segunda-feira, 8 de novembro de 2021

VOCÊ TEM RESSENTIMENTO DE SEU CÔNJUGE?

Algum tempo atrás, alguém me disse: "Todos os começos de um relacionamento são maravilhosos, mas o final é sempre o mesmo". Eu não concordo com isso. Você pode ser feliz para sempre com seu cônjuge, se ambos aprenderem a caminhar lado a lado, com um objetivo em comum. Talvez, um dos maiores problemas seja quando alguém fere seu cônjuge, e isso não se resolve; quando alguém coloca em sua mente uma espécie de livro de contas com erros e defeitos de seu cônjuge. Borges, em Fragmentos de um evangelho apócrifo, escreveu: "Não odeie seu inimigo, porque isso torna você de alguma forma seu escravo. Seu ódio nunca será melhor do que sua paz". E esse é o título destas palavras. Pense, por um momento, o ressentimento o tornou um escravo de seu cônjuge?

O problema com o ressentimento é que, como todos os vícios, gera dependência e desenvolve tolerância. Quem o prova corre o risco de desenvolver o "gosto" pelo amargo ressentimento, pelo rancor e, de alguma maneira, aprecia-o. Se eu entendi bem, na verdade, o antídoto contra o ressentimento não é um, são vários. Vou citar somente três:
 
1. Pare de desenterrar o passado

Uma lenda diz que um monge e seu discípulo, no caminho para o mosteiro, tinham que atravessar um rio. Na beira, estava uma mulher muito obesa e elegante, que também queria atravessar, mas a água no rio estava muito alta. Então, o monge a colocou em seus ombros e a levou até a outra margem. Enquanto ele a colocava no chão, ela os olhou com desdém e foi embora, sem agradecer. O discípulo ficou furioso. Não disse nada, mas estava enfurecido por dentro. Caminharam vários quilômetros em silêncio e ao chegar ao mosteiro, o discípulo, irritado, virou-se para o monge e disse: "Ela era tão pesada…, e nem sequer agradeceu". O monge riu e disse: "Sim, eu a carreguei, e ela era pesada. Mas eu a deixei no rio, muitos quilômetros atrás. Você ainda a está carregando." O passado é muito pesado, tem extremidades tão afiadas que cada vez que você o toca, suas feridas tornam-se mais profundas. Pare de carregá-lo. Quando você deixar o passado no passado, quando parar de pensar o que seu cônjuge disse, fez ou deixou de fazer e dizer, sua vida irá tornar-se muito mais leve.
  
http://familia.com.br/

Nenhum comentário: