuvem se retirou de diante deles, e se pôs atrás deles.

Êxodo 14:19

Quando nos deitamos para dormir num carro Executivo, dois fatores concorrem para apaziguar nossa mente: um é o farol da locomotiva que penetra a escuridão com seus raios possantes, demonstrando ao maquinista o estado do trilho; e o outro é o fiel funcionário que sempre cuida de manter acesas as tochas na retaguarda a fim de proteger e impedir uma colisão com qualquer outro trem que venha atrasado.

Na viagem de nossa vida necessitamos desses dois fatores essenciais: a luz que ilumina a nossa frente e a que defende a retaguarda.

Os israelitas, em sua trajetória do Egito a Canaã, encontravam-se em pânico pela perseguição que sofriam. Êxodo 14:19, 20.

Assim, em agradável estilo oriental, temos descrito o serviço duplo que a religião proporciona: fortalece o farol da mente com a fé e esperança para o futuro da viagem; providencia uma segura proteção com a experiência do arrependimento, seguido pelo perdão divino.

Dr. Ralph W. Soekman.

OBEDIÊNCIA


quarta-feira, 7 de novembro de 2018

A INFLUÊNCIA BÍBLICA

Isto é a minha consolação na minha aflição, porque a tua palavra me vivificou.

Salmos 119:50

Você já ouviu alguém dizer que era um desgraçado inveterado, um incômodo para o mundo e para a sociedade, até o dia em que começou a estudar matemática e aprendeu a tabuada de multiplicar, tornando-se, desde então, feliz, como que sentindo um desejo imenso de cantar continuamente por ter a alma cheia de paz e de triunfo?

Você já ouviu alguém atribuir o seu libertamento da intemperança, do vício e do pecado à ciência da matemática ou à geologia? Milhares, porém, podem dizer: "Eu era um perdido; quebrei o coração de minha pobre mãe; estava arruinado, não tinha lar; mas achei abrigo nas promessas da Bíblia", Muitos irão até contar as palavras divinas que se apegaram em suas almas.

E ainda hoje esse Livro está operando tais milagres. Se perguntarmos ao cético se ele conhece algum outro Livro que transforme uma vida de sofrimentos em prazer e alegria, talvez responda que sim; no entanto, se lhe fizermos o pedido de um volume, esperaremos em vão por ele. – Pittsburgh Christian Advocate.

terça-feira, 6 de novembro de 2018

A VITÓRIA – DOM GRATUITO

Ó vós, todos os que tendes sede, vinde às águas, e os que não tendes dinheiro, vinde, comprai, e comei; sim, vinde, comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite.

Isaías 55:1

Um inglês estava precisando submeter-se a uma delicada operação numa das vistas. Tinha poucos recursos, e não havia naquela região um especialista habilitado a fazer essa operação. Por muitos meses economizou cada semana algumas libras, para no fim de algum tempo ter o bastante para a operação. Afinal, foi ao consultório do especialista, para combinar a operação. Combinado o dia, o paciente perguntou, ansioso, qual o preço.

O pobre homem ficou totalmente desanimado ao ouvir que seriam 500 libras. Possuía apenas vinte.

– Não poderá o senhor fazer-me uma concessão, de modo que não venha a perder a vista? – rogou o pobre.

– Não, os meus preços são fixos – respondeu o grande cirurgião. Fez uma pausa, e acrescentou: – Porém, posso fazer a operação de graça, e isso farei com todo o prazer.

Fonte: http://www.iasdemfoco.net

CRISTIANISMO VIGOROSO


segunda-feira, 5 de novembro de 2018

FONTE DE FELICIDADE

Encheste o meu coração de alegria, alegria maior do que a daqueles que têm fartura de trigo e de vinho.

Salmo 4. 7

Em vão se busca a felicidade verdadeira em fontes mundanas. Faz algum tempo, um amigo pediu-me que abrisse uma classe para ensinar um idioma não falado entre o povo. Entre meus discípulos havia um comerciante, um célebre professor e deputado da província, um diretor de Correios e Telégrafos, poeta e escritor, um célebre médico e o advogado mais hábil de toda a província. Era esta uma classe de cavalheiros que representavam a riqueza, a ciência, os títulos e honras. Em uma palavra, tudo o que se considera a fonte da felicidade do homem.

O advogado vinha sempre à classe com seu cachorro branco. Uma manhã, antes de abrir a classe, estes cavalheiros estavam conversando quando um perguntou:

– Quem lhes parece é o mais feliz de todos nós?

– Esse – disse um apontando para o cachorro.

Todos convieram que o cachorro pertencente ao advogado era o mais feliz dos seres ali. E não foi tudo vão.

Muitas vezes os mundanos mais afortunados desejariam ser tão felizes como os cães e os gatos. Tal é o mundo sem o Salvador, fonte verdadeira do gozo perdurável.


Fonte: http://www.iasdemfoco.net

O SEGREDO DO CRISTIANISMO


domingo, 4 de novembro de 2018

JESUS É NOSSO MARAVILHOSO MEDIADOR

Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo.

1 João 2:1 

Estava um velho sentado no muro de pedra, em frente da Casa Branca, nos EUA, nos tenebrosos dias da Guerra Civil. Lágrimas lhe deslizavam pelas faces enrugadas. As mãos, calejadas, tremiam-lhe, enquanto apertavam um lenço com que enxugava os olhos.

Passou um menino a correr, tangendo um arco. Ao avistar o velhinho, deteve-se e indagou infantilmente do motivo de sua tristeza.

– Não querem deixar-me entrar, para ver o presidente, nem meu filho! Ai, meu filho vai ser fuzilado! O Presidente Lincoln é o único, o único capaz de salvá-lo.

– Vou levá-lo para dentro, disse ansiosamente o pequeno Ted; eles não podem impedir que eu entre. O senhor venha comigo!

O velho e o pequeno defensor entraram, passando corajosamente diante de carrancudos guardas, até à própria presença daquele que, unicamente poderia salvar o filho. – Meditações Matinais.

MISSIONÁRIO


sábado, 3 de novembro de 2018

A CAIXA DO CORREIO

Na África do Sul um homem recebeu um aviso do correio. Era um pacote. Tinha que pagar U$4,00 para retirá-lo.  Pegou o pacote, examinou-o, mas não conseguiu identificar o que tinha dentro. Não quis pagar os U$4,00. O pacote ficou 15 anos no correio.

A caixa era levada de um lugar para outro dentro da agência do correio. Muitas vezes era usada para apoiar os pés. Até que um dia o dono da caixa morreu. A caixa foi então leiloada, mas ninguém queria dar nada por ela. Até que alguém resolveu dar um lance de U$0,50.

Ao abrir o pacote… Surpresa!!! Tinha dentro dele 15 mil dólares.

O que aconteceu com aquela caixa freqüentemente acontece com a Bíblia. A Bíblia é rejeitada como algo sem valor.  Mas há dentro dela uma riqueza de valor infinito: Jesus Cristo - A Vida Eterna.

TUDO PASSA


sexta-feira, 2 de novembro de 2018

UM ENCONTRO NO CÉU

"Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo" 

Mateus 25:34




Quando o célebre homem de Deus Phillip Brooks estava se recuperando de uma enfermidade e estava se recusando a receber visitas, conforme orientação médica, o agnóstico Robert G. Ingersoll quis lhe visitar, e foi prontamente recebido. "Sinto-me muito lisonjeado", disse Ingersoll, "mas, por que me recebeu, após recusar a visita de todos os seus amigos?" "É muito simples", respondeu o homem de Deus, "eu tenho plena confiança de encontrar todos os meus amigos no porvir, porém, esta pode ser a minha última oportunidade de vê-lo."

O homem e a mulher de Deus, não apenas se prepara para um encontro com o Senhor como também se importa com as pessoas que fazem parte de sua vida diária. Queremos a vida eterna nos Céus e queremos também que nossos parentes, nossos amigos e todas as pessoas desse mundo, tenham a mesma alegria, o mesmo regozijo, a mesma bênção.

O Senhor Jesus, um dia, nos chamará pelo nome. E dirá mais: "vinde benditos de meu Pai". Eu quero ouvir isso e quero que todos os meus amigos também ouçam. Sou feliz por ter meu nome escrito no Livro da Vida e desejo ardentemente que o nome de todos que estão me lendo também tenham os seus nomes colocados ali. Quero festejar com todos a entrada nas mansões celestiais.

Existe um hino que diz: "Desejamos ir lá, desejamos ir lá. Que alegria será, quando nós nos encontrarmos lá". Sim, será um momento de grande alegria e gozo. Estar na presença do nosso Salvador, para sempre, que felicidade!

Você já tem seu passaporte para o Céu? Já abriu o coração para Jesus?

UMA CABEÇA MÁ


quinta-feira, 1 de novembro de 2018

JESUS É NOSSO MARAVILHOSO SALVADOR

Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.

1 Timóteo 1:15

Certa noite João Wesley estava a caminho de casa, voltando do trabalho. Na estrada, apareceu dentre as trevas um homem, exigindo-lhe bruscamente o dinheiro ou a vida.

– Meu amigo – disse Wesley bondosamente, entregando tudo – talvez um dia o senhor deseje abandonar essa vida. Quando chegar esse tempo, lembre-se disto: "Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores" e: "O sangue de Jesus Cristo nos purifica de todo o pecado".

Anos mais tarde estava Wesley cumprimentando o povo, à porta da igreja. Um membro se lhe aproximou e lembrou-lhe aquele incidente. Wesley bem se recordava do fato.

– Fui eu aquele salteador – disse o homem, humildemente. – As palavras que o senhor me disse nunca mais me abandonaram. Minha vida foi transformada completamente! Descobri que de fato Jesus Cristo pode salvar o mais vil pecador.

Bendita certeza! O amor e a salvadora graça do Salvador convencem e convertem o mais indigno dos homens! E através dos séculos Ele tem trazido vida e esperança a milhões de pessoas que para Ele ergueram os olhos. 

Meditações Matinais.

A VITÓRIA