sexta-feira, 31 de agosto de 2018

CRISE

Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face, e o meu Deus.

Salmo 42:11

Todo mundo enfrenta dias ruins na vida. A doença que chega sem avisar; problemas de família  destroem a harmonia; a falta de dinheiro, o desemprego. Existem uma multidão de coisas que podem tornar a vida triste. E, às vezes, uma delas nos atinge, faz o coração infeliz e torna o caminho sombrio.

O salmista passava por dias assim. A Bíblia diz que ele olhava para dentro de si mesmo e via uma alma abatida e perturbada. Era como se o coração perdesse toda a esperança e uma agonia sem fim ao atingisse. Quando isso acontece, o homem fica estático como se a vida perdesse o sentido e o futuro fosse apenas uma estrada abandonada e destruída que o levasse a um lugar sem sentido.

Quantos estão por aí olhando a vida com um sentimento triste e o coração carregado de dor? Quantos a alma parece um lago de águas agitadas sobre uma tempestade? Quantos estão perdidos na escuridão do próprio coração? São tantos! 


Quando esse pessimismo tomava conta da alma do salmista, ele sentava solitário num lugar  em que pudesse conversar consigo mesmo e dizia: "Por que está assim ò minha alma, por que te perturbas, por que te afliges, por que te abates?"


É interessante como a ele termina o versículo: "Espera em Deus..."

A DESCONFIANÇA


quinta-feira, 30 de agosto de 2018

SOCORRO BEM PRESENTE

As bênçãos da aliança não são destinadas para serem apenas contempladas, mas para serem apropriadas.

O próprio Senhor Jesus Cristo nos é dado para o nosso uso presente.

Cristão, tu não fazes uso de Cristo como deverias fazer.

Quando estás em tribulação, por que não Lhe contas toda a tua dor? Não tem ele um coração simpatizante, e ele não pode te confortar e aliviar? Não, tu irás a todos os teus amigos, exceto ao teu melhor Amigo, e contarás o teu problema em todos os lugares, exceto no seio do teu Senhor.

Tu estás sobrecarregado de pecados este dia? Aqui está uma fonte cheia de sangue: use-a, cristão, use-a. Há um sentimento de culpa sobre ti?

A graça perdoadora de Jesus pode ser experimentada várias vezes. Venha logo a Ele para ser purificado.

Tu lamentas a tua fraqueza? Ele é a tua força - por que não te inclinas sobre ele? Tu te sentes nu? Vem, alma, coloque o manto da justiça de Jesus. Dispa-se da tua justiça própria, e dos teus temores também: coloque o claro linho branco, pois foi feito para ser vestido.

Tu te sentes enfermo? Faça soar o sino noturno da oração, e chame o Médico Amado! Ele dará o remédio que te fará reviver.

Tu és pobre, mas tens afinal "um parente, um homem poderoso e rico." para te resgatar.

O quê! tu não irás ter com ele, e pedir-lhe para te suprir com a sua abundância, quando ele tem feito esta promessa, para que sejas co-herdeiro juntamente com ele, e que tem feito de tudo para que ele seja teu?

Não há nada que mais desgoste a Cristo do que o seu povo fazer uma exposição dele, e não usá-lo. Ele gosta de ser usado por nós. Quanto mais fardos colocamos sobre seus ombros, mais precioso ele será para nós.

Texto de autoria de Charles Haddon Spurgeon, traduzido e adaptado pelo Pr Silvio Dutra.

RIQUEZA


terça-feira, 28 de agosto de 2018

PARA O NOSSO BEM

A dor que, hoje, você suporta traz um novo e precioso valor à sua alegria. A descontração que, hoje, você desfruta lhe dá a energia para que você possa trabalhar com muito mais eficiência. O tempo que você está separado daquela pessoa a quem tanto ama, irá fazer com que o reencontro seja rico de significação.

A doença torna a saúde algo valioso de ser buscado. A fome estimula a nutrição. E a morte faz com que a vida se torne extremamente preciosa. As coisas que qualificamos de “ruins”, frequentemente fazem com que as coisas boas se tornem realmente muito boas. Sem o desconforto, como poderíamos apreciar o conforto? Se não houvesse trevas, qual seria o significado da luz? Sem ignorância, conhecimento não teria nenhum valor.

Em toda e qualquer direção e em todas as situações, a vida tem significado porque foi Deus quem a criou. Portanto, ao invés de amaldiçoar as trevas, aprecie a luz que lhe traz uma nova dimensão de vida.

Para Meditação: A tua justiça é justiça eterna, e a tua lei é a própria verdade. Salmo 119.142

Por Nélio DaSilva - missionário da SEPAL

METADE DE MIM


segunda-feira, 27 de agosto de 2018

PERSEVERANÇA

Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçamo-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos com perseverança, a carreira que nos está proposta.

Mateus 10:16

Quão triste de ser para um atleta desistir de uma maratona a poucos metros da linha de chegada.

Todos nós já desistimos de alguma coisa; porém, depois de algum tempo, lembramos que se tivéssemos resis-tido mais um pouco, teríamos conseguido finalizar.

Perseverança é a palavra que define a atitude de permanecer firme. A palavra era usada no mundo grego para definir a capacidade que uma planta possui de sobreviver em circunstâncias desfavoráveis.

Os hebreus estavam querendo abandonar a confiança em Cristo (Não lanceis fora a vossa confiança, que tem uma grande recompensa Hb 10:35), por isso o autor desta carta os exorta a perseverar (porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa HB 10:36). Ele dá duas razões porque os hebreus deveriam perseverar: a primeira razão era o estímulo dos santos (“tão grande nuvem de testemunhas”) , e a segunda, o exemplo de Cristo que suportou a cruz.

Quando olhamos para a situação de Jesus na cruz, não vemos, humanamente, uma situação favorável. Pregos foram cravados em suas mãos e pés, a multidão blasfemava contra ele, feriram-no com uma lança em seu lado, e até desafiaram-no a descer da cruz. Se ele não tivesse resistido, suportado, perseverado, teria descido da cruz.

O exemplo de Jesus Cristo deve está bem vivo em nossa mente, para não descermos da cruz. Sempre podemos suportar um pouco mais. Lembre-se disso para chegar ao final.

Pr. Roberto

OBJETIVO DA VIDA


domingo, 26 de agosto de 2018

CAUTELA PESSOAL

"Quem, SENHOR, habitará no teu tabernáculo? Quem há de morar no teu santo monte? O que vive com integridade, e pratica a justiça, e, de coração, fala a verdade" 

Salmos 15:1, 2

"Acautele-se contra aqueles que não costumam transformar as suas palavras em ações."

Estava lendo este pensamento e refleti que deve ser real em nossas próprias atitudes. Temos tido o cuidado para que nossa vida seja genuína, autêntica, verdadeira? Temos vivido o que pregamos ou nossas palavras são apenas da "boca para fora"? Queremos que todos cumpram o que dizem, mas, não percebemos que nada cumprimos do que falamos.

O verdadeiro cristão prega o amor e, especialmente, deve demonstrar amor em seu coração. Fala para as pessoas que não devem desanimar, que devem perseverar em seus planos e sonhos, mas, principalmente, deve mostrar sua esperança e fé sempre ativas em qualquer circunstância. Fala que Cristo é a Verdade e que a Verdade liberta, porém, em especial, deve brilhar como uma pessoa honesta e verdadeira, seja qual for a situação.

O mundo será transformado pelo poder de Deus quando nós, servos do Senhor, levarmos a sério nosso chamado. As trevas começarão a desaparecer quando nossas ações acompanharem nossas palavras. A Verdade libertará quando nós, que fomos libertos, praticarmos o que experimentamos.

Você fala de Cristo a seus amigos? E o que mais você faz, além de falar?

Paulo Barbosa

sábado, 25 de agosto de 2018

NÃO DEIXES QUE CRESÇA

Tendo cuidado de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem. 

Hebreus 12:15) 

Em Junho de 1966, Rubin "Furacão" Carter, um pugilista célebre, foi condenado juntamente com um amigo por homicídio num julgamento racial grandemente publicitado. O pugilista manteve que estava inocente e tornou-se seu próprio advogado na cadeia. 

Depois de cumprir 19 anos, Carter foi libertado quando o veredicto foi anulado. Como homem livre, ele refletiu: "Será que alguém sob estas circunstâncias não teria o direito de estar amargo?... Eu aprendi que a amargura só consome o recipiente que a contém. E quanto a mim, permitir que a amargura controlasse ou infectasse a minha vida, sob que forma fosse, seria permitir que aqueles que me prenderam tirassem mais do aquilo que já levaram."

Eu creio que a amargura era o que o escritor de Hebreus tinha em mente quando escreveu as suas advertências. No texto de hoje, vemos que alguns Cristãos podem ter considerado voltar ao Judaísmo por causa da perseguição e da injustiça. Tal como uma pequena raiz que cresce numa grande árvore, a amargura poderia brotar nos seus corações e ensombrar as suas relações cristãs mais profundas (12:15).

Quando nós nos atemos à desilusão, uma raiz venenosa de amargura começa a crescer. Deixemos que o Espírito nos encha para que nos possa curar a ferida que causa a amargura. - Marvin Williams

A AMARGURA É UMA RAIZ QUE ARRUÍNA O JARDIM DA PAZ.

Por Extraído Nosso Andar Diário © Ministérios RBC

INCREDULIDADE


quinta-feira, 23 de agosto de 2018

DEUS É MAIOR

“Se o acaso existe, DEUS não pode existir. Se DEUS não é soberano, então, DEUS não é DEUS, DEUS e o acaso simplesmente não podem coexistir.

Os acidentes são acontecimentos que não pretendíamos que ocorressem. Mas há outra intencionalidade que transcende a nossa. As intenções de DEUS como visto na concorrência entre os intentos dos irmãos de José (Gênesis do cap. 37 ao 47) e o intento de DEUS, nunca estão sujeitas ao acaso e ao destino. O acaso é um termo repugnante para se referir às ações de DEUS. Albert Einstein estava certo quando disse: ‘DEUS não joga dados.’ ”

Esta afirmação de R C Sproul na sua obra “A INVISÍVEL MÃO DE DEUS” nos ensina que DEUS tem controle de tudo, até mesmo sobre as ações malignas, ações que ELE não se agrada que ocorram. ELE, literalmente, está tão no controle de tudo que pode, se confiarmos, transformar o mal que nos ocorre, em bem; ou pode fazer o bem emergir no meio do mal. Isso, sim, é poder onipotente, onipresente e onisciente. Sim, estamos imersos numa guerra invisível – a guerra espiritual, mas, de forma alguma as duas forças oponentes são iguais, DEUS é infinitamente mais poderoso que seu inimigo. Algumas páginas adiante, outra citação do autor completa perfeitamente esta verdade:

“Medo e preocupação são duas dimensões da vida que nos afetam a todos. Além de nos perturbar, deixam cicatrizes de estresse tanto no nosso corpo como na nossa alma.

É significativo que a ordem negativa ou proibição que JESUS mais freqüentemente falava tenha sido "Não temas". Freqüentemente me pergunto por que foi assim. Jesus disse as palavras “não temas” tantas vezes que quase parecia uma forma habitual de se cumprimentar no mundo antigo. É claro que não era, mas, o cumprimento habitual "Shalom" ou "Paz" não estava longe das palavras "Não temas".

http://valedeossos.zip.net/index.html

APRENDA A VIVER


quarta-feira, 22 de agosto de 2018

JUSTIFICADOS

Concluímos, pois que o homem é justificado pela fé sem as obras da Lei.


Romanos 3.28


A Bíblia, sobretudo no Pentateuco, apresenta muitas regras e ordenanças. Os judeus deviam segui-las e ensinar aos seus filhos. E todos acreditavam que esta era a única forma de agradar a Deus. Paulo, entretanto, sabendo disso, chamou a atenção dos homens para o fato de que não é o cumprir que agrada a Deus, mas o modo de ser do coração.

Jesus contou a história de dois homens que foram ao templo. Um agradecia a Deus por não ser igual aos demais - ele era fiel, dava o dízimo, fazia caridade, etc.; Já o outro homem apenas abaixava a cabeça e rogava ao Pai que o perdoasse de todos os seus erros e falhas. A Bíblia termina esse relato dizendo que apenas um voltou para casa justificado: aquele que tinha o coração a certeza de que não era agradável a Deus seu modo de viver.

Existem muitas pessoas que imaginam que é o cumprir das ordenanças ou as obras que fazem a diferença diante de Deus. Tenho uma surpresa para você: Não é! O homem só pode ser agradável diante do Pai se houver fé em sua vida.

Não nos enganemos, pois é somente a crença de Jesus Cristo no coração . Não importa se ele é triste, perdido, sem esperança, ou alegre, feliz, bondoso que poderá justificar o homem diante de Deus...

Que Deus preencha cada alma da fé que salva, liberta e perdoa e justifica o homem. Sem essa fé nada do que o homem fizer adiantará de alguma coisa! Porque quando Deus esquadrinha o homem, a única coisa que o diferenciará do perdido é a fé. A fé em Jesus Cristo.

NÃO SE PODE ESQUECER


terça-feira, 21 de agosto de 2018

JOANA D'ARC

Então disse Débora a Baraque: Levanta-te, porque este é o dia em que o Senhor tem dado a Sísera na tua mão;

Juízes 4.14

A história da França fala de Joana D'arc, uma jovem muito corajosa que viveu na primeira metade do século quinze. Mesmo tendo sido uma moça simples e do campo, desejou ver a França liberta do jugo da Inglaterra. Afirmando ouvir as vozes de santos dos céus, Joana D'arc creu que havia sido escolhida para libertar seu povo. Aos dezessete anos de idade, saiu de seu lar para cumprir essa tarefa.

No princípio ninguém levava Joana a sério, nem acreditavam nas "vozes" que ela dizia ouvir, mas ela persistiu até que o rei e os militares franceses acreditaram nela. Ela recebeu uma armadura completa e uma cavalo para dirigir os esquadrões na batalha. Alguns dos comandantes franceses não queriam receber ordem de uma camponesa, mas só ganhavam a batalha quando a obedeciam.

Joana era considerada um gênio militar. Sob sua liderança e entusiasmo contagioso, os franceses tomaram duas cidades em lugares estratégicos, e Carlos VII foi coroado e ocupou o trono. A história de Joana D'arc é um relato clássico do ânimo e da inspiração que uma pessoa pode transmitir. Como Joana D' arc, Débora encorajou os exércitos de sua nação em tempos muito sombrios e difíceis. (Os exemplos de Joana D'arc e Débora nos mostram como encorajar os outros com nossa vida e nossas palavras. Nunca se sabe quão grandes serão os seus efeitos.

domingo, 19 de agosto de 2018

QUAL É A FÉ QUE SALVA?

QUAL A FÉ QUE, VERDADEIRAMENTE, SALVA ? 

=> FÉ com OBRAS ? 
=> FÉ sem OBRAS ?

"De que adianta, meus irmãos, alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Acaso a fé pode salvá-lo?" [Tiago 2:14].

"Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: APARTAI-VOS DE MIM, MALDITOS, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Porque tive fome, e NÃO ME DESTES DE COMER; tive sede, e NÃO ME DESTES DE BEBER; Sendo estrangeiro, NÃO ME RECOLHESTES; estando nu, NÃO ME VESTISTES; e enfermo, e na prisão, NÃO ME VISITASTES. Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, QUANDO A UM DESTES PEQUENINOS O NÃO FIZESTES, NÃO O FIZESTES A MIM. E irão estes para o TORMENTO eterno, mas os justos para a VIDA eterna. "Lançai, pois, o SERVO INÚTIL nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes." [Mateus 25:30,41-46].

* “Porque, assim como o CORPO SEM ESPÍRITO É MORTO, assim também A FÉ SEM OBRAS É MORTA” [Tg 2.26].
* "Pensai nisto, pois: QUEM SABE que deve fazer o bem e NÃO FAZ, comete PECADO" [Tiago 4:17].

"NISTO SÃO MANIFESTOS OS 
‪‎FILHOS DE DEUS, e os 
‪‎FILHOS DO DIABO‬: 
=> Qualquer que NÃO ‪‎PRATICA A JUSTIÇA‬, e 
=> ‪‎NÃO AMA seu irmão, ‪‎NÃO É DEUS". [1 João 3:10].

>=> Entendamos, de uma vez por todas, que A FÉ SALVADORA VAI ALÉM do intelecto, da simples "CRENÇA", pois afeta nossa vontade e nossas AÇÕES!!! <=<

E agora...?
Vamos à luta, atendendo ao "IDE" imperativo de Jesus;
ou ficamos, aqui... parados..., somente "na fé" ???

Antonio Esteves

O HONESTIDADE


sábado, 18 de agosto de 2018

QUEM PODE DAR ORDENS E SER OBEDECIDO?

"Faço um decreto pelo qual, em todo o domínio do meu reino, os homens tremam e temam perante o Deus de Daniel, porque ele é o Deus vivo e que permanece para sempre; o seu reino não será destruído, e o seu domínio não terá fim. Ele livra, e salva, e faz sinais e maravilhas no céu e na terra" 

Daniel 6:26, 27

O rei Knut, da Inglaterra, uma vez deu uma lição aos seus bajuladores. Estes viviam dizendo que ele era o mais poderoso do universo e que ninguém se atreveria a desobedecê-lo. Mandou que colocassem seu trono na beira da praia, quando a maré estava baixa. Sentou-se, ao lado de sua família e ficou calado. A maré começou a encher e a água molhou os pés do rei. "Ordeno-te, ó água, que volte e proíbo-te que molhes os pés do rei", disse ele, diante de todos. Em vez disso, uma onda mais forte veio e molhou o rei por inteiro, assim como a toda a sua família. O sábio rei, então, disse aos súditos: "Que todos os povos da terra saibam que os reis não têm autoridade alguma, a não ser aquela que Deus lhe dá. O poder dos reis é coisa vã. Ninguém é digno do nome de rei, a não ser aquele que criou a terra e o mar, e cuja palavra é a lei dos céus e da terra". Hoje, na cidade de Southampton, em uma velha parede, bem perto do mar, há uma placa com estes dizeres: "Neste local, em 1032, o rei Knut repreendeu toda a sua Corte".

Muitas vezes nos julgamos muito importantes e exigimos que todos façam a nossa vontade. Por sermos ricos... poderosos... por termos alcançado uma alta posição na sociedade, cremos que somos melhores que todos os demais. Esquecemos rapidamente que tudo o que somos e temos, foi bênção de Deus. Nada teríamos sem Sua permissão e a nossa atitude deve ser de gratidão e humildade. Ao Senhor toda a glória e só Ele merece o louvor dos homens.

Você gosta de sentar em um trono e dar ordens ou sabe que toda honra pertence ao Senhor?

Paulo Barbosa

EM SUA ESSÊNCIA


sexta-feira, 17 de agosto de 2018

UMA ADVERTÊNCIA AMOROSA

“Tende cuidado, não recuseis ao que fala. Pois, se não escaparam aqueles que recusaram ouvir quem, divinamente, os advertia sobre a terra, muito menos nós, os que nos desviamos daquele que dos céus nos adverte.” 

Hebreus 12.25

Alguns têm interpretado estas palavras de Hebreus 12.25, como uma mera forma de advertência com o propósito de aterrorizar as mentes dos ouvintes, a partir da comparação de que se não escaparam do juízo de Deus aqueles que foram rebeldes a ele depois de terem presenciado todas as palavras e eventos que lhes foram dirigidos a partir do monte Sinai, quando Deus lhes deu os dez mandamentos, muito mais agora, que Cristo nos foi enviado, ele não permitirá que escapem os que não o ouvirem. 

A par de ser verdadeiro o que se refere ao juízo, no entanto, não foi esta a intenção do autor de Hebreus ao transmitir tais palavras inspiradas, porque no próprio contexto anterior havia dito que não temos chegado ao monte Sinai e seus terrores, mas “ao monte Sião e à cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial, e a incontáveis hostes de anjos, e à universal assembleia e igreja dos primogênitos arrolados nos céus, e a Deus, o Juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados, e a Jesus, o Mediador da nova aliança, e ao sangue da aspersão que fala coisas superiores ao que fala o próprio Abel.” (Hb 12.22-24), indicando que estamos sendo convocados não pelos terrores da lei, mas pelo amor de Jesus demonstrado em sua morte no Calvário, no qual derramou o seu sangue por nós, e à participação de uma assembleia de santos aperfeiçoados, e participantes da glória divina, de modo que se rejeitarmos tal demonstração de amor para a nossa salvação, o que pode nos esperar senão o juízo eterno? 

Quando a epístola aos Hebreus foi escrita, havia cerca de 40 aos decorridos desde a morte e ressurreição de Jesus, e agora, já são passados cerca de dois mil anos, e desde então, pelo testemunho de incontáveis pessoas que se converteram a Cristo, continua sendo comprovada a plena veracidade de tais palavras relativas ao fato de que Deus nos tem salvado por conta de uma grande misericórdia, longanimidade e amor demonstrados à humanidade. Como poderá então ser justificada a rejeição de tal chamado à conversão por parte daqueles que insistem em se manter rebeldes contra Ele e à Sua vontade?

Silvio Dutra

O FRACO


quinta-feira, 16 de agosto de 2018

ALMA ENTRISTECIDA

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.


Salmo 139.23-24


Quando pratico algo de errado - uma ação indevida, uma palavra inapropriada o coração fica cansado e sobrecarregado, geralmente eu costumo-me sentir desmotivado, porque a alma entristecida, torna o viver pesado e não permite a paz morar consigo.

Você já se sentiu assim? Se já, não se preocupe, essa sensação é uma reação natural do coração ao sentir o mal se emprenhar em invadir a vida do homem.  A nossa melhor atitude é sempre a cautela. Gritar, bater, falar mal, ofender nunca resolveu nada, pelo contrário amplia a aflição.

O contra ataque  mais saudável é analisar a nossa própria vida e desvendar a origem do que nos abate, aflige. Sempre é salutar perguntar: "Quem está trazendo o mal?"

Qualquer que seja a resposta o importante é está disposto a trazer a paz de volta a vida e, para isso, você tem que buscar de Deus sabedoria, humildade e coragem para destruir o mal usando somente as armas da bondade. Lembre-se: na maioria das vezes o mal se esconde em nós mesmos, protegido por nosso coração.



Andrea Cris Musica: Cria em mim Óh Deus.



A VERDADEIRA RIQUEZA


quarta-feira, 15 de agosto de 2018

GUARDA O TEU CORAÇÃO

"Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida"

Pv 4.23

As fontes e os poços do Oriente eram preciosidades tratadas com cuidado especial. Tapava-se cuidadosamente com uma pedra a boca de uma nascente, de maneira que a expressão "uma nascente fechada" ou "uma fonte selada" tornou-se característica para tudo que era guardado com mais cuidado. Assim é o coração; ele é a fonte de onde procedem todas as nascentes da vida, como nos diz o sábio.

O coração e o intelecto são a fonte da vida. Se esta fonte for venenosa, a melhor parte da vida estará perdida. E o Livro que nos manda guardar o coração é a Carta Magna de um Pai bondoso e amável. Deus nos quer bem. Ele é o nosso melhor Amigo. Mas como havemos de guardar o coração?

Alguém disse que não podemos evitar que os pássaros voem sobre nossas cabeças, mas podemos impedir que façam ninhos sobre elas; assim não pode-mos evitar que os pensamentos e desejos maus entrem em nossos corações, mas podemos impedir que permaneçam nele. Expulsemo-los todos, sem demora, e enchamos o coração de coisas boas, para que ele se torne uma fonte preciosa.







terça-feira, 14 de agosto de 2018

JUSTIÇA FEITA


Numa pequena cidade vivia um zeloso cristão que se tornara magistrado. Certa manhã, compareceu diante dele, na sala do Tribunal, um amigo de sua mocidade, que se havia desviado do caminho da justiça e cometera um delito contra a lei do país. Aqueles que conheciam as relações que havia entre ambos, esperavam que o juiz tratasse o homem misericordiosamente; ficaram, porém, muitíssimo surpresos ao ouvirem que a sentença foi pesada multa.

Ficaram ainda mais surpresos quando o magistrado se dirigiu ao oficial, dentro do Tribunal, e, tirando do próprio bolso o dinheiro, pagou a multa. Cumprira seu dever como magistrado, defendera a lei, mas também mostrou um pouco da misericórdia de Deus em favor de seu amigo, ao pagar a penalidade que a sentença lhe impunha.

do livro "Mil Ilustrações Selecionadas", Dr. D. Peixoto da Silva, Casa Publicadora Batista, Rio de Janeiro, 1966

A QUALIDADE


segunda-feira, 13 de agosto de 2018

PAIXÃO


COMO ÁRVORES...

Qual o tamanho de um sofrimento? Quanto tempo devemos chorar por um ente querido que morreu ou pelo amor que se perdeu? Quanto tempo devemos guardar trancado um coração que sofreu uma traição? Quantos dias devemos ficar trancados em um quarto se alguém nos decepcionar? Qual o tamanho do ódio que devemos criar para aqueles que nos humilharam ou feriram? É muito difícil determinar o tamanho, o tempo certo. Tudo tem um limite, e cada um de nós é suficientemente adulto para perceber quando estamos passando dos limites.


Assim, as pessoas que se trancam na dor e fazem dessa dor o motivo para não viverem, para não lutarem e simplesmente desistirem da vida, estão indo contra um princípio natural e divino que aponta sempre para a continuidade da vida. Se você cortar uma árvore centenária e deixar apenas um pequeno toco, verá depois de alguns meses a vida renascer com pequenos galhos já crescendo e desafiando a vida para ressurgir.

Em alguns anos será novamente uma medida, nossa dor tem que ter limite, o nosso isolamento do mundo tem que ter um breque, porque somos como árvores frondosas que estão sujeitas a vários cortes durante nossa vida, alguns cortes derrubarão poucas folhas, outros podem até destruir todos os galhos que demoramos anos para juntar, mas sempre nos restarão algumas sementes que se regarmos com paciência e amor, em breve nos transformará de novo em belas árvores. 

Se você, no dia de hoje, é apenas um toco, lembre-se que dentro de você tem uma semente divina que deve ser cultivada sempre, que precisa muito mais da sua atenção que de mãos estranhas, por isso ame-se, respeite-se, respeite a vida e o curso que ela tem, transforme-se definitivamente numa árvore que dá frutos, que dá sombra e lembrar sempre a todos que enquanto existir vida existem possibilidades de transformar, de renascer e de ser feliz!!!! 

Alicinha
Fonte: http://www.webservos.com.br/

domingo, 12 de agosto de 2018

QUANDO O SENTIMENTO FALA MAIS ALTO DO QUE A JUSTIÇA

Ali está o pequeno Absalão brincando com seus irmãos nos jardins do palácio real.

Os olhos de seu pai o contemplam cheios de admiração e orgulho por ele, não por vislumbrar um espírito reto e piedoso que nele se formaria no futuro, mas senão somente por seus belos dotes físicos e sagacidade.

O pequeno cresceu e se transformou num monstro, a ponto de tentar contra a vida do próprio pai e levantar um exército contra ele com o intento de ocupar o trono em seu lugar. 

Ainda assim, Davi se conduzia apenas pelos sentimentos e gratas recordações dos tempos de infância e juventude do rapaz.

Então ordenou insistentemente a seus homens que poupassem a vida de Absalão na batalha que Deus ordenara que se levantasse contra ele e o seu exército infiel.

Mas o Senhor tinha outros planos em relação a isto e ordenou que fosse morto.

Joabe ouviu a Deus e não a Davi naquela ocasião e o matou.

Quando retornaram em triunfo da batalha, os homens que haviam colocado suas vidas em risco por causa de Davi e do seu reino - tendo inclusive havido baixas entre eles – não receberam boa acolhida da parte do rei, que recusava ser consolado pela morte de seu filho, e não conseguia vencer a tristeza que sentia.

Joabe o repreendeu com respeito e com sábias palavras, mostrando-lhe que procedia mal naquele caso pois estava desprezando os que haviam colocado suas vidas em risco por amor a ele, e estava prezando a quem odiava tanto a ele quanto a Deus.

Somente então ele se dispôs a demonstrar a devida gratidão aos que haviam lutado por ele. 

De igual modo, quantos não têm desprezado aqueles que lutam por seus interesses e que os amam em justiça e de fato, por causa de laços sentimentais que os cegam para a verdade?

Silvio Dutra

PAI SÁBIO

sábado, 11 de agosto de 2018

MOMENTOS DE PAZ


A paz de Deus, necessariamente, tem que sossegar nossas mentes e dar descanso aos nossos corações. A.B.Simpson

São raros os momentos neste mundo veloz em que tiramos tempo para desfrutar alguns poucos momentos de paz longe do barulho e do agitado burburinho que nos cerca. Quando não estamos correndo de um lado para o outro, estamos socializando, exercitando, brincando, comprando, limpando e mantendo a vida em ordem. 

Qual foi a última vez que você gastou algum tempo em quieta solitude sem ter que necessariamente estar fazendo alguma coisa? Simplesmente sentado olhando para o mar, ou para a beleza de um calmo lago ou observando o bater do vento sob as agitadas folhas? Qual foi a ultima vez em que você esteve totalmente descontraído sem ter que atender um compromisso e com a liberdade de apenas se sentar até que estivesse pronto para seguir adiante? 

Eventualmente a coisa mais saudável e o maior beneficio que você pode trazer a você mesmo e a sua família é simplesmente dar uma parada completa na sua rotina. Ao fazer isso, descontraia e desfrute a abundância da vida que lhe esta sendo dada por Deus. 

Para Meditação: Porque aquele que entrou no descanso de Deus, também ele mesmo descansou de suas obras, como Deus das suas. Hebreus 4:10

Nélio DaSilva
http://www.encorajamento.com/

TODO HOMEM PROCURA


sexta-feira, 10 de agosto de 2018

NÃO COMO AS ONDAS DO MAR


"... porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte" 

Tiago 1:6

Samuel Rutherford declarou: "Acredite no Amor e no Poder de Deus, mais do que acredita em seus próprios sentimentos e experiências. Cristo é sua Rocha e esta Rocha não é como a maré que um dia está alta e no outro está baixa, mas como o mar."

Muitas vezes perdemos uma grande bênção porque nos deixamos dirigir por nossas próprias emoções que são completamente instáveis. Um dia estamos de bom humor e no outro, totalmente angustiados. Um dia cantamos e dançamos como se fôssemos a mais feliz das criaturas e no outro choramos e murmuramos como se fôssemos pobres coitados e derrotados. Um dia agimos como se fôssemos capazes de mover montanhas com a oração e no outro, como se fôssemos ateus e inimigos de Deus.

É preciso que a nossa fé seja inabalável, que a nossa esperança seja indestrutível, que o nosso "sim" ao Senhor nunca se torne um "talvez" ou um "não". É importante que tenhamos a compreensão de que o Senhor tudo pode e que aquele que crê também tudo pode, em nome do Senhor. É necessário que não esqueçamos jamais que somos salvos e não mais perdidos, que somos cristãos que confiam no seu Deus e não incrédulos que de tudo duvidam.

Cristo é nossa Rocha e nEle estamos firmados e protegidos. Dele vem a nossa força e o Seu poder não tem limite. Ele nos faz caminhar em segurança, nos abriga das intempéries, é a fonte de nossa alegria.

Não podemos ser como as ondas do mar que vão e voltam, que às vezes estão fortes e outras fracas, que uma hora estão lá em cima e outras lá embaixo. Os inconstantes não vão a lugar algum, não realizam seus sonhos, não se firmam no caminho, não alcançam grandes vitórias.

Você continua oscilando, como as marés, ou já aprendeu a descansar em Deus?

Paulo Barbosa

TRABALHO DURO


quinta-feira, 9 de agosto de 2018

UMA NOITE NO METRÔ

Ontem por volta de 23 horas, compartilhando a mensagem da Salvação no metrô. Entre muitos que não quiseram receber a mensagem, um rapaz entrou no trem, sentou-se próximo a mim, recebeu o folheto " Para onde você vai?", e passou a lê-lo com muita atenção!

Após completar a leitura se dirigiu novamente a mim e agradeceu a minha disposição de estar aquela hora Semeando a Palavra. Não sabe ele que isto é tanto uma honra como um prazer! Me disse que o Senhor havia despertado nele a consciência de que estar afastado de Seu Caminho era ruim. Me apresentou uma Bíblia surrada e marcada que disse ter usado muito em outros tempos e demonstrou que ela voltará a estar em suas mãos e olhos.

Mais uma vez me agradeceu, e obviamente lhe disse que devemos dar a Glória a Deus e servi-lo até estarmos com o Senhor.

Encerrou-se a conversa e orei por ele, e pelos outros que também receberam a Palavra!

Fui impelido a orar pela grande quantidade de homossexuais e lésbicas que estão nos metrôs nesses horários. Alguns até receberam as sementes do Evangelho, contudo a maioria recusou!

Deus é Soberano e irá salvar os seus! Eu creio plenamente nisso! Contudo Ele mesmo determinou os meios e designou aos que Ele já chamou para se dispor a participar da Missão que é DELE!

Não invente desculpas! 

Enquanto estiver indo pregue o Evangelho, use todos os meios, espalhe a semente, comece distribuindo folhetos, use seu campo de influência, amizades, faça um estudo bíblico com eles, evangelize de forma constante a àqueles que Deus mesmo lhe deu, foi por isso que Ele te colocou nesta família, vizinhança, trabalho, escola, universidade, curso, academia,..., acho que deu para entender!

Fazendo assim Ele lhe dará a oportunidade de ver novos nascimentos e de cuidar dos recém-nascidos, assim começa o fazer discípulos de Jesus, e você poderá então os ensinar a guardar tudo que Jesus ensinou.

Este relato só tem um objetivo: que você meu amado irmão e minha amada irmã use os talentos que Ele deu, e os negociei para que rendam uma grande colheita de salvos para a Glória de nosso Rei, Senhor e Salvador Jesus!

Com muito amor!

Seu irmão em Cristo e humilde servo do Senhor,

Sidnei Gomes Itaboray

PONTO DE VISTA


quarta-feira, 8 de agosto de 2018

O RELÓGIO DE DEUS

"(..) já se fazia escuro e Jesus ainda não viera ter com eles (..) por volta da quarta vigília da noite, veio ter com eles, andando por sobre o mar"

(João, 6.17b e Marcos, 6.48b)

Ainda? ? com essa palavra, João parece denunciar o ambiente de inquietação que se instalava entre os discípulos no meio do mar. Por mais que eles relutassem em tecer tais conjecturas, as altas ondas, o rijo vento, o barco afundando, a hora avançada, as forças mitigadas, o negrume da noite, todas as coisas pareciam apontar para um atraso divino, uma dessincronia entre a ação de Deus e as necessidades humanas, uma distração de Deus em face ao desespero humano.

Diz o texto que, naquele momento de medo, pânico, perplexidade, e de total incapacidade de não atribuir a Deus a falibilidade humana, Jesus vem andando por sobre as águas e o Seu relógio marcava a quarta vigília da noite. Teria Deus perdido a hora? Dormido no ponto? Havia o relógio divino trabalhado descompensado com a hora do nosso sofrimento? Teria Ele abdicado do compromisso radical que tem com as nossas vidas?

Não! Diz o texto enfaticamente: Ele veio na quarta vigília da noite. Por que? Porque é na quarta vigília que a noite se faz mais escura, as ondas mais revoltas e os ventos mais rijos em razão da proximidade do nascer do sol (o texto atesta esse fenômeno quando diz que neste período eles remavam com dificuldade porque o vento lhes era totalmente contrário). Como sempre, o relógio de Jesus estava rigorosamente pontual. Veio quando a escuridão era mais densa, as ondas mais encapeladas e os ventos totalmente contrários.

O relógio de Jesus é assim: sincronizado com o nosso sofrimento e as nossas dores. Jamais chega atrasado em nossa vida para a manifestação de Sua graça e de Sua misericórdia. Jamais posterga o milagre esperado. Ele sempre aparece quando a noite se faz mais escura e os ventos são totalmente contrários.

Talvez, muitos de nós estejamos, hoje, vivendo essa síndrome do ainda. Uma terrível sensação de que Deus perdeu a hora, Deus perdeu o bonde da história de nossa vida; um Deus atrasado em cumprir as Suas promessas. Talvez, muitos de nós estejamos nutrindo em nossas vidas essa ideia de um Deus distraído e incapaz de manifestar a Sua graça no tempo certo de nossos sofrimentos.

Precisamos entender isto: o Relógio de Jesus nunca falha. Ele Sempre aparece. Quando as trevas forem mais densas, as ondas mais revoltas e se fizer a quarta vigília da noite, louvemos e cantemos ao Senhor. Porque está vindo ao nosso encontro.

Creiamos nisto.

Rev. José Kleber Fernandes Calixto
Igreja Presbiteriana de Coromandel, MG.

PREOCUPAÇÃO

terça-feira, 7 de agosto de 2018

CREDENCIAIS ETERNAS

"Nisto conhecerão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns pelos outros"

Jo 13.35

Uma noite chegamos às muralhas da China, depois de terem cerrado o portão. Através do guichê do portão, o guarda pediu-nos nossa carteira de identidade. Logo o portão se abriu e nos foi permitido entrar.

Algum dia chegaremos às muralhas da Cidade Eterna. Que credenciais teremos a apresentar, a fim de que a porta se abra? Será o nosso conhecimento da Bíblia? Nossa certidão de batismo? Nossa carta de membro da Igreja? Uma carta de recomendação do pastor? Ou a ficha de nossa vida diária?

Jesus nos deu a única resposta. Disse ele: "Nisto conhecerão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns pelos outros". Eis a prova principal de que fomos redimidos pelo sangue de Jesus Cristo: "amarmos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos".

Leo K. Mader

BELOS SONHOS


segunda-feira, 6 de agosto de 2018

VOU BRINCAR NO CÉU?

Ouvi uma pergunta de uma criança. No céu, eu vou poder jogar bola, soltar pipa e assistir televisão? As outras crianças soltaram gargalhadas. O assunto não é engraçado. As crianças fazem suas idéias sobre o céu, porque o que elas gostam de fazer aqui na terra, acham que poderão estar fazendo lá também. A Bíblia diz bastante sobre como é o céu. Imaginamos como um paraíso. Mas na verdade, nem podemos sequer imaginar. 

Jesus disse que iria preparar um lugar para nós. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar. João 14:2 Sabemos que lá não haverá mais pranto, dor, tristeza, só alegria e louvor, também que ali a luz é eterna, pois Deus é a luz. Imagino, que no céu, haverá brincadeiras com as crianças, Jesus disse: Deixai os pequeninos e não os estorveis de vir a mim, porque dos tais é o Reino dos céus. Mateus 19:14. 

Sendo o céu, a morada eterna e celestial, um lugar lindo e maravilhoso, tudo de bom encontraremos. Respondi à criança que provavelmente ela irá jogar bola e soltar pipa com os anjos. Quanto à televisão, acho que não. Nós sabemos que tudo o que fazemos será apresentado no final de nossa vida, aquilo que fazemos às claras e às ocultas. Haverá um julgamento. Todos verão, tal como um filme. Mas televisão para assistir programações, no caso da criança, desenhos e outros mais. Creio que não haverá. 

O importante realmente é que todos, todos nós temos, é que batalhar e prosseguirmos no caminho certo, em busca de alcançar o céu. Que possamos estar atentos a voz do Senhor, somente ouvindo a Deus, não desviando nem para a direita, nem para a esquerda, mas mantermos obedientes aos seus mandamentos e à sua vontade. 

Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;" E porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Mateus 7:13,14,21.

Valéria Belotti

HOMENS QUE TRANSFORMAM O MUNDO


sexta-feira, 3 de agosto de 2018

SAIA DA COVA

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" 

João 3:16

Um viajante, passando por certo lugar, viu um homem caído em uma cova profunda e começou a perguntar-se, em voz alta, como ele teria caído ali. O pobre homem, em sua profunda angústia, gritou: "Se você for um amigo, pare de perguntar como eu caí e ajude-me!"

Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, ofereceu sua vida por nós. Poderíamos, em nossa tolice, perguntar: Por que Ele permitiu a nossa queda na cova do pecado?" mas, João 3:16 nos diz claramente que o que mais importa é a nossa salvação do pecado e da morte, e a conquista da vida eterna.

Costumamos questionar tudo e todos. Por que Deus permitiu que eu fosse tão pobre enquanto muitos são ricos? Por que Ele permite doenças em minha casa, sendo Ele o Deus que cura? Por que me deixou cair na "cova" do mundo e não me conduziu sempre por caminhos floridos e perfumados? Por que meus amigos conseguem bons empregos e eu vivo sempre desempregado? E por que... por que... por que...?

Os planos de Deus são diferentes dos nossos. O tempo de Deus não é o nosso tempo. As respostas de Deus nem sempre são as que esperamos. Mas... Ele é o nosso Deus, o nosso Pai amoroso, o Deus de nossa salvação. Ele nos ama tanto que doou seu único Filho para morrer em nosso lugar a fim de termos a alegria de viver com Ele, em perfeita paz, para sempre!

Ele não pergunta o motivo de estarmos na cova, nem por que mentimos e pecamos, nem porque servimos a outros deuses e não a ele. Ele apenas nos estende a mão, tira-nos da cova e nos abraça com um amor incomparável. Por maior que seja o nosso pecado, ele nos perdoa e nos ensina o caminho da felicidade.

Jesus salva a todos da cova. Segure a Sua mão! Ele não perguntará por que caiu, apenas puxará você para fora!

Paulo Barbosa